Como organizar seus grupos de anúncios no Google Adwords?

O Google Adwords é uma ferramenta fantástica, porém como em qualquer outra, você precisará entender os processos e como funciona cada etapa para que consiga se organizar e utilizar melhor todos os recursos oferecidos.

Sabemos que, para quem está começando, é difícil conseguir entender de primeira todas as etapas do processo e é justamente aí que a gente, do Mestre do Adwords, entra para ajudar você.

Basicamente, o Google Adwords é formado por 3 camadas que são:

  1. Conta;
  2. Campanhas;
  3. Grupo de Anúncios.

Será através da organização plena dessas 3 etapas que você conseguirá criar campanhas muito mais assertivas e focadas em seu público alvo.

O foco desse artigo é ensinar você a organizar seus grupos de anúncios no Google Adwords e será sobre esse ponto que iremos nos aprofundar, mas saiba que a organização das etapas funciona assim:

  1. Conta: É o local onde será associado um email, dados sobre faturamento e uma senha;
  2. Campanhas: Tem as configurações próprias para que você escolha o local onde seus anúncios irão aparecer. Este também é o local onde se escolhe o orçamento;
  3. Grupo de Anúncios: É o local onde ficarão as palavras chaves e o conjunto de anúncios.

Aqui ainda cabem duas observações bastante importantes, pois dentro da campanha de vídeos têm algumas características próprias, como:

 

Como organizar seus grupos de anúncios no Google Adwords

 

  • Um grupo de anúncios só pode ter o mesmo formato de anúncios em vídeos, então se você quer exibir anúncios em vídeo em display, em TrueView e In-stream terá que criar diferentes grupos de anúncios no Google Adwords.
  • Dentro de uma campanha de vídeo, os lances e critérios têm informações em comum.

Já sabemos um pouco sobre a estruturação de conta do Google Adwords e como ela é organizada, então vamos avançar e estudar mais sobre os grupos de anúncios.

Organizando uma campanha

Quando você toma a decisão de anunciar através do Google Adwords, a própria plataforma lhe fará criar uma campanha específica para cada objetivo que você tenha traçado.

Isso porque será diferente a forma com que você irá produzir o conteúdo do anúncio, já que ele terá que atender as expectativas traçadas por você.

Antes de você decidir que quer anunciar, você precisa ter um objetivo. Pode ser:

  • Atrair mais tráfego para o seu site;
  • Captar leads;
  • Vender seus produtos;
  • Vender seus serviços;
  • Atrair pessoas para seu estabelecimento físico.

E mais tantas outras opções possíveis com sua utilização, por isso é importante definir claramente o seu objetivo para que você possa organizar sua campanha de modo que ela tenha maiores possibilidades de lhe trazer o resultado almejado.

Organizando seus grupos de anúncios no Google Adwords

Toda campanha permite que você crie um ou mais grupo de anúncios dentro dela, pois dessa forma é possível trabalhar melhor o grupo de palavras-chave escolhidas, fazendo com que elas se relacionem e tenham semelhança entre si.

Nesse ponto fica um conselho nosso, recomendamos que em cada grupo tenha entre 14 e 16 palavras-chave, que é o volume ideal para que você consiga atrair a atenção através delas. Mais do que isso, acará desperdiçando possibilidades de melhorar seus resultados, aumentar o seu índice de qualidade e melhorar o seu ROI.

Se você for trabalhar com campanhas de rede de pesquisa, os grupos irão te ajudar a segmentar melhor a exibição, melhorando a relevância das pesquisas e a entrega de resultado aos usuários.

 

Como organizar seus grupos de anúncios no Google Adwords..

 

Caso você opte por trabalhar na rede de display, os grupos ajudarão a chamar a atenção do usuário quando eles navegarem por websites parceiros que têm o conteúdo relacionado com o seu.

O ideal é que você crie grupos de anúncios diferenciados para cada campanha que iniciar dentro da plataforma. Por exemplo, vamos imaginar que você atue no segmento de comércio eletrônico e que você decida que quer começar a vender através da internet.

Suas vendas vão explodir e seus anúncios vão dar muito certo se você conseguir oferecer seu produto para quem realmente quer comprar ele, concorda? Não adianta oferecer celular para quem está buscando notebook, você vai perder a impressão do anúncio e não converter a venda.

A criação de grupo de anúncios é indicada, porque as palavras-chave usadas serão diferentes. Além disso, ainda é possível criar subcategorias dentro das categorias, então você pode vender celulares, mas certamente você tem diversos tipos em sua loja com marcas diferentes: Nokia, Samsung, Apple, Asus, Lenovo, Sony e mais uma gama de opções.

Agora você deve estar aí se perguntando como criar um grupo de anúncio, não é?

A gente te ensina!

Como criar um grupo de anúncio?

Além de todos os benefícios que já vimos acima, a criação de um grupo de anúncio te ajuda a gerenciar de forma mais tranquila cada campanha, podendo controlar os lances, verificar o status e também acompanhar o comportamento com métricas individuais.

Dentro das opções “Grupo de Anúncios”, você pode pausar a exibição de uma campanha de um produto que não tenha mais em estoque ou então, aumentar o lance para que os anúncios sejam exibidos mais vezes, sem mexer na configuração de outras que já estão rodando.

Para criar um grupo de anúncio, primeiramente, você precisa criar uma campanha, então clique na opção “Criar uma campanha” e siga todas as instruções necessárias para criar a sua primeira campanha Google Adwords.

Caso você já tenha uma, você deve:

  1. Acessar sua conta Google Adwords com seu login e senha;
  2. Clicar na guia campanhas;
  3. Na opção, “Todas as campanhas online”, selecione a campanha da qual você tem interesse em criar um grupo de anúncios;
  4. Agora clique na guia “Grupo de anúncios”;
  5. E logo após, na opção “+ Grupo de anúncios”;
  6. Irá aparecer uma página com a opção “Criar grupo de anúncios”, clique em exibir;
  7. Siga as instruções que serão dadas com a opção das escolhas das palavras-chave e de lances;
  8. Agora basta salvar.

É importante sempre preencher todas as informações solicitadas, sem deixar nada em branco, pois são nesses detalhes que será possível criar campanhas mais qualificadas ao seu público alvo.

Dicas Extras

Aqui vão mais duas dicas extras para você que vai começar a trabalhar com grupo de anúncios.

  1. Fique muito atento à correspondência de palavra-chave, pois o padrão normal da plataforma é exibir o seu anúncio com ampla correspondência, ou seja, se o usuário procurar uma palavra parecida com a sua ou igual, o seu anúncio será exibido. Caso você não queira que isso ocorra, selecione a opção correspondência exata que só exibirá seu anúncio quando o usuário estiver pesquisando a exata grafia identificada por você.
  2. Uma única campanha pode contar até 20 mil grupos de anúncio.

Pronto, até aqui fluiu tudo muito bem, falta apenas um último detalhe que precisamos passar para você: edição do grupo de anúncio.

 

Como organizar seus grupos de anúncios no Google Adwords.

 

Como editar um grupo de anúncio?

Está precisando modificar algo dentro de um grupo de anúncio?

Fique tranqüilo, você não precisa deletar todo o grupo, basta editar de forma muito simples. Clique na guia grupo de anúncios e logo após no ícone status ou lance na coluna CPC Max padrão.

Se você quer alterar o nome do grupo, clique no símbolo do lápis que aparece no cursor ao lado do nome do grupo.

Caso queira fazer a edição em massa, clique em Grupo de anúncios > vá até a caixa de seleção e marque as opções > clique em editar > e faça as alterações das opções que deseja.

Viu como não é nenhuma ação impossível de ser feita?

Com o passar do tempo, você irá ganhando familiaridade com o uso das ações e tudo se tornará mais simples, porém se ficou alguma dúvida, deixe um comentário para nós, iremos responder o mais breve possível.

Agradecemos a companhia e até a próxima!

Como estruturar sua campanha no Google Adwords

É natural que sempre busquemos melhorias para os nossos negócios, seja no setor interno ou na capacidade de vendas, na verdade, é praticamente impossível encontrar um bom profissional que não esteja buscando evoluir sua marca de alguma forma.

Grande parte dessa busca por melhorias têm, de uma maneira ou outra, uma ligação com a publicidade.

Afinal, se você deseja evoluir cada vez mais, talvez uma boa saída seja melhorar o seu alcance através de presença e comunicação para com o seu público alvo.

Concorda?

Se fossemos eleger três pilares principais para estar com todas as chances do sucesso em mãos, seriam eles:

  • Boa Comunicação
  • Presença/Autoridade
  • Relevância/Qualidade

Com base nisso, algo ficou bastante nítido. O mercado digital, mais especificamente, a publicidade online tornou o mundo dos negócios mais democrático, mais acessível.

Atualmente é possível que pequenos negócios em seus primeiros dias de atuação tenham a oportunidade de anunciar e ter uma abrangência enorme, tanto quanto uma empresa de grande porte e vasta experiência em seu setor.

Essa realidade não era possível há pouco tempo atrás, onde a publicidade era elitizada por seus altos preços. Apenas, empresas muito bem estabelecidas conseguiam aparecer em horário nobre, nos comerciais de televisão que, hoje, chega a ser tão popular quanto à internet em questão de abrangência e impacto de público.

 

Como estruturar sua campanha no Google Adwords

 

Enfim… O que queremos dizer é que se você tem um negócio ou é um profissional autônomo que trabalha com vendas, sua oportunidade de crescer está ao alcance de alguns cliques.

Muito provavelmente você já conhece a plataforma de anúncios online do Google, a maior da internet, certo?

O que talvez você não saiba ainda muito bem é que o Google Adwords não é nenhum bicho de sete cabeças e que, sim, é possível criar anúncios altamente poderosos sem tantas complicações.

Para isso, basta que você saiba estruturar sua campanha no Google Adwords de forma eficiente.

Você pode dizer:

  • “Ah, mas eu não sei como estruturar isso, deve ser extremamente complexo!”.

Calma! Nosso conteúdo de hoje vai descomplicar tudo isso para você.

Pronto para começar? Então vem com a gente!

# Planejamento e Ajustes

Antes de qualquer coisa, a primeira coisa que você precisa fazer é planejar e realizar alguns ajustes.

Para isso, é preciso que você tenha claro qual é o objetivo a ser alcançado pela sua campanha no Google Adwords.

Toda a sua estratégia e estruturação estará intimamente ligadas a esse objetivo, então procure se aplicar ao máximo nessa tarefa.

Nesse momento, tente responder as seguintes perguntas:

  • Qual é o produto/serviço que atrai mais interesse no alvo?
  • Qual é o melhor produto para anunciar?
  • Como esses anúncios devem atingir o público? Qual mensagem deve ser entregue?
  • Como eu posso elaborar minha campanha para conseguir isso?

Sem pressa e ansiedade, ok?

Bem, na fase dos ajustes, você precisará estudar um pouco mais o comportamento do seu público.

O intuito é descobrir melhores formatos de anúncios, horários para veicular, canais, entre outras coisas que poderão lhe ajudar a ser mais contundente quanto ao direcionamento da campanha.

 

Como estruturar sua campanha no Google Adwords.

 

Uma boa maneira de coletar dados relevantes é integrar o analytics ao Adwords.

#Lista de Palavras-Chave

Depois de definir qual é o objetivo da sua campanha e ter coletado os dados relevantes do público, o momento é de começar a colocar a mão na massa quanto à estrutura “física” da sua campanha no Google Adwords.

Claro, como não poderia ser muito diferente, o primeiro passo será definir as palavras-chave que você usará na campanha.

Para isso, é interessante que você dê uma olhada em seus concorrentes diretos e indiretos.

Procure visualizar os termos que eles utilizam, o que traz resultados e o que não traz. Para ter uma melhor visão sobre isso, há duas boas maneiras.

Primeiro o Keyword Tools, própria planejador de palavras-chave da plataforma, que lhe dá sugestões com base em campanhas existentes no mesmo nicho em que seu negócio atua.

E segundo é o SemRush, uma plataforma que lhe entrega informações sobre a estruturação das campanhas de quem você escolher. Nesse programa, você consegue ter noção sobre o investimento da campanha em questão, termos que mais convertem, palavras-chave utilizadas, entre outras coisas.

Claro, essas análises não devem servir para você “roubar” a ideia do seu concorrente, longe disso. O objetivo aqui é que você tenha noção do que dá certo e com base nisso conseguir ter o seu diferencial para se destacar perante o mercado.

Após a fase de análises, faça a sua própria lista de palavras-chave. Não se esqueça, elas precisam:

  • Ter ligação/relação com o seu negócio.
  • Ter proximidade com o que está sendo anunciado.

A sua lista deve conter termos exatos, variações e até pequenas frases que correspondem diretamente ao que você está oferecendo.

Os termos genéricos também podem ser utilizados, desde que você não fuja da proposta, pois caso contrário atrairá leads frios que pode até clicar no seu anúncio, mas não converterá e colocará seu ROI abaixo de zero.

Utilize o planejador de palavras-chave do Google nessa tarefa, pois ele ampliará muito o número de possíveis termos relevantes para as suas campanhas.

# Grupo de Anúncio

É muito comum que haja equívocos quanto a essa etapa da estruturação da campanha, pois, geralmente, os anunciantes chegam querendo anunciar tudo de uma vez.

Não cometa esse erro, pois é muito possível que você perca o controle de tudo logo no início.

O ideal aqui é criar um grupo de anúncio por vez. Dessa forma, é possível segmentar de maneira mais eficaz e consequentemente atrair melhores resultados.

Ok?

Então, pegue a sua lista de palavras-chave, separe em torno de 10 termos para adicionar em sua campanha.

Óbvio, eles devem ter ligação com o que vai ser anunciado. Ah! Também tome cuidado para não utilizar palavras duplicadas, isso afeta e muito os seus resultados, pois você acabará concorrendo com você mesmo.

#Texto de Anúncios

Chegou o momento de criar o seu anúncio, mas é importante que você tenha em mente que essa fase não deve ser levada de qualquer maneira.

O anúncio é basicamente o responsável pela atração, então ele deve ser muito bem feito.

Se você tem o conceito de que basta escrever um anúncio e replicar em todos os outros de maneira genérica, é hora de jogá-lo fora.

Anúncios de qualidade com potencial de sucesso são aqueles que são baseados em conteúdos focados nos termos escolhidos anteriormente.

Na hora de escrever o texto do anúncio, inclua as palavras-chave, de maneira natural, atrativa e relevante ao alvo.

Nesse momento, coloque-se no lugar do seu público e pergunte-se:

  • Qual é a solução que a campanha entrega?

Então se baseie nessa resposta para escrever o conteúdo. Não se esqueça de ser claro, objetivo e entregar as informações que o usuário procura.

#Segmentação

O poder das campanhas no Google Adwords é garantido, principalmente, por conta das possibilidades de segmentação que a plataforma disponibiliza aos anunciantes.

Essas segmentações são responsáveis por tornar o alcance mais assertivo, direcionando anúncios relevantes ao alvo com base em características mostradas por seu padrão de consumo e comportamento.

São várias as opções, dentre elas:

  • Segmentação por interesse.
  • Segmentação por correspondência de palavras-chave.
  • Segmentação geográfica.
  • Segmentação demográfica.

Por isso, não se esqueça de utilizá-las para garantir que a sua campanha seja exibida, apenas, para o público alvo que, realmente, tem interesse no que você está oferecendo.

Como estruturar sua campanha no Google Adwords...

Para potencializar ainda mais o direcionamento assertivo, procure criar a sua lista de termos negativos.

Essa lista garantirá que os seus anúncios não sejam relacionados erroneamente por conta da similaridade de termos.

Por exemplo:

  • Vamos dizer que você esteja anunciando, especificamente, para gerar vendas.
  • Então, muito provavelmente, o seu anúncio não será relevante para quem busca algo grátis.

Certo?

#Página de Destino

Apesar de muita gente ainda não entender o tamanho da importância da página de destino e, por isso, errar nesse quesito, é extremamente necessário que você cuide ao máximo de sua landing page.

Assim como o nome já sugere, o link da página de destino é responsável por levar o seu potencial consumidor do anúncio para a página de conversão, ou seja, a página de aquisição do produto anunciado.

Muita gente não entende isso e, portanto coloca páginas de destino que nada tem a ver com o que está no anúncio, entregando uma experiência péssima para o usuário.

Você sabia que muitas empresas, inclusive, grandes, colocam como página de destino de um anúncio de produto, a home do site?

Esse é um equívoco enorme!

Tem mais… Quantas vezes você buscou por algo na internet e clicou no link patrocinado de alguma empresa conhecida e quando abriu a página descobriu que ela não comercializava o que você procurava?

Para não cometer esses mesmos erros fatais, procure criar páginas de destino exclusivas para cada produto/serviço anunciado. Nessa página deve conter informações relevantes sobre o que foi anunciado, botão de conversão, imagens de qualidade e demais coisas que podem ajudar o potencial consumidor decidir-se.

Além disso, não anuncie e nem crie sua landing page baseada em palavras-chave que não condizem com o que você está oferecendo.

Utilize os termos que você escolheu para a campanha na sua página de destino, essa é uma maneira de melhorar a experiência do seu potencial consumidor e evitar que alguns usuários cheguem até você por um equívoco.

 

Agora é hora de aplicar, mas não se esqueça de realizar testes! Esperamos ter ajudado… Caso tenha dúvidas, entre em contato pelos comentários abaixo ou pelas redes sociais do Mestre do Adwords.

Forte Abraço!

Como escolher um tipo de campanha no Google Adwords

Anunciar no Adwords tem sido interesse de cada vez mais pessoas de acordo com o decorrer do tempo.

Isso se deu, felizmente, porque algumas barreiras nesse quesito foram vencidas, ainda bem!

Nós, aqui, do Mestre do Adwords, pudemos perceber o quanto as campanhas de links patrocinados foram sendo desmitificadas…

O que parecia inacessível, difícil de administrar e configurar, hoje não é visto exatamente dessa maneira. A barreira da falta de conhecimento foi de certa forma derrubada quanto ao Google Adwords e suas campanhas.

É fato incontestável que a plataforma de publicidade online do Google é eficiente e gera resultados mais velozes se as estratégias estiverem alinhadas.

Por outro lado, o que conseguimos perceber é que a dificuldade a ser vencida no momento tem a ver diretamente com o alinhamento de estratégias ao criar campanhas no Google Adwords.

 

Como escolher um tipo de campanha no Google Adwords;

 

As perguntas mais presentes são:

  • Qual tipo de campanha no Google Adwords mais adequada para o meu negócio?
  • Como eu sei que a campanha X é a ideal para o resultado que eu busco?

Bem, sem conhecer exatamente qual é o seu tipo de negócio, qual o nicho de atuação e algumas outras características peculiares, é, um tanto quanto, arriscado lhe responder a essas perguntas.

Principalmente porque não existe uma receita mágica e universal que pode ser aplicada e automaticamente milagrosa quanto aos resultados.

Pensando em contribuir positivamente para que enfim você tenha uma resposta valiosa para as perguntas acima, nós resolvemos criar esse conteúdo para lhe mostrar como escolher um tipo de campanha no Google Adwords.

Vamos juntos?

#Quais são os tipos de campanha no Google Adwords?

Antes de qualquer coisa, é muito importante que você conheça quais são os tipos de campanha disponíveis no Google Adwords.

Desse modo, ficará muito mais simples escolher o ideal para o seu negócio futuramente.

Vamos a elas!

Basicamente, podemos destacar cinco tipos de Campanhas no Google Adwords, claro, dentro delas vão existir subdivisões, olha só:

  • Campanhas em vídeos do Youtube: Formatos In-Stream, TrueView e Banner.
  • Campanhas no Google Shopping: Anúncio com imagem e texto.
  • Campanhas na Rede de Pesquisa e Rede de Pesquisa com Exibição em Display: Texto
  • Campanhas na Rede de Display: Formato de Texto ou Banners Gráficos, Banners Interativos ou Vídeo.

Se você continua ainda meio confuso quanto às opções, fique calmo, pois nós vamos deixar tudo bem claro e explicado a seguir.

#Campanhas em Vídeos

Esse tipo de campanha, como o próprio nome já diz, são anúncios que são apresentados em formato de vídeos, principalmente, veiculados na plataforma de vídeos do Google, o Youtube. Dentro desse tipo de campanha, existem subdivisões de formatação:

  1. In-Stream: Um dos formatos mais famosos, o In-Stream é facilmente detectado em vídeos do Youtube. Sabe aquela espécie de “comercial”, com duração de 30 segundos que pode ser pulado, que aparece antes ou depois do vídeo que vamos ver? É disso que estamos falando, campanhas em In-Stream.
  1. TrueView: Esse tipo de anúncio, também bastante utilizado, é aquele que aparece quando o usuário faz uma pesquisa através de determinada palavra-chave. Se o termo utilizado pelo usuário tiver similaridade com o seu anúncio em vídeo True-View, possivelmente ele aparecerá listado como opção no retorno de busca na rede de Display do Google.
  1. Banner: Apesar de estarmos falando sobre anúncios em vídeo, curiosamente, esse não é um formato especificamente em vídeo, ele aparece no vídeo ou na página em que o vídeo está sendo veiculado. Sabe aqueles pequenos anúncios gráficos e retangulares que aparecem na parte inferior da tela de exibição do vídeo no Youtube? Esse é o famoso anúncio em banner.

#Quando escolher o tipo de campanha em vídeos no Google Adwords?

Esse tipo de campanha costuma trazer retornos muito satisfatórios quando o objetivo é gerar mais conversões ou posicionar a marca de forma mais contundente em seu mercado.

adwords

 

A questão que deve ser muito bem avaliada nesse caso é que, geralmente, o custo da conversão costuma ser mais elevado se comparado aos outros tipos de campanha, como, por exemplo, a Rede de Pesquisa.

Por outro lado, os vídeos mostram melhores resultados se a sua intenção for trabalhar uma campanha de remarketing focada em conversão ou branding. Isso porque o CPV (Custo por visualização) costuma ser mais acessível.

#Campanhas no Google Shopping

Esse tipo de campanha é muito utilizado por e-commerces e pode ser facilmente percebido na página do buscador, na aba “Shopping”.

Geralmente, nem é preciso fazer esse simples passo para visualizá-la, isso porque ela sempre aparece na parte superior da busca ou tecnicamente na rede de pesquisa e em destaque por conter fotos dos produtos.

Quando se anuncia no Google Shopping, o modelo do anúncio é composto por foto do produto, título, preço e algumas informações da empresa anunciante e, claro, link direto para a página do produto anunciado dentro da loja que o comercializa.

#Quando escolher o tipo de campanha Google Shopping no Google Adwords?

Esse é um dos tipos de campanha que mais traz resultados positivos, isso porque ele consegue entregar uma qualidade de experiência excelente para o potencial consumidor do seu negócio.

Quando você comercializa produtos através do Google Shopping, você consegue dar destaque para os preços competitivos que pratica, afinal, esse formato pode ser visto como um comparador de preços, além de proporcionar informações importantes para o usuário, sem que ele tenha que clicar efetivamente no seu anúncio caso o fator decisivo para a conversão seja baseado especificamente no melhor preço de mercado.

Se o seu objetivo é gerar mais conversões, vale muito a pena anunciar nesse tipo de campanha.

#Campanhas na Rede de Pesquisa

Um dos mais famosos tipos de campanha no Google Adwords é o da Rede de Pesquisa.

Basicamente, esse tipo de campanha é apresentado na página de retorno da busca que o usuário faz a partir de palavras-chave.

A segmentação é um dos seus pontos positivos mais fortes. Isso porque o seu anúncio será acionado com base na palavra-chave utilizada na busca que o usuário fez.

 

Google Adwords

 

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que estejamos buscando Agências de Marketing Digital e então digitamos esses termos no Google.
  • Poucos segundos depois, o buscador lhe retorna na Rede de Pesquisa, inúmeros resultados.
  • Nas primeiras posições da página, estão ali alguns links, ou seja, os anúncios que podem ser relevantes para o que você procura.

Certo?

Esses links são os famosos links patrocinados, ou seja, anúncios Adwords do tipo de campanha Rede de Pesquisa.

O interessante é que além da própria página de retorno do Google, os seus anúncios que, geralmente, são em formato de texto e links, podem aparecer nos sites e blogs parceiros do Google, caso você opte por anunciar na Rede de Pesquisa com exibição na Rede de Display.

A Rede de Display tem abrangência que cobre em torno de 95% da internet. Isso quer dizer que o seu anúncio poderá aparecer em sites, blogs, aplicativos, além do Youtube, para grande parte dos usuários que utilizam esse meio.

#Quando escolher o tipo de campanha Rede de Pesquisa no Google Adwords?

Se o objetivo da sua campanha for gerar mais vendas e captar leads quentes, então você pode escolher sem medo a Rede de Pesquisa.

Como vimos, a segmentação desse formato acaba atraindo usuários bastante suscetíveis à conversão, pois eles já chegam ao seu anúncio sabendo o que desejam.

#Campanhas na Rede de Display

A Rede de Display é basicamente formada por sites parceiros do Google, que como vimos anteriormente, chega a cobrir em torno de 95% de toda a internet.

Essa característica é muito interessante, pois faz com que você, como anunciante, consiga ter um alto alcance de potenciais consumidores.

É possível criar anúncios em formato de vídeos, banners interativos, banners gráficos e anúncios de texto.

Toda essa gama de possibilidades te permite segmentar melhor, inclusive, testando qual formato lhe traz melhores resultados.

Há também a possibilidade de escolher quais sites parceiros você deseja veicular o seu anúncio e quais sites devem ser vedados, tornando a captação de leads ainda mais qualificada.

 

Google Adwords..

 

#Quando escolher o tipo de campanha Rede de Display no Google Adwords?

O tipo de campanha na Rede de Display é bem abrangente, por isso, talvez ela seja uma das mais utilizadas por iniciantes.

O fato desse tipo de campanha ter muitas variações de anúncio e configurações de segmentação permite que ela facilmente seja adequada aos mais diferentes objetivos.

Por exemplo, se você tiver o objetivo de gerar mais conversões em vendas ou captar leads quentes, terá ótimos resultados ao escolher fazer remarketing pela Rede de Display.

Por outro lado se o seu foco for diretamente gerar conversões, é importante verificar se o custo por conversão é atrativo, pois assim como nas campanhas em vídeo, ele costuma ser mais alto que os demais tipos.

Agora, se o objetivo for o branding, ou seja, posicionar a sua marca e torná-la mais forte na visão do público, a rede de display com segmentação por interesse, palavras-chave, tópicos, canais e etc., podem ser excepcionais.

 

Pronto! Agora você têm totais condições de escolher um tipo de campanha no Google Adwords que mais se adéqua ao objetivo que deseja atingir.

Dúvidas? Entre em contato pelos comentários abaixo ou pelas redes sociais do Mestre do Adwords.

Forte Abraço!

Como conquistar muitos inscritos no Canal do Youtube

Criado em 2005, o YouTube se tornou a maior plataforma de vídeos do mundo. Fundado por ex-funcionários do PayPal, em outubro de 2016 o site foi comprado pelo Google, e atualmente tem mais de um bilhão de usuários.

Hoje em dia tudo está no YouTube: video-clipes, músicas, propagandas, conteúdos. E o legal disso tudo é que pessoas de faixas etárias e realidades diferenciadas acessam o site. É gratuito para assistir e para enviar vídeos.

É claro que o YouTube se transformou em uma arma de vendas poderosa, pois consegue atingir um grande público, com as idades mais frequentes de 18 a 49 anos. Legal, né?

inscritosyoutube_capa

Mas de que forma você pode ganhar dinheiro?

  • O YouTube paga por clicks e visualizações;
  • Parcerias com outras empresas e pessoas (afiliados);
  • Divulgação de produtos;
  • Promoções exclusivas.

Nos últimos anos está na moda ser bloggeiro, a quantidade deles que vem surgindo é assustadora. Mas isso é sinal de que o YouTube está dando muito certo. Para quem pensava que era um site só de lazer se enganou, pelo contrário, ele é bem profissional.

Mas para que você possua muitas visualizações, é essencial ter vários inscritos.

Como aumentar o número de inscritos do meu canal?

Por quê ter inscritos? Cada vídeo que você postar, os inscritos receberão um aviso de que você possui um novo conteúdo a oferecer. Desta forma eles irão correndo assistir, aumentando suas visualizações.

Muitas pessoas acham que é moleza fazer sucesso no YouTube, que é só ligar a câmera, falar qualquer coisa e pronto. Se fosse tão fácil assim, todas as pessoas que possuem um canal estariam milionárias.

Por isso hoje eu vou te contar algumas dicas preciosas pra te ajudar a ter um canal de sucesso. Vamos lá?

inscritosyoutube_duvida

#1 Originalidade é tudo

Não adianta você estar no YouTube imitando alguém. As pessoas perceberão você tentando fazer sucesso as custas de outros. Originalidade é tudo o que você precisa para ser alguém com destaque.

Imitando alguém ou forçando uma imagem será em vão, afinal, máscaras não duram muito tempo. Tudo que é natural é melhor, é mais confortável. Invista no seu melhor, seja sincero, objetivo e criativo que o sucesso virá.

#2 Capriche no conteúdo

Você precisa dominar o que irá falar nos seus vídeos, por isso é importante discorrer acerca de um assunto que possui firmeza e muito estudo. Ter convicção sobre o que se fala transparece confiança e credibilidade a quem assiste.

Fale sobre algo diferente e relevante. O YouTube já possui vários canais de diversos assuntos, então é claro que nem todos se destacam. Para que o seu canal seja um sucesso, ofereça coisas diferentes. Planeje, estude, estimule sua criatividade, garanto que você verá os resultados.

Fale sobre assuntos relevantes. A internet está cheia de pessoas que ganham dinheiro falando besteiras, mas a chance de você obter destaque falando de assuntos aproveitáveis é muito maior.

#3 Uma boa edição é essencial

Vídeos com uma boa iluminação, som e imagem fazem a diferença. As pessoas possuem preferência em vídeos que possuem aquele “ar profissional”. Um vídeo bem editado traz mais confiança, mostra que o dono do canal realmente possui algo de bom a oferecer.

É claro que a maioria das vezes ao iniciar um canal, as pessoas não possuem uma câmera e um microfone top. É preciso então esperar ter dinheiro pra comprar os equipamentos antes de divulgar o seu conteúdo? Claro que não, mas você precisa caprichar.

Tire proveito do que você tem nas suas mãos. Se é somente um celular, utilize-o. Escolha um ambiente propício, sem ruídos ou interferências e mãos a obra. Na falta de recursos, utilize a criatividade e capriche.

Mesmo com a filmagem de um celular é possível fazer uma edição bem legal. Existem vários softwares disponíveis de forma gratuita, e até tutoriais no próprio YouTube de como utilizá-los. Invista tempo em aprender, que logo logo você terá recursos para investir em novos equipamentos e softwares mais profissionais.

#4 Compartilhe com seus amigos e conhecidos

Não adianta, o começo da divulgação do seu canal será com pessoas que você conhece. Mostre seu canal, converse sobre suas ideias e faça com que vários amigos compartilhem nas redes sociais o seu conteúdo relevante.

Com certeza se seus vídeos foram caprichados e interessantes, esses seus amigos mostrarão a outros amigos, e assim sucessivamente. Não tenho dúvidas que seu canal começará a crescer de maneira significativa.

#5 Interaja com seus seguidores

Ao assistir seus vídeos, algumas dúvidas poderão surgir entre os que assistem, isso é normal. É extremamente necessário você estar atento as perguntas que o público fará, e respondê-las com entendimento e rapidez.

As pessoas não gostam de ficar sem resposta. Se elas ficarem, não voltarão mais ao seu canal. Fique atento a tudo que elas escreverem, sejam críticas ou sugestões, tudo merece atenção.

Use as palavras adequadas para interagir com esses seguidores. Cuidado com expressões grosseiras ou ambíguas, isso poderá afastar as pessoas do seu canal, e não é isso que você quer, não é mesmo?

#6 Faça parcerias

Fazer parcerias com alguns digitais influencers é uma super ideia. Como eles provavelmente estão a mais tempo no YouTube e já possuem muitos admiradores, será uma ajuda bem válida pra você.

Escolha alguns influencers que tratam de assuntos parecidos com o seu e firme parcerias. Eles indicando o seu canal trará um aumento de tráfego para seus vídeos, e você se tornará ainda mais conhecido e admirado.

inscritosyoutube_parceria

#7 Poste vídeos regularmente

A regularidade é um elemento fundamental no YouTube. Se você postar conteúdo de mês em mês, ano em ano, infelizmente as pessoas esquecerão de você.

Por isso que pra fazer sucesso não é simplesmente ligar uma câmera e despejar milhões de coisas para as pessoas. É preciso planejamento. Quantos vídeos você conseguirá postar? Em quais dias da semana? Quais serão os assuntos? Organização é primordial.

Para fixar sua marca/produto/imagem, faça no mínimo um vídeo por semana (se puder postar mais, assim o faça). As pessoas precisam de constância para memorizar seu canal.

Não faça vídeos muito longos. Se seu assunto é grande, divida-o em partes. É mais comum as pessoas assistirem a vídeos de 5 minutos do que de 30.

#8 Aposte em ótimos layouts

Quem aqui nunca comprou um livro porque a capa era muito bonita? Ou “encheu os olhos” ao ver um produto com um design inovador e diferenciado? Isso é muito comum, pois tudo que é bem feito chama atenção.

Possuir uma identidade visual auxilia na memorização da sua imagem com o público. Logo, ter uma boa foto de perfil, uma capa e thumbnails caprichados fazem toda a diferença no seu canal. Valerá a pena.

#9 Escolha as tags apropriadas

Palavras-chaves ou tags na internet é algo essencial, pois são através de determinadas palavras que os usuários acharão o seu vídeo.

Essas tags precisam possuir relação com o seu vídeo. Uma dica é procurá-las nos vídeos mais visualizados da concorrência e observar se as mesmas podem ser inseridas nos seus vídeos.

E não esqueça: Palavras-chaves que possuem relação com o título do seu vídeo tornam-se essenciais e muito relevantes.

#10 Título e descrição são importantes

Eu particularmente só abro um vídeo quando seu título me interessa. É assim também com você? Creio que é pra maioria das pessoas.

As palavras possuem um poder enorme! Um título instigante é o suficiente para simplesmente abrirem seu vídeo. Mas ainda não quer dizer que verão até o final. É ai que entra as descrições.

Se a descrição do seu vídeo for bem construída, com palavras matadoras, pode ter certeza que seu vídeo será visto até o fim e ainda compartilhado. As pessoas precisam saber se você proporcionará o conteúdo que elas querem, e a descrição é a melhor forma de fazer isso.

Você está pronto?

O seu canal está a 10 passos de fazer um sucesso tremendo! Esses passos são essenciais pra você obter o resultado que espera (ou até além do esperado). Não perca mais tempo, coloque tudo na ponta do lápis e inicie seu planejamento.

O YouTube não é somente uma rede de ouvir belas músicas e assistir vídeos legais. Ele é a fonte de renda de muitos empresários, e pode ser a sua também.

inscritosyoutube_final

A psicologia recomenda o uso do marketing sensorial para alcançar o público desejado. Ou seja, proporcionar uma experiência de marca ao consumidor que utilize de algum dos cinco sentidos.

Com o YouTube você poderá utilizar não somente um sentido, mas dois: visão e audição. É claro que o impacto no público-alvo será ainda maior.

Então não esqueça: seja original, crie um conteúdo relevante, capriche na edição, compartilhe com seus conhecidos, desenvolva parcerias, interaja com seu público, treine a regularidade, faça um bom layout, estude as melhores tags, escreva títulos e descrições irresistíveis. Garanto que terás ótimos resultados.

E compartilha suas conquistas comigo, quero me alegrar com você 🙂

Abraços!

Conheça o Google Analytics: A ferramenta fantástica para seu site

O marketing digital nasceu há pouco mais de 20 anos e sem dúvidas trouxe uma revolução na maneira das empresas se comunicarem com seus clientes potenciais. Com ele é possível uma comunicação de forma direta, personalizada, na ocasião e na hora certa.

Sem desdenhar as mídias tradicionais, como revistas, outdoors, jornais, as mídias online são melhores de mensurar resultados. Como é possível calcular exatamente o número de pessoas que perceberam seu anúncio em um outdoor? É impossível! (Mas não esqueça, as mídias tradicionais ainda fazem efeito para públicos determinados).

Porém, muitos empreendedores estão utilizando o marketing digital de maneira ineficiente, estão dando um chute no escuro. Investem um valor bem interessante para construir um lindo site, mas não mensuram os resultados em tempo real da campanha ali feita.

googleanalytics

Muitos nem atentam para o ROI (retorno sobre investimento). De que adianta fazer campanhas se não saber o resultado das mesmas? Acompanhar o retorno dos investimentos online auxilia nos cálculos de lucros, e ainda ajuda a reverter algo que esteja dando errado.

Outro engano é pensar que é muito caro medir as estatísticas de um site. Se você pensa assim, tenho boas notícias pra você! O Google criou e disponibilizou uma ferramenta fantástica e GRATUITA de monitoramento pra sites e blogs: o Google Analytics.

O que é o Google Analytics

É uma ferramenta muito eficiente de monitoramento pra sites e blogs. Com ela é possível saber estatisticamente quantas pessoas visitaram seu site/blog, de quais outros sites elas vieram, quais os artigos seus que elas visualizaram, qual a localidade das mesmas, entre outros fatores.

Pense comigo: se é possível obter tantas informações assim, é muito mais fácil perceber onde você está errando para mudar, e onde está acertando para melhorar ainda mais, concorda?

Utilizá-lo é bem simples. É somente fazer um cadastro no site e instalar um código em todas as páginas do seu blog/site. O código possui um identificador que será somente seu, então toda vez que alguém visitar seu conteúdo, o código irá rastrear os dados de acesso, e você terá as informações necessárias sobre quem visitou.

Qualquer pessoa que possui um blog pode fazer o uso do Google Analytics. Se você quiser um passo a passo sobre instalação e configuração dessa ferramenta, solicite aqui nos comentários que te ajudaremos.

Como utilizá-lo

Ao realizar a instalação e abrir a ferramenta em seu navegador, provavelmente você levará um susto. São muitas abas, gráficos, tabelas. Mas não se desespere! Vamos te dar uma “luz”, te orientar a conhecer o básico, aquilo que no início será mais interessante pra você. Com o tempo você irá se acostumar e descobrir outras coisas do Analytics.

Abrindo o Google Analytics, você irá se deparar com essa tela:

analytics_1passo

No canto esquerdo do seu navegador, você encontrará alguns tópicos, são eles:

  • Dashboards (painéis);
  • Shortcuts (atalhos);
  • Intelligence events (eventos do Intelligence);
  • Real-time (tempo real);
  • Audience (audiência);
  • Acquisition (aquisição);
  • Behavior (comportamento);
  • Conversion (conversões).

Ao clicar em cada tópico, várias abas aparecerão. Como mencionado, a princípio não será necessário você ter domínio de todas, então vamos as mais interessantes nesse momento.

#Tempo Real

analytics_2passo

Como o próprio nome diz, nessa aba você acompanhará tudo em tempo real. É possível você ter o controle de qual página a pessoa está no seu site e quanto tempo ela fica em cada página visitada. É uma forma de você perceber as páginas mais instigantes.

Além disso você consegue saber se o visitante está no seu site por visita direta, orgânica, referência ou campanha. Fica fácil mensurar resultados.

#Público Alvo

Qualquer campanha precisa possuir um público alvo bem determinado. É o mínimo a se fazer pra conseguir atingir as pessoas corretas. Essa aba do Analytics fala muita coisa sobre o público, como onde ele mora, o sistema operacional que ele usa, qual o navegador preferido, se estão acessando através de celular, computador, tablet.

São informações extremamente importantes, pois quanto mais características você saber do seu público, mais estratégias você conseguirá fazer para suprir as necessidades dele. Dessa forma suas vendas serão maiores.

#Aquisição

analytics_3passo

A aba aquisição mostrará de onde as pessoas vieram, as taxas de conversão e rejeição do seu site.

Dessa forma você conseguirá medir se as suas estratégias estão sendo certeiras o suficiente. Por exemplo, se você está investindo em links patrocinados, você conseguirá perceber se está valendo a pena o investimento.

Também é possível saber a forma que os visitantes acessaram seu site:

  • Direta: quando o visitante acessou diretamente, sem precisar de terceiros. Ou seja, se ele digitou o seu site na barra de endereços;
  • Referências: é quando alguém visitou seu site pois o mesmo foi citado por outro blog, por exemplo. Visitas que foram realizadas  por causa do Facebook também estão disponíveis nas referências;
  • Pesquisa orgânica: é uma forma de avaliar o SEO do seu site, mensurando quais as palavras chaves que estão sendo mais procuradas que estão levando os visitantes a trafegarem no seu site;
  • Pesquisa paga: são as campanhas com links pagos dentro da página do Google. É uma forma de avaliar o custo x benefício.

#Comportamento

Essa aba nada mais é do que saber a forma que o público se comporta no seu site, como visualização das páginas, tempo médio em cada página, taxa de rejeição, porcentagem de saída.

É possível perceber qual a página que está fazendo mais sucesso no seu blog e qual a porcentagem dela em relação ao site no todo. Através dessas taxas apresentadas, você poderá entender alguns erros e acertos bem importantes.

#Conversões

É uma aba utilizada para sites que possuem e-commerce, pois os dados que ela oferece pode ser cruzado com valores em dinheiro.

Também é possível cruzar dados como qual sexo compra mais determinado produto, qual região do país te dá mais audiência. São várias as possibilidades para que suas estratégias sejam cada vez mais planejadas e corretas.

Comece a utilizar

Após tantas informações sobre essa ferramenta, você já está pronto para usá-la. É claro que ela possui funções maiores e bem específicas, mas para não te confundir, decidi começar a te ensinar com calma, de forma básica.

Entendendo sobre as métricas básicas explicadas nesse artigo, você enxergará um leque de possibilidades para cada vez incrementar mais suas campanhas, e sem dúvidas os resultados delas serão cada vez mais favoráveis pra você.

Há quem pensa que mexer com marketing digital é simplesmente criar campanhas fabulosas, com layouts incríveis, obtendo várias curtidas (claro que isso é muito importante, mas não é tudo). As campanhas online também são números.

analytics_usar

Por isso, se você não é muito fã de números, cálculos, respire fundo e comece a se acostumar, pois eles serão seus grandes aliados. Você colherá resultados incríveis.

É claro que você terá que investir um tempo de estudo e análise de todos esses números, gráficos e tabelas que o Google Analytics proporciona. Mas como eu disse, é investimento. Vale mais a pena ficar atento as métricas, mudando quando for preciso, do que jogar dinheiro no lixo não é mesmo?

Você ficará bem feliz com o retorno, falo isso por experiência própria 🙂

E você, gostou dessa super ferramenta que o Google criou e disponibilizou de forma gratuita pra nós? Deixe sua opinião aqui nos comentários.

Até a próxima.

Vai anunciar no Adwords pela primeira vez? [Dicas para começar]

O Adwords é uma das plataformas de anúncios online mais poderosas do mercado, certamente, se você está pensando em anunciar pela primeira vez, deve considerá-la como uma boa candidata para receber as campanhas do seu negócio.

Como os números não mentem, vamos ver alguns deles que comprovam o quanto o Adwords é eficaz:

  • Apenas 5% da receita do Google não tem como a origem a publicidade.
  • Um anúncio posicionado nas primeiras posições dos resultados recebe cerca de 7% dos cliques.
  • A estatística oficial mostra que em média cada dólar gasto em anúncios Adwords retorna o dobro em faturamento.
  • O Google é dono de um terço de toda a receita da internet em publicidade, chegando a cerca de 38,5 bilhões.
  • A rede de display recebe cerca de seis bilhões de visualizações diárias.

Incrível, não?

Bem, provavelmente, se você chegou aqui, já decidiu que vai anunciar no Adwords pela primeira vez, a única coisa que ainda o impede é o fato de não saber ao certo por onde começar.

 

Vai anunciar no Adwords pela primeira vez.

 

Então, chegou a hora de acabar com essa dúvida, pois a partir de agora você verá dicas simples, mas poderosas que vão lhe apresentar claramente por onde começar ao anunciar no Adwords pela primeira vez.

Vamos juntos?

#Estipule um orçamento adequado

Depois de criar a sua conta no Google Adwords, você precisa partir para o orçamento, mais precisamente, estipular esses valores tão importantes.

Muita gente acredita que para ter bons resultados é preciso investir muito, ou ainda, que para elevar os ganhos, basta investir mais.

Se você também pensa assim, é hora de mudar o foco…

O orçamento do Adwords é importante sim para os seus resultados, mas não exatamente o tamanho dele, isso porque basicamente o valor do investimento sendo maior, apenas, permitirá que você apareça mais no canal que escolheu para veicular seus anúncios, mas isso não garante resultados, caso você não tenha feito as outras partes adequadamente.

Um anúncio que aparece toda hora para o público errado não gerará conversões, independente do quanto você investir. Concorda?

Então, na hora de estipular seu orçamento, tente responder as seguintes perguntas:

  • Quantas vezes eu preciso aparecer para atingir e atrair meu público alvo?
  • Por quanto tempo eu preciso veicular essa campanha?
  • Qual é a densidade da minha concorrência nesse canal?

A partir disso, pondere e escolha um valor competitivo para o seu orçamento diário, claro, não se esqueça de apontar o valor máximo do clique, caso escolha o CPC.

 

Vai anunciar no Adwords pela primeira vez

 

O Adwords permite que você deixe o lance no automático para que ele estude a melhor performance para o seu anúncio.

Fique tranquilo, depois que o gasto diário estipulado for atingido, seu anúncio não será mais veiculado e, portanto não gerará mais nenhum custo, lhe dando total liberdade no controle do seu orçamento.

#Defina quais serão as suas palavras-chave

As palavras-chave são extremamente importantes para que a sua campanha possa trazer resultados, isso porque são elas que irão “ativá-los” no momento em que o usuário realizar a pesquisa.

Na hora de definir esses termos, coloque-se no lugar do seu potencial cliente e tente pensar em quais palavras ele utilizaria caso quisesse encontrar o que você oferece.

Não invente demais, seja direto, busque palavras-chave exatas e variáveis que tenham ligação direta com o seu negócio, com seus produtos e os serviços.

Uma boa estratégia é dar uma olhada nos anúncios que os seus concorrentes estão veiculando. Além de ter uma boa ideia do que funciona e não funciona, você pode buscar um diferencial interessante.

#Escolha o canal ideal

Talvez você ainda não saiba, mas a partir da plataforma Adwords é possível veicular os seus anúncios nos mais diferentes locais, dentre eles os blogs da rede Google, Youtube, página do retorno de buscas, Google Shopping, entre outros.

Por isso, é muito importante que você tenha o cuidado de escolher o canal ideal para o sei negócio.

Você pode estar se perguntando:

  • “Como eu vou saber qual é o canal ideal, se eu estou anunciando pela primeira vez no Adwords?”.

Calma! Para ter a melhor resposta para essa pergunta, basta olhar para o seu público alvo.

Estude-os a fim de entender qual desses locais eles mais frequentam…

É importante dizer que poderá acontecer de um produto X estar mais adequado para a plataforma Y e o produto B está mais adequado para a plataforma A.

Não se preocupe, basta ajustá-los adequadamente que tudo ficará bem ao final.

#Não vá com muita sede ao pote

É natural que você tenha vontade de sair anunciando todos os seus produtos logo de primeira.

Se for para criar campanhas, que crie tudo logo de vez, não é? Não!

Mantenha a calma e não vá com muita sede ao pote nessa primeira empreitada, pois isso pode dificultar que você acompanhe as métricas e seja específico na construção do seu grupo de anúncios, o que lhe prejudicará mais cedo ou mais tarde.

O ideal é que você anuncie uma coisa por vez, um grupo de anúncios por vez…

Depois que eles tiverem alinhados, então parta para a próxima!

 

Vai anunciar no Adwords pela primeira vez.

 

#Crie anúncios irresistíveis

Depois de tudo definido, chegou a hora de finalmente criar o seu anúncio. Logicamente, não pode ser qualquer anúncio, pois ele precisa ser irresistível.

O seu anúncio será o chamariz do seu negócio, do seu produto, serviço, ou seja, do que você tiver anunciando, por isso, capriche!

Crie um título atraente, abuse dos gatilhos mentais de curiosidade, urgência, tempo ou aplique boas frases de CTA.

Sabe o texto do anúncio? Não cometa o erro de simplesmente descrever o produto. Para obter bons resultados, você precisará de muito mais do que isso, então coloque ofertas, mostre seu diferencial, mescle algum gatilho mental ou chamada para ação que dê vontade no potencial cliente de saber mais.

Ah! Textos genéricos nem pensar. Viu? Crie um texto especial para cada anúncio e, óbvio, nada de propagandas enganosas, frases dúbias ou qualquer outra coisa que faça o potencial consumidor ser levado ao erro.

Isso até poderá lhe entregar milhares de cliques, mas muitas poucas conversões, além de colocar em jogo a sua credibilidade.

Pronto! Agora é hora de aplicar tudo…

Não se esqueça de realizar testes, pois cada negócio têm suas particularidades e pode exigir algumas adaptações das técnicas apresentadas.

Alguma dúvida? Entre em contato através dos comentários abaixo ou pelas redes sociais do Mestre do Adwords.

Sucesso sempre!

10 Erros em campanhas Google Adwords que afetam seus resultados

Sou bastante suspeito para falar sobre a utilização de campanhas Google Adwords, afinal acredito que seja uma das melhores ferramentas do mercado, pois é uma das que apresenta resultados mais rápidos.

Falo, pois já geri milhares de campanhas que trouxeram resultados milionários e impressionantes e, com isso, ganhei experiência no uso da plataforma.

É por isso que atualmente consigo identificar com facilidade quais são os principais erros cometidos em campanhas Google Adwords que estão afetando o seu resultado.

Vou te contar quais são eles…

Vamos lá?

10 Erros em campanhas Google Adwords afetam resultado

1 – Investir pouco e esperar muito!

Com o Google Adwords você não pode esperar um retorno altíssimo se o seu investimento foi muito baixo, entende?

Eu sempre falo que o retorno de investimento vai girar em torno de 3x o valor que você investiu em anúncio, logo se você investir R$50,00, não espere ter de retorno 1 milhão.

Como a plataforma exibe seus anúncios de acordo com sua verba, quem tem mais grana investida, tem seus anúncios mais vezes exibidos e, assim, maiores chances de conversão.

2 – Trabalhar campanha de display junto com campanha da rede de pesquisa

É comum que os anunciantes queiram divulgar seus produtos e serviços em todos os tipos de opções, afinal, eles acham que em quanto mais lugares eles aparecem, melhores serão os seus resultados.

Na teoria é realmente isso, porém na prática não funciona muito bem. Isso porque, o CTR utilizado para mensurar resultados de uma campanha de display é totalmente diferente do usado para trabalhar em uma campanha da rede de pesquisa.

Será necessário que você crie campanhas diferentes para atender cada finalidade.

3 – Segmentar o dispositivo errado

Dentro da plataforma do Google Adwords, você terá diversas opções de segmentação por dispositivo, isso porque isso irá variar com a utilização de seu público alvo.

É importante que você fique atento para não deixar que seu orçamento seja consumido em um dispositivo que não te trás retorno, entende?

Elimine a veiculação nas plataformas que estão gastando sem gerar bons resultados.

4 – Deixar a conta parada

Não adianta criar um anúncio, escolher a opção de pagamento por cartão de crédito e deixar lá rodando o mês inteiro para depois pagar a fatura. Isso porque, colocar créditos para rodar uma campanha não lhe garante bons resultados.

Será necessário que você acompanhe de perto o comportamento de cada campanha e que você acesse a plataforma, ao menos, a cada 2 ou 3 dias para fazer as modificações necessária e assim obter melhores resultados.

Se você não tiver tempo para isso, contrate uma agência especializada ou então, designe uma pessoa para fazer essa atividade para você, senão você irá gastar muito mais dinheiro do que o necessário.

10 Erros em campanhas Google Adwords afetam resultado

5 – Esquecer da utilização do Remarketing

Eu já falei dessa função em milhares de outros conteúdos, porém os anunciantes sempre se esquecem de sua utilização.

Essa é uma das funções que permitem que você gere altas conversões em todas as suas campanhas com um custo muito baixo, afinal quem está vendo o seu anúncio uma segunda vez, já teve contato com você e, assim, as chances de praticar a ação de conversão são muito maiores.

O erro nesse ponto é não fazer a configuração certa para campanhas de remarketing.

6 – Deixar uma campanha incompleta

Um dos erros mais graves que prejudicam os seus resultados é deixar uma campanha incompleta, sem as informações necessárias para atrair a atenção do usuário.

Se a plataforma oferece tantos recursos, porque não fazer a utilização para obter os melhores resultados?

Nunca se esqueça de:

  • Colocar um número de contato na extensão de chamada;
  • Incluir links que possam te ajudar a converter;
  • Sempre incluir o app de seu negócio, caso você tenha um;
  • Incluir um endereço físico, se você tiver.

Tudo isso irá passar mais segurança e autoridade aos usuários.

7 – Escolher palavras chaves erradas

Já falamos muito em outros conteúdos sobre a escolha das palavras chaves, então você já deve saber muito sobre sua utilização, porém não custa reafirmar…

As palavras chaves são fundamentais para o trabalho dentro da plataforma Google Adwords e quando você faz uma escolha errada, você coloca em risco sua campanha…

As palavras chaves precisam estar de acordo com seu objetivo, com um alto volume de buscas e sempre com o cuidado de validar quais são as palavras chaves negativas, ou seja, aquelas que geram cliques, mas não convertem.

8 – Colocar o site errado

Eu já pude comprovar com alguns testes que quanto maior for o trabalho do usuário para chegar ao destino final do seu anúncio, maiores são as chances de ele desistir de executar a ação.

Justamente por esse motivo é de extrema importância que você preste atenção se a url de destino que você colocou em seu anúncio está correta, se tem relação com o produto anunciado e se está funcionando corretamente.

Lembre-se que quando um usuário clica em um anúncio de produto, ele está querendo obter mais informações sobre aquele produto e não conhecer a página principal do seu site.

Se o redirecionamento for feito errado, ele vai embora sem pensar duas vezes.

10 Erros em campanhas Google Adwords afetam resultado.

9 – Escolha errada dos horários

Se você quer anunciar os 7 dias da semana, durante as 24 horas do dia, prepare-se para ter uma boa grana em caixa, pois você vai precisar…

No entanto, o meu conselho é para que você anuncie nos horários em que seu público alvo está mais ativo, assim você economiza orçamento e ainda converte bem.

Não adianta nada anunciar se não tem ninguém interessado, concorda?

10 – Deixar desatualizado o valor do produto

Quer ver uma atitude que te faz perder dinheiro sem você perceber?

Trocar o preço de um produto dentro de seu site e se esquecer de fazer essa atualização em seus anúncios. Isso irá gerar milhares de cliques, sem nenhuma conversão, afinal o usuário foi atraído por um preço e quando chegar ao momento da compra verá que ela sofreu alteração.

Lembre-se sempre de checar os valores dos produtos de acordo com os preços praticados em seu site.

 

E você, já cometeu algum desses erros? Conte para mim, quero te ouvir.

Desejo-lhe sucesso sempre… Obrigado pela visita e nos vemos em breve!

7 Sacadas Absolutamente Simples para Alavancar Seus Negócios com o Youtube

É indiscutível que o Youtube é uma das ferramentas mais poderosas do marketing atual. Concorda?

Com mais de 1 bilhão de usuários e ostentando o título de segundo maior site em busca, perdendo, apenas, para o Google, tem se mostrado uma excelente plataforma para gerar relacionamentos em prol dos negócios.

Se você acha que eu estou exagerando, então olha só o que as pesquisas sobre a plataforma dizem:

 

7 Sacadas Absolutamente Simples para Alavancar Seus Negócios com o Youtube..

 

  • O Youtube tem como usuário principal pessoas de 18 a 49 anos.
  • A cada ano, o tempo de visualização aumenta em torno de 50%.
  • Por ano, o Youtube ganha cerca de 40% mais usuários.
  • 300% dos usuários assistem aos conteúdos do Youtube como se estivessem utilizando a televisão, ou seja, começando a navegar pela página inicial.
  • O Youtube está presente em mais de 88 países e tem conteúdos em 76 línguas diferentes.
  • A visualização média via mobile é de 40 minutos por sessão.
  • O volume do faturamento de parceiros do Youtube cresce mais que 50% ao ano.
  • Canais que tem faturamento de seis dígitos anualmente são uma crescente, inclusive, esse número cresceu 50% do ano passado para esse.

Entende agora o porquê o Youtube é tão poderoso quando se trata de negócios?

É, meu amigo, os números não mentem!

Nesse momento, você deve estar querendo me perguntar:

  • “Ok, Tiago! Eu fiquei realmente impactado. Como eu faço para aproveitar tudo isso?”.

Bem, primeiramente, você precisa entender que o Youtube é um canal global, que atende cerca de 95% dos usuários da internet e, por isso, certamente o seu público faz parte desse canal.

Por outro lado, será ainda mais importante que você consiga achá-lo e atraí-lo em meio a essa multidão.

A primeira coisa que você vai descobrir é que os usuários, quase todos eles, do Youtube, tem uma característica em comum, ou seja, buscar por conteúdos relevantes que entreguem uma espécie de tutorial sobre assuntos um pouco “complicados” da área de atuação do seu negócio.

Outra característica bastante famosa na plataforma é o fato das pessoas gostarem de vídeos engraçados ou interessantes que potencializam o posicionamento de marca.

Geralmente, esses vídeos, são os famosos virais. Sabe do que eu estou falando, não é?

Óbvio, o Youtube é um canal de comunicação bastante democrático e, por isso, abre espaço para os mais variados tipos de conteúdo e público.

Dos conteúdos mais comuns, podemos destacar as séries de culinárias, os tutoriais de maquiagem, as videoaulas de matérias acadêmicas, entre outras coisas.

Foi visualizando todo esse potencial que eu tive certeza que eu deveria ajudar você a não desperdiçar as suas chances de alavancar seus negócios com o Youtube.

Então, agora que você tem certeza dessa possibilidade, de que o Youtube é realmente poderoso quanto aos negócios, confira as 7 sacadas absolutamente simples que eu preparei e que podem ser aplicadas em pouquíssimo tempo.

Vamos lá?

#1 – Crie o seu canal agora mesmo

Antes de qualquer técnica, você precisa criar o seu canal. Chega de ficar enrolando, pensando que é melhor esperar ter a ideia perfeita para começá-lo.

Tire alguns minutos, pense em um nome bacana e que tenha ligação com o seu negócio.

Se precisar, faça uma pesquisa de palavras-chave, isso lhe ajudará a ter ideias pertinentes e interessantes.

Configure o canal, coloque palavras-chave, escolha a categoria, preencha as descrições, coloque uma arte atraente e nasça para o seu público.

 

7 Sacadas Absolutamente Simples para Alavancar Seus Negócios com o Youtube.

 

#2 – Interaja com o seu mercado

Muito provavelmente, você não será o primeiro do seu mercado a estar presente na plataforma, mas calma, nesse caso isso não é ruim.

Isso porque você utilizará esses canais para começar a “aparecer” para o seu público.

Para isso, basta interagir em conteúdos e canais que tenham ligação com o seu negócio. Se inscreva neles, faça comentários relevantes, curta e se for interessante, até compartilhe alguns.

#3 – Crie seu primeiro vídeo

Depois de realizar o passo anterior, certamente, você obteve uma noção maior sobre como funciona o seu mercado, além de perceber o que o seu público alvo tem interesse. Certo?

Então chegou o momento de criar o seu primeiro vídeo. Para isso, pense em tudo que você já viu e tente trazer algo ainda melhor.

Óbvio, será preciso que esse vídeo tenha ao menos uma corelação com o seu mercado de atuação e negócio.

É hora de se destacar positivamente!

#4 – Planeje

Depois de colocar seu primeiro vídeo no ar, as métricas começarão trabalhar para você.

Então, a partir da análise minuciosa de cada dado apresentado, comece a planejar como você irá trabalhar o seu canal.

Pense na abordagem, nos conteúdos, nos assuntos que você irá abordar, na linguagem, no cenário, em tudo!

Ao final, você deverá ter em mãos um cronograma de vídeos que irão começar a movimentar o seu negócio no Youtube.

#5 – Anuncie no Youtube

Agora que está tudo planejado e em andamento é hora de dar um passo adiante.

Anunciar no Youtube garantirá que você tenha maior alcance do seu público e consequentemente melhor poder de atração.

Então, foque em criar vídeos que reforcem a sua marca, mas não se esqueça de usar a atração como sua aliada.

Seu público deve ter vontade de clicar no seu anúncio para conhecer mais sobre o seu negócio!

 

7 Sacadas Absolutamente Simples para Alavancar Seus Negócios com o Youtube

 

#6 – Conte a sua história e conecte

Se você entende um pouco sobre marketing, sabe que os consumidores gostam muito de histórias e que elas, se bem contadas, têm o poder de conectar a sua marca com o alvo.

Por isso, vale a pena criar um vídeo que conte um pouco sobre o seu negócio, isso não só ajudará a conectar pessoas a ele, como consequentemente, melhorará seus números de conversão.

#7 – Fale sempre com os telespectadores

Para ter maiores chances de fazer dar certo, você precisa falar sempre com os telespectadores do seu canal.

Não basta entregar um conteúdo relevante, você precisa conversar diretamente com o público, direcionar o vídeo quase que exclusivamente ao seu alvo.

Além disso, também é extremamente importante que você responda aos comentários, tire dúvidas, interaja fortemente com eles e os chame para participar do seu canal, dando dicas sobre assuntos, opiniões e expondo experiências…

Isso mostrará a quem te assiste que cada um dos integrantes do seu público é importante e especial para o seu negócio.

Espero que você tenha curtido esse conteúdo. Ficou com alguma dúvida? Então entre em contato comigo pelos comentários abaixo ou pelas redes sociais. Terei enorme prazer em lhe retornar.

Volte sempre ao Mestre do Adwords.

Desejo-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte abraço.

Contagens Automáticas das Conversões Setorizadas [Novidade Google Adwords]

A cada dia que passa, somos cada vez mais surpreendidos pela tecnologia e a evolução do mercado digital, não é mesmo?

Um dos maiores protagonistas dessas gratas surpresas que nos aparecem de tempos em tempos é a Google.

Hoje, tenho orgulho de lhes apresentar mais uma das melhorias que a Google desenvolveu, mais especificamente, para os anunciantes do Adwords.

A essa altura, você já deve imaginar do que eu estou falando. Sim! Das contagens automáticas das conversões setorizadas.

Nesse momento, você deve estar querendo me perguntar:

  • “Ah, Tiago… Do que se trata isso? Conta logo!”.

Calma, vou revelar tudo para você. Confesso que quando vi o anúncio dessa novidade, li o texto mais rápido que pude, na ânsia de descobrir o que estava por vir.

Então, sem mais delongas, vamos lá!

 

Contagens Automáticas das Conversões Setorizadas [Novidade Google Adwords]

 

 

O Desenvolvimento do Novo Recurso

Para que você entenda perfeitamente o impacto dessa novidade, é importante entender alguns dados antes.

Por exemplo, é comprovado que mais de 60% dos consumidores do mercado digital começam o processo de conversão do mobile, mas não finalizam no mesmo, precisando ir para outro para completar a tarefa.

Há também pesquisas que apontam que menos de 30% do público da geração Y não fazem isso, ou seja, pelo menos, 80% tem o mesmo processo de conversão dos usuários gerais da internet.

Incrível, não?

Bem, essa descoberta que talvez você tenha feito nesse minuto, a Google fez há três anos. É! Ela está à frente de nosso tempo, meros mortais! rs

A partir disso, foi iniciado um processo contínuo e aprofundado sobre o assunto, até que pouco tempo depois foram apresentadas as métricas de conversão entre dispositivos.

Esse novo recurso tão importante na atualidade, passou a permitir que os anunciantes detectassem quando uma conversão era iniciada em um dispositivo, mas finalizada a partir de outro.

 

adwords

 

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que eu, Tiago, estou planejando comprar um carro novo, então enquanto estou indo ao trabalho, pesquiso no meu celular o modelo X e clico em um anúncio muito interessante que me foi sugerido pela Google, porém eu cheguei ao meu destino, então fechei tudo e não conclui a ação.
  • Quando voltei para casa, lembrei-me da grande oportunidade avistada mais cedo, então eu pego meu iPad e volto para o site do anúncio e compro, finalmente, o carro. Concluindo assim a conversão.

Todo esse processo será registrado pelas métricas de conversão entre dispositivos.

Captou a ideia? Ok! Então vamos em frente…

Bem, esse recurso lançado por volta de 2013, trouxe uma melhor qualidade na experiência do anunciante, principalmente, porque passou a ser possível entender qual era o trajeto que os potenciais consumidores percorriam até converter de uma vez por todas.

Como se não bastasse e fosse maravilhoso, a Google continuou estudando no intuito de melhorar o que já era extraordinário. (Esse é um dos segredos do sucesso da empresa, tome nota).

Qual foi o resultado? Em 2015, esse recurso ganhou uma atualização e então os anunciantes puderam adicionar esse tipo de conversão “particionada”, à coluna Conversões.

Tem mais, também passou a ser possível integrá-las aos modelos de atribuição e aos lances automáticos.

Como a gente sabe, a Google não para jamais… E é por isso que hoje tenho o grande prazer de lhe apresentar do que se tratam as contagens automáticas das conversões setorizadas.

Vem comigo?

Contagens Automáticas das Conversões Setorizadas – O Que É?

Claro, você deve imaginar a esse ponto, que as contagens automáticas das conversões setorizadas é uma evolução daquele recurso apresentado em 2015 e você está completamente certo.

Basicamente, a novidade anunciada a pouquíssimo tempo, passará a integrar as conversões feitas em dispositivos distintos à coluna “Conversões” de forma automática.

A pergunta que deve estar permeando a sua mente agora deve ser:

  • “Tiago, o que isso trará de benefícios para quem anuncia?”.

É muito simples! O anunciante terá condições reais de avaliar aprofundadamente a performance de suas campanhas através das métricas que estarão mais integradas, entregando uma visão panorâmica sobre as ações dos potenciais consumidores.

Achou que acabou?

adwords 2

Não! Você terá a oportunidade de entender de modo mais fiel qual o impacto que o mobile tem em seus resultados.

É, meu amigo, eu disse que seria surpreendente.

Como eu faço para usar esse recurso?

Muita calma nessa hora! Eu sei que você está louco para sair daqui, só para começar a testar a novidade… Eu também estaria, mas infelizmente, ela só será apresentada a todos os usuários no dia 6 de setembro desse ano.

Como de costume, a Google vem realizando testes por meio de alguns voluntários há algum tempo ao redor do mundo.

Sabe qual o resultado dos testes até aqui?

Eu te conto.

As conversões tiveram um aumento de 16% de acordo com o novo modelo de contabilização.

Segundo os relatos dos anunciantes, foi possível ter uma visão mais amplificada e assertiva ao ter a análise completa dos dispositivos distintos utilizados para completar todo o processo de conversão.

A partir de informações oficiais, as contas Adwords criadas no dia 16 de agosto desse ano em diante, terão essa configuração padronizada.

Quem tem contas antigas começará a receber as configurações a partir de 6 de setembro e a opção de incluir na coluna “Conversões” a “conversões em dispositivos diferentes” que permitia a configuração manual, será desativada.

Preparados para ter uma nova e mais completa análise de métricas de suas campanhas Adwords?

Qual a sua opinião sobre a novidade do momento? Espero que tenha curtido!

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou questões que o envolvem? Então entre em contato comigo através do Box de comentários abaixo ou pelas redes sociais do Mestre do Adwords. Eu terei enorme prazer em lhe retornar o mais rápido possível com soluções plausíveis para os seus questionamentos.

Tenha a certeza que as portas estarão sempre abertas para quando você quiser voltar ou precisar de conteúdos recheados de informações relevantes sobre o mercado digital e suas imediações.

Desejo-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.