Links no Stories e Direct para contas não verificadas são liberados

Que o Mark Zuckerberg está investindo forte no Instagram, não é uma novidade, certo?

Até porque, a cada dia que passa, somos informados e presenteados com novos recursos nessa plataforma.

Se você parar um segundo para analisar os últimos meses de trajetória do Instagram, vai perceber que desde que se iniciou uma espécie de batalha com o SnapChat, muita coisa mudou.

O interessante é que não foram só novidades para os usuários que foram apresentadas, mas também muitas funções e recursos para os negócios que se utilizam da plataforma para criar campanhas de marketing digital.

Há poucos meses, o Instagram anunciou o seu Stories. Primeiro movimento mais aparente de que as coisas, realmente, iriam ser modificadas.

Com o Stories veio os filtros, os vídeos, as máscaras, novas maneiras de medir performance, formatos de anúncios, entre dezenas de outras possibilidades.

O impacto desses novos implementos? Bem, primeiro, a redução de 40% do total de interações de seu arquirrival, o SnapChat.

Levando o volume de downloads e visualizações do aplicativo do fantasminha despencarem.

 

Links no Stories e Direct para contas não verificadas são liberados

 

E segundo, o aumento de suas contas. O Instagram recebeu uma enxurrada de novos usuários. Passando de 1,2 milhão de seguidores, para 4,3 milhões. São incríveis quase 400% de aumento em, apenas, 5 meses

Se você acredita que esse número é o bastante para os gerentes do Instagram, acaba de se enganar.

Na verdade, ao que tudo indica, eles estão cada vez mais interessados em ganhar cada milímetro do espaço desse mercado, mesmo que ele não esteja totalmente disponível.

Quer uma prova? Ou melhor, mais uma?

O Instagram acaba de anunciar outra novidade. E possivelmente, ela será capaz de trazer ainda mais conversões à rede social.

Se você ainda está duvidando, vem com a gente!

Nós, do Mestre do Adwords, estamos sempre atentos às novidades do nosso mercado, principalmente, aquelas que prometem revolucionar e movimentar o cenário atual.

Por isso, esse conteúdo foi feito especialmente para te contar tudo sobre o novo recurso do Instagram que promete liberar links tanto no Stories, quanto no Direct, para contas não verificadas.

Ficou interessado? Então não fique parado aí!

 

Links no Stories e Direct para contas não verificadas são liberados.

 

Instagram libera links no Stories e Direct para contas não verificadas

Quem duvidou de que Mark Zuckerberg ia continuar trazendo novidades ao Instagram, acaba de se enganar.

Os movimentos e os novos recursos que a plataforma vem trazendo dia a dia é a prova de que a rede social não entrou no jogo para brincar.

O que parece é que desde que foi enxergada uma grande oportunidade no SnapChat, o dono do Instagram não mediu esforços para tê-la em suas mãos.

Primeiro foi feita uma tentativa de compra do aplicativo do fantasminha, mas como ela foi recusada, um novo plano foi traçado para que o objetivo fosse alcançado.

Não é uma grande novidade para mais ninguém que o Instagram está conseguindo tomar o lugar do SnapChat. Certo?

Só que ao contrário do que muitos poderiam imaginar, a ideia não é só tomar o lugar, mas superar o principal concorrente.

Parece até uma vingança ou uma lição. Ninguém terá certeza, isso não há dúvidas!

O que podemos afirmar com exatidão é que o mais novo recurso do Instagram, anunciado há pouco, promete torná-lo ainda maior nesse segmento.

E sabe porquê?

Simplesmente porque trata-se de um dos recursos mais aguardados pelos criadores de conteúdo dessa rede social.

A sacada inteligente foi simples. Ouvir os principais responsáveis pelo sucesso da plataforma. O público.

Bem, trata-se de um recurso simples, porém muito funcional. O Instagram resolveu liberar a utilização de links no Stories e no Direct para contas não verificadas.

A funcionalidade no Stories, antes restrita aos grandes perfis verificados, agora poderá ser usufruída por contas menores, a partir de 10 mil seguidores, mesmo não sendo verificadas.

Já no Direct o recurso é ainda mais interessante. É que agora o modo como se compartilha conteúdo na rede social será mais facilidade.

O Instagram, com essa atualização, passou a permitir que os links enviados no Direct sejam clicáveis. Melhorando a experiência do usuário e entregando maiores possibilidades aos negócios que se utilizam dessa plataforma.

Se você é um usuário do Instagram, sabe que antes dessa novidade, não era possível clicar em um link externo através do Direct. Se você quisesse sair da plataforma, era necessário copiar o link e colar no seu navegador para visualizar o site ou conteúdo em questão.

Agora isso não é mais preciso! Você será direcionado automaticamente ao clicar no link enviado.

 

Links no Stories e Direct

 

Incentivo à utilização do Direct no Instagram

Talvez nós, meros mortais, não estejamos enxergando perfeitamente os objetivos do Instagram.

Ou não estamos vendo os reais motivos para algumas ações, atualizações e lançamentos de recursos, porém fato é que a estratégia da plataforma vem incentivando o uso de algumas soluções nos últimos tempos.

Você reparou, por exemplo, que o Instagram vem incentivando a utilização do Direct?

Algumas ações anteriores já nos levavam a crer nisso, porém algo que aconteceu nos últimos tempos fez com que a desconfiança passasse a ser uma “quase” certeza.

Nós estamos falando do novo recurso que possibilita que fotos e vídeos possam ser enviados via Direct em formato paisagem e retrato.

Antes, se você enviasse uma imagem por Direct, seja da sua galeria ou do rolo de câmera, o Instagram realizava automaticamente uma otimização, onde a imagem era cortada para uma melhor visualização.

O formato ideal da imagem enviada respeitava as proporções de 1×1 px. Depois do lançamento, as fotos podem ser enviadas sem essa otimização.

Isso quer dizer que agora é possível enviar e compartilhar fotos em tamanho original, sem qualquer alteração de padronização feita automaticamente pelo Instagram.

Sem dúvidas, apesar de ser uma mudança simples, ela impactará positivamente na experiência do usuário e nas possibilidades dos negócios na hora de interagir e oferecer conteúdo ao seu público alvo.

 

Por hoje é só! Gostou das novidades? Deixe sua opinião nos comentários. Em caso de dúvidas, não pense duas vezes antes de perguntar. Estamos aqui para te ouvir e lhe ajudar.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Google AMP – O Que É e Como Ele Pode Ajudar Seu Site?

Você deve saber que os acessos via smartphones estão cada vez mais crescendo. Não é verdade?

Esse movimento, de novas possibilidades e facilidades ao acesso da internet na palma das mãos, aconteceu lá atrás, com Steve Jobs.

Há mais ou menos 10 anos, Jobs apresentou ao mundo a revolução. O seu icônico iPhone trouxe às pessoas a possibilidade de consumir e se comportar de maneira diferente.

As conexões com a internet se tornaram mais simples, a vida, de modo geral, se transformou.

Com o tempo, surgiu também o Androide do Google, onde o acesso à internet via smartphone se popularizou, abrindo oportunidade a todos que desejassem um estilo de vida que foi, primeiramente, apresentado pela Apple.

É claro que o enriquecimento da experiência com a internet foi aceito de imediato. As pessoas conectadas via mobile só aumentaram com o passar do tempo.

Hoje, nós temos mais acessos via mobile, do que outros dispositivos ligados à rede.

 

googleamp

 

Só que para isso acontecer, novas tecnologias precisaram ser inventadas e remodeladas. Afinal, os sites e conteúdos não estavam adaptados para rodar de forma rápida e clara nos computadores pessoais, conhecidos como Smartphones.

Antes, muitos usuários ficavam frustrados ao tentar navegar na internet via celular. Até mesmo uma simples pesquisa no Google demorava minutos e mais minutos para ser exibida.

Para melhorar a experiência do usuário, um objetivo buscado incessantemente pelo Google, a marca levantou a ação do Mobile First.

E lá por meados de 2015, também trouxe o AMP Project à tona! Sem dúvidas, ele é muito importante e, certamente, revolucionará as conexões de internet via mobile pelo mundo.

Se você ainda não sabe do que se trata, a gente lhe conta!

Vamos nessa?

 

Google-AMP

 

Afinal, o que é o Google AMP?

Talvez você esteja até agora se perguntando o que significa a sigla AMP. Certo?

Bem, ela conta muito sobre o que é a tecnologia. A sigla representa Accelerated Mobile Pages, ou seja, páginas otimizadas para ter um carregamento mais rápido na navegação mobile.

A tecnologia consiste em disponibilizar códigos abertos que formam uma arquitetura diferenciada para acelerar os carregamentos das páginas.

De maneira simplificada, é como se o Google oferecesse codificações já otimizadas para todos que possuem o interesse em tornar o acesso via smartphone mais rápido para o usuário.

Essa iniciativa visa tornar o ambiente de modo geral mais amigável ao mobile.

Uma página AMP possui, basicamente, três pilares que formam a sua arquitetura:

  • AMP HTML: Trata-se de um código HTML diferenciado. A diferenciação diz respeito a algumas restrições e extensões. Também há algumas substituições de tags.

 

  • AMP JS: Essa parte é uma das mais importantes, pois ela é quem faz o render mais rápido das páginas configuradas em AMP. Ela trabalha para que todos os elementos que compõe a página sejam carregados de modo adequado, evitando que o carregamento acelerado de um não interfira nos outros, gerando bloqueios.

 

  • Google AMP Cache: Esse recurso não é obrigatório, mas possibilita que o desempenho do seu site seja melhorado automaticamente. Essa função faz com que as suas páginas AMP HTML sejam armazenadas nos servidores do Google em cache.

Quando você configura uma página AMP, o que acontece é que o Google faz uma versão mais simplificada dessa página. Mantendo o conteúdo, é claro, mas bem mais leve.

A página AMP é identificada no link, acrescentando no fim uma espécie de tag “/amp”.

Isso se torna uma vantagem, uma vez que é possível mensurar o desempenho individualizado da página via Google Analytics.

Você pode pensar:

  • “Ah, mas isso não vai acabar gerando conteúdo duplicado?”.

Você tem razão, mas há uma maneira de evitar esse grande problema. Basta que você adicione uma canonical tag na página AMP.

Isso fará com que você mostre ao Google qual é a página original, evitando que ele considere uma duplicação.

Também é preciso apontar qual é a página que possui a versão AMP. Para tal, basta que você inclua via código uma marcação na página original. Ficaria mais ou menos assim:

  • <link rel=“amphtml”href=“http://www.site.com.br/post-exemplo/amp/”>

 

google-amp

 

Como o Google AMP Pode Ajudar o Seu Site?

Como dissemos no início, os acessos via mobile já são maioria na atualidade. Por isso, a velocidade do carregamento das páginas de um site tem se tornado cada vez mais importante.

Você já deve saber que sites que carregam mais rápido oferecem uma melhor experiência ao usuário. E conquistar esse objetivo é essencial para conseguir converter mais.

Levando tudo isso em consideração, fica simples entender como o Google AMP pode ajudar o seu site, não é mesmo?

Um site com páginas AMP são marcados pelo Google de forma diferenciada. O usuário que faz uma pesquisa no buscador via smartphone e clica em um site com essa otimização visualiza uma versão da página simplificada que, consequentemente, é carregada quase que de forma instantânea.

Apesar de muita gente dizer, ter páginas AMP não é um fator de ranqueamento do Google.

Só que por outro lado, sites que contém páginas de carregamento lento estão recebendo marcação de alerta quanto ao problema e isso pode interferir na escolha do usuário, de entrar ou não, no seu site. Concorda?

De acordo com pesquisas oficiais feitas pelo próprio Google, uma página que tem um tempo de carregamento de mais de 10 segundos tem sua taxa de rejeição elevada para ais de 120%.

Um estudo feito com um grande buscador mostrou que páginas que possuem um tempo médio de carregamento de 2,2 segundos conseguiu um aumento de preferência em mais de 15%.

 

É isso! Você está preparado para configurar suas páginas em AMP? O que achou da novidade? Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente relevante a você.

Se ficou com dúvidas não pense duas vezes. Venha conversar com a gente pelas redes sociais do Mestre do Adwords ou deixe sua pergunta no espaço para comentários logo abaixo.

Será um prazer poder lhe ouvir e quem sabe lhe ajudar a solucionar os questionamentos.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

 

Inbound Marketing B2B e B2C – Aumente seu faturamento

A utilização de estratégias de Inbound Marketing B2B e B2C tem sido, cada vez mais utilizadas por empresas como uma forma de alternativa para superar a crise, se conectar melhor com seus clientes e ainda, aumentar o seu faturamento.

Na verdade, podemos dizer com 100% de certeza que o Inbound Marketing B2B e B2C tem sido a grande aposta das empresas de pequeno e médio porte. Isso tem ocorrido, devido a revolução da internet que tem sido cada vez mais intensa e presente em nosso dia a dia.

Estamos tendo que nos adaptar com a mudança e aprender uma nova forma de fazer marketing, pois só dessa maneira conseguiremos nos aproximar melhor de nosso público alvo.

E é justamente nesse ponto que o blog do Mestre do Adwords queria chegar com você. Os canais digitais são os facilitadores que irão abrir maiores possibilidades de interação entre empresa e clientes.

Não adianta nada tentar vender “empurrando” algo que seu público não consiga enxergar o real valor. É nesse momento que o Inbound Marketing B2B e B2C vai ganhar espaço dentro da sua empresa.

Se você quer que sua empresa tenha sucesso na internet, você precisa começar a trabalhar estratégias de marketing digital, combinadas com Inbound Marketing, seja ele B2B e B2C.

Criamos esse artigo para que você consiga entender com plena exatidão como funciona esse conceito em âmbito mundial e como você pode turbinar o seu faturamento com a sua utilização.

Vamos lá?

 

b2bb2c

 

O que é Inbound Marketing B2B e B2C?

Para conseguir entender plenamente o que é Inbound Marketing B2B e B2C, você precisa entender o que é cada conceito de forma distinta. Isso porque, para cada aplicação haverá uma metodologia diferenciada.

Vamos começar pelo Inbound Marketing.

Atualmente, o Inbound marketing vem crescendo de forma bastante alta. Isso porque, ele é o principal canal de comunicação para fechamentos de novos negócios. Com a sua utilização, você consegue entender a linguagem de seu público alvo, captar leads, descobrir interesses, necessidades e com isso, vender o produto ideal para ele.

O B2B é o termo utilizado para tratar de relações comerciais entre empresas, ou seja, business to business. Quando falamos de B2B, estamos falando de parcerias com empresas que vão utilizar nossos produtos ou serviços para melhorar os delas e com isso, ampliar seu leque de possibilidades. Com isso, elas alcançaram melhores resultados.

O B2C refere-se a venda de produtos ou serviços para o público final, ou seja, para consumidores diretos. O termo vem do inglês Business to Commerce ou Business to Customer.

Aqui no blog, nós já falamos sobre inbound marketing, sobre B2B e B2C. Acesse nossos materiais e dê um up em seu conhecimento.

 

b2b-b2c-marketing-difference

 

Estratégias diferentes para aplicação de Inbound marketing B2B e B2C

Nesse momento, você pode estar achando que por serem muito parecidos, B2B e B2C podem ser trabalhados da mesma forma, no entanto não é bem assim. Na verdade, apesar dos nomes parecidos, eles tem aplicações bem diferentes, pois possuem formas e apelos comerciais bem diferentes.

Exatamente por isso, será necessário que você adapte à sua estratégia de vendas e a forma de se comunicar com o interesse de seu público. Deve-se ser levando em conta tanto os canais de comunicação, como o engajamento de persuasão.

Quando o assunto por redes sociais, estratégias de e-mail marketing, artigos e conteúdos para blogs, você precisará pensar em algo que atenda a dor do público e de alguma forma, tire todas as suas dúvidas.

Se seu interesse por trabalhar estratégias de Inbound marketing B2B, conseguirá melhores resultados para:

  • Vendas de serviços;
  • Aumento de lucro,
  • Captação de leads;
  • Monetização de budgets

Já, se o seu interesse for Inbound marketing B2C, você conseguirá mais resultados com:

  • Atração de lead;
  • Atração por promoção ou lançamento;
  • Competitividade de preço;
  • Informações relevantes sobre a oferta;

Em ambos os casos, planejar estratégias que promovam um relacionamento e uma maior identificação com a marca tenda a afetar diretamente a decisão de compra ou de fechamento do negócio.

Para que você entenda melhor, ao fazer:

B2C: Você precisa ter um apelo mais emocional, focado no desejo de compra do consumidor.

B2B: Você precisará mostrar números, métricas e usar da racionalidade para conseguir firmar a parceria.

 

Inbound-Marketing-B2B-e-B2C

 

Vantagens de usar inbound marketing B2B e B2C em sua empresa

Compreendendo que estamos em uma nova era do marketing digital, entende-se que a utilização é capaz de gerar resultados muitos mais atrativos, tanto para o B2C, como para o B2B.

Separamos algumas vantagens de sua utilização para que você consiga entender plenamente.

Veja!

Aplicação custa menos

Não é o blog do Mestre do Adwords que diz, diversas empresas que já se utilizam de estratégias de inbound marketing B2B e B2C, garantem que o custo para sua aplicação é muito menor e o retorno é maior.

Uma estratégia de inbound bem aplicada, por exemplo, custa 47% mais barato que uma de outbound. Em larga escala, a economia é quase a metade!

Visualização do retorno

Estratégias de inbound marketing, por serem aplicadas sempre com base em estudo de campo e com a utilização de diversas ferramentas, permite que a empresa consiga identificar com muita facilidade e rapidez qual tem sido o ROI.

Para você ter uma ideia, uma estratégia de anúncios pode te entregar as métricas de retorno em dias ou em pouco mais de uma semana.

Mensuração rápida

Com o conjunto de ferramentas certas, você conseguirá acompanhar de perto seus números e ainda, poderá entender melhor o que tem dado certo e o que precisa de alguma modificação.

Isso pode ajudar a economizar e ainda, aplicar suas energias em algo que, realmente, vá te trazer resultados!

Gostou das dicas?

Aproveite-as bem!

Google Lens – A Novidade que Promete Mudar a Forma de Pesquisar

Não é novidade para ninguém que o Google sempre está realizando pesquisas e analisando comportamentos para melhorar, cada vez mais, os seus serviços e produtos, por mais que eles já sejam sensacionais.

Também não é surpresa que o grande objetivo da marca é oferecer uma excelente experiência ao usuário, certo?

O que talvez você ainda não saiba é que o Google apresentou recentemente uma ferramenta que promete mudar a forma de pesquisar.

É claro que ela é coerente com as atitudes anteriores que acabamos de citar. Melhorar os produtos em prol da excelência na experiência do usuário.

Pois bem. A grande novidade chama-se Google Lens. E, muito provavelmente, em breve ela estará no seu celular!

Duvida? Então vem com a gente, pois precisamos te contar tudo sobre esse lançamento.

 

Google-smart-contact-lens

 

Google Lens – O Que É?

A novidade que o Google acaba de apresentar é uma ferramenta que promete revolucionar a forma como os usuários realizam pesquisas na internet.

O anúncio de lançamento da ferramenta foi feito na conferência anual de desenvolvedores, a Google I/O.

A ideia proposta é realmente ousada e inovadora, já que nada parecido foi visto antes. Certamente o marketing digital também se modificará a partir da disponibilização dessa tecnologia.

Nomeada de Google Lens, a tecnologia pode ser comparada à uma espécie de buscador que será interligado às câmeras dos smartphones.

De modo básico, o Google quer facilitar, através de sua inteligência artificial, a vida do usuário que busca informações, independente, de onde ele esteja.

O usuário poderá simplesmente apontar a câmera de seu celular androide à determinado estabelecimento, por exemplo, e automaticamente receber informações sobre o local, avaliações de consumidores anteriores, dentre outras coisas.

Trata-se de uma tecnologia integrada às câmeras dos smartphones capaz de ler e interpretar a imagem e, desse modo, retornar com informações relevantes sobre ela e o conteúdo dela.

Se você ainda não entendeu muito bem como irá funcionar, nós lhe explicaremos melhor à seguir.

Google Lens – Como Funciona?

Como dissemos acima, o Google Lens é uma ferramenta que conta com uma inteligência artificial capaz de ler e interpretar imagens.

Segundo as declarações da empresa no Google I/O, a ferramenta trabalhará em conjunto com o Assistant e o Google Photos, primeiramente, estará disponível para a plataforma Android.

Ela funcionará a partir da câmera de um smartphone. Como se fosse o buscador do Google integrado.

Por exemplo:

  • Imagine que você está andando pela rua de um bairro que você não conhece muito bem, mas um estabelecimento em especial te chama a atenção. Para que você tenha mais informações sobre ele, como horário de funcionamento, avaliações de clientes e mais. Basta que você acione sua câmera e aponte para o local.
  • Em poucos minutos aparecerá na sua tela uma porção de informações relevantes que enriquecerão sua experiência e responderão suas dúvidas.

A ferramenta não se limitará aos estabelecimentos. Afinal, se você usar o Google Lens para tirar foto de um carro, por exemplo, a inteligência artificial te retornará com informações sobre o modelo, preço e até sugestões de concessionárias mais próximas onde você pode adquiri-lo.

 

Google-Lens-–-A-Novidade-que-Promete-Mudar-a-Forma-de-Pesquisar

 

A promessa é que o Google Lens também funcione com credenciais. Como uma conexão Wi-Fi automática via leitura de QR Code ou código de barras.

Se você já está impressionado com tudo isso, espere para descobrir que a parceria entre a nova tecnologia com o Google Assistant permitirá que você faça traduções de textos em poucos segundos.

É isso mesmo!

Por exemplo:

  • Imagine que você está passando pelo bairro da Liberdade em São Paulo e encontra uma placa escrita em japonês.
  • Para descobrir o que está escrito, basta que você acione a câmera do seu smartphone, aponte para a placa e clique no botão do Google Lens.
  • Como ele está integrado ao Assistant, você deverá perguntar o que aquela placa diz e em segundos o retorno será a tradução.

As novidades não param por aí!

Sundar Pichai, responsável pelo anúncio no evento do Google, declarou que a inteligência integrada à ferramenta será capaz de realizar melhorias nas imagens.

Por exemplo:

  • Imagine que você esteja no estádio vendo o jogo do seu time do coração. Então tira uma foto de um momento marcante, mas a grade da arquibancada não lhe deixa ter tanta precisão.
  • O Lens pode te ajudar a melhorar essa experiência. Já que ele retira automaticamente a barreira criada pela grade para melhorar a precisão da pesquisa.

Esse recurso de melhoria também se aplica para imagens de baixa resolução ou com pouca luminosidade.

A Possível Revolução do Google Lens  no Mercado Digital

Google Lens

Como sugerimos no título desse conteúdo, o Google Lens promete mudar a forma que os usuários, de modo geral, realizam pesquisas na internet.

Só que com essa mudança, muito provavelmente, outras coisas serão modificadas dentro do mercado digital.

Primeiro, como as pesquisas serão facilitadas via fotos, há grandes chances de que as imagens no Google sejam mais valorizadas e, isso, impacte em uma mudança no sistema avaliativo de ranqueamento do buscador. Sem dúvidas, o SEO das imagens serão mais valorizados.

O conteúdo continuará sendo de grande importância, mas as ilustrações deles tendem a crescer.

Outro ponto importante se refere às avaliações e opiniões dos estabelecimentos.

Claro, o Google também deve abrir maiores possibilidades para os anunciantes. Uma vez que a pesquisa local ficará ainda mais forte e importante para conseguir gerar mais conversões.

Daqui para frente, os negócios que não estiver na internet poderão sofrer grandes perdas.

E aí, já está preparado para o que está por vir?

Ainda não há uma previsão para que o Google Lens comece a funcionar no Brasil, mas a promessa é de que em breve estará disponível a todos.

 

É isso! Gostou da novidade? Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente útil a você.

Ficou com dúvidas ou quer dar a sua opinião sobre o Google Lens e seus impactos no mercado digital? Venha conversar com a gente através das redes sociais do Mestre do Adwords ou deixe seu comentário abaixo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

Como aproveitar as 18 Chances Diárias de Converter no Facebook?

Você sabia que seu negócio possui quase 2 dezenas de chances diárias para converter no Facebook?

É isso mesmo! Pesquisas oficiais apontam que um usuário comum da rede social mais famosa do mundo acessa a plataforma, em média, 18 vezes por dia. Isso quer dizer, 18 interações e exposição à alguns milhares de conteúdos diariamente.

O Instagram, produto da mesma marca, possui cerca de 9 acessos diários por cada usuário.

Você pode estar se perguntando no momento:

  • “Nossa, então porque eu não consigo obter resultados proporcionais a esses números incríveis?”.

Calma! Você não é o único. É bem verdade que converter via Facebook não é um objetivo simples de alcançar.

Até porque trata-se de uma rede social, onde as pessoas não estão entrando na plataforma para realizar uma compra.

Nem eu, nem você, nem ninguém acessa o Facebook para achar um produto ou serviço.

Aí você pode pensar:

  • “Beleza, mas então como essa rede social pode me ajudar a converter mais?”.

É muito simples! Você precisa entender que essa plataforma pode te ajudar muito no objetivo de atrair, de despertar desejo, de apresentar possibilidades, de gerar conexões, de alimentar um potencial consumidor.

 

Como-aproveitar-as-18-Chances-Diárias-de-Converter-no-Facebook

 

Segundo o próprio Facebook, hoje ele possui cerca de 114 milhões de contas ativas mensalmente, apenas, no Brasil.

Só 6 milhões desses usuários não acessam o Facebook via dispositivos móveis.

O Instagram que atualmente é, praticamente, uma extensão do Facebook, possui mais de 45 milhões de contas brasileiras ativas por mês.

Apenas esses números já respondem o porquê você precisa estar nessas redes. Certo?

Afinal, é uma audiência incrível, aberta à novas ideias, a possibilidades, a interação com elas, sobretudo. Basta que você saiba se posicionar.

A verdade é bem nítida! As suas 18 chances diárias de converter no Facebook existem, mas é preciso que você entenda como aproveitá-las o máximo possível.

Se você não tem ideia de como começar. Nós, do Mestre do Adwords, iremos te ajudar.

Fique com a gente até o final desse conteúdo. A gente garante que vai valer a pena!

 

salvar-no-facebook

 

Os números impressionantes do Facebook e Instagram

Você pode achar que estamos exagerando quando falamos em ter 18 chances diárias de converter no Facebook, mas acredite, é real.

Melhor do que isso, esses números foram divulgados pelo próprio Facebook. Se juntarmos os números dele e do Instagram, suas chances aumentam para 27 diárias.

Essa informação foi divulgada em um evento da marca, que ocorreu no dia 16 de maio de 2017, ou seja, semana passada.

O Facebook mostrou que um usuário acessa e interage na mídia social, em média, 18 vezes, diariamente.

Em casa acesso, ele é exposto a milhares de conteúdos, que podem ser desde fotos e vídeos até anúncios.

Com essa grande oferta, é inegável que o usuário pode passar por diversas matérias e ficar navegando por horas, enquanto interage com o que lhe fisga a atenção e desperta seu interesse.

E é nesse momento que você deve estar preparado para aparecer no local e de maneira certa.

Como o Instagram é integrado ao Facebook, caso você saiba trabalhar adequadamente, suas 18 chances diárias recebem um plus, já que o usuário da rede social de fotos entra em sua conta 9 vezes. Então você ganha quase que 3 dezenas de oportunidades de converter e conquistar um novo cliente.

Vai ficar parado aí?

Nós sugerimos que você pare somente um instante e faça as contas, por cima mesmo:

  • São 114 milhões de contas brasileiras ativas no Facebook mensalmente.
  • 45 milhões de contas brasileiras ativas no Instagram por mês.
  • Cada usuário do Facebook acessa por dia 18 vezes a sua conta.
  • O usuário do Instagram entra 9 vezes na plataforma diariamente.

São bilhões de oportunidades de elevar o seu negócio ao próximo nível representadas pela grande audiência dessas redes.

Para tal, é preciso que você saiba um único detalhe: Você não deve tentar vender diretamente no Facebook, será preciso trabalhar em captar o potencial cliente.

Lembra que falamos no início? Apesar de haver grandes oportunidades de você gerar mais conversões através dessa mídia, os usuários dela não entram em suas contas procurando algo para comprar.

Lembre-se sempre disso!

A grande sacada para garantir todas essas chances ofertadas é saber como se posicionar para que os usuários se interessem pela sua marca.

Nós temos algumas dicas para você começar a sua nova estratégia com o pé direito.

Vem!

 

imagens-anuncios-facebook

 

Dicas para aproveitar as 18 chances diárias de converter no Facebook

Como lhe falamos desde o início, a premissa básica para conseguir aproveitar ao máximo as 18 e, até mesmo, o plus de 9 chances diárias de converter no Facebook e Instagram, é considerar o comportamento do usuário.

Nesse caso, o que se refere especificamente ao fato de que as pessoas ativas nas redes sociais não a acessam para comprar nada de modo geral.

Ninguém entra no Facebook no intuito de adquirir um produto! Só que em contrapartida, ela está pronta para interagir com novas ideias, produtos, serviços, sugestões, marcas, ofertas…

É nessa característica que você deve apostar. No poder de atrair.

Para tal, é preciso saber se posicionar, criar estratégias baseadas na atração, no engajamento e só depois na conversão.

A ideia é ser atrativo à ponto de fisgar o interesse do usuário e interessá-lo a saber mais sobre você, seu negócio e a sua oferta.

Sem dúvidas, ao apoiar a sua estratégia nessas três bases, seus resultados darão um salto impressionante.

E antes que você tenha dúvidas. Essa estratégia é aplicável nos mais variados tipos de negócios. Inclusive, ela é capaz de oferecer até 500% de crescimento em alguns casos. Ok?

Então, por hoje é só! Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente relevante para você.

Ficou com dúvidas? Não precisa pensar duas vezes. Venha falar com a gente pelas redes sociais do Mestre do Adwords ou deixe sua pergunta no espaço para comentários abaixo. Será um prazer poder lhe ouvir.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

Novidade Google: Pesquisa por eventos ganha nova experiência

Não é novidade para ninguém, muito menos para os leitores do blog do Mestre do Adwords, que quando a gente menos espera, o Google vai lá e lança uma nova função capaz de revolucionar o mercado.

Do Google, a gente sempre espera coisas boas e novas, afinal ele está constantemente trabalhando para oferecer uma melhor experiência ao usuário.

No último dia 10 de maio, ele começou a testar uma nova função que mudará por completo a forma com que pesquisamos eventos, shows e atividades de lazer.

Antes de começar a explicar tudo sobre essa novidade Google, precisamos deixar bem claro que ela ainda não chegou aqui no Brasil e ainda não tem data informado para estar por aqui. Com toda a certeza, quando soubermos de alguma informação, vamos ser os primeiros a contar para vocês.

Tudo o que sabemos até o presente momento é que ela já está sendo testada nos EUA, então acreditamos que muito em breve, deva se espalhar para outros países, incluindo o Brasil, obviamente.

Então, todos preparados para saber qual é a da vez?

Tenha com a gente te iremos te contar todos os detalhes!

 

Pesquisa-por-eventos-ganha-nova-experiência

 

Novo Formato para resultados de buscas de eventos no mobile

Essa é a grande novidade que o Google anunciou no dia 10. Para pesquisa mobile de shows, eventos e atividades recreativas, ele irá oferecer uma nova experiência na entrega de resultados.

Segundo a empresa, o que eles querem é que os eventos possam ser mais bem relacionados em cada região e com isso, atrair um público maior.

Com essa novidade, ficou muito mais simples entender o que irá acontecer próximo ao local da sua pesquisa. Na verdade, a sua geolocalização permitirá a entrega de resultados de eventos que estão nas proximidades. Com a utilização de filtros de datas, horários, valores e locais, você terá acesso rápido e fácil as informações.

O mais prático de tudo isso é que você poderá comprar seu ingresso, ali mesmo, em poucos cliques e com uma facilidade imensa.

Nos Estados Unidos essa nova função já passou a funcionar há algumas semanas e tem feito bastante sucesso entre os usuários. Quem já utilizou a função garante que tudo ficou muito mais simples e ágil, afinal antes era preciso ficar buscando entre diversos sites as informações oficiais e depois, ainda descobrir qual era o local de vendas correto para a aquisição do ingresso.

Com essa nossa função tudo se simplificou, basta uma busca rápida para que todas as informações sejam entregues na página de pesquisa.

Como não foi divulgada nenhuma informação sobre como seria aplicação aqui no Brasil, ainda não temos qualquer noção de que sites irão gerar os detalhes de cada acontecimento.

Lá fora, sites como Meetup e Evenbrite tem sido os responsáveis por essa extração de informação.

 

Novidade-Google-eventos-ganha-nova-experiência

 

Como funciona, exatamente a função?

Você se recorda eu há algum tempo atrás abordamos aqui nesse blog a função que tinha chegado ao Brasil em parceria com médicos de um grande hospital de São Paulo?

Pois bem, o funcionamento dessa nova função é bem parecida com o Dr. Google, mas vale lembrar que ela só funciona em dispostos móveis. Isso porque, a empresa tem plena certeza que daqui alguns anos o uso do desktop irá diminuir muito. Então, está adaptando todas as suas funções para o uso em pequenas telas.

Seu funcionamento é bem simples:

Basta digitar na caixa de busca do Google, concertos de piano em Lisboa ou então, eventos do próximo fim de semana de artes e apertar ok.

No resultado de buscas, de uma forma muito rápida, você verá a sua disposição diversos eventos que vão acontecer bem próximo de você, bom como informações de valores, horários e os locais.

Você ainda terá uma opção chamada “+ eventos”, onde você pode fazer uma pesquisa aprofundada, obtendo informações que ficaram de fora da página de pesquisa.

Ao encontrar uma atividade que seja do seu interesse, basta tocar sobre ela para que todas as informações e detalhes aparecem. Inclusive, se for um evento ou apresentação que necessite de compra de ingresso, você será redirecionado para o exato local onde pode efetuar a aquisição ou então, terá acesso ao endereço para comprar de forma presencial.

O gerente de produto Google, Nishant Ranka, falou sobre o assunto:

“O mais legal dessa novidade Google é que você pode usar os filtros da forma que você bem entende. É para aprimorar a experiência do usuários que trabalhamos durante tantos meses para que a filtragem ficasse quase perfeita.

Os usuários podem escolher a opção de ver evento “hoje”, “amanhã”, “na próxima semana”, em um dia em especifico ou ainda, todos aqueles tem estão próximos de você.”

 

Novidade-Google

 

A pergunta que não quer calar…

Como será possível aparecer nesse mecanismo de busca?

Bom, por ser uma função muito recente, nem mesmo os usuários dos Estados Unidos sabem como isso está ocorrendo. Ao que parece, nesse primeiro momento da fase Beta, os sites citados logo no começo do artigo estão trabalhando em parceria com o Google.

Pelo que conhecemos da empresa, acreditamos que três possibilidades possam ocorrer:

  1. Talvez, seja possível anunciar seus shows e eventos dentro dessa nova função. Obviamente, será cobrado e avaliado se o seu evento ou show é realmente relevante;
  2. A segunda opção é parceira com sites de eventos ou que vendam ingressos para que eles possam aparecer nesse espaço;
  3. Por fim, talvez ele opte pela relevância da página, como faz no posicionamento de alguns tipos de sites, como por exemplos, os de receita que ganham um destaque especial no topo de página em alguns casos.

Como tudo é muito novo, surpresas devem ocorrer e nós, ficaremos ligados para te contar tudo sempre em primeira mão!

Vem com a gente e fique por dentro de tudo!

Até breve!

 

6 Ações que Você Deve Praticar no Seu Linkedin com Frequência

O Linkedin tem crescido atualmente como plataforma de negócios. Cada vez mais popular, ela guarda excelentes oportunidades para profissionais e empresas atuantes nos mais diversos setores.

Segundo informações, o Linkedin hoje possui cerca de 500 milhões de contas ativas pelo planeta.

Incrível número, não?

O problema é que muitas pessoas não sabem como utilizar essa rede de contatos promissores adequadamente. E, com isso, perdem grande parcela do enorme potencial de entrega de resultados que o Linkedin pode oferecer.

Dentre os erros mais cometidos pelos profissionais que desejam extrair melhores oportunidades da rede social para negócios, está o fato de que não há uma constância de ações positivas nesse ambiente.

Melhor dizendo. A maioria das pessoas não praticam as ações necessárias com frequência em seu Linkedin.

Nem adianta dizer que você não tem tempo ou que essa plataforma parece não ser ideal para seu negócio. Essa é a desculpa de muitos, só porque simplesmente não sabem por onde começar.

Se você também não sabe exatamente como agir no seu Linkedin para extrair o melhor que ele pode te oferecer, esse conteúdo é para você.

Nós, do Mestre do Adwords, lhe entregaremos 6 ações que você deve praticar no seu Linkedin com frequência para garantir, ao menos, um pacote de resultados positivos.

Vamos nessa?

 

6-Ações-que-Você-Deve-Praticar-no-Seu-Linkedin-com-Frequência

 

Porque devo estar no Linkedin?

Se você ainda não colheu bons resultados nessa plataforma, talvez, a sua maior pergunta até aqui seja:

  • “Porque eu devo estar no Linkedin?”.

Essa pergunta é comum e reflete o que lhe falamos acima. Grande parte dos profissionais não vem grandes motivos para estarem nessa rede social, porque simplesmente não sabem como agir para aproveitar seus benefícios em plenitude.

Só que se você não tem um perfil, isso pode diminuir as suas chances de ser encontrado, de não ter visibilidade expandida profissionalmente.

Hoje, o Linkedin é uma grande vitrine de profissionais, das mais diferentes áreas. Tantos para aqueles que buscam uma empresa ou um colaborador para o seu negócio.

Se você deseja extrair o que há de melhor dessa rede, confira a seguir as 6 ações que você deve praticar no seu Linkedin com frequência.

1ª Ação – Acrescente ou remova informações do seu perfil no Linkedin

Uma das características mais interessantes dessa rede social é que ela permite que você tenha um perfil muito completo no quesito informações.

Dando o devido destaque que ele merece para chamar a atenção de possíveis novos negócios.

Só que não adianta simplesmente criar uma conta e colocar informações básicas e nunca mais mexer. É preciso aproveitar a vantagem adequadamente, acrescentando e removendo informações interessantes com constância.

A ideia é manter o perfil o mais atualizado possível e, consequentemente, atrativo. Atente-se sempre:

  • Às imagens em geral.
  • Títulos
  • Resumos
  • Conteúdos de modo geral, como vídeos, fotos e etc.

 

Você-Deve-Praticar-no-Seu-Linkedin-com-Frequência

 

2ª Ação – Acompanhe de perto suas solicitações de conexões

Essa ação é importante porque ela define à quem seus conteúdos e mensagens são direcionados.

Por isso, você deve acompanhar de perto suas solicitações de conexões. Obviamente, você deve verificar se deve ou não aceitar as novas “amizades”.

Aqui não trata-se de quantidade, mas sim de qualidade, de segmentação adequada.

Se você aceitar a conexão, lembre-se de enviar uma mensagem agradecendo ou de boas-vindas. Caso o contato não seja integrado ao seu universo, não se conecte a ele, mas também não o ignore. Mande uma mensagem apontando as razões por não ter o aceitado.

As mensagens no Linkedin ajudam você ou a sua marca a se aproximar do potencial cliente, além de entregar informações relevantes sobre você ou seu negócio logo no primeiro momento.

3ª Ação – Faça novas conexões interessantes

Muito provavelmente, você como profissional ou dono de negócios, tem contatos com novos potenciais clientes todos os dias, certo?

Então porque não trazê-los para mais perto de você no Linkedin? Abrindo um canal direto e facilitado de comunicação.

Sempre que possível, faça a busca de novas conexões interessantes na rede e envie convites. Não se esqueça de formular uma mensagem atraente e amigável.

 

Linkedin-com-Frequência

 

4ª Ação – Recomendações relevantes

No Linkedin é possível recomendar profissionais por suas habilidades ou serviços que prestaram.

Se você acredita que o serviço ou a habilidade de um profissional que realizou alguma tarefa para você merece destaque, não pense duas vezes antes de recomendá-lo.

Isso não só dará visibilidade ao serviço do profissional, mas também trará resultados interessantes à você e ao seu negócio.

5ª Ação – Contribua nos grupos do Linkedin

Os grupos do Linkedin também merecem destaque, principalmente, pelas discussões relevantes que eles geram e o contato mais próximo com profissionais de uma mesma área.

Se você quer ficar atualizado sobre assuntos interessantes à cerca da sua área de atuação, procure selecionar e entrar em grupos relevantes com frequência.

Claro, é muito importante que você seja ativo neles, dando opiniões e fazendo comentários pertinentes, mas tome cuidado para não entrar em grupos demais. Afinal, isso pode tirar o seu foco de coisas importantes.

6ª Ação – Faça atualizações relevantes no seu Feed

O feed de notícias do Linkedin também é uma das grandes funções da rede social para negócios.

No entanto, muitas vezes, ele não é aproveitado da melhor forma possível. Se você deseja extrair melhores resultados, será necessário atualizar o seu status de maneira relevante e frequente.

Isso porque as suas atualizações te ajudarão a se manter em destaque e chamar a atenção de seus possíveis clientes.

Então sempre que possível fale sobre um projeto ou uma atividade que está exercendo atualmente.

Ofereça um conteúdo relevante, um texto, vídeo ou qualquer material que tenha ligação com a sua área de atuação ou assunto do momento dentro do seu nicho.

É muito importante que nesse sentido você tenha muito cuidado para não se tornar inconveniente. Todas as atualizações devem ter relevância e “chegar” no momento certo.

Há outras ações que você pode praticar para conseguir resultados cada vez melhores, mas começando por essas que lhe indicamos, certamente, você verá uma mudança muito positiva.

Esperamos ter lhe ajudado. Ficou com dúvidas? Então venha conversar com a gente ou deixe sua pergunta nos comentários.

Forte Abraço.

Taxa de Rejeição – O que é e porque você deve entendê-la?

Certamente você já ouviu falar na “temida” taxa de rejeição, não é mesmo? É natural, ela está envolvida em quase todos os tipos de estratégias dentro do marketing digital.

Só que você já parou alguns instantes para entendê-la como deveria?

  • Você sabe o que é efetivamente a taxa de rejeição?
  • Sabe como ela pode influenciar os seus projetos?

Bem, se tem dúvidas quanto a taxa de rejeição, esse conteúdo foi feito para você.

Nós, do Mestre do Adwords, queremos deixar claro, de uma vez por todas, essas questões e te ajudar a usá-la a seu favor.

Vem com a gente, pois já iremos começar!

 

taxa-rejeicao-o-que-e

 

Taxa de Rejeição – O que é?

Talvez você já até saiba o que é a taxa de rejeição, mas há grandes chances de que algumas pessoas tenham uma ideia equivocada sobre ela.

Por isso, nós resolvemos dedicar um tópico exclusivo nesse conteúdo, para explicar de forma direta e simples do que se trata esse termo.

Basicamente, a taxa de rejeição é uma das métricas contidas nos relatórios de desempenho do Google Analytics.

Ela também pode ser chamada de “Bounce Rate”, e indica um comportamento específico do usuário em seu site.

De forma simples, ele aponta um percentual de quantas páginas um usuário do seu site acessou durante sua sessão. Na verdade, a análise é ainda mais específica, porque ele olha para a pessoa que entrou em uma única página e antes de qualquer outra ação de interação, saiu rapidamente.

O próprio Analytics define o Bounce Rate como sessões de página única.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que um usuário entre em uma determinada página do seu site.
  • Só que a próxima ação dele é sair da página, sem acessar outras.
  • Se você tem o Analytics, ele registrará esse comportamento como uma rejeição.

Sem dúvidas, você já deve ter ouvido diversos profissionais dizerem que a taxa de rejeição de seus sites está alta. Certo? Pode ser que talvez esse também seja o seu caso no momento.

A questão é que o grande problema não está exatamente na alta taxa de rejeição, mas, provavelmente, em como você está interpretando essa métrica.

Ao contrário do que muitos dizem, ela não é especificamente um fator de ranqueamento no Google.

Você pode pensar:

  • Então estou me preocupando à toa?

Na verdade não! A taxa de rejeição é uma métrica importante, que deve ser acompanhada com constância e atenção, mas não porque sua taxa de rejeição vai diretamente arruinar seu posicionamento nos buscadores e sim porque ela guarda indicativos importantes que em muitos casos não são evidenciados.

E são esses indicativos os responsáveis por diminuir suas conversões, posicionamento, visibilidade, te entregando um pacote de resultados bem razoáveis.

Se você tem um bounce rate alto, isso pode indicar, dentre várias possibilidades, que o material que o seu site oferece ao tráfego não está agradando.

Não se preocupe. Nós sabemos que essa métrica acaba deixando muita gente confusa, mas estamos aqui para te ajudar a entender como interpretar melhor a taxa de rejeição, especialmente, se ela estiver alta.

Vamos nessa?

 

O-que-é-e-porque-você-deve-entendê-la

 

Como interpretar a taxa de rejeição alta?

Como lhe dissemos ao longo desse conteúdo, um bouce rate alto não significa exatamente que isso é uma indicação ruim.

Tudo depende da sua estratégia e dos objetivos que pretende alcançar com ela.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que a estratégia do seu site consiste em captar tráfego para acessar uma página específica e seguir por um caminho. Onde ele precisa clicar em botões para ser direcionado à outras páginas.

Nesse caso, uma taxa de rejeição alta pode ser sinal de que algo vai mal.

Agora, se a ideia é levar o usuário para uma página única, onde há todas as informações necessárias para prepará-lo para uma fase mais avançada no futuro, o bounce rate alto pode não ter tanta importância.

A grande diferença das duas situações está no usuário. Basicamente, a resposta está no interesse dele em consumir o que você está oferecendo, seja a informação, a inscrição na sua lista de e-mails, enfim…

Você pode querer saber:

  • Qual é a porcentagem aceitável de bounce rate?

A resposta é depende. Porque como dissemos o mais importante nessa avaliação de métrica é olhar o quanto o seu tráfego está satisfeito.

Só que de modo geral, dependendo de sua estratégia e tipo de site, muitos profissionais dizem que uma taxa de rejeição deve ter em média 40%. Considerando páginas mescladas com vários tipos de conteúdos, como textos, vídeos, links, imagens, etc.

Páginas que sejam só de material escrito tem uma porcentagem diferente, chegando até cerca de 60%.

É importante dizer que por mais que você se esforce muito, é quase impossível conseguir um bounce rate zerado, então não se desespere, foque em satisfazer sei tráfego. Entregar relevância, qualidade.

Se você está precisando diminuir sua taxa de rejeição, nós temos umas dicas para lhe entregar a seguir.

 

taxa-de-rejeição

 

Meu bounce rate está alto, o que eu faço para diminuí-lo?

A primeira coisa que você precisa fazer para diminuir seu bounce rate é analisar a métrica com cuidado e atenção.

Como dissemos, ela é importante por guardar indícios de descontentamento do seu público alvo com relação ao que está sendo oferecido a ele.

Por isso, verifique as páginas e veja se são todas que possuem uma alta taxa de rejeição.

Caso seja, faça uma análise geral, verificando pontos que tenham falhas, como conteúdo pobre, ou carregamento lento, por exemplo.

Se só poucas páginas do seu site possuem um bounce rate elevado, faça uma análise comparatória. Aos poucos mude um ou dois pontos e volte a analisar, como se fosse um teste A/B.

Volte a olhar as métricas após um período de teste e constate se houve mudanças, caso tenha melhorado, você já sabe por onde seguir.

Se não resolver, faça mais testes, analise seu público alvo, faça pesquisas, converse com o tráfego, reveja seus links internos.

Pode ser também que o direcionamento não esteja tão bem feito e, por isso, o tráfego que chega ao seu site não seja qualificado.

 

Por hoje é só! Esperamos ter lhe ajudado. Dúvidas? Escreva pra nós.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

4 lições que o Uber pode te ensinar

Todos nós sonhamos em ter um negócio próprio, o grande problema é que criar algo do zero é muito complexo. Sempre acabamos, mesmo que sem querer, copiamos o que já há no mercado, modificando coisa ou outra apenas.

Sabemos que inovar é para poucos, mas se você quer ter um negócio de sucesso, precisa se diferenciar e fazer diferente. Senão, você será apenas mais um no mercado.

Se você parar para pensar em qual empresa mais revolucionou o mercado nos últimos tempos, certamente, o Uber entraria para a lista, não é mesmo?

Criada em 2009, podemos afirmar, sem sombra de dúvidas que ela conseguiu modificar por completo a locomoção em todos os cantos do mundo, tornando possível a locomoção particular a todos.

Em um evento que aconteceu na última terça feira, dia 16 de maio, o diretor geral da empresa no Brasil, Guilherme Telles conversou com o participante sobre esse assunto:

“No mundo, somam-se um total de 1,2 bilhões de carros. Só em São Paulo, normalmente, perdemos 3 horas em média no trânsito. Se a gente colocar mais pessoas dentro de um mesmo veículo, podemos diminuir nosso tempo de comoção.”

Durante o evento, HSM Summit 2017, Guilherme falou um pouco sobre a trajetória da empresa, sobre a ideia de criação e some como conseguiu fazer que o Brasil se torna-se tornasse o 2º país que mais usa o aplicativo no mundo. Ficando atrás, apenas dos Estados Unidos.

Ao ouvir que o ele tinha a dizer, o blog do Mestre do Adwords conseguiu extrair as 4 lições que o Uber pode te ensinar sobre negócios!

Vale a pena a leitura com máxima atenção!

 

4 lições que o Uber pode te ensinar

 

# Lição 1 – Inovando, você terá espaço!

Guilherme conta que quando criaram o Uber, a ideia de seus fundadores surgiu de uma situação inusitada. Eles estavam andando na rua à noite, na verdade, passeando em Paris e queriam voltar ao hotel. Já era de madrugada e não tinha qualquer taxi ou meio de transporte para isso.

Então, pensaram que se existisse um aplicativo que possibilitasse a união entre passageiros e motoristas disponíveis, qualquer hora do dia ou da noite, as duas partes sairiam ganhando.

Esse é o passo mais básico para você iniciar um negócio: oferecer ao seu cliente a resolução de uma dor que ele tenha. Pode ser com a ajuda de um produto ou de um serviço.

Oferecer algo em que as pessoas não tenham qualquer interesse é algo sem lógica.

# Lição 2 – Conheça bem o local que aplicará seu negócio

Nós sempre falamos sobre tomar cuidado com a oferta de mercado, pois não adianta criar algo revolucionário que não atende as demandas de mercado. É como se você quisesse vender casaco de frio no nordeste do Brasil. Não haverá saída.

Mesmo que você acredite que sua ideia é muito interessante, você precisa pesquisar e entender se o local que quer aplicar tem demandas necessárias.

O diretor da Uber comenta que boa parte das viagens, 22% delas começam em uma estação de transporte público. Ou seja, o serviço passou a ser usado no dia a dia da população como mais uma alternativa de transporte.

Por mais que muitos ainda sejam contra, a plataforma garante que tenta se entregar ao dia a dia de cada cidade, inclusive entendendo a necessidade dos passageiros. É justamente esse o caso do Uber Pool que visa uma diminuição de tarifa com viagens compartilhadas.

Esse tipo de viagem acaba sendo de 30% a 40% mais barata, uma vantagem e tanto para quem utiliza o serviço.

 

lições-que-o-Uber-pode-te-ensinar

 

# Lição 3 – Escute o que seu público quer

Não adianta nada oferecer um serviço no escuro, você precisa sentar e escutar as necessidade de seu público alvo e principalmente, qual a principal carência, a principal dor, entende?

Uma das grandes reclamações dos usuários do aplicativo é o aumento de tarifas em horários de picos ou a falta de motoristas em horários de baixa procura. O Uber deixa bem claro que procura sempre trabalhar ações dinâmicas para que os dois lados saiam ganhando.

Por exemplo, em horários de picos, acrescenta um valor a mais nos ganhos do motorista, isso incentiva que ele busque mais passageiros. Na contra mão disso, em horários de baixa procura, ele oferece cupons de descontos e vantagens para que os passageiros se sintam motivados a utilizar o serviço.

Outra questão na visão do Uber é saber a necessidade especial que cada região tem. Por exemplo, em locais que estão perto de terminais de ônibus ou metrô, as viagens ficam 50% mais baratas através do Uber Pool. Um incentivo para que o transporte coletivo seja mais utilizado.

 

Uber-2

 

# Lição 4 – Atenção especial aos valores cobrados

Se você tornar sua marca confiável, porém pouco acessível, dificilmente você terá um fluxo de vendas interessantes. Seus valores precisam estar dentro da realidade das pessoas.

Acreditamos que o grande diferencial do Uber seja o valor cobrado. O brasileiro sempre soube que uma viagem de taxi custava caro, então boa parte da população não utilizada esse tipo de serviço.

Quando o Uber chegou, o serviço se popularizou, por conseguir entregar um valor imenso com um custo benefício muito interessante.

Os responsáveis da Uber contam que o valor só é mais acessível porque o fluxo de passageiro é alto e normalmente, em viagens bem curtas. Dificilmente ou muito improvável, um motorista receber uma solicitação de passagem que esteja no outro extremo da cidade. Tanto que o tempo de espera por um carro varia de 4 a 6 minutos.

 

Acreditamos que essa lição te dará uma outra visão sobre o universo dos negócios e te ajudará a criar uma empresa que atenda as expectativas de seus clientes.

O que achou dessas lições? Queremos saber sua opinião!

Até logo!

Será o fim no Snapchat? Instagram libera máscara e filtros!

As redes sociais tem uma grande influência nas mídias atuais e por isso, é sempre bom fica ligada a qualquer novidade que esse mercado lance. Tudo acontece muito rápido e se não estivermos prontos para entender as modificações que ocorrem, podemos colocar tudo a perder.

Por isso, mantendo o compromisso de manter os leitores do blog do Mestre do Adwords sempre atualizados, hoje viemos falar sobre o Instagram que acaba de liberar máscaras e filtros em suas fotos e vídeos.

A função é nova para o aplicativo, no entanto quem já usava o Snapchat sabe bem que era um dos principais atrativos da plataforma. Só que agora com uma competitividade dessas, acredita-se que o Snapchat está com os dias contados.

Na verdade, desde que a empresa se recusou a vender a marca ao Facebook, modificações e aplicações de funções bem parecidas vem sendo incorporados os produtos da marca de Zunterberg.

Então ai a Stories, que já comentamos por aqui, que foram aplicadas no Instagram, logo depois no Whatsapp, depois no Facebook e por fim, até o Messenger levou a função!

Hoje vamos falar sobre a notícia do dia: Instagram libera máscara e filtros!

Venha conferir com a gente!

 

Será o fim no Snapchat

 

O anuncio do Instagram

No dia 16 de maio de 2017, a equipe do Instagram fez um comunicado oficial do qual comentou sobre as novas funções. Usuários já podem usufruir da mais nova atualização e se o seu ainda não está, basta atualizar o aplicativo para última versão que você notará os filtros na utilização da câmera frontal.

Essa é mais uma parte da guerra que Snapchat e Instagram travam há alguns meses. No entanto, com essa cartada parece que foi dada a largada para a morte do Snapchat.

Não porque a plataforma não seja interessante é que todos os diferenciais quem haviam entre elas já não existe mais. Se você olhar para os números notará que boa parte dos utilizadores do Snap já migraram e os números de utilizadores vem caindo gradualmente.

Celebridades, famosos e webcelebridades que utilizam a plataforma para interagir com seus fãs, divulgar seus produtos e serviços viram no Instagram melhores possibilidades, já que o gerenciamento ficaria focado em apenas uma plataforma.

Confira o texto do anúncio:

“A partir de hoje estamos apresentando um novo recurso e uma nova possibilidade a todos os usuários do Instagram. O recurso máscara foi aplicado na câmera e agora, suas selfies comuns ficarão muito mais divertidas.

As opções e possibilidades são infinitas, desde uma equação de matemática rodando em sua cabeça até orelhinhas fofas de animais. Queremos que nossos usuários deixem a imaginação fluir e consigam se ver no corpo de outros personagens, se divertindo muito com isso.

Por enquanto, ainda em uma fase beta, contamos com 8 máscaras. A utilização é muito simples, basta abrir sua câmera frontal e clicar no ícone novo que você verá na tela. Ele está localizado no canto inferior à direita!”

 

Será o fim no Snapchat.Instagram libera máscara e filtros!

 

Como usar a nova funcionalidade?

Seguindo o mesmo estilo das funções passadas, as novas funcionalidades são bem simples de serem usadas, afinal é missão principal do aplicativo é tornar a usabilidade simples a qualquer usuários.

Não há qualquer mistério em seu uso, basta abrir a câmera frontal ou então, a camêra traseira em formato boomerange e segurar a tela por alguns segundinhos. Pronto, ao fazer isso você verá a opção de 8 filtros na tela.

A quem diga que a quantidade de filtros é muito pequena e que deixa bastante a desejar se comparado com o Snapchat, principalmente, na questão dos filtros de voz que ainda não fazem parte do aplicativos.

O que entendemos é que essa mudança de hoje é apenas a ponta do icebergue, como que fosse um teste de aceitação para verificar como os usuários vão se comportar a sua utilização.

Você se lembra do lançamento do aplicativo? Lembra da quantidade de filtros que ele tinha? Eram bem poucos comparados ao que ele tem hoje, logo acreditamos que isso irá se fortalecer nas próximas atualizações.

A equipe do Instagram comentou mais sobre o assunto:

“Nosso principal objetivo ao aplicar esses filtros e máscaras é que nossos usuários possam surpreender seus amigos e seguidores com algo mágico e inesperado. Quando finalizar a sua gravação, todos podem enviar usando a função direct ou ainda, adicionar a história”

Lembrando que quando uma publicação é colocada na história, ela permanece por ali apenas 24h, depois ela some. Dá para programar para salvar em seu álbum pessoal, assim você não perde aquele registro.

 

instagram

 

Outras funções interessantes da câmera do Instagram

Já faz um tempo que o Instagram está cheio de novidades. E junto com o lançamento dessa semana, outras funções foram lançadas ou sofreram melhorias.

Dentre as funções, 3 ganharam espaço especial na vida do usuário: mãos livres, boomerang e rebobinar!

A equipe comentou mais novidades no lançamento:

“Quando você acham que acabou, nós vamos além. Dá uma olhada na sua história e veja que existem novos adesivos de hastags. Agora, você poderá personalizar da forma que deseja e assim, adicionar a sua história.

Para explorar a suas publicações, ficou mais fácil adicionar as menções ou um sticker em meio a sua história!”

Por fim, não poderíamos esquecer de falar sobre a borracha que foi aplicada a ferramentas. Com a sua utilização, agora você pode apagar pedaços de sua imagem, apagando detalhes e brincando com o cenário.

O que você achou das novidades? Curtiu?

Para ter informações exclusivas sobre tudo o que rola online, fique de olho em nosso blog!

Sucesso!