Como atrair tráfego orgânico com o Google News?

Sim! Atrair tráfego orgânico com o Google News é totalmente possível. Se você trabalha com geração de conteúdo, essa pode ser uma excelente opção para aumentar ainda mais a sua audiência.

Apesar de pouca gente saber, o Google News permite que sites/blogs se integrem à ele.

Basicamente, podemos definir o Google News como uma aba segmentada dentro do buscador, onde são reunidas matérias e notícias que são escritas e postadas por sites e portais.

Sabe o que é melhor? O usuário não precisa necessariamente pesquisar na aba “Google News” para que você apareça entre os resultados. Isso porque os resultados do Google News aparecem naturalmente na página principal de resultados do buscador.

E tem mais, quando há correspondência de pesquisa na aba “News”, elas aparecem no topo da página do buscador.

Então, se você tiver um conteúdo relacionado à palavra-chave da pesquisa do usuário, as suas chances de aparecer no topo da página do buscador aumentam consideravelmente.

É por conta dessa característica peculiar que você consegue atrair tráfego orgânico de qualidade e em volume interessante.

É, claro, sabendo disso, nós, do Mestre do Adwords, não poderíamos deixar de compartilhar com você.

Nesse conteúdo, nós lhe mostraremos, de maneira simples, como atrair tráfego orgânico com o Google News.

Está preparado para começar? Então vem com a gente agora mesmo!

 

Tráfego-Organico

 

Como eu faço para aparecer no Google News?

Esta, talvez, seja a pergunta que mais esteve em sua mente, desde que começou a ler esse conteúdo.

Tenha certeza! Nós, quando soubemos da possibilidade, também nos perguntamos isso incansavelmente, até que encontramos a resposta que iremos compartilhar com você agora.

Bem, é importante que você saiba que há algumas formas de proceder para aparecer no Google News.

Só que antes de apresentarmos quais são eles, precisamos dizer que em todos os casos, você precisará requisitar a inclusão do seu site/blog no News, ao Google.

Para isso, você precisa preencher este formulário ao qual será necessário informar alguns dados do seu site/blog, como as seções de conteúdo, suas informações de contato, seus autores, entre outras coisas, além de seguir alguns passos, como a confirmação da propriedade do domínio.

Tente entregar o máximo de informação ao Google, pois isso é decisivo para ser aceito ou não.

Tem mais um detalhe muito importante! Você deve conhecer muito bem o rigor do Google quanto a qualidade da experiência do usuário, certo?

Então, como sempre, ele possui diretrizes especiais para publicações do Google News, que devem ser seguidas sempre, com muito cuidado, pois caso contrário você poderá ter seu site/blog banido dos resultados do Google News.

Entre as diretrizes, estão:

  • Oferecer conteúdo original.
  • Deixar dados de contato e informações sobre autor visíveis.
  • Sempre fornecer informações claras, visando não gerar interpretações errôneas.
  • Entregar conteúdos de fácil leitura e interpretação, sempre com boa gramática e ortografia.
  • Tratar de eventos ocorridos recentemente ou assuntos atempados.
  • Ter Urls únicas e permanentes.
  • JavaScript, links gráficos e links frames não são aceitos, pois não são rastreáveis pelos robots do Google.
  • Artigos só são “lidos” se estiverem em formato HTML.

São bastante “regras”, todas podem ser consultadas no site oficial do Google. Certifique-se de que está seguindo todas elas, antes de pedir a inclusão do seu site no “News”.

É interessante também fazer a configuração correta, de acordo com o seu caso, antes de pedir a inclusão.

À seguir, você verá como preparar seu site ou blog adequadamente para aparecer no Google News.

 

sazonais

 

Como Aparecer No Google News a Partir do Sitemap?

Como dissemos anteriormente, há diversas formas de proceder para, enfim, aparecer no Google News e um deles é por meio da criação de um sitemap.XML específico para o “News”.

Específico, porque ele é um pouco diferente do que estamos acostumados a gerar, afinal, esse sitemap.XML precisa conter alguns caminhos extras que ajudam os robôs a “entender” a matéria mais facilmente.

Na página oficial do Google, você consegue ter o exemplo de entrada de um sitemap específico para notícias.

Através de um gerador de Sitemap.xml e o exemplo do Google, você consegue criar o seu facilmente. Depois disso, é só enviá-lo ao índice do buscador.

Ok! Você usa o WordPress? Não tem problema, nós vamos te mostrar a melhor forma de aparecer no Google News.

 

Como-atrair-tráfego-orgânico-com-o-Google-News

 

Como aparecer no Google News quando uso WordPress?

O WordPress é uma das plataformas mais utilizadas na atualidade, por isso, para a felicidade de todos, existe sim um plug-in que torna a possibilidade de aparecer no Google News real.

O plug-in que você precisa é o News Seo, muito conhecido aliás, pois ele é uma obra de Joost de Valk. Está achando o nome familiar, mas não tem certeza de quem se trata?

Então saiba que este é o nome responsável pela criação de um dos plug-ins mais utilizados do WordPress, o Yoast SEO.

A instalação é bem simples, como de costume, basta que você siga até o seu painel de plug-ins, buscar o “News SEO” e selecionar a opção “Instalar”.

Tudo certo, seu plug-in foi instalado, agora chegou o momento de configurá-lo adequadamente.

O primeiro passo é selecionar a caixa com a opção: “Enable XML News Sitemaps Functionality”.

Feito isso, você terá habilitado o seu Sitemaps.xml para Google News.

Agora, faça o teste do arquivo gerado. Para tal, basta acessar o seu site, colocando a terminação “/sitemap_index.xml”. Se deu tudo certo, aparecerá uma página com os códigos do sitemap, aquele, parecido com o exemplo do Google. Lembra?

Pronto! Agora você já está habilitado para escrever matérias que podem aparecer no Google News.

Só que para isso acontecer, você precisa criar e editar o seu conteúdo, o habilitando especificamente.

Vamos ver como fazer? Vem!

Acionando a Aba Google News

Para que as suas matérias apareçam no Google News, você precisará habilitá-la no menu do plug-in.

É tudo muito simples, na hora que você abrir no WordPress, um novo post, a opção aparecerá, ela estará descrita como “Google News”.

Vá até a aba e selecione a caixa “Include in News Sitemap”, neste momento, você estará incluindo o conteúdo em questão ao sitemap específico do Google News.

Além disso, você poderá acrescentar dados interessantes à sua notícia, como o tipo de matéria, o link da fonte das informações, entre outras.

Depois da publicação pronta e habilitada para o Google News, basta que você envie a atualização do seu sitemap ao Google.

 

Pronto! Agora é colocar a mão na massa. Esperamos ter lhe ajudado. Ficou com alguma dúvida? Escreva para nós!

Até a próxima.

Lookalike do Facebook Ads – O Que É e Como Funciona?

O Facebook é a maior rede social do mundo e não é por acaso. Apesar de ser um grande monstro em relacionamentos online, a sua face como ferramenta de marketing vem se destacando cada vez mais.

Você já deve ter visto, inclusive, aqui no Mestre do Adwords, diversas atualizações e melhorias em suas plataformas. Certo?

Além do próprio Facebook, seu recente produto, Instagram, também está passando por melhorias em meio a um embate com seu arquirrival, o Snapchat.

Todo esse movimento também não parece ser à toa, uma vez que o Facebook Ads vem ganhando espaço, tornando-se líder em faturamento quando o assunto é publicidade.

Com mais de 1 bilhão de contas ativas, isso não é lá, tão novidade. Não é mesmo?

É claro que a junção das duas vertentes, rede social com marketing digital, não poderia trazer um resultado diferente.

Só que parece que o Facebook está muito interessado em continuar crescendo, as pistas disso ficam claras quando constantemente vemos novas funções, serviços e recursos em sua plataforma de marketing.

Uma outra prova desse interesse é estarmos aqui hoje. Sim, o Mestre do Adwords fez esse conteúdo para contar para você mais uma “novidade” do Facebook Ads, o Lookalike.

Apesar de não ser algo tão novo, muita gente ainda não sabe do que se trata, nem como funciona e, muito menos, como utilizá-lo em prol de seus negócios.

A nossa proposta é, justamente, sessar essas dúvidas de uma vez por todas.

De antemão, podemos dizer que o Lookalike surgiu de atualizações de recursos do Custom Audiences, mais conhecida como Audiência Personalizada, que nasceu por volta de 2015.

Esse recurso, mais uma vez, reforça a ideia de que o Facebook Ads está preocupado em se tornar cada vez mais eficaz e, consequentemente, trazer resultados positivos aos negócios que anunciam por meio dele.

Quer entender tudo? Então embarca com a gente nessa!

 

Lookalike-Headline-Image

 

Afinal, o que é Lookalike do Facebook Ads?

O Lookalike Audiences do Facebook Ads também é bastante conhecido por “Público Semelhante”.

Trata-se de uma função que se localiza dentro da seção Custom Audiences na ferramenta de anúncios da plataforma.

O objetivo dessa função é muito clara, melhorar o direcionamento das suas campanhas de marketing.

É como se fosse uma espécie de configuração de segmentação do Facebook Ads, onde você tem a possibilidade de localizar usuários que tenham características e interesses parecidos aos integrantes do seu público alvo que já estão conectados com você.

O Facebook Ads por meio do Lookalike avaliará a audiência que você já conquistou, seja porque já curtiu sua página, já comprou de você, e buscará pessoas que seguem um perfil parecido, baseado em interesses, que serão avaliadas através de páginas curtidas, produtos consumidos, sites que já acessaram, interação com outras marcas dentro do Facebook, entre outros meios.

Ou seja, você terá mais chances de ter campanhas efetivas, pois estará direcionando-as para um público muito semelhante ao que já consumiu da sua marca.

 

Lookalike-do-Facebook-Ads

 

Como Funciona o Lookalike do Facebook Ads na Prática?

Depois de saber do que se trata o Lookalike, você já deve ter noção de como ele funciona mais ou menos, não é?

Bem, para ficar tudo ainda mais claro, o Lookalike funciona como um reforço da configuração de segmentação da Audiência Personalizada.

O Facebook Ads usa a base da Audiência Personalizada para construir uma lista com usuários que apresentam interesses similares aos de seus clientes.

Para conseguir utilizá-lo com máximo desempenho é muito simples, basta que você insira dados de seu público alvo dentro do menu Custom Audiences.

Esses dados podem ser extraídos facilmente de um estudo de público alvo, da sua página no Facebook através da ferramenta de análise, de uma Landing Page, do Analytics, entre outros.

Uma vez preenchida as informações, basta que você peça que o Facebook Ads comece a busca por usuários que possui características parecidas com o perfil do seu cliente.

O interessante é que você pode pegar a base de dados do abandono de carrinhos do seu e-commerce, para fazer mais uma tentativa de venda, já que esse público já demonstrou interesse na aquisição do item.

É importante que você saiba que na hora de programar o Lookalike para que ele te entregue a lista de possíveis clientes, você só poderá escolher um país por vez.

Há diversas maneiras de atrair bons resultados por meio do Lookalike. A seguir, iremos lhe mostrar as principais vantagens desse recurso.

 

Lookalike Facebook Ads

 

Quais as Vantagens da Utilização do Lookalike do Facebook Ads?

São diversos os benefícios para quem utiliza a função Lookalike do Facebook Ads em suas campanhas de marketing.

Ao longo desse conteúdo, foi possível perceber alguns deles muito claramente, mas resolvemos elencá-los aqui para não gerar dúvidas.

Como vimos desde o início, o Facebook vem investindo pesado em melhorias. Com a apresentação da Custom Audiences, os anunciantes receberam a oportunidade de atingir o seu público alvo de maneira mais assertiva.

Já o Lookalike chegou para reforçar essa possibilidade, tornando ainda mais real a chance de converter, pelo fato de estar anunciando para o público que, realmente, se interessa pelo item ofertado.

É a segmentação, dentro da segmentação! Fantástico, não?

O plusdo novo recurso é que com o tempo ele pode ficar melhor, pois quanto mais a base de dados do Custom Audiences for alimentada, mais pessoas com forte tendência de se tornar suas clientes podem ser encontradas, além é claro, dessa lista ser mais exata.

Resumindo, poderíamos dizer que a principal vantagem do recurso é o fato dele aumentar as suas possibilidades de conversão, uma vez que você estará direcionando as suas campanhas para um público alvo mais segmentado.

 

É isso, agora chegou a hora de você aplicar o Lookalike em suas campanhas e ver os resultados! Esperamos que esse conteúdo tenha sido de grande valia para você.

Ficou com alguma dúvida? Então deixe sua pergunta no espaço destinado aos comentários abaixo ou venha conversar com a gente através das redes sociais do Mestre do Adwords.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

7 Livros Para Dominar as Técnicas de SEO de Uma Vez Por Todas

As técnicas de SEO são extremamente importantes dentro do mundo digital, mas infelizmente, nem todos o conhecem e, muito menos, sabem como aproveitá-las para elevar os seus negócios à outros patamares.

Basicamente, hoje, o principal canal de pesquisa e obtenção de informações na internet são os buscadores, sendo o Google, o líder entre os existentes, com mais de 97% de todo o volume de buscas da rede online.

Fato é que são os buscadores o meio de interligação entre as dúvidas dos usuários e os conteúdos relevantes à elas.

Com uma base de dados incrivelmente completa, é possível perguntar ao Google, qualquer coisa e, claro, obter respostas interessantes e esclarecedoras dos mais variados assuntos, desde uma receita até como fazer um experiência científica.

Tudo é muito interessante, mas você já se perguntou como isso é possível?

Bem, podemos dizer que a culpa é toda do SEO. Na verdade, essas técnicas são basicamente uma espécie de otimização para os “robôs” dos buscadores, que “leem” os conteúdos e os classificam como relevantes ou não para determinada busca.

Essa análise é feita por meio de várias “regras”, mas de maneira bem superficial, poderíamos dizer que quem comanda o SEO e as análises são as palavras-chave.

Se você conhece um pouco sobre o esse universo, sabe que os blogs que trabalham conteúdos para a busca orgânica, precisam muito das técnicas de SEO, pois são elas que torna possível que o tráfego chegue aos materiais.

As técnicas de SEO também é um dos fatores de ranqueamento na busca orgânica do Google, por exemplo.

Você deve estar louco para perguntar:

  • Afinal, o que é SEO?

Resumidamente, o SEO é definido como um conjunto de técnicas que permitem que o seu site, blog, conteúdos, sejam “encontrados” pelos buscadores, que os analisam, classificam e ranqueiam, a partir da contextualização de palavras-chave.

Sem exageros, poderíamos falar sobre técnicas de SEO por horas e mais horas, sem o assunto cessar ou ficar repetitivo.

Por isso, nós, do Mestre do Adwords, criamos esse conteúdo, o intuito é ajudar você que se interessa pelo assunto e gostaria de se aprofundar mais em suas composições e definições.

Veja a seguir, 7 livros pra dominar as técnicas de SEO de uma vez por todas.

 

tecnicas-de-seo-10

 

#1 – Guerreiro SEO – Técnicas Essenciais para Aumentar a Visibilidade na Web

Uma obra de John I. Jerkovic, Guerreiro SEO – Técnicas Essenciais para Aumentar a Visibilidade na Web é essencial para você que deseja entender mais das técnicas que fazem simples visitantes se tornarem fãs ativos.

O autor ainda mostra aos interessados como é possível deixar conteúdos mais amigáveis aos buscadores, a partir de técnicas básicas de SEO e do entendimento da importância das palavras-chave dentro dessa estratégia.

Além disso, no livro Guerreiro SEO, você aprenderá a como lidar com as emboscadas escondidas dos buscadores, técnicas de marketing, incluindo, o Google Adwords, redes sociais e outras que te ajudarão a tornar seu site/blog mais visível aos olhos da internet.

#2 – SEM e SEO – Dominando o Marketing de Busca

De Martha Gabriel, um nome bastante conceituado no marketing digital, o livro SEM e SEO – Dominando o Marketing de Busca é muito interessante, principalmente, para quem está iniciando nesse universo.

Proporcionando um entendimento simplificado, justamente pela sua abordagem limpa e muito didática, os leitores dessa obra aprenderá que a tecnologia e o marketing nasceram para trabalhar juntos e integrados.

Além disso, Martha Gabriel também mostra metodologias, táticas e considerações para sites/blogs que se direcionam aos buscadores.

 

Técnicas-de-SEO

 

#3 – A Cauda Longa – A Nova Dinâmica de Marketing e Vendas

Um Best-Seller internacional, o livro A Cauda Longa – A Nova Dinâmica de Marketing e Vendas: Como Lucrar com a Fragmentação dos Mercados, de Chris Anderson, o editor chefe da revista “Wired, é simplesmente incrível.

Nele, você terá contato com o conceito mais utilizado e aplicado quando trata-se de técnicas de SEO.

Além disso, você entenderá melhor sobre o mercado dos produtos de nicho e as receitas geradas por eles.

Essa obra, sobretudo, te convida a enxergar mais profundamente o movimento que deu origem à grande revolução da internet e suas incríveis oportunidades.

#4 – A Arte de SEO – Dominando a Otimização dos Mecanismos de Busca

Bastante conhecido, A Arte de SEO – Dominando a Otimização dos Mecanismos de Busca dos escritores Eric Enge e Stephan Spencer, convida o leitor a estudar sobre SEO, além de ensinar a como projetar as técnicas.

Os autores mostram que de nada adianta ter um site que oferece uma excelente experiência de navegação, se ele não pode ser encontrado por ninguém.

Com base nisso, eles aconselham: Para ter sucesso na internet, é imprescindível realizar a otimização de seu site, pois sem ela você não conquista nenhuma visibilidade, o tornando invisível, como se nem, ao menos, existisse.

#5 – The ABC of SEO

Por David George, o livro The ABC of SEO é uma das bíblias sobre o assunto e, por isso, indicado para todos que desejam entender o abecedário das técnicas de otimização para buscadores.

Ao ler esse livro, você terá a oportunidade de aprender do mais simples ao mais complexo, desde o cálculo de PageRank, até técnicas ocultas do SEO.

 

SEO

 

#6 – SEO for Bloggers

Se você pretende aplicar as técnicas de SEO, especificamente em Blogs, então você deve ler o livro SEO For Bloggers, do escritor Adams, R. L., imprescindivelmente.

Nele, você aprenderá de modo mais específico, como as técnicas de SEO se aplicam aos blogs e como elas impactam o ranqueamento do Google.

#7 – Social Media Mastery – A Daily Actions Guide

Best-Seller da Amazon, o livro Social Media Mastery, de Tara Ross, é uma das grandes referências quando o assunto são as técnicas de SEO.

Nesta obra, você será convidado à conhecer os segredos das redes sociais mais famosas, como o Piterest.

Será a partir desses segredos que você aprenderá a pensar e estabelecer estratégias de SEO para redes sociais, integrando perfis e utilizando também a otimização de blogs.

Pronto! Agora chegou o momento de você escolher os seus livros preferidos e começar a mergulhar no universo das técnicas de SEO.

Esperamos ter lhe ajudado!

Até a próxima.

4 Dicas Para Melhorar o Faturamento do Seu Negócio

Melhorar o faturamento do seu negócio. Este, muito provavelmente, é um dos objetivos principais que você traçou em seu planejamento para este ano. Certo?

Certamente, a maioria dos negócios estão buscando atingir essa meta com louvor, mas infelizmente ainda não existe uma fórmula mágica que pode ser aplicada para garantir o resultado almejado.

É preciso muito trabalho árduo, dedicação e, sobretudo, aplicar as técnicas corretas que lhe proporcionem a possibilidade de melhorar o faturamento do seu negócio.

Acreditamos que a maioria dos negócios podem conseguir chegar a esse objetivo, principalmente, depois de terem passado pelo estado inicial de estabilização e adaptação ao seu mercado de atuação.

 

Dicas-Para-Melhorar-o-Faturamento-do-Seu-Negócio

 

É claro, melhorar o faturamento do seu negócio não é algo tão simples, afinal, estamos falando do setor financeiro, que pode ser prejudicado, se algum passo em falso for dado.

Sem contar a qualidade do seu serviço, o controle organizacional e outras bases extremamente importantes para que você mantenha as portas abertas.

É exatamente, por isso, que nós, do Mestre do Adwords, estamos aqui hoje. Nosso intuito é lhe ajudar a não cair em armadilhas na hora de conquistar o tão sonhado crescimento financeiro.

Vem com a gente, pois temos 4 dicas incríveis que podem te ajudar a melhorar o faturamento do seu negócio, sem arriscar o que já conquistou.

Afinal, como eu faço para melhorar o faturamento do meu negócio?

Bem, antes de irmos diretamente às dicas, é importante que você saiba que para melhorar o faturamento do seu negócio, é preciso conhecer perfeitamente as estruturas dele.

Isso quer dizer, como ele funciona, se ele realmente tem como se tornar escalável, sem prejudicar a qualidade do que você oferece, sem abalar as estruturas financeiras, organizacional e outras tão importantes.

Para isso, o que você precisa fazer é uma análise profunda e com ela um planejamento detalhado que lhe dê um direcionamento assertivo sobre quais ações são necessárias para alcançar uma lucratividade maior.

É óbvio, esse crescimento precisa ser saudável, não prejudicando nenhuma das outra áreas do seu negócio.

Achou muito complexo? Não se preocupe, as nossas dicas à seguir vão te ajudar a entender o que fazer e por qual caminho seguir.

Aproveite!

#1 – Estude Cada Peça que Compõe o Seu Negócio

Não tem como montar um planejamento seguro e com possibilidades de aumentar o seu faturamento, se você não conhece cada peça que compõe o seu negócio. Concorda?

Então, a primeira dica para alcançar o seu objetivo é: Estude seu negócio profundamente, cada setor, cada engrenagem.

Tenha muita atenção e colha o máximo de detalhes, principalmente, das operações que envolvem o setor financeiro.

Isso porque eles podem conter possibilidades de redução de custos, resultando no aumento de faturamento já de início.

Olhe tudo, contratos, parcerias, custos com fornecedores, equipe, plataformas, publicidade, e em cada um desses nichos, tente descobrir o que pode ser reduzido, sem que a saúde do seu negócio seja prejudicada ou a qualidade de seus produtos e serviços sejam diminuídas.

Muitas vezes, você está mantendo um custo desnecessário, pois já existem alternativas mais baratas e igualmente eficazes.

Daremos um exemplo disso na dica à seguir.

#2 – Invista em Marketing Digital

O marketing digital está em crescente e a pesquisas apontam para um cenário cada vez mais favorável nesse setor que não tem tendência de frear o crescimento.

Lembra do que dissemos acima? Atualmente, há alternativas mais baratas e igualmente eficazes para ações que antes eram soberanas.

Esse é o caso do marketing digital em relação ao marketing off-line. Apesar de poucos saberem, essa modalidade é uma das mais em conta que existe no setor.

Se você ainda não trabalha o marketing do seu negócio, saiba que este é o momento de começar então, pois sem essa ação, dificilmente seu faturamento irá melhorar.

O marketing digital permite que você atraia mais interessados, chegue ao conhecimento de mais pessoas, desperte o desejo, posicione uma marca adequadamente e, consequentemente, melhore seu volume de conversões.

 

Melhorar-o-Faturamento-do-Seu-Negócio

 

Você pode querer perguntar:

  • Porque o marketing digital e não o off-line?

Como acabamos de lhe dizer, no início desse tópico, esta modalidade de marketing não perde em nada em relação às outras, porém ela é muita mais barata financeiramente.

Só para que você tenha uma noção básica, o Google e o Facebook permitem que você crie anúncios e pague somente o valor que estiver disponível em seu orçamento.

E tem mais, você pode utilizar as redes sociais e outras plataformas, como blogs, para divulgar o seu negócio, de maneira gratuita.

#3 – Tenha o Detalhamento dos Seus Custos e Planeje

Um bom gestor é aquele que conhece todos os custos do seu negócio e está sempre trabalhando para que eles sejam otimizados, dando maior liberdade financeira e chances de crescimento à empresa.

Por isso, tenha o detalhamento dos seus custos e planeje os próximos períodos, minimizando os gastos e planejando investimentos mais proveitosos.

Não tem jeito, para melhorar o faturamento do seu negócio, você precisará colocar a “casa em ordem”, organizando os custos fixos, não tendo dívidas e sempre buscando otimizar as finanças.

 

dobra-faturamento

 

#4 – Estude o Comportamento do Seu Consumidor e do Seu Concorrente

Melhorar o faturamento do seu negócio está diretamente condicionado ao comportamento do seu consumidor, sabia?

Isso porque quanto mais eles consomem e se tornam satisfeitos com o seu negócio, mais o seu faturamento melhora.

Por isso, é muito importante que você estude o comportamento do seu consumidor. O intuito é entender quais são os produtos de maior interesse, os que menos te dão lucro, qual é o valor agregado que os itens de desejo oferecem, entre outras coisas que vão te ajudar a vender mais e melhor.

O concorrente também pode impactar nas suas possibilidades de melhora de faturamento, por isso, estude o seu mercado.

Verifique o que eles estão fazendo e a partir disso, descubra no que você pode se diferenciar, gerando um destaque ao seu negócio.

Com essas informações em mãos, será muito mais simples detectar quais são as áreas que precisam de melhorias e ações que podem melhorar a sua estratégia de conquista e fidelização de clientes.

 

Pronto, agora é colocar a mão na massa! Esperamos ter lhe ajudado. Em caso de dúvidas, escreva para nós.

Forte Abraço.

Mudanças na mídia paga que devem ocorrer em 2017

Ano passado o aumento de interesse em anunciar na mídia paga já era bastante alto. Apesar da gente por aqui, falar sobre isso há muito tempo, parece que muitas marcas e empresas só começaram a fazer esse tipo de investimento quando o bicho começou a pegar para valer.

Dados obtidos pelo site eMarketer, uma grande referência internacional sobre esse assunto, mostram que os anunciantes devem gastar mais de US$36 bilhões em investimento em redes sociais em 2017.

Isso já aponta um aumento de 20% em relação à 2016 e não pense que isso significa que essas marcas e empresas estão faturando mais e por conta disso irão aumentar seu investimento.

Na verdade, se elas pretendem continuar lucrando e com as suas vendas em alta, elas precisam fortificar seu investimento em mídia paga, senão a situação pode se complicar bastante.

É só imaginar que quem antes estava ligada na programação da televisão, hoje consome seu tempo navegando pela internet e interagindo nas redes sociais. Essa pessoas, por alto, devem ser 2 bilhões de usuários ao redor do mundo.

É ou não é uma quantidade surreal de gente conectada?

Exatamente por isso, o blog do Mestre do Adwords enxerga algumas mudanças na mídia paga para esse ano que só está começando, então gostaríamos de deixar esse aviso para vocês.

Preste bastante atenção!

 

devo-investir-em-midia-paga

 

1º Grande mudança – Uso de aplicativos de mensagem

Você pode até achar que essa utilização de aplicativos para comunicação é algo que de novidade não tem nada, não é mesmo?

É verdade que a utilização de apps já é constante há muito tempo, no entanto o que espera-se é que em 2017 tudo fique muito mais acentuado. Isso porque, diversas marcas já fizeram parcerias entre si para que seja possível comunicar-se e realizar vendas através dessa mesma plataforma.

O Facebook Messenger foi um dos primeiros a começar essa nova modalidade de prestação de serviço. Em uma parceria fechada entre a empresa, o Uber e a 1-800-FLOWERS, já permite que o usuário compre diretamente do aplicativo e receba em sua casa.

Através da utilização de chatbots, basta que o interessado comece a conversar que todo o sistema estará pronto para atendê-lo, sem qualquer necessidade de que ele precise ser redirecionado para outro site ou então que algum tipo de contato telefônico seja feito, afinal, tudo acontece dentro da própria plataforma.

Já até falamos de chatbots por aqui, que é o novo tipo de inteligência artificial que está começando a ser testado há pouco mais de um ano. Obviamente, não tira o espaço de um profissional especializado em mídia social, porém com um bom script e um entendimento do público, é possível que você consiga fazer o primeiro atendimento ali mesmo.

 

investir-em-mídia-paga

 

2º Grande mudança – Interatividade em tempo real

Podemos afirmar que a tendência de utilização de vídeos anda ocupando espaço na lista há bem mais de 5 anos, no entanto parece que eles caíram de vez na graça do público e a marca que não faz questão de utilizar essa ação em sua estratégia de publicidade, pode acabar perdendo bastante espaço, viu?

Só que saiba que os vídeos em si já não são grandes novidades e tá aí a grande mudança para 2017.

O usuário hoje não se contenta mais com vídeos gravados e editados, ele quer estar perto da marca ou do artista em tempo real, participando ativamente de todas as suas atividades e é exatamente por isso que as transmissões ao vivo irão ganhar espaço especial a partir desse ano.

Facebook, Instagram, Snapchat, Twitter e Periscope já possuem ferramentas para que esse engajamento ocorra de forma bastante assertiva.

A única coisa que ainda falta é que você não pode patrocinar um vídeo em uma transmissão ao vivo, ainda. Tem que conquistar espaço através do orgânico, o que diminuiu consideravelmente a audiência de quem está assistindo, mas acreditamos que isso deve mudar muito em breve.

Recentemente, o Twitter já começou alguns testes de transmissões patrocinadas através do Periscope. Foi um evento de tênis onde acontecia o torneio de U.S.

 

Mudanças-na-mídia-paga

 

3º Grande mudança – Incentivo a conversão dentro da rede social

Há pouco tempo, o usuário entrava nas redes sociais, porém não tinha qualquer pretensão de compra, afinal para realmente finalizar a conversão era preciso que ele saísse da rede e fosse redirecionado para o site da marca/empresa, não é mesmo?

A partir de agora, esse cenário vai mudar e com o botão de compra dentro da rede social, tudo ficará mais simples de ser executado.

A plataforma do Pinterest, por exemplo, é utilizada por 93% dos usuários antes de concluírem as suas compras. Isso mostra que o botão de compra que já é utilizado dentro da rede, mudou completamente a experiência do usuário, que hoje pode clicar e finalizar o seu pedido sem precisar sair de dentro da plataforma.

O Facebook já deixa um pouco à desejar quanto à isso, apesar de testar o botão de “comprar agora” desde 2014, nunca foi tão assertivamente elaborada essa função.

Inclusive, recentemente ele apresentou novas regras para a utilização de links que levam o usuário a página de venda de produtos e serviços. Vale até dar uma conferida sobre o que está rolando. (Prometemos falar disso em breve por aqui!)

O que podemos concluir é que os botões de compra dentro da rede social ainda está longe de apresentar um cenário seguro para o usuário, visto que muitos não compram por julgarem que o local não é totalmente confiável para inserir seus dados pessoais.

Acreditamos que isso deve mudar daqui para frente, principalmente, se os recursos forem aperfeiçoados e permitirem que marcas possam testar diferentes formatos.

 

E você, o que acha que vem de novo por aí em relação a mídia paga?

Ou o que você desejaria que mudasse para que a utilização dessa estratégia pudesse melhorar?

Nós queremos ouvir você, sua opinião e seus comentários sobre esse assunto, então use o espaço abaixo como um canal de discussão.

Esperamos a sua opinião.

Até mais!

Vender pela Internet – 5 Dicas Para Começar Certo

Há pouco tempo, muita gente não conseguia entender como era possível vender pela internet.

Muitas perguntas surgiam com a mesma temática, mas hoje esse assunto se tornou mais disseminado, mostrando à quem se interessar, diversas formas de realizar a ação.

O problema é que as pessoas, de maneira geral, vêm mudando sua maneira de consumir.

Impulsionadas pela crise que é abordada quase o tempo todo, em jornais, revistas, programas de TV e até mesmo na internet, a compra de um item é uma ação muito mais consciente.

Além disso, o marketing antigo vem sendo deixado de lado, isso porque os consumidores não aceitam mais adquirir coisas feitas de maneira massiva, eles desejam itens feitos especialmente à eles, que resolva seus problemas em particular e aparentam ser soluções personalizadas à eles.

Por conta desse cenário, vender pela internet não é tão simples como parece, apesar de ser totalmente possível.

Se você analisar, mesmo que superficialmente, esse universo, perceberá que os consumidores buscam se conectar com marcas, se informar sobre os itens de interesse, tirar dúvidas, antes de decidirem se vão comprar ou não.

Sabendo dessas questões, nós, do Mestre do Adwords, queremos te ajudar a vender pela internet a partir de 5 dicas que farão você começar certo, ou seja, com o pé direito.

Vem com a gente, pois já vamos começar!

 

vender-pela-internet

 

#1 – Para Vender pela Internet, Não Foque em Vender

Parece estranho dizer que para vender pela internet, você não pode focar em vender, não é?

Bem, isso é imprescindível porque as pessoas não gostam mais da abordagem ostensiva que era utilizada no marketing “tradicional”.

Pense no quanto é chato receber milhares de ofertas diariamente em seu e-mail, sem nem estar interessado…

Como dissemos acima, os consumidores buscam por conexões, valor, antes de resolverem se vão comprar algo ou não.

Se você chegar em seu público alvo oferecendo um item qualquer, sem antes estabelecer uma conexão com eles, um relacionamento, você estará os incomodando.

Por isso, para vender pela internet, você não pode focar nas vendas em primeiro lugar, o primeiro passo rumo ao caminho certo é estabelecer conexões, relacionamento, entender seu público.

#2 – Estude Seu Público Alvo

Não basta ter excelentes produtos em mãos, se você não sabe exatamente para quem eles podem ser oferecidos.

Concorda que um produto de qualidade oferecido para a pessoa que não se interessa por ele, não resulta em vendas?

A premissa para conseguir boas vendas é bastante simples: Entender quais são os benefícios do produto e quais soluções ele apresenta.

A partir disso, você precisa saber qual público apresenta os problemas que podem ser resolvidos pela solução que você tem em mãos.

Para conseguir essas informações, um estudo de público alvo se faz necessário.

Com ele, você conhecerá mais profundamente seus potenciais consumidores, como eles se comportam, suas principais, dores, idade, gênero, localização, entre outras coisas que facilitará o processo de conexão e, consequentemente, vendas.

 

o-que-vender-na-internet

 

#3 – Saiba por onde vender

Não adianta você focar em anunciar no Facebook, se todos os seus clientes estão no Linkedin, concorda?

Atualmente, a internet tem muitas opções de plataformas que permitem que você realize vendas.

São sites, e-commerces, redes sociais, anúncios do Google, entre outros. Há quem acredite que para conseguir vender mais e mais, basta estar em todos esses canais, pois quanto mais lugares a marca estiver presente, maiores as chances das pessoas se interessarem, mas esse é um erro tremendo.

Não adianta sair atirando para todos os lados. Infelizmente, por mais que a sua oferta seja magnífica, nem todo mundo vai consumir o que você tem a oferecer.

Não! A culpa não é sua e nem do seu produto, isso é uma lei natural e que aborda à todos os negócios, produtos e serviços: As pessoas tem perfil de consumo diferente.

Então, enquanto você pode amar a Coca-Cola, outros detestam, pois preferem a Pepsi.

Por isso, você precisa consultar seu estudo de público alvo para identificar os melhores canais para vender. Eles serão aqueles em que os seus potenciais consumidores estiverem mais presentes e ativos.

#4 – Entregue Valor

Quando uma marca tem bom relacionamento com seu público, as vendas são concretizadas mais facilmente.

Você pode estar se perguntando:

  • Como posso ter um bom relacionamento com meu público?”.

A resposta é bem simples: Entregue valor, muito valor ao seu alvo!

Quando falamos em valor, não estamos nos referindo à dinheiro, nem nada relacionado ao setor financeiro.

O valor ao qual nos referimos tem a ver com a experiência do seu potencial consumidor, do que ele ganha de maneira agregada ao ser seu cliente.

Esse valor é aquele que não pode ser comprado e nem adquirido em outro lugar, entende?

Uma das melhores formas de entregar valor é gerando conteúdo relevante ao seu público, de maneira gratuita.

Por isso, busque sempre oferecer algo que engrandeça a experiência do seu alvo, tratando de assuntos do interesse dele, que os ajude a encontrar alternativas para solucionar suas dores.

Mais uma vez, o estudo de público alvo irá lhe ajudar muito.

 

como-vender-pela-internet

 

#5 – Venda de forma personalizada

Não é à toa que o Inbound Marketing está tão em alta. Isso porque ele traduz exatamente em ações de marketing, o comportamento que os consumidores esperam das marcas.

Isso quer dizer, ações de marketing personalizadas, que focam na necessidade do cliente em especial, buscando ajudá-lo, em uma espécie de parceria, a encontrar as melhores soluções.

O marketing mudou, hoje o foco é o cliente, não mais as promoções e os diferenciais da marca, do quanto ela é grande, conceituada e tudo mais.

Por isso, foque na venda de forma personalizada, escute seu potencial cliente, conheça suas necessidades, se relacione com ele, o ajude verdadeiramente a enxergar as melhores opções e, desse modo, ofereça o item que pode ser a solução que ele tanto procurava.

 

É isso! Esperamos ter lhe ajudado quanto ao assunto. Ficou com dúvidas? Então deixe sua pergunta nos comentários abaixo ou venha conversar com a gente pelas redes sociais do Mestre do Adwords.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

11 erros que acabam com sua startup

Ter uma startup é o sonho de muitos empreendedores que estão começando. Imagina, lançar uma ideia revolucionaria que tem o poder de impactar a vida de milhares de pessoas, ajudando-as de uma forma que nem elas mesmas podiam imaginar.

Seria incrível, não é mesmo?

Se você está com uma ideia dessas na cabeça, saiba que muito além de uma boa ideia, é preciso de um plano de negócio, um plano de ação e muita energia, talvez também seja necessário um pouco de dinheiro para começar a dar realidade ao seu sonho.

Muitas startup morrem muito antes de emplacarem seus produtos e serviços no mercado, porém diferente do que muitos pensam, o que faz uma grande ideia não ir para frente, normalmente, não é a falta de dinheiro e, sim, erros recorrentes que acabam por enfraquecer o negócio.

A gente, aqui do Mestre do Adwords, quer te ajudar a evoluir, cada vez mais, tornando-se uma referência de mercado, sendo assim, iremos te contar quais são os 11 erros que acabam com a sua startup.

Preparados?

 

erros-que-acabam-com-sua-startup

 

#Erro 1 – Ser o único tomador de decisões

Você já não ouviu aquele ditado em que 2 cabeças pensam melhor do que uma só? Pois então, quando você é o único responsável pela tomada de decisão de sua empresa, você acaba não ouvindo outras opções e isso pode te levar ao fracasso.

Se for possível, tenha pessoas de confiança, um sócio ou até mesmo alguém que possa te dar um outro panorama da situação.

 

#Erro 2 – Escolher nichos de pouco interesse

Antes de montar uma startup, você precisa estudar bem o seu nicho de mercado, senão investirá tempo e dinheiro em algo que não irá evoluir da forma que deseja.

Faça uma pesquisa de interesse e se perceber que não há chances de evoluir, pois o público tem pouco interesse, é melhor nem iniciar ou pensar em alterativas que lhe ajudem a reverter isso.

 

startup

 

#Erro 3 – Trabalhar sem paixão

Nem sempre o investimento em dinheiro é o que fará a sua startup deslanchar, por vezes, você terá que utilizar muito mais a paixão pelo seu segmento, do que o apoio financeiro, afinal nos primeiros meses ele não costuma ocorrer.

Se desde o começo você está fixo em lucros, questões financeiros e o quanto irá ganhar, certamente as chances de dar errado são muito mais altas. Procure sempre trabalhar por paixão.

 

#Erro 4 – Brigas entre o time

Se você está tendo problemas com relação à brigas dentro do seu time, você precisa avaliar o que está ocorrendo.

Será que alguém está se sentindo pouco produtivo? Será que não está havendo espaço para todos mostrarem seus dons?

Essa briga interna enfraquece a equipe e faz com que a evolução torne-se difícil. Corte isso da raiz.

 

erros-startup

 

#Erro 5 – Copiar ideias

A palavra startup já remete diretamente à questões de inovações, não é mesmo? Então, se você quer criar uma e copiar uma ideia já existente, saiba que as chances de sucesso tornam-se muitos pequenas.

Quando o mercado olha para o seu negócio, ele precisa enxergar algo inédito, nunca visto antes. Você pode até se inspirar em algum case que ache legal, mas copiar, NUNCA!

 

#Erro 6 – Escolher profissionais inadequados

A escolha do time é fundamental para o crescimento de uma startup, isso porque, ninguém chega muito longe sozinho e em alguma momento, você vai precisar de pessoas para te ajudar.

No momento dessa escolha, opte por profissionais qualificados que dominem a área que vão atuar. Sabemos que há sempre uma grande influência em contratar familiares, mas deixe um pouco o coração de lado e avalie se é a melhor alterativa naquele momento.

 

#Erro 7 – Perder o tempo do lançamento

Por mais que a gente prepare o lançamento do nosso produto ou serviço por longos anos, acredite, ele nunca estará 100% pronto. Isso acontece porque queremos perfeição, mas em um primeiro momento é quase impossível obtê-lo.

Adiar o lançamento vai te prejudicar ainda mais, pois será o seu público que te ajudará a lapidar e chegar em versões melhoradas.

 

#Erro 8 – Não ter o investimento necessário

E quando falamos em investimento é também sobre dinheiro, mas junto com ele vem mão de obra, energia, matéria-prima e tudo o que será necessário para emplacar sua startup inicialmente.

Um planejamento prévio é fundamental para que seja possível identificar quais são as principais área de interesse e, dessa forma, saber o que é necessário utilizar em cada uma delas.

 

#Erro 9 – Não assumir a responsabilidade

Um empreendedor precisa assumir a responsabilidade de seu negócio, sendo assim, ficar imparcial não irá te levar a lugar algum, você precisa colocar a mão na massa e puxar a responsabilidade de fazer dar certo, entende?

Às vezes, você terá que falar mais grosso, terá que tomar decisões difíceis e até mesmo dizer alguns nãos, isso é fundamental para a saúde do seu negócio e vai te ajudar a amadurecer como empreendedor.

 

#Erro 10 – Não valorizar seu cliente

É o seu cliente que te levará longe, então é somente ele que deve estar no seu foco no momento de pensar em agradar alguém.

Não é o seu sócio que deve estar satisfeito, muito menos os seus investidores, o que você precisa é focar na satisfação do seu cliente final, eles sim têm o poder de decisão de gastar o dinheiro deles em sua marca ou na do seu concorrente, entende?

 

#Erro 11 – Não aproveitar as oportunidades de crescimento

Vão existir momentos em que você terá dois caminhos a seguir:

  • O que te levará a avançar e esse pode ser mais difícil.
  • Ou o que te manterá no mesmo nível.

Nesse momento, você deve validar e aproveitar cada oportunidade, senão você será sempre pequeno, entende?

 

Curtiu as dicas?

E na sua opinião, quais são os erros capazes de acabar com qualquer startup? Conte para a gente, nós queremos te ouvir.

Até mais!

3 passos para criar anúncios no Facebook difíceis de ignorar

Criar anúncios no Facebook é uma das melhores estratégias da atualidade para quem deseja acelerar seus resultados e conquistar níveis cada vez mais altos em seus negócios.

São mais de 1 bilhão de usuários únicos em todo o mundo e, nós, brasileiros, somos um dos 3 países que mais utiliza a plataforma todos os dias e por diversas horas seguidas.

Só que se você trabalha constantemente com estratégias de Facebook deve saber que não é nada fácil impactar o seu público alvo, não é mesmo?

A rede está repleta de distrações, publicações, vídeos e possibilidades de interação fazendo com que muitos anúncios sejam, gigantescamente, ignorados e passem despercebidos.

Nós, aqui do Mestre do Adwords, queremos te ajudar a criar anúncios no Facebook difíceis de ignorar, então criamos alguns passos que você pode e deve seguir.

Quer saber quais são?

Fica com a gente até o final!

 

mulher-facebook

 

Por que meus anúncios são ignorados?

O primeiro passo para conseguir criar anúncios, realmente impactantes, é entender porque suas campanhas estão sendo ignoradas, mesmo estando anunciando para o exato público que tem interesse no que você tem a dizer.

  • Você já ouviu falar no termo banner blindness?

Ele já é bastante utilizado no marketing digital internacional e significa a cegueira de banner, no caso, o da publicidade.

Na verdade, não é que o usuário não esteja enxergando a sua publicidade, é que como ela se torna tão comum em sua visão, eles aprenderam que naquela área só haverá propagandas, então acabam desviando o olhar automaticamente, entende?

Em outros conteúdos sobre anúncios no Facebook, a gente até já falou sobre isso. A própria empresa aponta que os anúncios que utilizam a barra lateral de publicidade apresentam uma conversão muito menor do que os que são feitos diretamente na timeline.

Outro ponto: ninguém entra no Facebook com a intenção de comprar um produto ou serviço!

Isso é um fato. A rede social é usada para postar fotos, falar com os amigos, obter informações, criar relacionamento, porém jamais para comprar. Então, você precisa levar em consideração esses dois pontos quando começar a criar seus anúncios, ok?

Agora você já tem claro alguns motivos que fazem com que os seus anúncios, simplesmente, não tenham resultados.

Chegou o momento de te ensinar os 3 passos para construir anúncios que são impossíveis de serem ignorados.

Vamos lá?

 

criar-anúncios-no-Facebook

 

1º Passo – Utilize situações e pessoas reais

A conexão que uma marca precisa fazer com seu público no Facebook é muito pessoal. Como dissemos, ninguém entra na rede social com a intensão de comprar, no entanto, se algo a influenciar, certamente ela fará a conversão.

Então, nesse primeiro passo indicamos que você sempre use imagens de pessoas, produtos ou situações reais.

Você acha que os vídeos tem uma conversão alta dentro da plataforma por qual motivo?

Os vídeos conectam e são capazes de transmitir a mensagem de uma forma leve, mas ao mesmo tempo bastante pessoal da situação abordada.

Se for possível, deixe o banco de imagens um pouco de lado e parta para a utilização de imagens autorais, pode ser do seu produto ou do seu time. O importante é que demostre tudo o que for verdadeiro.

Aí você pode estar com a dúvida:

  • Usar banco de imagens é ruim?

Na verdade, não e, até mesmo, é super indicado em assuntos ligados ao direito de imagem, afinal nesses locais há uma isenção dessa questão. No entanto, quando falamos de anúncios, você pode acabar escolhendo para utilização uma imagem que já está muito batida, pois já foi utilizada por outras marcas em outras campanhas e, com isso, prejudicar o andamento de sua estratégia, entende?

Então, lembre-se, o primeiro passo é sempre tornar o mais realista possível seu anúncio.

 

criar-anúncios-no-Facebook-difíceis-de-ignorar

 

2º Passo – Cores contrastantes

Você bem sabe que a predominância de cor do Facebook é o azul e o branco, correto?

Bom, se você escolher para utilizar em seus anúncios exatamente essas cores, concorda que seu material irá ficar “morto” na página? Ou seja, não irá se destacar.

Na hora de escolher as cores, procure sempre utilizar cores quentes, que se destaquem na página, ou então, use um foco de luz em cima da pessoa ou produto, isso fará com que a imagem do anúncio salte aos olhos.

Você deve saber que o jogo de iluminação é algo fundamental para a qualidade de imagem. Fotografar é uma arte, porém se você souber o mínimo em relação a posicionamento e iluminação, seja ela natural ou artificial, já conseguirá obter excelentes resultados.

Se você não se sente seguro o suficiente para fazer a edição dessas imagens, contrate um profissional especializado no assunto e que possa te auxiliar, pois acredite, uma imagem bem trabalhada é capaz de resolver e muito essa questão de chamar a atenção de seu público no Facebook.

 

3º Passo – Texto do anúncio

Por fim, mas não menos importante, o conteúdo em texto do anúncio é muito relavante para que o resultado seja obtido da melhor forma possível.

Você sabe que o Facebook tem uma regra bem rígida quanto à isso, não é mesmo? 80% de imagem e apenas 20% de conteúdo, logo a mensagem precisa ser transmitida de forma clara, simples e bastante objetiva, senão o seu anúncio é reprovado.

Na própria imagem você pode utilizar algum tipo de mensagem simples, apenas para exemplificar o objetivo de você estar anunciando ali.

 

Pronto, esses 3 passos já vão te ajudar a criar anúncios mais impactantes e praticamente impossíveis de serem ignorados.

O aconselhável é que você faça alguns testes antes de seguir com um volume alto, assim você consegue obter melhores direcionamentos da estratégia que está executando.

Se você tem alguma dúvida ou quer nos perguntar algo relacionado aos anúncios do Facebook, aproveite o espaço para falar sobre o que você deseja.

Esperamos você.

Até breve!

 

Você sabe quais são os 2 grandes obstáculos que te impedem de vender?

Colocar uma meta de vendas no papel mensalmente é fácil, afinal cada um pode escrever o que imaginar, não é mesmo?

A questão toda é realmente definir uma meta e conseguir alcançá-la mensalmente, isso porque na imaginação tudo acontece, agora conseguir encontrar a estratégia perfeita que te faça vender todos os dias, aí sim é uma árdua tarefa.

Quando não conseguimos alcançar a meta que planejamos sempre ficamos nos perguntando se foi uma falha de comunicação com nosso público, ou se foi algum problema com nosso site, ou então se os nossos preços estão muito mais altos que os dos nossos concorrentes, não é mesmo?

Uma empresa ruim ou que forneça um serviço ruim, obviamente não vende, porém por vezes, as ações estão todas ok, campanhas rodando e tudo no jeito, mas mesmo assim as vendas não acontecem.

Você sabia que existem 2 grandes obstáculos que te impedem de vender todos os dias?

O Mestre do Adwords vai revelar para você quais são eles e como você fará para eliminá-los de suas estratégias.

Vamos?

 

obstáculos-que-te-impedem-de-vender

 

Obstáculo 1 – Será que eu, realmente, preciso desse produto/serviço?

Esse é um dos obstáculos que todos os modelos de negócio, sem qualquer exceção, precisam enfrentar, no entanto, quando falamos de produtos digitais, infoprodutos, cursos online e compras pela internet, parece que ele se torna uma barreira ainda mais alta.

Com a situação econômica do país, o consumidor tem pensado 2x antes de finalizar a ação de compra e acaba sempre se perguntando se existe a real necessidade da aquisição, afinal, ele coloca na balança todas as dívidas e compromissos financeiros dos quais ele já adquiriu.

O obstáculo da necessidade acontece dentro da cabeça do consumidor e não necessariamente na conta bancária, pois se uma pessoa se interessou em comprar algo, presume-se que ela tem verba para custear, concorda?

Se o consumidor tiver dentro da sua mente que aquilo que você vende é uma real necessidade, ele vai comprar de qualquer forma. Seja através de um parcelamento, seja pedindo dinheiro para familiares ou até mesmo fazendo um empréstimo bancário, pois ele já tem a certeza de que seu item de desejo é essencial.

  • Então, como convencer seu cliente de que o que você oferece é essencial?

Você precisará conhecer muito bem o seu público alvo para conseguir apresentar a causa do seu problema e, com isso, mentalmente fazer com que eles cheguem a solução, que nesse caso será o seu produto.

Vamos supor que você trabalhe vendendo shake de emagrecimento e suas vendas não estão ocorrendo da forma que gostaria:

Inicie sua estratégia criando autoridade e descrevendo o problema, no caso o ganho de peso.

Depois mostre que é possível sim emagrecer sem sofrer. Mostre que já tiveram clientes que perderam peso consumindo seu shake, substituindo em apenas 1 refeição e aguarde…

Lendo os depoimentos seu público irá pensar: “Caracas, se ele perdeu peso, vai funcionar comigo. Eu PRECISO comprar!”

Deu para entender? Mostre a causa, demostre autoridade e deixe que eles cheguem à conclusão por si só!

 

obstaculos

 

Obstáculo 2 – Depois eu compro!

Esse é um dos obstáculos que atrapalham mais de 40% das empresas brasileiras e acaba se tornando um dos mais difíceis de serem combatidos.

A questão de: quando chegar em casa eu compro, quando estiver no computador eu compro, amanhã eu compro e sempre ir deixando para depois, faz com que o seus lucros também fiquem para depois, entende?

É um hábito do ser humano deixar as coisas para depois, até que a real necessidade bata a porta e você tenha que comprar pra ontem.

Despertar o senso de urgência é fundamental para manter suas vendas sempre em alta, ou você acha que as grandes marcas de varejo fazem aquelas promoções com gatilhos mentais de urgência, à toa?

A Chevrolet, uma grande montadora de carro ainda vai além e usa de 2 gatilhos mentais para tentar aumentar suas vendas. Certamente, você já deve ter visto os seus comerciais.

Primeiramente, ela usa o gatilho mental da antecipação com a publicidade de: “Não compre carro amanhã”!

Essa é uma forma de antecipar ao consumidor uma informação. A marca quer mostrar que ela está sendo parceira e camarada, aconselhando a ninguém comprar carro naquele momento, pois ela está preparando algo nunca visto antes com descontos incríveis.

 

corrida-de-obstaculos

 

Se você já está procurando um carro novo para comprar e ouve uma ação dessas, por mais que você não queira dar ouvidos, a curiosidade vai falar mais alto, então o que que custa você esperar mais um dia e não comprar seu carro amanhã?

A promoção pode nem ser tão boa assim, os descontos podem nem ser tão chamativos, mas certamente você vai dar uma olhada nas ofertas. Então, quando chegar o dia ela vai te dizer: “Essas ofertas ficarão disponíveis APENAS hoje!”, fazendo com que desperte em você o senso de urgência.

Se você quer comprar, já viu que ali está sua melhor opção e que o prazo é de hoje, as chances de você efetuar a compra sem pensar duas vezes são gigantesca.

Nós, odiamos perder uma grande promoção ou uma boa oportunidade, então por mais que a gente não esteja precisando, se um item tiver com 50%, 70%, 90% de desconto, vamos comprar e deixar em casa, afinal uma hora vamos precisar.

Se você quer manter suas vendas sempre em alta, ultrapasse esse obstáculo e tenha um cronograma de ação para trabalhar esse tipo de promoção, porém faça dessas datas algo real, oferecendo sempre descontos exclusivos e vantagens impossíveis de serem recusadas.

Não coloque a sua autoridade à prova, senão na segunda ou terceira ação de vendas que fizer, seu público alvo nem te dará atenção, afinal, sabe que nada estará tão barato como anunciou.

Esse tipo de estratégia funciona muito bem para produtos digitais, teste e conte para a nós.

Ficou com alguma dúvida? Manda para nós que iremos adorar te responder.

Esperamos ter esclarecido tudo sobre o assunto proposto.

Até a próxima!

Por que você deve entregar conteúdo gratuito ao seu público?

Toda empresa, marca ou produto que deseja ter sucesso na internet deve entregar conteúdo gratuito para o seu público. Isso faz parte de uma estratégia de conversão de qualidade.

Muitos aqui vão pensar:

  • “Pô, preciso entregar conteúdo gratuito se pago para anunciar, pago para ter tráfego e, até mesmo, pago para que alguém produza o conteúdo da minha empresa?”

Calma, calma que sabemos muito bem de tudo isso! Mas fique tranquilo e pode confiar no que estamos falando, disponibilizar conteúdo gratuito te ajuda a vender e até mesmo a economizar.

Essa ideia de que toda e qualquer informação precisa ser vendida já é algo que não funciona tão bem como funcionava no passado, até porque a conversão só irá ocorrer quando você conseguir gerar valor, entende?

A dúvida acontece quando chega o momento de decidir qual tipo de conteúdo será pago e qual será gratuito, não é mesmo?

Então, hoje, o Mestre do Adwords começa te ensinando como resolver isso e, depois, vamos te mostrar alguns motivos que te fazem entregar conteúdo free para seu público.

Vem com a gente!

 

Por que você deve entregar conteúdo gratuito ao seu público

 

Como saber que tipo de conteúdo gratuito oferecer?

Quando você pensar em criar conteúdo que serão distribuídos gratuitamente, lembre-se sempre de responder 2 perguntas:

  1. O que fazer?
  2. Como fazer?

Sugerimos que em conteúdos que serão postados em blogs, sites e até mesmo redes sociais, você abra o jogo e conte sempre “o que fazer”, entregando as respostas e soluções. No entanto, deixe para ensinar, explicar o passo a passo e, como fazer, em materiais de venda, ok?

Por exemplo, em nosso caso, a gente sempre instrui nossos leitores trabalhar estratégias de links patrocinados e anunciar no Google Adwords. Há muitos artigos nesse canal que mostram o que fazer.

Porém, é quase impossível ensinar como fazer em artigos de blog, pois a quantidade de conteúdo e informações são enormes, entende? Logo, o Curso Conversão Extrema ensina melhor como fazer, dando um passo a passo totalmente aplicável e informando os por menores de cada estratégia.

Conseguiu entender a diferença?

Então, é da mesma forma que você deverá trabalhar isso em seu negócio, dividindo o tipo de conteúdo oferecido de forma gratuita e aquele que será vendido.

Se você tiver alguma dúvida sobre isso, escreve pra gente lá no final do artigo, aí podemos entender e esclarecer melhor, beleza?

Seguinte, separamos alguns motivos pelos quais sua empresa/marca precisa oferecer conteúdo gratuitamente.

Confira.

 

1º Motivo – Você aumenta sua autoridade

Quando você alimenta um blog de conteúdo ou, então, manda materiais através de e-mail marketing, você consegue entregar valor, aumentando ainda mais sua autoridade, pois seu público percebe que você nem sempre quer vender, entende?

Quando você passa a demonstrar ao seu público que você tem uma preocupação muito grande em entregar conteúdo gratuito, eles passam a te enxergar como uma referência na área, colocando você como uma autoridade no assunto.

Além disso, quem é que não gosta de ganhar um presente? E conteúdo gratuito, que entrega valor e ajuda, é visto como um presente, ganhando ainda mais valorização.

Não pare nunca de gerar conteúdo, isso fará com que sua marca evolua cada vez mais!

 

Como-Divulgar-Meu-Blog

 

2º Motivo – Conteúdo tira dúvidas

Por vezes, o usuário deixa de comprar um produto ou um serviço por não conseguir entender como é o seu funcionamento ou então, por estar com tantas dúvidas que fazem com que ele desista de entender.

Conteúdos gratuitos podem te ajudar a matar esse tipo de objeção, entende?

Você pode entender quais são as principais dúvidas que seu atendimento ao cliente recebe e, com isso, gerar conteúdos relevantes sobre o assunto.

Nesse tipo de produção que chamamos de fundo de funil, é muito interessante que você coloque um gancho para a página de vendas em alguns momentos durante o conteúdo, afinal o objetivo da leitura é matar a objeção, não é mesmo?

Sendo assim, depois de sanada a dúvida, as chances do seu público querer efetuar a compra são muito maiores, entende?

Use esse material para informar, esclarecer, convencer e converter!

 

3º Motivo – Aumentar sua audiência

Uma das melhores formas de atrair tráfego e aumentar a sua audiência é através de conteúdo gratuito.

Aí você pode pensar:

  • “Mas as pessoas irão entrar para ler e vão sair sem comprar nada!”

Isso é verdade, boa parte dos acessos serão de leitores que vão apenas ler, mas em e-commerces e lojas virtuais, muitos usuários entram apenas para conhecer o produto, saber o preço e, depois, simplesmente saem sem comprar nada.

Lembre-se que quanto maior o seu tráfego, mais pessoas irão conhecer você e maior será o seu poder de influência e persuasão para com seu público. Logo, sempre que possível trabalhe estratégias que visem o aumento de audiência, isso lhe ajudará a crescer cada vez mais.

 

entregar-conteúdo-gratuito

 

4º Motivo – Aumenta as chances de público e marca ter o mesmo ideal

Quando você gera conteúdo que expõe suas ideias e seus ideais, isso faz com que você consiga melhorar o seu relacionamento com o público e, assim, aumentar as chances de não ter apenas seguidores, mas fãs que compartilham dos mesmos propósitos.

Quando você conquista fãs, você eleva a sua comunicação a outro patamar, conseguindo influenciar muito melhor as pessoas e disseminar a sua marca para outros níveis.

 

O importante é que cada conteúdo agregue valor. Nada de produzir conteúdos fúteis, pois é um gasto de energia totalmente desnecessário, entende?

Para que você veja que tudo o que estamos falando é verdade, faça o teste, comece a gerar conteúdo constantemente para sua marca e descubra como tudo irá se transformar facilmente.

Tem alguma dúvida? Se tiver, não hesite em mandar, estamos aqui para te ajudar no que for possível!

Te convidamos a ficar sempre ligado em nossas redes sociais e em nosso canal do Youtube, dicas e novidades constantes estão sempre por lá.

Até mais!