Tipos de Segmentações na Rede de Display no Google Adwords

O Google Adwords é uma excelente ferramenta de marketing digital, inclusive, é uma das maiores e mais completas no cenário atual.

Apesar disso, pouca gente sabe como utilizá-la de maneira adequada, ou simplesmente, não conhece todas as possibilidades que ela pode oferecer.

Com essa limitação de conhecimento, obviamente, os retornos também são menores.

É importante que você, que deseja anunciar, ou já está anunciando há algum tempo, saiba que o grande poder de uma campanha de marketing, independente, de qual seja o canal de veiculação, é o direcionamento.

Isso quer dizer, a capacidade de fazer com que as suas campanhas cheguem e sejam exibidas ao público alvo certo, aquele que tem real interesse em consumir de você.

O Adwords é excelente nisso, na verdade, esse é um dos grandes destaques da plataforma de links patrocinados do Google, pois ela oferece diversos tipos de segmentação para que você possa direcionar ao máximo às suas campanhas e anúncios.

Certamente, você deve conhecer os tipos de segmentação da Rede de Pesquisa, afinal, ela é uma das mais utilizadas pelos anunciantes.

Por outro lado, como falamos acima, só isso não basta, é preciso ter um conhecimento maior sobre as possibilidades ofertadas.

É por isso que hoje, nós, do Mestre do Adwords, criamos esse conteúdo. Nós queremos que você conheça de maneira bem simples e facilitada os tipos de segmentação na Rede de Display.

Afinal, trabalhar com as segmentações na Rede de Display no Google Adwords é imprescindível, se você quer atingir bons resultados com essa ferramenta do marketing, seja dos seus produtos ou serviços.

Vem com a gente nessa?

 

 

#Segmentação Contextual

Esse é um tipo de segmentação poderoso, isso porque quando aplicado na rede de display do Google, você poderá segmentar não só por palavra-chave, mas também por tópicos.

O funcionamento dessa segmentação é bem simples, apesar de muito interessante.

O que acontece é que quando você escolhe a segmentação contextual por palavra-chave na rede de display, o Google passa a buscar conteúdos que contenham a sua palavra-chave entre os milhares de sites e blogs parceiros, uma vez encontrado em nível de boa relevância, seu anúncio poderá aparecer para os usuários daquele site ou blog, na página em específico.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tenha uma agência de viagens e queira anunciar pacotes da Disney. Então você escolhe a palavra-chave “Pacotes da Disney”.
  • Ao escolher esse tipo de segmentação, o Google fará uma varredura entre os sites e blogs parceiros, até encontrar um conteúdo que possa se encaixar com o seu tipo de anúncio, por exemplo, um texto que fale sobre as principais atrações da Disney.

O interessante é que o público alvo da sua campanha será, geralmente, bem quente, afinal, eles estarão consumindo conteúdo bastante próximo da sua oferta.

No caso da segmentação contextual por tópicos, o direcionamento será a partir do site, da temática do site, do conteúdo em geral tratado naquele canal.

Por exemplo:

  • Imagina que você tenha um curso de música e quer anunciar para vender mais ou captar leads.
  • Então, quando você escolher pela segmentação contextual por tópico na Rede de Display, seus anúncios serão exibidos em sites e blogs que tratem sobre música.

 

Tipos de Segmentações na Rede de Display no Google Adwords

 

#Segmentação por Público Alvo

Nesse tipo de segmentação, você terá a oportunidade de restringir a exibição da sua campanha a um grupo específico de usuários.

Dentro dessa segmentação, você pode escolher trabalhar com algumas diretrizes, uma delas é o público alvo por afinidade.

Ela funciona com base no comportamento do usuário, ou seja, o Google analisará quais tipos de conteúdos que o usuário está consumindo e a partir disso exibirá anúncios com base na afinidade por eles.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tem um negócio que comercializa games.
  • Então, na hora de segmentar por afinidade do público alvo, você apontará esse nicho, o de Games.
  • Assim, o Google entenderá que qualquer usuário que faça muitas pesquisas sobre o assunto, poderá se interessar pelo seu anúncio e, então, passará a exibi-lo.

Ainda dentro da segmentação por Público Alvo, você terá a opção de restringir por mercado e por personalizado.

Na opção Mercado, você passará a exibir anúncios para usuários que estejam muito mais próximos do consumo do seu produto.

Por exemplo:

  • Pessoas que já pesquisaram onde comprar o produto X.
  • Qual o preço do produto Y.

Ou seja, qualquer ação que o usuário demonstre ao Google que está decidido ou muito próximo de converter, será alvo dos anúncios com segmentações por público alvo, dentro da categoria Mercado.

Já a opção Personalizado, você é quem vai construir esse público alvo ao qual seus anúncios serão direcionados.

Você pode pegar uma Url específica e apontar seus anúncios para o perfil de público que está presente nela, que consome ou visita aquela página.

Por exemplo:

  • Imaginemos que o seu negócio comercializa viagens para Cancun.
  • Então você vai em um site e pega a URL de um conteúdo que fale sobre os pontos turísticos de Cancun e coloca na sua conta de Adwords.
  • O Google analisará e começará a exibir seus anúncios para pessoas que tenham a mesma característica daquele público em especial da página, que consome conteúdos sobre Cancun.

A segmentação por público personalizado é algo mais avançado e, por isso, se você quiser saber mais sobre assunto, se aprofundar para aplicar nas suas campanhas, confira esse conteúdo especial.

#Segmentação por Categorias de Interesse

Na segmentação por Categorias de Interesse, o alvo dos seus anúncios serão os usuários que já demonstraram algum interesse específico por aquele assunto.

Você terá uma campanha mais direcionada, pois sabe que o alvo já demonstrou uma certa iniciativa de consumo em relação ao que você está ofertando, oferecendo.

#Segmentação por Remarketing

Essa é uma das segmentações que nós gostamos muito de utilizar, pois sabemos que oferece um retorno excelente.

Ela funciona com base na interação dos usuários com o seu anúncio, negócio, site, uma inscrição que ela fez no seu canal…

Ou seja, os anúncios que estão programados com o remarketing, serão exibidos para pessoas que já tenham tido algum tipo de contato, interação, com o seu negócio.

Seja através da página do site, de um anúncio no Facebook ou, simplesmente, por ter clicado em uma campanha que você fez, mas ela acabou não convertendo naquele momento.

 

Tipos de Segmentações na Rede de Display no Google Adwords,

 

#Segmentação Demográfica

Esse é um dos tipos de segmentação mais utilizadas pelos anunciantes. Nela, você pode definir características específicas do alvo ao qual você deseja direcionar suas campanhas.

Então você pode escolher por sexo e faixa etária, o que pode lhe trazer resultados muito mais interessantes.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tenha um negócio de moda para mulheres de meia idade.
  • Nesse caso, você não precisa usar seu orçamento para anunciar para todo mundo, afinal, seu público é específico.
  • Então, com a segmentação demográfica, você pode escolher pelo público feminino de 40 à 65 anos.

Certo?

#Segmentação por Dispositivos

Como o próprio nome já sugere, quando você opta por segmentar por dispositivos, você poderá apontar ao Google em qual canal o seu anúncio deve aparecer, independente, de público.

Então, você pode escolher aparecer em um canal do Youtube, um vídeo específico, uma página, um site, blog, ou até mesmo em uma url de um artigo específico dentro de um site…

É um tipo de segmentação que pode ser bastante restritivo, mas que também se bem aplicado consegue trazer resultados muito interessantes!

 

É isso! Esses são os tipos de segmentações na rede de display no Google Adwords. Existem várias outras dentro da plataforma e o importante é que você os conheça e entenda como funciona, para que cada vez mais seja possível elevar os seus resultados e consequentemente os seus negócios.

É importante que você saiba que para obter bons frutos de suas campanhas de links patrocinados, não basta sair usando tudo, é necessário verificar quais estratégias se encaixam melhor com o seu negócio, com seus objetivos e metas.

Por isso ter o conhecimento de tudo que está disponível na plataforma é imprescindível. A grande sacada é que você pode unir tipos de segmentações diferentes, para obter ainda melhores resultados.

Esperamos que você tenha curtido esse conteúdo e que ele tenha sido relevante.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se fala!

Forte Abraço.

 

 

 

 

 

 

Aumentar suas vendas de fim de ano com o Facebook

Fim de ano já está chegando e junto com o planejamento das estratégias da Black Friday, são feitos também planejamentos para que as vendas de fim de ano sejam um sucesso.

Com a economia do país em estado bastante complicado, o jeito é planejar muito bem e com certa antecedência para ir preparando os possíveis interessados para o momento da compra.

As opções de locais para divulgar seus produtos ou serviços são inúmeros, então cada negócio pode utilizar a plataforma que melhor atende as necessidades de seu público alvo, porém o Facebook é e continuará sendo por um longo tempo, uma das redes sociais mais utilizadas.

Então, você deve se perguntar:

  • Como fazer aumentar minhas vendas de fim de ano usando o Facebook?

E mais…

  • Como me destacar de meus concorrentes, afinal muita gente anuncia por lá?

O que você diz, realmente, faz total sentido, afinal o Facebook conta com 1,7 bilhões de usuários conectados, sendo 108 milhões apenas de brasileiros e ainda, 99 milhões de usuários estão ativos via mobile, então anunciar dentro dessa plataforma é de interesse de muitas marcas e empresas, visto o alcance incrível.

Ainda não está convencido de que é possível aumentar suas vendas de fim de ano com o Facebook?

Bom, algumas pesquisas mostram que as interações na rede social são muito maiores no fim de ano, parece que os usuários ficam mais abertos à troca de informações, conversas e debates.

Outra informação bacana é que as pessoas já começam a pensar em compras de fim de ano no final de outubro e, assim, passam a pesquisar, sem compromisso, ideias de presentes legais para seus parentes e amigos.

Com isso, percebe-se a imensa necessidade de se fazer ativo e presente nessa rede social. Justamente por isso, o blog do Mestre do Adwords criou esse material bem bacana que irá fazer com que você aumente suas vendas de fim de ano com o Facebook.

Vamos lá?

 

Aumentar suas vendas de fim de ano com o Facebook,

 

Dicas para que você aumente suas vendas de fim de ano com o Facebook?

A palavra de ordem para se destacar e aumentar suas vendas de fim de ano é criatividade. Você precisa mostrar seu diferencial ao seu público alvo, dando a certeza de que se o seu produto não é apenas o melhor do mercado, mas sim a melhor opção entre valores, prazos e atendimento.

A maioria das empresas oferece ofertas básicas e descontos de 5% à 15%, isso já é uma prática comum e que não ganha destaque, então você precisará superar as expectativas para conquistar esse público tão exigente.

Sabemos que todo produto tem seu custo, logo por vezes, fica impraticável a aplicação de descontos maiores, pois acabaríamos perdendo nosso lucro, não é mesmo?

Bom, nesses casos, procure reduzir ao máximo o valor do seu produto e se mesmo assim, ele ficar pouco competitivo, busque diferenciais como a oferta de um kit ou então, um brinde exclusivo que incentive a compra.

Muito além do valor do produto, o que os consumidores vêm mesmo é o valor da marca. É só olhar em nosso cotidiano, em um supermercado, uma Coca-Cola custa em torno de seus R$6,00/R$7,00, porém dentro de uma loja de conveniência em um posto de gasolina, certamente, você irá pagar de R$10 à R$12, pelo mesmo produto…

As pessoas deixam de comprar? Algumas sim, mas em sua grande maioria não, pois preferem pagar um pouco mais caro e ter mais comodidade ou, em geral, uma melhor experiência.

Enfim, para ajudar você a aumentar suas vendas de fim de ano usando o Facebook, nos separamos algumas dicas.

Venha conferir de perto!

 

Aumentar suas vendas de fim de ano com o Facebook

 

1º – Sempre separe seus anúncios por objetivo

Separar os anúncios do Facebook por objetivo é a melhor opção quando você possui uma estratégia que aborda diferentes modalidades de anúncios.

Vamos supor que a sua intenção é gerar leads para formar uma lista quente e, assim, vender apenas para quem é interessado. Você terá que criar anúncios que incentivem esses usuários a deixarem seus e-mails, correto?

O uso de formulários de pesquisas ou a utilização de iscas digitais funcionam muito bem nesse formato, pois é como se você estivesse dando um brinde em troca do e-mail, como as pessoas veem vantagens nisso, acaba tendo uma taxa de conversão muito maior.

 

2º – Anunciar para imediações

Esse é um excelente formato de anúncios para quem tem loja física e deseja atrair mais clientes para comprar dentro de seus estabelecimentos. Com a utilização desse tipo de anúncio do Facebook, você irá anunciar apenas para usuários que estão próximos de sua localização, sejam porque moram por ali ou porque estão passando nos arredores naquele instante.

No momento de fazer as configurações de seu anúncio, você irá escolher o raio de exibição, além de gênero e idade, isso fará com que quem veja sua publicidade sejam apenas pessoas com grande potencial para serem seus clientes.

3º – Anuncie promoções inéditas

Como dissemos no começo, muitos negócios já oferecem descontos especiais e venda de combos para atrair e chamar a atenção de seu público alvo.

Criamos esse tópico para lhe aconselhar de que se você for fazer uma promoção ou então, for vender um produto em combo, certifique-se de estar oferecendo um real desconto com um vantagem verdadeira.

Sabe aquela situação onde o leve 3 e pague 2, acaba fazendo com que o produto tenha um valor unitário mais elevado do que quando ele é comprado individualmente?

Certamente, você não gostou quando isso aconteceu com você, não é mesmo?

O consumidor está cada vez mais inteligente, logo com toda a certeza, ele irá fazer o cálculo para ter a certeza de que está comprando com vantagem!

Aumentar suas vendas de fim de ano com o Facebook.

 

4º Transmissão de vídeos

Os vídeos tem chamado real atenção dentro do Facebook, então se você quer trazer esse real engajamento para sua empresa no fim de ano, mostre os bastidores antes de soltar uma promoção incrível.

Por exemplo, faça um live mostrando como está seu estoque, ou divulgando um pouco sobre o que será a promoção e qualquer outro detalhe.

Você também pode usar a live para mostrar como está a sua loja naquele momento, se vazia ou super cheia, incentivando o ato da compra, entende?

 

As dicas são supersimples e bem fáceis de serem aplicadas, porém são fundamentais para que você aumente suas vendas de fim de ano.

Claro que cada negócio precisa ficar de olho em seu público alvo para entender quais são suas preferência e tendências para que, assim, possam criar ofertas que estejam muito mais alinhadas com o perfil do consumidor.

Aproveite essas datas de aquecimento do mercado para faturar mais e quem sabe, superar o número de vendas do ano anterior, afinal ainda dá tempo de criar uma super estratégia e ter ótimas conversões, não é mesmo?

Esperamos que tenha gostado das dicas e que volte sempre aqui!

Acompanhe o Blog do Mestre do Adwords no Youtube e nas redes sociais, sempre com conteúdo de qualidade para você.

Até mais!

Dicas Para Você Ter Seu Aplicativo Hoje Mesmo

Com o crescimento do mercado mobile, os aplicativos também foram impulsionados.

A tendência é que em muito pouco tempo, cada vez mais usuários utilizem aplicativos para consumir conteúdos e realizar compras.

Isso acontecerá de forma natural e progressiva, e já pode ser vista em alguma escala, tudo graças à mudança do padrão de consumo.

Hoje, a grande exigência tem a ver com a falta de tempo das pessoas, ou seja, para consumir qualquer coisa, é exigido por parte da marca, serviços rápidos e práticos.

Na internet, isso é ainda mais nítido, uma vez que uma grande parcela dos usuários classificam sites lentos como ruins, ou pior, deixam de consumir da plataforma, pois não pode esperar o tempo de carregamento e, automaticamente, procura uma opção que lhe ofereça melhor qualidade na experiência de navegação.

O Google, uma enorme fonte de tráfego para sites e blogs, também está de olho nisso, inclusive, utiliza a velocidade do site como critério de ranqueamento, pois entende que um site rápido é mais relevante para construir uma excelente experiência ao usuário.

Além disso, essa gigante da internet, já vem mostrando que as fortes tendências mobile vieram para ficar, afinal, cada vez mais está apresentando e trabalhando na integração de serviços voltados às pequenas telas.

Claro, com a utilização do mobile em alta, os aplicativos, que ficam instalados nele, proporciona o acesso ágil e facilitado, com pouquíssimos toques.

Enfim…Não tem jeito! Os aplicativos não são mais, apenas, tendências, eles já são realidade e vem trazendo ótimos resultados aos negócios que já saíram na frente e oferecem esse recurso aos seus clientes e potenciais consumidores.

Nós, aqui do Mestre do Adwords, já temos o nosso, e você pode baixá-lo aqui para IOS e aqui para Android, mas queremos te ajudar a ter o seu.

Por isso, nós criamos esse conteúdo que lhe fornecerá dicas para você ter seu aplicativo hoje mesmo.

Vamos juntos?

 

 

#Eu preciso de conhecimento em programação para criar meu aplicativo?

Nós sabemos que uma das suas principais preocupações quando falamos em criar seu aplicativo é quanto ao conhecimento de programação.

Você deve estar aí pensando:

  • “Nossa, eu não entendo nada disso, como eu vou criar meu aplicativo hoje?”.

Calma, o método que vamos recomendar a você aqui, não exige que você tenha conhecimento de programação.

Ele é muito simples, completo e dinâmico na criação. Basta que você tenha um tempo para escolher basicamente o que você quer que tenha dentro do seu aplicativo.

Não se preocupe, nós temos certeza que você irá conseguir tê-lo pronto em mãos em poucos minutos. Pode confiar!

 

Dicas Para Você Ter Seu Aplicativo Hoje Mesmo

 

#Eu vou gastar muito para fazer esse aplicativo?

Depois de te contar sobre a facilidade que você terá em mãos na hora de construir seu aplicativo, o seu medo deve ser de quanto irá custar. Não é verdade?

Pode parar de se preocupar… A gente sabe que o principal impeditivo para que muitos profissionais e negócios não tenham o seu próprio aplicativo ainda é o fato do processo ser um pouco caro, pelo menos até agora.

Isso porque o que iremos te mostrar é bem acessível e não vai lhe custar tanto quanto você imagina.

Bem, vamos à parte prática, ou seja, vamos iniciar o processo de construção do seu aplicativo.

#A mágica da App2Sales

Se você nos acompanha há algum tempo, sabe que nós não indicamos coisas que não acreditamos por aí, certo?

E agora não seria diferente. A nossa indicação para que você crie seu aplicativo hoje mesmo é a App2Sales, a mesma plataforma ao qual nós criamos o aplicativo do Mestre do Adwords.

Justamente pela ótima experiência e pelos resultados incríveis que tivemos quando a utilizamos, é que estamos lhe apresentando essa facilidade.

Para começar a usar a ferramenta, basta acessar aqui. Como dissemos, o custo é muito baixo e chega a ser de R$1 real no primeiro mês.

Surreal, não é? Mas acredite, não tem nenhuma enganação nisso!

Para você entender melhor, nós vamos te explicar como funciona.

 

Dicas Para Você Ter Seu Aplicativo Hoje Mesmo,

 

#Como criar o aplicativo na App2Sales?

Como dissemos acima, basta que você acesse o site, crie sua conta e comece a explorar a plataforma.

Como é algo bem dinâmico, a própria ferramenta irá te guiar através de passo a passo simples.

Primeiro você vai enviar seu logo, depois o seu nome, suas informações, fotos de produtos ou descrição de serviços…

Além, é claro, de escolher as funções que você deseja que o aplicativo do seu negócio tenha.

Não tem segredo mesmo…

Após você montar todo o seu aplicativo, será liberado uma espécie de plataforma interna para que seja possível acompanhar métricas. Mais um recurso sensacional.

Nós vamos falar um pouco mais sobre isso à seguir.

#Plataforma interna de configurações e métricas

Essa plataforma interna funciona como uma espécie de relatório em tempo real de desempenho do seu aplicativo.

Ele mostra desde informações simples, como os posts cadastrados até o número de aberturas do app.

Além disso, ele oferece sessões de configurações para potencializar seus resultados.

O mais interessante é que você mesmo pode cadastrar os conteúdos que você quer que seja exibido dentro do aplicativo, podendo, inclusive, separá-los por categoria, formando uma espécie de blog bem intuitivo.

Quer mais?

 

Dicas Para Você Ter Seu Aplicativo Hoje Mesmo.

 

Dentro dessa plataforma você pode criar e cadastrar bônus através de páginas de captura, para atrair mais leads e conseguir informações interessantes sobre seus potenciais clientes.

  • Você pretende vender pelo seu aplicativo?

Então você vai adorar a sessão do botão de compras, onde você pode criá-lo e aprimorá-lo do jeito que você desejar.

A grande vantagem disso tudo e que a cada atualização que você promover no aplicativo do seu negócio gerará uma notificação nos celulares das pessoas que o tem instalado.

Você sabe que notificações no smartphone tem um poder imenso, afinal, pouquíssimas pessoas conseguem resistir de olhar algo que chegou ali no celular, tão perto das mãos.

Por isso, o nível de interação é muito alto, mesmo!

Para potencializar ainda mais esse engajamento, há um menu de mensagens, onde você pode enviar informações, iniciar conversas e tudo mais, diretamente com os usuários do seu aplicativo.

Você deve estar se perguntando:

  • “Ok! Muito legal, mas cadê as métricas?”.

Essa parte fica logo abaixo do menu de mensagens e chama “Estatísticas”. Nós, aqui do Mestre do Adwords, ficamos sempre de olho nelas.

Para você ter uma noção, nosso aplicativo tem poucos meses de vida, mas já apresenta números bem interessantes.

Entre as estatísticas que são apresentadas, estão:

  • Número de abertura do aplicativo: Você consegue obter informações por período e também em forma de gráfico.
  • Número de abertura no conteúdo: É possível entender se o seu conteúdo está sendo consumido pelo usuário, com média de frequência com base em períodos.
  • Sistema de acesso: Em estimativa de porcentagem, você consegue saber se o seu usuário está utilizando o sistema IOS ou Androide.

Nos bônus, ele consegue te trazer dados sobre quantidade de abertura, leads e conversões, dependendo das funções e objetivos do seu aplicativo.

Logo após a aba de métricas, você encontra um menu de membros. Essa é uma função bem interessante, pois permite que você crie uma área restritiva, caso queira, ou até mesmo fazer a integração, se você já tiver uma área de membros em seu site, por exemplo.

Você também perceberá uma aba chamada “Aplicativo”, ela serve para que você faça toda a descrição do seu App, mostrando aos interessados do que se trata e tornando-o atraente para que mais usuários baixe-o.

 

É isso! Percebe que através dessa painel você consegue ter o total controle do seu aplicativo de maneira simples e fácil?

É o que mais encanta, porque na verdade, você gerencia tudo como se fosse uma espécie de blog, sem precisar de ninguém!

Esperamos que você tenha gostado desse conteúdo. Ficou com alguma dúvida? Então venha conversar com a gente pelas redes sociais do Mestre do Adwords ou deixe sua pergunta nos comentários abaixo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

Você sabe qual a diferença entre Prova e Prova Social?

Muitos profissionais que estão ligados diretamente ou indiretamente com vendas e marketing, procuram estratégias que lhe proporcionem melhorar seus resultados.

Uma das mais utilizadas atualmente é a técnica dos gatilhos mentais. Que trata-se de utilizar frases e conteúdos que trabalham e despertam sensações no público alvo ao qual a ação se destina.

Essas sensações são diversas, podendo ser desde a curiosidade até o sentimento de que algo é confiável.

Óbvio, que tudo isso deve ser utilizado de maneira responsável, prezando sempre a verdade, a idoneidade na relação marca/potencial cliente.

Dentre esses gatilhos mentais, nós temos o da prova social, muito utilizado e abertamente explanada por muitos profissionais do marketing.

Você mesmo deve até conhecer um pouco sobre elas, independente, se já a utilizou. Não é verdade?

A questão é que enquanto muita gente fala sobre prova social, mais uma centena também usa a expressão prova, para se referir a ela.

  • Só que você sabia que Prova Social e Prova, não são a mesma coisa?

É isso mesmo! A única coisa igual entre elas é que ambas funcionam muito bem, trazendo resultados incríveis.

Sabendo que pouca gente conhece essa diferença entre Prova e Prova Social, nós identificamos que precisávamos fazer esse conteúdo, para te ajudar a entender cada uma delas e, consequentemente, utilizar o melhor das funções.

Certamente você irá adorar!

Vamos juntos nessa?

 

 

#O que é Prova?

Para começar a desvendar tudo logo de início e irmos direto ao ponto, vamos lhe mostrar de maneira simples do que se trata a prova.

Bem, basicamente, a prova serve para substanciar algo, pode ser um negócio, um projeto ou a eficácia de um produto ou serviço, por exemplo.

A prova é aquilo que você mostra ao alvo, geralmente, em dados, que comprovam o que você está dizendo. É uma espécie de prova material, dados incontestáveis, métricas obtidas de fontes confiáveis, estudos científicos…

Por exemplo:

  • Imaginemos que você tenha um produto sobre emagrecimento.
  • A principal promessa dele é que quem utilizá-lo, perderá 10kg em 6 meses.
  • Então, para fomentar o que você está dizendo com uma prova, você pede a um médico especialista, um laudo com experimentos reais e comprovados cientificamente que o método vendido no curso funciona.

Óbvio, nesse caso, deverá ser um teste sério, real, de preferência retirado de uma pesquisa reconhecida formalmente, sob a orientação de um médico especialista de conceito na área.

Os dados precisos apresentados nesse laudo, será a sua prova para com os potenciais consumidores do produto e servirá de atrativo forte para que você converta mais.

Tudo entendido até aqui? Então vamos falar agora sobre a Prova Social.

 

Dicas Para Você Ter Seu Aplicativo Hoje Mesmo

 

#O que é Prova Social?

A prova social é mais popular e muito utilizada por negócios digitais, certamente, você deve ter visto alguma por aí.

Apesar de ser muito confundida com a Prova, ela é diferente e, geralmente, é utilizada para a ativação de gatilhos mentais que geram confiança, sensação de que o produto/serviço ou qualquer item de interesse para consumo tem uma certa comprovação de eficácia.

Aí você pode querer perguntar:

  • “São coisas diferentes, mas as duas utilizam a ativação do gatilho mental para comprovar a eficácia de algo?”.

Sim, mas é exatamente nesse ponto que aparece a dissonância.

A Prova Social não é baseada em dados científicos, pesquisas reconhecidas ou métricas concretas.

Ela utiliza a base social, a opinião pública, geralmente, de consumidores do item ofertado que estão satisfeitos com a aquisição.

Daí o nome, Prova Social. Porque utiliza depoimentos de pessoas que consumiram o produto e tiveram os resultados prometidos e, portanto, servem de prova prática de que o produto funciona.

Por exemplo:

  • Vamos utilizar a mesma situação acima. Você tem um produto de emagrecimento e a promessa é eliminar 10kg em 6 meses.
  • No momento de utilizar a prova, você não tem comprovações e dados concretos para mostrar, mas tem em mãos depoimentos de consumidores que atingiu o resultado prometido, ou seja, a prova social.
  • Então você os utiliza, provando aos potenciais consumidores, de que outras pessoas já utilizaram o método do seu produto e estão satisfeitas, pois conseguiram perder 10kg em 6 meses.

É uma espécie de recomendação de quem já utilizou, de quem já arriscou-se conhecer para comprovar a eficácia do produto.

Tudo entendido?

 

Dicas Para Você Ter Seu Aplicativo Hoje Mesmo.

 

#A principal diferença entre Prova e Prova Social

Como você pôde ver, a principal diferença entre Prova e Prova Social é nítida. Trata-se da diferença entre os instrumentos utilizados para a comprovação de algo.

Enquanto a Prova trabalha os dados científicos, concretos, não tendo chance de apresentar uma “mentira, a Prova Social é algo fundamentado na experiência de usuários, que de certa forma, pode ter uma oscilação, um desvio, dependendo da experiência pessoal de cada um.

O grande problema da Prova Social é que, infelizmente, têm empresas que compram depoimentos de pessoas, falando positivamente, óbvio, do item ofertado, apenas, para convencer outros usuários à adquirir o produto/serviço.

Por isso, nós lhe falamos no início, sobre a responsabilidade de usar esse gatilho mental.

Porque de uma maneira ou outra, essa prova social impactará o seu público alvo, favorecendo o consumo, por outro lado, por mais que você gere muitas conversões, quando o produto não cumprir o prometido, será o nome da sua marca que estará em jogo.

Podendo destruir sua credibilidade no mercado. Certamente isso não valerá a pena, afinal, você venderá muito o produto, mas também não venderá mais nenhum outro, depois do episódio!

Então, para ficar claro, vamos fazer um paralelo aqui… Se fossemos comparar a Prova e a Prova Social no mundo do direito, poderíamos dizer que a Prova refere-se à Prova Cabal, material, substancial com testemunha ocular, já a Prova Social é uma espécie de prova especulativa, testemunhal, mas não ocular, baseada na experiência individual, o que não significa totalmente ser uma regra/verdade.

Você deve estar querendo saber como utilizar a Prova Social e a Prova de maneira positiva, não é? Então vem com a gente que vamos lhe mostrar.

 

negócios digitais..

 

#Como aplicar a Prova Social e a Prova positivamente nos meus negócios?

Quando você usa a Prova Social e a Prova de maneira responsável e positiva no seu negócio, automaticamente, ele atrai mais clientes, mais interesse e, consequentemente, mais conversões.

O que acontece é simples. Quando uma pessoa chega até o seu site e olha o seu produto/serviço, ela começa a buscar mais informações, não é verdade?

Nesse momento, se você tiver fornecendo conteúdo interessante, uma boa carta de vendas que demonstre o real valor da sua oferta, ela certamente se interessará.

Só que aí começa aparecer algumas objeções para a conversão e uma das mais fortes é o fato de não haver dados concretos ou depoimentos de clientes, de usuários daquele produto/serviço, que comprovem a qualidade, a eficácia.

Óbvio que a Prova e a Prova Social certamente quebrará essa objeção, mas elas precisarão ser verdadeiras.

No caso da Prova, a indicação é que você, antes mesmo de lançar o seu produto ou serviço, procure as bases científicas e de estudos comprovados, ou até mesmo dados concretos, sobre o método apresentado.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você está criando um curso sobre atração de tráfego.
  • Então sua preocupação será de realizar testes e capturar as métricas apresentadas depois da aplicação das técnicas presentes no seu curso.
  • Se você aplica essas técnicas para negócios de clientes, melhor ainda, procure-os e peça a autorização para utilizar as métricas de desempenho deles como Prova do seu curso.

No caso da Prova Social, a indicação é falar diretamente com os seus clientes satisfeitos. Procure ter um bom relacionamento com todos e estabeleça um excelente canal de comunicação.

Dessa forma, você terá liberdade de pedir com que eles deixem depoimentos e opiniões reais sobre a experiência que obtiveram em relação ao seu produto/serviço.

Esse depoimentos positivos podem ser feitos em formato de vídeo, o que trará ainda mais credibilidade e força para a sua Prova Social, mas também poderá ser em formato de texto.

A grande sacada, se você quiser passar ainda mais confiança e credibilidade ao seu público alvo e, consequentemente, aumentar grandiosamente suas vendas, é utilizar os dois tipos de prova nos seus negócios.

Dica Extra: Para ter resultados, realmente, expressivos fique de olho nas provas negativas, que são depoimentos de clientes insatisfeitos ou dados que podem comprovar a ineficácia do seu produto ou serviço. Assim como as provas positivas, as negativas podem impactar fortemente o seu negócio e dificultarem as suas vendas de maneira grandiosa.

É isso! Esperamos que você tenha curtido esse material e que as informações tenham sido de enorme relevância.

Ficou com alguma dúvida? Então venha falar com a gente através dos comentários abaixo ou pelas redes sociais do Mestre do Adwords, será um prazer.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

Test my Site – Ferramenta exclusiva do Google

Nós vivemos conectados e isso é um fato! Há alguns anos, ficávamos impressionados com locais como restaurantes, hotéis e bares que ofereciam Wi-Fi. Achávamos o máximo e costumávamos optar por eles diversas vezes por esse diferencial incrível.

Atualmente, oferecer internet aos seus clientes em um estabelecimento físico não é mais um diferencial, é praticamente a obrigação de qualquer negócio que deseja oferecer boa experiência ao seu usuário.

Fazemos tudo pelo celular: pedimos pizza, assistimos vídeos, jogamos, conversamos com nossos amigos, acessamos as redes sociais e tudo mais que você já deve imaginar. Quando queremos comprar algum produto ou serviço, corremos para o celular para iniciar nossas buscas por referências, comentários de quem já usou o serviço, opiniões e até mesmo um comparativo de preço.

Um negócio precisa estar conectado, pois o brasileiro já criou o hábito de estar presente na rede. Uma pesquisa realizada pelo Google em agosto de 2015, mostrou que o brasileiro acessa o celular mais de 86 vezes em um único dia.

É inacreditável a quantidade de vezes, você não acha?

O grande problema disso é que muitas empresas não se preocupam com a qualidade de seu site para dispositivos móveis e acabam perdendo a chance de vender mais, criar autoridade, fidelizar clientes e até mesmo, gerar valor.

Muitos irão dizer que até gostariam de adaptar seu site para o mobile, mas precisariam contratar um profissional especializado que demanda custo e que esse custo é alto demais para a atual situação de seu negócio.

O blog do Mestre do Adwords vai te dar uma ajuda sensacional. Queremos que você conheça o Test My Site, uma ferramenta exclusiva do Google que irá te ajudar a entender o que o seu site precisa para ficar alinhado com as exigência do mercado mobile.

Vamos te ajudar com isso, venha!

Test my Site

 

Movimento mobile first

Se você está no mercado do marketing digital há algum tempo, já deve ter ouvido falar do movimento mobile first, não é mesmo? Mas se nunca ouviu também não tem qualquer problema, a gente explica para você!

Como estamos em uma era onde os smartphones estão presentes na vida de quase todos, precisamos mudar a forma de pensar quando o assunto for criação de sites.

Desde sempre, no momento em que íamos criar um novo site, pensávamos em criar um site perfeito para desktop, para só depois planejar os de outros dispositivos. Esse cenário mudou, e agora esse planejamento deve ser feito ao contrário.

Primeiro, devemos pensa em como o nosso site irá se comportar nas pequenas telas, pois mais de 50% das visitas irão ocorrer vindas dos smartphones, tablets e etc., então se não tivermos um ambiente 100% alinhado com essa necessidade, nossos resultados serão bastante reduzidos, você não acha?

Visando essa imensa importância e pensando em ajudar empresários e donos de seus próprios negócios a terem um termômetro para entender o que ainda falta para que essa adaptabilidade ao mobile fique completa, o Google criou um ferramenta fantástica que irá te passar todos os dados e informações sobre o seu site.

Conheça o Test my Site!

 

Test my Site..

 

O que é o Test My Site?

Para que você consiga se destacar e atender a demanda de acessos mobile será necessário que você conheça o desempenho de seu site nesses dispositivos, não é mesmo?

  • Mas como fazer isso sozinho?
  • Preciso contratar alguém especializado?

Não, não precisa, o Test My Site veio para acabar com seus problemas com relação a isso. Basta acessar o site, digitar o seu domínio e um relatório completo será dado a você em poucos minutos.

As avaliações feitas pela ferramenta irão dar atenção especial a 3 pontos muito importantes para acessibilidade via mobile:

  1. Velocidade em computadores: Nesse ponto será avaliado quanto tempo o seu site está demorando para carregar completamente. Isso porque, nem sempre é a velocidade da internet que determina isso, pois se o site estiver carregado de elementos pesados, o tempo de carregamento será muito maior.
  2. Otimização para dispositivos móveis: Esse quesito irá medir a experiência do usuário ao entrar no seu site, ou seja, como é a navegabilidade, os menus, as formas de navegação e tudo o que oferecer conforto para uma boa interatividade;
  3. Velocidade para dispositivos móveis: O último ponto irá medir quanto tempo o seu site demora para carregar dentro do mobile. Isso é muito importante, pois se a demora for muito grande, as chances de o usuário desistir de esperar e ir para outro site são bem grandes.

 

Se você acha que estar presente nas buscas mobile não é importante, veja esses dados obtidos pela The Consumer Barometer Survey, que mostra que 83% dos utilizadores de celulares fazem buscas para saber alguma informação sobre a empresa. Isso prova que é necessário fornecer informações para desenvolver a confiança e estimular a compra.

E sabe o que é pior nisso? Uma pesquisa realizada pela BR SMB Deep Dive, provou que 43% de pequenas e médias empresa não tem qualquer sinal de presença na rede. Você faz uma busca pela empresa e absolutamente nenhuma referência online é vista.

Não existirá qualquer custo para a utilização da ferramenta, pois realmente foi uma iniciativa do Google para melhorar a qualidade dos sites voltados para os dispositivos mobiles.

E é claro que vindo do Google não poderíamos esperar apenas o básico. Além de fornecer essas informações em poucos minutos, ele ainda irá te oferecer, caso seja de seu interesse, um relatório completo, com análises de itens que irão te ajudar a turbinar esse desempenho.

Quer saber um pouco mais sobre? A gente te conta o que vem na análise completa!

 

Test my Site.

 

Análise completa do Test My Site

A análise rápida acontece no próprio endereço da ferramenta, porém se você desejar saber informações exclusivas, o Google te envia por e-mail uma análise completa e nela conterá, o que você deve corrigir, o que você deve melhorar e o que está tudo certo nas categorias:

  1. Otimização para celulares
    • Evitar plug-ins;
    • Configuração de janela de visualização;
    • Dimensão de conteúdo na janela;
    • Dimensão dos pontos de toque;
    • Tamanhos das fontes

 

  1. Velocidade em dispositivos móveis
    • Evitar redirecionamento;
    • Compactar Java;
    • Otimização das imagens;
    • Conteúdo visível;
    • Resposta do tempo com o servidor;
    • Eliminar o Java e CSS de bloqueio para renderizar o conteúdo que fica acima da dobra.

 

  1. Velocidade no computador
    • Evitar redirecionar;
    • Compactação;
    • Aproveitamento do processo com o cachê do navegador;
    • Compactar Css;
    • Compactar Java;
    • Compactar HTML;
    • Otimização das imagens;
    • Prioridade para o conteúdo visível;
    • Redução de tempo de resposta do servidor;
    • Eliminação do Java e CSS de bloqueio para renderizar o conteúdo que está localizado em cima da dobra.

Esses serão todos os critérios analisados em seu site, perceba que com uma simples utilização será possível ter um relatório completo que lhe ajudará a melhorar seu desempenho em busca dos melhores resultados.

 

Agora é com você! Essa dica incrível você já tem nas mãos, faça bom uso dessa informação e divulgue para seus conhecidos que trabalham na área, pois é possível ajudar muitos negócios.

Qualquer dúvida ou ajuda que pudermos dar sobre o assunto, estamos à total disposição, escreva pra gente.

Até breve!

Criar anúncios no Facebook para capturar leads

Capturar leads é importante em qualquer modelo de negócio, podendo ser considerada uma das estratégias fundamentais para que seu negócio engrene de vez ou acabe indo por água a baixo. Isso porque, as pessoas precisam se conectar com você, com seus produtos e com sua informação.

Há um tempo, o Facebook não dava muita importância para essa questão de leads, porém passou a notar sua necessidade e a carência que estava gerando com a falta dessa possibilidade. Então, criou uma ferramenta para ajudar os anunciantes, a Facebook Lead Ads.

Se você tem interesse em criar anúncios no Facebook com o objetivo de captura de leads, o blog do Mestre do Adwords irá te ensinar tudo sobre esse assunto.

Ah, mas você não sabe o que é lead? Não tem problema, a gente explica…

Quando você escuta por aí as pessoas dizendo que precisam gerar leads ou querem capturar leads, elas estão dizendo que precisam captar contatos. O lead é o e-mail ou algum canal de contato de um usuário que tem interesse por seu produto ou serviço e por esse motivo, tem maiores possibilidades de serem seus clientes em um futuro bem próximo.

Com a captura de leads, você irá criar listas infinitas de contatos, com possíveis clientes e, assim, aumentando a sua chance de vender para quem já conhece o seu produto ou serviço.

Nós queremos que você utilize o Facebook Lead Ads da melhor maneira possível e por isso, preparamos esse conteúdo sensacional para você.

Acompanhe tudo!

 

Criar anúncios no Facebook para capturar leads..

 

Como iniciou uma captação de leads?

Temos absoluta certeza de que você já deve ter preenchido milhares de formulários de captação de leads sem nem perceber. Sabe aqueles locais onde você digita seu e-mail para ganhar um cupom de desconto, um e-book grátis ou qualquer brinde online? Isso costuma ser um formulário de captação de leads.

É um dos métodos mais tradicionais de captação, pois você irá chamar a atenção de seu usuário com algum assunto de interesse, induz ele a deixar seu endereço de e-mail em troca de uma super vantagem, que nesse caso, será algo preparado especialmente para ele.

Outra maneira bastante usada e que apresenta bons índices de conversão são por box dentro do site ou blog. São locais onde o usuário deixa o seu e-mail, em troca de receber conteúdos exclusivos, atualizações semanais e notícias em primeira mão. Se você já tem um público fiel e uma quantidade de tráfego bacana, verá que sempre haverá um novo inscrito.

Aí, você deve se perguntar, mas o que eu vou fazer com tantos contatos de e-mail nas mãos?

Pense com a gente… Se uma pessoa deixou seu e-mail e quer receber informações, dicas e materiais seus no e-mail dela, com toda a certeza, ela sentiu-se familiarizada com seu conteúdo e tem grandes chances dela comprar de você.

Basta prestar atenção em lojas virtuais e e-commerces dos quais você já comprou algo. Depois da compra, seu endereço de e-mail ficará cadastrado como um cliente, logo passará a receber novas promoções e ofertas relacionadas com o produto que já adquiriu, tudo isso para que o relacionamento entre vocês seja mantido e, assim, passem a ocorrer compras recorrentes.

Você deve fazer exatamente o mesmo com o seu público alvo: Ou incentivar a primeira compra ou manter essa conexão e, para isso, os anúncios do Facebook são uma excelente alternativa.

Com esses e-mails cadastrados é possível:

  1. Enviar e-mail de remarketing para quem já teve contato com você alguma vez;
  2. Enviar materiais e conteúdos exclusivos apenas para quem está cadastrado em sua lista, mostrando que você tem real preocupação com a relação de vocês;
  3. Enviar pesquisas de satisfação e provas sociais de seu negócio, produto ou serviço que irá aumentar a sua autoridade;
  4. Mostrar uma preocupação com a satisfação dele, perguntando como foi a experiência ao comprar com você, se gostou do produto e etc.;
  5. Enviar promoções e descontos exclusivos.

Você viu quantas possibilidades terá em mãos ao fazer essa captura? Mas a essa altura você deve estar se perguntando:

  • “Tá, mas o que o Facebook Lead Ads tem a ver com isso?”.

Tudo! Ele é a ferramenta perfeita para você que deseja criar anúncios no Facebook para capturar leads!

 

Criar anúncios no Facebook para capturar leads

 

O que é o Facebook Lead Ads?

Conhecido também como anúncios de leads do Facebook, é um formato de anúncio especifico da plataforma para estratégias que tem como objetivo essa captura.

Se você está começando o seu negócio agora, essa é uma grande oportunidade de começar a criar listas de e-mails quentes, pois não será necessário ter uma página de captura, já que o próprio anúncio dará essa possibilidade para você.

Ter um site também é bastante importante, pois junto com a utilização do formato Facebook Lead Ads, será possível implementar ainda mais sua captação.

Só existe um grande detalhe aqui, esse formato de anúncio é apenas para dispositivos móveis, será preciso se lembrar disso na hora de montar sua estratégia, tudo bem?

O Facebook Lead Ads é extremamente dinâmico e rápido de ser preenchido, logo como a maioria dos usuários do Facebook usa a rede social conectado via mobile, as chances de obter bons resultados com esse tipo de campanha são as melhores possíveis.

E sabe qual o melhor de tudo? Você ainda conseguirá aplicar estratégias de remarketing para quem já teve contato com você! Incrível, não é mesmo?

Vamos aprender então a criar um anúncios para capturar leads no Facebook?

 

Criar anúncios no Facebook para capturar leads.

 

Como criar anúncios no Facebook para capturar leads?

Criamos um passo a passo rápido para que você consiga criar seu Facebook Lead Ads!

Veja:

  1. Para começar, você terá que acessar a conta da qual deseja trabalhar o anúncio;
  2. Depois, vá até “Ferramentas de Publicação”;
  3. Na barra lateral, acesse a opção Formulários de Anúncios de Leads;
  4. E logo após, criar;
  5. Agora é o momento de montar o seu formulário, então clique em Novo Formulário. Quando você já tiver formulários prontos, poderá usar duplicando o mesmo formato;
  6. Nesse passo, precisará colocar um nome e selecionar um idioma. Indicamos que seja feito sempre na língua do seu anúncio;
  7. Há como aplicar opções avançadas, para isso só clicar em Exibir opções avançadas;
    1. Uma dessas opções será o cartões de contextos, são bem bacanas para quando você deseja adicionar uma explicação ao contexto do item;
  8. Agora comece a criar as linhas de seu formulário, ou seja, as informações que você deseja que o usuário preencha. Lembre-se de não fazer algo longo demais, ok?;
  9. Nesse passo, precisará adicionar a política de privacidade da sua empresa;
  10. E depois, um dos momentos mais importantes, direcionar as pessoas para o seu site;
  11. Visualize como ficou, prestando bastante atenção para verificar se não há nada errado;
  12. Salve e agora, vá ao gerenciador de anúncios para criar uma nova campanha para a sua utilização.

Viu como é bem simples a sua criação? Agora os seus resultados serão surpreendentes!

Ficou com alguma dúvida? Manda para a gente que iremos te responder o mais rápido possível.

Até mais!

 

 

Impacte mais usuários com anúncio Discovery TrueView

Todos nós aqui assistimos milhares de vídeos por dia no Youtube, não é mesmo? Mas será que você consegue se lembrar de como foi que você chegou até o último vídeo que assistiu?

  • Será que recebeu o link de algum amigo?
  • Viu a publicação em uma rede social?
  • Acessou as buscas do Youtube?

Todos os dias, milhares de usuários acessam a página do Youtube em busca de um conteúdo específico ou apenas para ver o que há de novo na página inicial, imagina então se você conseguisse imprimir a sua marca naquele local, fazendo com que seu vídeo de divulgação aparecesse bem ali.

Anunciar no Youtube já é uma realidade, porém a grande questão de quem está iniciando as suas primeiras campanhas é escolher entre tantos formatos disponíveis, não é mesmo?

Por esse motivo, o blog do Mestre do Adwords irá te ajudar, mostrando alguns benefícios e vantagens da utilização dos anúncios Discovery TrueView.

O próprio blog do Adwords dá um destaque especial para esse formato, pois garante que após a nova estruturação, os resultados obtidos com a sua utilização tem melhorado muito.

Vamos então descobrir tudo sobre esse formato!

 

Impacte mais usuários com anúncio Discovery TrueView

 

O que são os anúncio Discovery TrueView?

Anteriormente, os anúncios Discovery TrueView eram conhecidos pelo nome TrueView in-display. O nome mudou, porém a filosofia e a excelente obtenção de conversão continuam as mesmas.

Esse formato de anúncio da a possibilidade do usuário escolher se deseja continuar assistindo ao conteúdo ou se quer ir para o material selecionado que escolheu…Sabe aqueles vídeos de 30s que costumam aparecer antes, durante ou depois do vídeo, do qual você tem a opção de pular após um tempo ou continuar assistindo?

Então, esse é o formato de anúncio Discovery TrueView!

Esse formato é uma excelente estratégia para modelos de negócios que desejam fazer com que um maior número de pessoas conheçam sua marca.

Se você pensar, estará fazendo uma publicidade bem direta, afinal seu conteúdo será colocado na frente de seu público alvo, logo as chances de conversão serão extremamente altas.

Outro detalhe importante, o usuário que clicar para continuar vendo seu vídeo, será um cliente em potencial, afinal ninguém quer assistir algo que não tenha interesse, não é mesmo? E é exatamente nesse ponto que esse formato de anúncio lhe oferece possibilidades incríveis!

Quando você faz uma publicidade parcial e dá a opção de o público escolher se quer ver até o final ou se prefere parar por ali, você dá a chance de que seja feita uma seleção natural de pessoas, aproximando de seu negócio usuários que tem potencial para se tornarem clientes.

Agora, vamos conhecer algumas vantagens e benefícios da utilização de anúncio Discovery TrueView!

 

Impacte mais usuários com anúncio Discovery TrueView  .

 

Vantagens de usar anúncio Discovery TrueView

Você já deve ter percebido que o grande diferencial do formato é dar a opção de aproximação natural da sua marca, fazendo apenas que reais interessados tenham acesso ao que você está oferecendo.

Esse estilo de publicidade opcional é a melhor forma de aproximar seu público alvo de você, pois não existe “forçar a barra” para ser visto, tudo ocorre de maneira natural, deixando o usuário com o controle nas mãos.

Há muito mais que isso, então separamos algumas vantagens de sua utilização:

  • A utilização de anúncio Discovery TrueView é interessante para ambos os lados. Para o usuário, porque ele só assistirá à conteúdos que tiver real interesse e ao anunciante, pois mostrará apenas para o público interessante, sem desperdiçar orçamento;
  • Será o anunciante que irá escolher quanto deseja pagar por visualização, então é possível calcular e planejar seu orçamento;
  • A cobrança, diferente do custo por clique, não é feita a cada visualização inicial, só será descontado o valor de seu orçamento, quando o usuário optar por continuar assistindo. Isso garante que você pagará exatamente por visualizações interessadas no conteúdo;
  • Os anúncios Discovery TrueView permitem que você teste formatos diferentes, anunciando produtos, execução de serviços e até mesmo, depoimentos de clientes. Tudo isso para te mostrar o que melhor converte;
  • A única exigência que é feita é que o vídeo esteja hospedado no Youtube;
  • Seus vídeos serão exibidos, tanto no Youtube, como em editores da Rede de display, o que te dará uma vantagem incrível de ser encontrado.

Há uma grande novidade com esse formato, a partir de agora eles também serão exibidos nas buscas dos dispositivos móveis e na rede de pesquisa. O Google garante que anunciantes que já tem utilizado esse formato estão obtendo um CTR maior em 11%.

Esse modelo de anúncio é muito mais receptivo, menos invasivo e irá proporcionar uma utilização de call to action bem mais eficiente.

Segundo o blog oficial do Google Adwords no Brasil, em comparação com o formato TrueView in-stream, os anúncios em Discovery TrueView tem gerado 5x mais cliques, fazendo com que a opção por esse formato venha crescendo muito mais.

Você já conhece as vantagens de utilização dos anúncios Discovery TrueView, separamos então algumas dicas que irão te ajudar a criá-los!

 

Impacte mais usuários com anúncio Discovery TrueView  ,

 

Dicas para criar um anúncio Discovery TrueView

Para a utilização do formato de anúncio Discovery TrueView, o que você precisará ter sempre em mente é que você não tem muito tempo para prender a atenção do usuário, afinal são apenas 30s de exibição obrigatória, depois ele poderá escolher a opção de pular seu anúncio e assistir o que ele já tinha escolhido.

Sabendo disse, tudo o que você tem são 30 segundos para fazer o vídeo mais incrível e interessante da sua vida, ativando todos os gatilhos mentais da curiosidade. Para isso, você precisará estudar muito bem o público do qual pretende anunciar, identificando quais são os detalhes que ativam a atenção e proporcionam uma maior visualização.

O que sugerimos é que você faça bastante suspense nesses 30 segundos ou deixe uma dúvida no ar que só poderá ser respondida se a continuação do vídeo ocorrer, entende? Muitas marcas que utilizam dessa estratégia, obtiveram resultados excelentes.

Agora, se o seu objetivo for apenas de impressão de marca, a grande sacada é usar esses 30 segundos iniciais para passar a sua mensagem, colocar a sua logomarca e deixar rolar para a maior quantidade de pessoas possíveis.

Não existe um jeito correto de anunciar em formato Discovery TrueView, apenas o que aconselhamos é que seu anúncio seja bastante fiel ao que você oferece, tenha uma qualidade excelente e esteja de acordo com as políticas de anúncios do Google Adwords. Respeitando esses princípios, anuncie sem medo.

Para não gastar um valor alto, sem saber se haverá retorno ou não, sugerimos que você teste. Faça alguns modelos de anúncio e deixe rodando durante alguns períodos, isso lhe trará métricas claras de como está sendo o aceite do seu formato, de seu conteúdo e até mesmo da sua exibição.

Curtiu?

Se ficou alguma dúvida sobre esse assunto ou se tem algo sobre o tema que deseja saber, pode usar o espaço abaixo para nos perguntar, pois ele é todo seu!

Fique sempre ligado em nossas redes sociais e em nosso canal do Youtube, haverá sempre materiais incríveis para você.

Até mais!

Anúncios de Apresentação de Slides do Facebook Ads [Novidade]

O Facebook está cada vez mais aprimorando sua ferramenta de marketing digital para proporcionar maiores possibilidades aos seus anunciantes, além de uma maior qualidade de experiência para o público.

Assim como o Adwords, o Facebook Ads está sempre de olho em tendências que podem melhorar o nível de seus recursos.

Hoje, nós, do Mestre do Adwords, viemos aqui para lhe contar sobre uma dessas novidades que nos animam, pois certamente significará um aumento de resultados em nossas ações de marketing do Facebook Ads.

Bem, estamos falando do lançamento do Facebook chamado Apresentações de Slides, que se estendeu também ao Instagram.

Vamos descobrir melhor do que se trata e o que muda na prática?

Confira!

 

Anúncios de Apresentação de Slides do Facebook Ads,

 

#O que é Apresentações de Slides no Facebook?

Basicamente esse é um recurso disponibilizado pela plataforma desde outubro passado. Ela possibilita que os anunciantes do Facebook Ads crie com mais agilidade e facilidade, vídeos mais dinâmicos e menos pesados.

Essa criação é feita de modo simples, a partir de fotos que já estão disponibilizadas.

Na realidade, essa não é exatamente a novidade, já que esse formato de anúncio já foi veiculado em mais de 200 nações.

Segundo informações do próprio Facebook, mais de 50% dessas marcas que utilizaram o recurso de Apresentações de Slides nunca antes tinham anunciado no formato de vídeo, nem ao menos tinham publicado esse tipo de conteúdo em sua rede.

O principal objetivo desse formato, além de possibilitar agilidade e facilidade na criação, é fazer com que seja possível exibir vídeos, até mesmo, em locais que possuem qualidade de conexão precária.

Isso está funcionado, mas atingiu uma importância muito maior, a partir do momento em que muitos profissionais e marcas passaram a utilizar o recurso para criar campanhas de vídeos mais baratas, sem perder a qualidade e a facilidade.

É nesse momento que entra a novidade, ou seja, novas funções que serão incorporadas às Apresentações de Slides do Facebook Ads.

Percebendo esse interesse massivo e os excelentes retornos, a plataforma resolveu liberar a inclusão de textos e áudios, além de permitir que os anunciantes criem suas campanhas através das pequenas telas e, sobretudo, tenha uma maior gama de imagens de páginas a partir das bibliotecas do Facebook.

Achou que era só isso? Não, ainda tem mais…

#Transformação de Vídeos

Como dissemos, o Facebook está de olho nas tendências e nos pedidos que surgem diretamente de seus utilizadores.

Por isso, segundo a marca, à pedidos de seus anunciantes que fazem parte de nichos em crescimento, ela liberará uma nova ferramenta que permitirá transformar vídeos em slides.

Esse recurso continua a trabalhar a ideia principal inicial, ou seja, criar anúncios com bom recurso audiovisual de forma fácil e que seja recebida até mesmo em locais onde a conexão é precária.

Para fazer isso é muito simples, é preciso somente que você envie seu vídeo à plataforma de apresentação.

A própria ferramenta analisará e elegerá 10 fotos, apresentando-lhe um slide completo.

Se você quiser direcionar esses anúncios à locais que tenham conexões lentas, basta optar pela configuração 2G. Isso permitirá que o alcance não seja prejudicado por conta da qualidade da internet e, obviamente, manterá a qualidade do seu conteúdo.

 

Anúncios de Apresentação de Slides do Facebook Ads

 

Entre as novas configurações e vantagens apresentadas, estão:

  • Incorporação de texto: Ao criar os seus anúncios, agora será possível incorporar textos e configurá-los visualmente, escolhendo cores e modelos diferentes.
  • Incorporação de Áudio: Uma novidade interessante, pouco vista em outras plataformas de anúncios. Você poderá aplicar trilhas sonoras no seu anúncio a partir de temas que a plataforma disponibilizará, mas conforme as informações oficiais, logo em breve você poderá inserir músicas suas.
  • Criação através do mobile: Sim, o mercado mobile está em crescimento e o Facebook sabe disso, por isso, agora é possível criar suas apresentações diretamente do seu dispositivo móvel. Basta ter um smartphone ou um tablete que trabalhe com o sistema Android.
  • Biblioteca de Imagens: Pelo Facebook ser uma rede social, sabemos que para criar bons anúncios é preciso investir muito na qualidade das imagens, principalmente, para ganhar destaque e chamar a atenção em um local tão competitivo no quesito conteúdo. Então, se você tem dificuldades para fazer boas fotos, a biblioteca de imagens vai te ajudar e muito. Agora será possível escolher imagens disponibilizadas pela integração da biblioteca com o recurso de apresentações de slides. São milhares de fotos, mas ainda será permitido que você envie suas próprias fotos, caso desejar.
  • Vídeos mais leves: Se você ficava preocupado em criar anúncios de vídeos por conta da baixa qualidade da internet em diversos pontos do Brasil, agora você pode realizar testes e ficar tranquilo quanto a isso. Com esse novo recurso, você poderá criar vídeos mais leves, além de usá-los para criar apresentações de slides.

#Empresas que participaram da fase de testes dos recursos

Como você já deve saber, as empresas, principalmente, que mexem com tecnologia, antes de lançarem algo em definitivo, faz testes em fase beta.

O Facebook e o Google, por exemplo, convidam empresas grandes para experimentarem seus recursos e medirem resultados de desempenho, antes de apresentar as novidades à grande massa.

No caso dos novos recursos dos Anúncios de Apresentação de Slides do Facebook Ads, não foi diferente. Então vamos lhe mostrar agora dois exemplos e seus resultados na prática:

1 – Stance – Atração da Atenção de Clientes

Para que não conhece a Stance, trata-se de uma grande marca de meias que incorpora arte ao design, oferecendo um produto final diferenciado.

Seu grande objetivo ao anunciar é atrair a atenção de potenciais consumidores. Em contrapartida, sua objeção era não ter tempo e nem orçamento o suficiente para trabalhar a qualidade visual de campanhas.

Com o novo recurso do Facebook Ads, a solução encontrada foi utilizar a biblioteca de imagens da marca, onde continha diversas imagens de produtos cadastrados online e, assim, criar um anúncio em formato de apresentação de slides.

Foram aplicadas variações que fossem capazes de atender aos mais diferentes tipos de público que a Stance possui. Portanto, as campanhas rodaram no Facebok e no Instagram, com objetivo de conversão em vendas.

O resultado não poderia ter sido mais expressivo quando houve uma comparação entre o formato anterior utilizado, o clássico foto e link, e o Slide:

  • Quase 50% de diminuição no CPA.
  • Aumento de quase 2,50% da taxa de cliques.
  • Aumento de ROI em torno de 1,50%.

 

Anúncios de Apresentação de Slides do Facebook Ads..

 

2 – Unilever – Transformação do comercial de TV

A Unilever despensa apresentações, não é verdade? Afinal, trata-se de uma das marcas mais poderosas do mundo no setor de alimentos.

Em seu teste do recurso em fase beta, ela trabalhou um anúncio da Paddle Pop, uma marca de sorvetes que está no mercado da Indonésia.

O principal objetivo da marca com a campanha em slides era atingir uma grande parcela do seu público alvo que utiliza uma qualidade de conexão precária no país.

Por isso, a escolha foi transformar um anúncio de TV em apresentação de Slides para o Mobile. Basicamente, foi feito a utilização das fotos do vídeo em animação que rodou na TV para criar um anúncio de slides que preservasse a qualidade, mas que fosse mais leve e acessível.

Foram feitas readaptações para o público do mobile, sendo um verdadeiro sucesso em alcance.

 

É isso! Se você está louco para experimentar essa novidade do Facebook Ads, basta acessar a sua plataforma e explorar as opções, afinal, a Apresentação de Slides já está disponível à todos.

Certamente você conseguirá elevar o nível dos seus anúncios, principalmente, em atração, destaque e alcance.

Esperamos que esse conteúdo tenha sido relevante para você. Ficou com algum dúvida? Então entre em contato com a gente pelas redes sociais do Mestre do Adwords ou deixe seu comentário abaixo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

 

5 Tipos de Tráfego – Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social

Tráfego é um tema bastante interessante, isso porque quem trabalha técnicas em marketing digital, sempre está o buscando como objetivo.

Atração de tráfego é um dos principais pontos de partida par obter resultados expressivos em campanhas, em seu canal do Youtube, site, blog, entre outros.

Se você não sabe, nós podemos definir como tráfego, basicamente os usuários. Ok?

Agora, nós te perguntamos:

  • Você sabia que existem pelo menos 5 tipos de tráfego?

Muita gente só fala em tráfego pago ou orgânico, mas existem outros tipos, apesar, de pouco divulgado e falado por aí.

Nós, aqui do Mestre do Adwords, sabemos o quanto é importante conhece-los e, por isso, nós criamos esse conteúdo.

Queremos te mostrar cada um deles, afinal, é imprescindível que você tenha uma maior clareza sobre o assunto e os domine para que aplique em seus projetos, intensificando-os e explorando os recursos e, assim, consequentemente atinja melhores resultados na internet.

Vamos juntos nessa?

 

 

#1 – Tráfego Orgânico

O primeiro tipo que iremos apresentar é o mais clássico, o tráfego orgânico. Muitas pessoas focam em atraí-lo, principalmente, quem trabalha com técnicas de SEO e conteúdo de relevância.

Basicamente, a técnica consiste em gerar conteúdos de interesse, trabalhando com estratégias para ranqueamento nos buscadores, fazendo com que usuários te encontrem à partir deles.

O investimento tem um formato simples, que é em conteúdo e relacionamento com a sua audiência, onde você começa a construir uma conexão com o seu público alvo, uma espécie de troca relevante.

Claro, como dissemos anteriormente, o conteúdo precisa ser otimizado para que ele tenha um bom ranqueamento, ou seja, apareça em boas posições nos resultados de buscas dos usuários.

O Tráfego Orgânico é extremamente qualificado, isso porque a pessoa que está procurando sobre o assunto, está em busca de algo ao qual a resposta está no seu tipo de conteúdo.

Então, podemos concluir que esse usuário está sim procurando por você, pelo seu tipo de negócio. E no momento em que ela tem contato com seu material, há mais chances de que ela torne-se mais engajado com a sua marca, do que outros usuários provindos de tipos de tráfego diferentes.

 

Tipos de Tráfego - Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social

 

#2 – Tráfego Pago

Se você nos acompanha há um tempo, já deve conhecer esse tipo de tráfego, afinal, é um dos que mais falamos em nossos conteúdos, tanto aqui no blog, quanto no canal do Youtube.

Sim, tráfego pago é aquele que atraímos, principalmente, por campanhas de links patrocinados, seja Google Adwords, Anúncios no Youtube, Facebook Ads, Bing Ads, Taboola, Linkedin Ads, Mercado Ads, Uol Clicks e muito mais.

Então, toda forma de promoção que você precisa pagar para atingir um volume de usuários, trata-se de tráfego pago.

Você deve estar se perguntando:

  • “Atrair tráfego pago dá resultado?”.

Obviamente que sim! Até entregando uma expressividade de retorno mais rápido.

A grande sacada é utilizar o tráfego orgânico aliado ao tráfego pago. Isso lhe trará, realmente, excelentes resultados. Afinal você consegue traquear pelo remarketing, aparecer em outros sites, exibir seus anúncios de maneira mais segmentada, enquanto também ajuda o usuário com informações relevantes sobre assuntos que tenham ligação com o seu negócio.

Os anúncios são muito interessantes para atrair tráfego pago que tenha interesse em consumir algo, um produto, um serviço, ou até mesmo conteúdo de determinado assunto.

Quando você utiliza esse tipo de técnica, você paga para ter posições privilegiadas, o que garante que você tenha retornos mais rápidos, apesar, de menos duradouro.

A qualidade desses usuários captados pode ser baixa em alguns casos, mas isso acontece porque a campanha não está muito bem segmentada. Isso quer dizer, não está sendo exibida para o público alvo correto.

Por exemplo:

  • Imaginemos que você entrou no Facebook para ver fotos e interagir com seus amigos.
  • Durante a navegação, você acaba visualizando alguns anúncios, mas nenhum deles te chamam atenção, afinal, não ofertam nada de seu interesse, nada que você goste.

Percebe que nesse caso não houve captação? Mas ainda pode acontecer de alguém clicar no anúncio por curiosidade ou por equívoco e assim consequentemente você terá captado um tráfego ruim, ou seja, que não tem interesse pelo seu negócio.

Por isso que se você quer ter bons resultados com esse tipo de tráfego, será muito importante estudar profundamente os tipos de segmentação e como utilizá-los de forma adequada.

#3 – Tráfego Direto

Apesar de muita gente não falar sobre esse tipo de tráfego, ele é muito interessante.

O usuário que compõe esse grupo é aquele que entra no seu site direto, que já o conhece de alguma forma, então digita o endereço sem influências de conteúdo orgânico ou anúncios pagos, por exemplo.

Esse interesse do usuário parte por conta da força da sua marca, de um projeto ou até mesmo pelo seu nome e a importância que ele tem em uma área específica.

Claro, para que isso aconteça o alvo precisará ter conhecimento sobre o seu negócio e geralmente todo o mérito dessa ação vai para o trabalho de branding forte.

Basicamente, para atrair esse tipo de tráfego você trabalha em estratégias para firmar sua marca no mercado ou tornar seu projeto conhecido. O branding não precisa necessariamente ser feito através das ferramentas do marketing digital, ele pode estar fortalecido na mídia off-line, por exemplo, através de outdoor ou uma palestra que você deu sobre um assunto interessante do universo em que seu negócio está inserido, enfim…

Os usuários que fazem parte do tráfego direto é bastante qualificado para conversão em vendas, uma vez que ele já conhece o seu projeto, a sua marca e, provavelmente, se interessam e confiam.

 

Tipos de Tráfego - Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social..

 

#4 – Tráfego de Referência

Também menos conhecido, mas muito poderoso, o tráfego de referência é aquele grupo de usuários que chegam até você a partir de uma espécie de indicação.

Essa indicação pode ser feita a partir de um site que ele já consome ou de uma pessoa que ele tem como referência.

Na prática, isso funciona de maneira simples. Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tenha um negócio sobre perfumes.
  • Em algum momento, um site que fala sobre o assunto acaba te indicando pelas suas ofertas e publica algo que direciona o tráfego dele ao seu negócio.

Essa estratégia é muito interessante, pois não traz apenas tráfego, mas sim visibilidade e autoridade para sua marca.

Para obter esse tipo de tráfego você pode construir uma parceria com sites, blogs, canais do Youtube e tudo mais, que tratem de assuntos que tenham ligação com o seu negócio.

Outra ótima sacada também é trabalhar isso em palestras, onde você acaba citando o projeto de uma pessoa, ou seja, gerando um tráfego de referência a uma determinada marca.

Óbvio, é preciso ter cuidado com isso, afinal, quando se indica algo à alguém, você está colocando o nome do seu negócio em meio a essa “transação”.

Voltando ao mundo digital, quando você recebe muito tráfego de referência de outros blogs, sites e canais, o seu posicionamento nos buscadores também acaba sendo atingido positivamente.

Isso porque, o Google, por exemplo, entende que, se você está sendo indicado por um bom volume de pessoas diferentes, significa que o que você oferece tem relevância, melhorando sua visibilidade e alcance por meio do ranking e, consequentemente, sua marca atrairá mais tráfego orgânico.

 

Tipos de Tráfego - Orgânico, Pago, Direto, Referência e Social,

 

#5 – Tráfego Social

Esse tipo de tráfego é muito explorado, mas pouco abordado pelos profissionais. O tráfego social é aquele provindo das redes sociais.

Então, se você utiliza Facebook, Youtube, Twitter, Instagram e qualquer outra plataforma desse segmento, e atrai esses usuários para o seu site, você está fazendo a captação de tráfego social.

Muita gente trabalha estratégias nas redes sociais, afinal, temos uma massiva presença de potenciais consumidores nessas plataformas. A questão é que nem sempre é fácil captá-los, pois por se tratar justamente de uma plataforma mais voltada ao entretenimento, alguns tipos de negócios não conseguem gerar conteúdos tão atraentes nesse aspecto.

Por exemplo, é muito mais fácil conseguir engajamento em um conteúdo de humor do que um treinamento de produtividade. Certo?

Apesar disso, não é impossível obter resultados surpreendentes, independente do seu nicho, basta que você gerencie muito bem suas redes sociais e trabalhe focado em seu alvo.

O tráfego social tem extrema importância para o seu negócio, afinal, quem é que, atualmente, não tem, ao menos, um perfil na rede social?

Estar nas redes sociais é muito interessante, principalmente, se você quer espalhar seu conteúdo, quer posicionar a sua marca, atrair mais clientes, pessoas interessadas…

Porque quem está na rede social seguindo a sua marca, engajada nos conteúdos, está realmente interessada no que você oferece.

 

Então é isso! Esperamos que você tenha curtido conhecer os 5 tipos de tráfego. Ficou alguma dúvida? Venha falar com a gente.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

 

 

 

 

 

 

Como ganhar fãs com anúncios Facebook Ads?

Conquistar fãs no Facebook não é uma ação que acontece do dia para noite, principalmente quando está iniciando um novo projeto, porém sabemos que uma base sólida de fãs é primordial para que nossas postagens tenham engajamento, curtidas, comentários e compartilhamentos, não é mesmo?

Esperar que eles apareçam fará com que a gente perca um tempo extremamente precioso e que, normalmente, não temos!

Nessa ocasião, os anúncios Facebook Ads podem nos dar a forcinha que faltava para o nosso negócio deslanchar. Lembra quando indicávamos que você usasse o Google Adwords para atrair visitas para o seu site, mas mesmo assim não deixar de lado as estratégias de posicionamento orgânico?

Pois bem, no Facebook vai funcionar com uma usabilidade bem parecida. Você não deve abrir mão de atualizar sua página, fazer publicações constantes e tudo mais, porém pode utilizar a ajuda das publicações patrocinadas para alavancar esse início.

A conquista de fãs na forma orgânica é totalmente possível, se você pesquisar um pouco sobre o assunto vai encontrar cases de negócios que construíram sua base de fãs em engajamento orgânico, porém é preciso ter alguns diferenciais como conteúdo focado no interesse, atenção aos hypes do momento e até mesmo um pouco de entendimento sobre o funcionamento da plataforma. Além disso, pode demorar um tempinho maior para conseguir um número significativo de fãs.

Visando ajudar você, preparamos um conteúdo bem bacana com dicas para que você consiga ganhar fãs com anúncios Facebook Ads. Temos a certeza de que vai curtir!

Aproveite ao máximo!

 

Como ganhar fãs com anúncios Facebook Ads

 

#Pesquise sobre o seu mercado

Antes de correr e começar a criar milhares de anúncios, é preciso parar e entender como funciona o seu mercado de atuação dentro dessa rede social. Então, você precisará estudar muito sobre o seu segmento.

Observe quem são as pessoas que tem interesse em comum com a sua categoria, do que elas gostam e etc. Falaremos um pouco mais sobre público alvo no tópico abaixo, ok?

A pesquisa de mercado também consiste na observação das atividades de seu concorrentes, logo analise o tipo de conteúdo que ele costuma postar, o tipo de imagem, a frequência, sempre procurando identificar quais são os tipos de postagens que geram mais engajamento e quais são aquelas que acabam não convertendo muito bem.

O Facebook é uma rede social muito rápida, onde tudo muda a todo tempo, logo não adianta copiar uma estratégia, será necessário criar um tipo de comunicação adequada para o seu público alvo.

 

#Identificando seu público

Dentro do Facebook, anunciar para todo mundo é o mesmo que falar com ninguém, entende? Se você quer ganhar fãs com anúncios Facebook Ads, será necessário que você foque em um tipo de público, aquele que tem mais proximidade com o seu modelo de negócio.

Pode parecer bastante complexo essa identificação, principalmente, se a sua página ainda não tem nenhuma curtida, mas existe um jeito de fazer…

Faça uma lista dos principais perfis de pessoas que você deseja atingir, estudando, obviamente, se ela tem interesse no que você tem a oferecer, com essa informação fica mais simples identificar:

  • A faixa etária dessas pessoas;
  • O gênero;
  • Principais interesses;
  • Localização.

Depois dessas informações, fica simples anunciar apenas para pessoas nesse perfil.

Outra dica bacana se você tem pressa em começar a anunciar é segmentar seus anúncios para usuários que tenham curtido páginas parecidas com a sua, isso aumentará as chances de interesse e te dará a possibilidade de ir segmentando de forma mais focada em suas próximas campanhas.

 

Como ganhar fãs com anúncios Facebook Ads,

 

#Escolha imagens sensacionais

Você já deve saber que o espaço dedicado ao conteúdo em texto nos anúncios do Facebook é de menos que um tweet, não é mesmo? Exatamente por isso, a regra do 20% de conteúdo para 80% de imagem é uma das mais rígidas cobradas pela plataforma.

E não teria como ser diferente, é um local visual, onde as pessoas querem acesso a informação rápida, logo escolher imagens perfeitas aumenta e muito suas chances de ganhar fãs com anúncios Facebook ads.

Você terá, no máximo, 25 caracteres para colocar um título e outros 90 para escrever seu anúncio, de resto o trabalho todo fica por conta de uma imagem.

Pense muito bem antes da escolha da imagem, pois ela deverá ser ao mesmo tempo interessante e chamativa, senão acabará passando despercebido pela timeline de seu público alvo.

Se você for anunciar na barra lateral, sua preocupação deve ser ainda maior por conta de ser um espaço dedicado à propagandas, os usuários costumam passar sem olhar essa área, só dando atenção no caso de ser algo muito fora do comum.

 

#Chamada de interesse

É muito importante ter em mente que um elemento sozinho dentro do Facebook não irá te trazer nenhum resultado, o que lhe garantirá maiores conversões é a combinação de elementos, pois isso a escolha de uma boa imagem precisa vir acompanhada de uma chamada de interesse.

Nesse item, você precisará encontrar a forma perfeita de se comunicar com seu público alvo, desde o tipo de linguagem que mais engaja até a forma de chamar atenção.

O ideal é que você faça alguns testes, pois será só assim que você irá visualizar o que converte melhor e o que não está gerando bons resultados, com isso conseguirá ir aprimorando sua entrega de informações.

 

#Teste mesmo

Como dissemos acima, não existe um jeito de encontrar o formato de anúncio certo logo de primeira, principalmente se você não conhece o seu público alvo, sendo assim, o melhor conselho que podemos te dar sobre esse assunto é: teste!

Teste sem medo e uma variação enorme de opções. Troque a imagem, o formato de anúncio, o texto, a chamada e vá verificando como anda se comportando seus resultados. Quando perceber que eles estão positivos, siga na utilização, sempre preocupando-se em aprimorar e melhorar.

O ponto chave aqui é acompanhar de perto a evolução. Não adianta soltar uma campanha no ar e deixar ela rolando sem o acompanhamento de perto. Com isso, você conseguirá ter respostas mais precisas, pois deixar rolando sozinho só fará com que você gaste dinheiro sem ter resultados.

 

Como ganhar fãs com anúncios Facebook Ads

 

#Mantenha-se sempre atualizado

Fazer suas campanhas darem certo é o primeiro passo para ganhar fãs com anúncios Facebook Ads, porém será preciso estar sempre atualizado com as novidades da rede e o interesse de seu público alvo.

Tudo muda muito rápido, então você não pode achar que o que tem dado certo hoje continuará a dar certo daqui há alguns anos, não é mesmo? A questão é sempre buscar evoluir, entregar um valor maior e, com isso, obter a conversão constante.

Lembre-se de que uma campanha que deu muito certo e hoje já não apresenta os mesmos resultados, precisa de uma repaginada para voltar a ser referência.

 

Aplique com dedicação todas as dicas que acabamos de dar e veja como é possível ganhar fãs com anúncios Facebook Ads. Se você quiser enviar alguma sugestão ou ainda, fazer alguma pergunta, fique à vontade, pois esse espaço é de vocês e nós queremos te ouvir.

Convidamos você à voltar sempre aqui para obter mais informações incríveis, que você fique de olho em nosso canal do Youtube e em nossas redes sociais, pois sempre há novidades exclusivas.

Desejamos muitos sucesso e até breve!