Prospectar Novos Clientes – 7 Dicas para Montar um Bom Plano

Estamos ainda no início de 2018 e, portanto, esse é um momento muito propício para que a maioria dos negócios busquem prospectar novos clientes.

Claro, trazer novos consumidores à empresa é uma meta recorrente na maioria das vezes, mas dependendo dos resultados ao longo do ano, as estratégias nesse sentido vão ficando mais em plano de fundo. Afinal, é preciso trabalhar em outras frentes para extrair o melhor em conversões.

Enfim, o que estamos tentando lhe dizer é que nesse período, pelo menos até o fim do primeiro semestre, esse é o plano número 1 da maioria dos negócios. Até porque, estamos buscando crescer ou renovar a cartela de clientes para ter um ano ainda melhor e sem clientes, sequer é possível sobreviver ao mercado.

Se você está aqui, é porque, provavelmente, também tem esse, entre os seus objetivos.

  • Quer prospectar novos clientes, mas não está conseguindo montar um bom plano?

Então vem com o Mestre do Adwords. Hoje, nós preparamos um conteúdo com 7 dicas que irão lhe guiar nessa empreitada.

Não fique parado aí! A sua decisão de começar agora mesmo pode mudar, para melhor, o destino do seu negócio.

Prospectar Novos Clientes.

Tem Um Período Mais Propício Para Prospectar Novos Clientes?

Como falávamos, o primeiro semestre do ano é o período onde as empresas estão mais focadas em conquistar mais clientes. No entanto, isso não quer dizer que esse seja o único momento que pode parecer ideal para trabalhar um plano nesse sentido.

De maneira geral, você precisa olhar para dentro do seu negócio para encontrar a resposta da pergunta desse tópico.

Óbvio, geralmente, quanto mais clientes ativos, melhor. Mas focar em quantidade ao invés de qualidade no marketing digital nem sempre é a escolha mais adequada.

Pense bem…

Se você conquistar milhares de clientes, mas não manter um bom relacionamento com cada um deles, garantindo a satisfação e provocando até um encantamento por meio de suas ações, sua marca conseguirá desperdiçar mais dinheiro do que gerar lucros.

Muitas vezes, focar na conversão e na fidelização é mais interessante do que trabalhar com muita frequência na captação de novos consumidores.

Aí você pode perguntar…

  • Meu negócio está com uma cartela de clientes bem pequena, não tenho como focar só em fidelizar ou converter com esse volume…

Sua visão está correta! Para fidelizar e gerar conversões, é necessário captar antes, ter um volume de clientes ideal para gerar lucros.

Por isso, se o seu negócio é recente e está dando os primeiros passos, esse é o momento ideal para prospectar novos clientes.

Assim como, se você tiver verificado uma forte diminuição das vendas, um declínio expressivo da aquisição de novos consumidores, um mailing muito estancado e/ou falta de visibilidade por parte dos potenciais interessados no seu negócio.

Se identificou nas situações acima?

Então que bom que chegou aqui! Isso porque, esse é um forte indicador de que você precisa montar um bom plano para prospectar novos clientes o quanto antes.

Descubra como fazer isso com 7 dicas especiais que preparamos para lhe ajudar!

1ª Dica – Entenda Primeiro Do Que Se Trata a Prospecção de Novos Clientes

Parece uma besteira, mas entender perfeitamente do que se trata a prospecção de novos clientes evita que você cometa deslizes que possa sacrificar todo o seu plano.

Muitos profissionais erram nesse ponto, inclusive. Por mais que pareça improvável, há quem entenda a prospecção como uma espécie de conversão em vendas.

Entenda, não é só disso que se trata, embora os objetivos estejam intimamente ligados.

Lembra que falamos sobre focar em qualidade ao invés da quantidade? Então, essa mesma reflexão cabe perfeitamente aqui.

Prospectar é captar o interesse de potenciais consumidores, iniciar uma comunicação, construir uma relação, entregar valor e, por fim, guiá-los de forma relevante ao momento ideal da venda.

Resumindo, o plano de prospecção de novos clientes precisa estar focado em ajudá-los a encontrar uma solução para suas dores de maneira muito relevante e natural.

Por isso, não adianta tentar atingir o maior número de pessoas possível. É preciso impactar apenas aqueles que podem se tornar seus clientes, ou seja, que se enquadram dentro do perfil do seu público alvo, que se interessaria pelas soluções que sua marca tem a oferecer.

Se a sua prospecção for de qualidade, seus lucros serão maiores!

Prospectar Novos Clientes

2ª Dica – Refine o Estudo Da Sua Solução

Não adianta você tentar atrair potenciais consumidores para o seu negócio, se nem você conhece perfeitamente a solução que irá oferecer a eles.

Por isso, a segunda dica é exatamente focada nesse ponto… Refinar o estudo da sua solução à fim de conhecer cada detalhe relevante sobre o seu produto ou serviço.

Esse conhecimento, lhe entregará um maior poder na hora de desenvolver as negociações com os prospectos.

3ª Dica – Refaça o Estudo do Seu Público Alvo

Provavelmente, você já conhece o seu público alvo, no entanto é preciso estar ciente de que os comportamentos e preferências de suas personas podem mudar com o tempo.

Se você ainda não fez um estudo de público alvo esse ano, refaça a sua última versão!

Aprofunde ainda mais essa pesquisa e busque detalhar ainda mais o perfil traçado.

4ª Dica – Olhe Para Os Seus Concorrentes Diretos e Indiretos

Você sabia que movimentos do seu mercado de atuação podem impactar diretamente nos resultados do seu negócio? Se não sabia, é melhor ficar atento agora que já está ciente disso.

Faça um estudo e descubra quem são os seus concorrentes, tanto os diretos, quanto os indiretos. Depois disso, verifique como eles estão prospectando novos clientes e, claro, se essas táticas estão trazendo bons resultados.

Prospectar Novos Clientes.

5ª Dica – Diferencie-Se e Se Destaque Frente aos Concorrentes

Está com o estudo das ações da concorrência em mãos? Então agora procure identificar possíveis falhas nessas atuações que, se corrigidas, podem se tornar excelentes diferenciais da sua marca.

6ª Dica – Acompanhe os Potenciais Clientes de Perto

Não há melhor maneira de conquistar novos clientes, senão acompanhá-los de perto ao longo da jornada. Mas como fazer isso?

Há diversas formas, mas uma das principais é detectar os principais canais de comunicação ao qual eles são ativos e se fazer presente neles.

Isso fará com que você consiga estreitar a relação e, consequentemente, entendê-los melhor, o que também lhe garantirá maior assertividade nas abordagens e no oferecimento de soluções.

7ª Dica – Não Abrevie o Plano e Nem Pule Etapas

Nós sabemos o quanto você está ansioso para obter lucros. No entanto, como falamos na primeira dica, prospectar novos clientes não se trata de simplesmente gerar vendas.

É preciso respeitar todo o plano, passando por cada etapa, para conseguir chegar ao objetivo final com qualidade, sem desperdiçar investimento financeiro e de tempo.

Esteja ciente de que a conversão em vendas é o último passo e que ele só acontecerá se você se relacionar adequadamente, entregar valor, apresentar vantagens e diferenciais.

É isso! Por hoje é só. Aproveite para aplicar tudo que acabou de aprender!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Como Divulgar Seu Produto Digital Sem Gastar 1 Real? – 3 Dicas

O marketing digital está em pleno desenvolvimento. No mercado brasileiro, o setor cresce à passos largos, impulsionado por diversas frentes, incluindo o setor de infoprodutos, conhecidos também como produtos digitais.

Atualmente, diante de uma crise avassaladora que tomou o país, muitos profissionais perderam seus empregos, o que acabou gerando uma onda positiva de empreendedorismo.

Graças à evolução digital, a internet se tornou uma excelente fonte de renda, abrindo portas para “desempregados” tirarem os seus sonhos do papel e se tornarem empreendedores.

Entre os negócios mais explorados nesse período, dentro da internet, é possível ver uma forte tendência crescente voltada aos infoprodutores e ao mercado de afiliados.

Hoje, consome-se muito mais produtos digitais, as pessoas se acostumaram com a praticidade de ler um livro ou um material de alta relevância direto da tela de seus smartphones.

Aí você pode pensar…

Com um mercado crescente e um público interessado, aí está uma excelente maneira de ganhar dinheiro pela internet, trabalhando de casa e investindo pouco. Certo?

Certíssimo. No entanto há algumas barreiras que podem impactar no seu sucesso. A mais comum trata-se da divulgação, afinal, se ninguém conhece o seu produto digital, dificilmente alguém irá se interessar por ele e, consequentemente, comprá-lo.

A questão é que embora seja uma maneira muito mais simples de criar um negócio rentável, ainda é necessário algum investimento. Seja financeiro, de tempo, de conhecimento, enfim…

Já desanimou? Não tem dinheiro para fazer marketing digital?

Calma! Há maneiras de produzir seu produto digital sem grandes custos, inclusive, é totalmente possível começar a divulgá-lo sem gastar 1 real.

Não contava com essa possibilidade, certo? Mas quer saber como?

Então vem com a gente! Nós, do Mestre do Adwords, separamos dicas imperdíveis para que você alcance potenciais clientes sem ter que desembolsar com ações e técnicas de marketing.

Como Divulgar Seu Produto Digital Sem Gastar 1 Real.

Antes de irmos em frente, precisamos lhe alertar que, embora não seja necessário dinheiro para a divulgação, você será cobrado por dedicação, tempo e conhecimento.

Está de acordo? Cumpre os requisitos?

Então vamos começar!

Divulgar é Realmente Necessário?

Muitos que estão iniciando a carreira na área de produtos digitais, acabam fazendo essa reflexão.

  • Será que é realmente necessário trabalhar em uma estratégia específica para divulgação?

Na internet, todo mundo vê tudo, basta estar lá para ser achado! Esse é o seu pensamento?

Então sugerimos que você o deixe de lado e comece a refletir sobre o quanto a internet é grande.

Agora, também pense sobre quantos conteúdos, produtos e serviços estão presentes nesse ambiente digital…

Os usuários são bombardeados por todo quanto é tipo de conteúdo o tempo todo e, por isso, dificilmente eles vão acabar encontrando, e dando a atenção, exclusivamente ao seu produto digital.

A divulgação pontual é necessária porque ela garante que os potenciais clientes, ou seja, os interessados pela sua solução, passem a saber que ela existe.

Basicamente, divulgar é atrair visibilidade importante para gerar vendas. É contar aos interessados que o seu produto existe e que ele pode ser encontrado no seu site, por exemplo, é conscientizar, é guiar, é doutrinar.

Sem divulgação, você é um anônimo em um mar de gente, sem fronteiras e cheio de concorrentes.

  • Entende agora o porque é necessário adotar uma estratégia nesse sentido?

Então você está pronto para receber as dicas de como divulgar seu produto digital sem gastar 1 real!

1ª Dica – Invista Seu Tempo em Marketing de Conteúdo

Calma! Pode não parecer, mas se você estiver disposto, não terá que gastar sequer 1 real para trabalhar um bom marketing de conteúdo.

De maneira geral, o marketing de conteúdo lhe proporcionará a oportunidade de se fazer presente de maneira relevante nos locais digitais povoados por seus potenciais clientes.

Isso quer dizer, estar no local certo, na hora certa, da maneira mais adequada!

Como fazer isso? Simples! Tenha um site ou um blog. Pode ser gratuito no início, ou uma aba incorporada à URL que você já possui.

Nesse ambiente, comece a disponibilizar conteúdos autorais, originais e relevantes. Eles devem ser relacionados ao seu produto, à sua área de atuação, às dores do seu público, enfim!

Com boas aplicações de SEO, os seus materiais estarão brevemente entre os resultados das buscas do Google, garantindo que você esteja lá, quando um potencial cliente buscar pela solução que sua marca possui.

O melhor do marketing de conteúdo é que os resultados oferecidos por ele são duradouros e de muita qualidade. O que significa na prática, atração de tráfego qualificado, leads quentes e maior tendência à conversão.

Como Divulgar Seu Produto Digital Sem Gastar 1 Real,

2ª Dica – Use as Redes Sociais ao Seu Favor

Para aproveitar bem essa dica, é muito importante que você saiba de antemão que a maioria dos usuários das redes sociais não estão ali para comprar algo.

Tire pelo seu comportamento e responda…

  • Quando você quer comprar um produto digital, você abre a página do Facebook, para procurá-lo?

Obviamente que não, certo? Provavelmente, você abre a página do Google para essa finalidade.

Partindo desse padrão de comportamento, a divulgação nas redes sociais precisa ser voltada à marcar presença, a gerar engajamento e interação em torno do seu produto.

Isso fará com que você consiga despertar o primeiro interesse para que, posteriormente, o potencial consumidor lhe procure em outros canais, como o seu site ou blog.

Crie uma fanpage do seu produto gratuitamente nas redes sociais em que seu público alvo está mais presente e ativo. Divulgue seus conteúdos por meio dela e interaja bastante, incentivando o engajamento.

Responda dúvidas com frequência, faça pesquisas relacionadas, convide sua audiência ao debate, sobretudo, agregando muito valor.

2

3ª Dica – Plataforma para Afiliados

Com o crescimento desse setor, atualmente há diversas plataformas de venda de produtos digitais para afiliados.

Nelas, é possível cadastrar o seu produto, em uma espécie de marketplace, sem pagar absolutamente nada de imediato. O que acontece, geralmente, é que você paga uma porcentagem de comissão por cada venda efetuada dentro da plataforma escolhida.

Há muitas maneiras de divulgar seu produto digital sem gastar 1 real. Além dessas dicas que lhe demos, você pode também participar de grupos fechados de redes sociais sobre temas relacionados e divulgar o seu produto em meio aos debates, de forma natural e relevante, é claro.

Captar leads por meio das interações geradas nas outras ações, o que posteriormente se formaria um mailing para a aplicação de técnicas de e-mail marketing, também é muito positivo.

Aplique tudo hoje mesmo e confira os resultados!

Até a próxima.

Forte Abraço.

3 Dicas Poderosas Para Impulsionar Suas Campanhas Mobile

Pensando em começar a investir em campanhas mobile exclusivas? Ou, já está trabalhando nessa estratégia, mas ainda não conquistou os resultados almejados?

Independente da situação, temos dois conselhos importantes para lhe oferecer!

O primeiro deles é: Se você ainda não começou, inicie, o quanto antes, as suas campanhas mobile, se possível, logo após terminar a leitura desse conteúdo.

O segundo é ainda mais simples. Não se desespere, se você já entende o poder do mobile para o seu negócio esse já é um excelente prognóstico para que você melhore seus resultados.

Você pode dizer…

  • Mas eu já não sei mais o que fazer. Tentei de tudo e ainda assim não consigo impulsionar minhas campanhas!

Você não está sozinho. Muitos profissionais, inclusive experientes, também encontram dificuldades nessa jornada.

Quer uma excelente notícia? Você chegou ao lugar certo e está prestes a encontrar uma possível solução para esse cenário que não vem lhe agradando muito!

Nós, do Mestre do Adwords, queremos lhe ajudar e, por isso, reunimos 3 dicas poderosas para impulsionar suas campanhas mobile.

Não fique parado aí! Aproveite cada uma das informações.

Dicas Poderosas Para Impulsionar Suas Campanhas Mobile.

1ª – Reveja ou Reorganize a Sua Estratégia de Valor para Campanhas Mobile

É muito comum que profissionais se esqueçam de fazer uma adaptação de suas campanhas já existentes para as que vão rodar no ambiente mobile.

Seja por falta de conhecimento ou de atenção, esse pequeno detalhe importante pode acabar fazendo toda a diferença em seus resultados.

É preciso considerar que o comportamento dos usuários dos dispositivos móveis é bastante diferente daqueles que estão navegando por meio dos desktops, por exemplo.

Quem navega via mobile, está disposto a se conectar com marcas e empresas que se interessam 24h por dia, 365 dias por ano.

Essa simples característica faz com que haja a necessidade de uma abordagem diferenciada, que proporcione uma melhor experiência ao usuário e consequentemente facilite a construção do relacionamento.

Por isso, é importante que você reveja ou reorganize a sua estratégia de valor para as suas campanhas mobile.

  • Você quer atrair visitas ao seu estabelecimento físico?
  • Quer gerar mais vendas na sua loja online?
  • Quer receber mais ligações?

Não importa qual seja a sua meta. O que realmente importa é se o seu potencial cliente entende qual é a sua proposta de valor. Se a sua mensagem está chegando a ele sem ruídos que atrapalham o relacionamento.

Certifique-se de que ela é adequada e cumpre o papel de transmitir o que você deseja aos seus potenciais consumidores.

Uma boa dica é analisar um pouco o cenário, visando entender como empresas concorrentes estão agindo nesse ambiente. Isso lhe entregará ótimas pistas para se destacar.

Não se esqueça de olhar mais profundamente para a sua estratégia de comunicação, que estabelece uma relação com o cliente. Para o seu time de atendimento, para a sua política de vantagens e preços.

Além da relação de produtos e sua perspectiva na visão do consumidor. Isso quer dizer, se há diferenciais importantes e, portanto, uma certa exclusividade no item ofertado em relação ao que já existe no mercado.

Dicas Poderosas Para Impulsionar Suas Campanhas Mobile..

2ª – Verifique a Plataforma Que Você Utiliza para Suas Campanhas Mobile

Pode ser que você esteja fazendo tudo certo em suas campanhas e o que está impactando os resultados é justamente o baixo nível de visibilidade que elas possuem.

Não entendeu nada?

Calma! O que estamos tentando lhe dizer é que uma possível escolha equivocada da plataforma utilizada em suas campanhas mobile pode estar destruindo suas chances de alcançar consumidores em potencial.

Responda com sinceridade…

  • Quando você iniciou suas campanhas mobile, analisou qual a melhor plataforma para utilizar ou você atacou diretamente nos aplicativos?

Bem, é verdade que o uso dos aplicativos cresceu absurdamente, o que abriu portas para muitas empresas rodarem campanhas mobile por meio deles.

A lógica é simples, com um aplicativo do meu negócio instalado no celular do potencial cliente, fica muito mais simples estabelecer um relacionamento próximo, duradouro e que gera conversões.

Foi isso que você pensou?

O pensamento não está tão equivocado. No entanto, as campanhas mobile que se utilizam dos aplicativos precisam ser adotadas como uma segunda etapa.

É porque se você não tem visibilidade, interesse, ou seja, se o seu público ainda não te conhece, dificilmente ele lhe buscará na loja de aplicativos. Ou baixará o seu App por meio de uma sugestão, se ele não souber o mínimo sobre o que a sua marca pretende oferecer.

Para iniciar, prefira sempre os sites ou blogs, eles lhe trarão mais tráfego e, portanto, maior alcance. Claro, você precisa se atentar a adaptabilidade dele. Comece já com uma plataforma responsiva.

Cuide da qualidade, ofereça uma navegação simples, limpa e prazerosa. Entregue conteúdos relevantes e design amigável, além de um carregamento ágil.

Sua meta principal é oferecer a melhor qualidade de experiência que o seu usuário já teve em toda a sua vida.

Dicas Poderosas Para Impulsionar Suas Campanhas Mobile

3ª – Não Tente Atingir a Todos, Busque Atrair Apenas os Interessados

É comum que os profissionais queiram atingir a todos com suas campanhas mobile, afinal, teoricamente, isso tornaria as chances de conversão mais altas.

O grande problema é que nem todos possuem os mesmos interesses. O que estamos dizendo é que por mais que o seu produto/serviço seja excelente, impecável e incrível, apenas um grupo de pessoas se interessará por ele.

Por isso, para ter sucesso com suas campanhas mobile é imprescindível segmentar, direcioná-las somente aos interessados.

Nesse caso você precisa seguir a regra do menos é mais, da qualidade sempre acima da quantidade. Pois se fizer o contrário, gastará muito e terá retornos pífios.

Para ser assertivo, estude seu público alvo, desvende seus comportamentos no ambiente mobile, e a partir dessas informações, crie suas campanhas.

Não se esqueça, independente da sua persona, suas campanhas precisam ser atrativas, claras, diretas e, sobretudo, oferecer valor.

Por hoje é só! Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente útil para você.

Comece a impulsionar suas campanhas mobile agora!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

12 Livros Sobre Marketing Digital para Ler em Cada Mês de 2018

Uma de suas promessas para 2018 foi se especializar mais nas suas áreas de interesse? O ano já começou e você ainda não sabe por onde começar e nem como?

Então você chegou ao lugar certo!

O Mestre do Adwords quer lhe ajudar a cumprir essa promessa e, sobretudo, lhe direcionar nessa nova jornada de conhecimento relevante.

Por isso, fizemos uma seleção matadora com 12 livros sobre marketing digital para ler em cada mês de 2018.

Dessa forma, você já se programa e estabelece uma meta de aprendizagem mensal. Topa o desafio?

Então vem com a gente!

Livros Sobre Marketing Digital para Ler em Cada Mês de 2018,

1˚ Philip Kotler – Marketing 4.0 Do Tradicional ao Digital

Um dos mais recentes livros de um dos autores mais famosos e respeitados da categoria, o Marketing 4.0 do Tradicional ao Digital é um excelente material para ler logo no começo de 2018.

Philip Kotler, junto aos co-autores, Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan, convida os leitores a refletirem sobre as evoluções do marketing, desde o tradicional ao digital.

Bastante focado na era digital, os autores apresentam sob suas visões experientes, como a internet impactou o comportamento humano.

No livro, é possível tirar lições poderosas sobre como analisar os comportamentos dos consumidores nesse novo cenário.

2˚ Sean Ellis – Hacking Growth

Editado em 2017, o Livro de Sean Ellis, considerado o pai do Growth Hacking, traz cases fantásticos de marcas famosas de muito sucesso.

A obra Hacking Growth – A Estratégia de Marketing Inovadora das Empresas de Crescimento Rápido propõe uma viagem relevante e profunda pelos bastidores de negócios que cresceram no Vale do Silício, como a Airbnb e a Uber.

Ellis revela detalhadamente aos leitores a estratégia em comum usada por essas marcas que hoje são gigantes e líderes de seus mercados, o Growth Hacking.

Livros Sobre Marketing Digital para Ler em Cada Mês de 2018

3˚ Martha Gabriel – Marketing na Era Digital

Um dos livros mais vendidos da categoria, o Marketing na Era Digital não poderia ficar fora dessa lista.

Lançado em 2010, o conteúdo ainda se mantém bastante atual. Martha Gabriel, em uma linguagem direta e bastante dinâmica, expõe a importância e exemplifica as nuances das estratégias do marketing dentro do novo cenário digital.

São 15 capítulos, onde o leitor é conduzido por meio de 4 principais setores. Os conceitos e planejamento, transformações do cenário de marketing diante do impacto da era digital, plataformas e tecnologias em crescente e estratégias do marketing digital.

4˚ Rafael Rez – Marketing de Conteúdo A Moeda do Século XXI

Publicado em maio de 2017, o livro Marketing de Conteúdo – A Moeda do Século XXI é uma obra essencial para quem deseja se aprofundar mais no universo do marketing digital e compreender o que hoje conquista o tempo e a dedicação das pessoas.

Rafael Rez, um dos maiores especialistas na área, conduz o leitor a uma reflexão profunda e completa sobre as características, os meios, as plataformas e o poder do marketing de conteúdo.

5˚ Alice M. Tybout e Tim Calkins – Branding Gestão de Marcas

Também de 2017, Branding – Gestão de Marcas é um livro para quem deseja mergulhar nesse universo.

Com diversas opiniões e críticas de especialistas é possível enriquecer o conhecimento sobre a gestão de marcas e os desafios da tarefa. Além disso, a obra é recheada de insights, dicas únicas e planos sobre posicionamento de marca, construção de estratégias e atração de melhores resultados.

Ao terminar a leitura, certamente você terá uma visão completamente diferente sobre o que é o Branding.

Livros Sobre Marketing Digital para Ler em Cada Mês de 2018..

6˚ Tércio Strutzel – Presença Digital

Para quem deseja fazer um tour pelas transformações tecnológicas promovidas pelo marketing na era digital, o livro Presença Digital de Tércio Strutzel é uma bela alternativa.

Na obra, é possível entender melhor o porque o marketing online veio para ficar e, ainda, que ele pode ser uma grande via de mão dupla.

7˚ Martin Lindstrom – Small data e A Lógica do Consumo (Box com 2 Livros)

Martin Lindstrom é uma das referências globais quando o assunto são as análises de comportamento de consumo.

Mestre em descobrir anseios de consumo mais ocultos, ele traz em suas obras lições valiosas.

No livro Small Data você aprenderá de perto com o autor, afinal, ele revela em detalhes como seu método de análise é aplicado.

No livro A Lógica do Consumo, o mistério sobre como alguns produtos chegam ao sucesso máximo é revelado. Você também verá como o cérebro dos consumidores reagem às estratégias de marketing e propaganda.

8˚ Jan Zimmerman – Marketing Digital para Leigos

Uma introdução completa e bem direcionada para quem ainda está dando seus primeiros passos no marketing digital.

As temáticas abordadas na obra de Jan Zimmerman são as ferramentas do marketing digital, aplicações em sites, aumento de visibilidade e vendas.

 

9˚ Edmir Kuazaqui – Marketing para Ambientes Disruptivos

Junto a mais 3 coautores, Kuazaqui traz em sua obra recém-lançada, lições valiosas sobre como atrair melhores resultados em ambientes disruptivos, onde as situações são mais turbulentas e complexas.

Sem dúvidas, os leitores terminarão de consumir esse livro com uma visão diferenciada sobre planejamento, gestão de crise e a importância do marketing dentro desse cenário.

10˚ Jaime Troiano – Brandintelligence

O Branding está cada vez mais presente no ambiente digital, por isso, dominá-lo tem sido ainda mais importante.

O Livro de Jaime Troiano, Brandintelligence – Construindo Marcas Que Fortalecem Empresas e Movimentam a Economia, pode lhe oferecer uma visão bem completa e relevante sobre administração de marcas e a relação com a gestão de empresas.

11˚ Julio Ribeiro – Marketing de Atitude

Na obra de Julio Ribeiro, Marketing de Atitude, é possível descobrir que as melhores soluções para conquistar resultados incríveis, geralmente, são as mais simples.

O autor mostra, na prática e em estratégias de marketing exemplificadas, que uma simples mudança de atitude é capaz de promover grandes transformações.

12˚ Edson Crescitelli e Iná Futino Barreto – Marketing de Relacionamento

Em um cenário onde as marcas precisam se conectar de forma próxima e frequente com seus consumidores, dominar o marketing de relacionamento é imprescindível.

Nesse livro, de Edson Crescitelli e Iná Futino Barreto, você terá a oportunidade de presenciar um debate sobre os conceitos da estratégia e ainda aprender com cases de sucesso.

 

Pronto! Agora é só escolher por onde começar a leitura!

Curtiu a nossa seleção, mas gostaria de acrescentar um livro nessa lista? Então mande nos comentários.

Até Breve!

Forte Abraço.

É Possível Traçar Uma Estratégia de SEO Eficaz Sozinho?

Todos já sabem da grande importância que uma estratégia eficaz de SEO possui, não é verdade?

Muitos negócios que investem no meio digital e querem garantir maior visibilidade em um ambiente bastante povoado, sempre recorrem às técnicas de otimização para os motores de buscas.

A lógica é simples! Estar no lugar certo, na hora certa. No marketing digital, isso quer dizer, ser encontrado quando um potencial cliente/consumidor fizer uma pesquisa nos grandes buscadores, como o Google.

Fato é que Google recebe mais de 90% das pesquisas globais. Você mesmo, que lê esse conteúdo agora, deve recorrer à ferramenta em caso de dúvidas, para procurar serviços, produtos, encontrar locais, enfim…

Essa simples ação corriqueira se transformou em uma excelente oportunidade para negócios que investem em SEO.

Parece simples, certo?

O problema é que para dominar as SERPS não basta fazer o simples, é preciso ficar atento às atualizações dos mecanismos de buscas, que recebem mais de uma dezena de updates em seus algoritmos diariamente.

Além disso, você terá que realizar um amplo e aprofundado estudo de palavras-chave, passando diretamente pelo seu público alvo e mercado, para entender e encontrar métodos para se destacar frente aos potenciais clientes e diante dos concorrentes.

  • Achou que tudo está dentro do controle?

Bem, então saiba que será necessário também estudar um pouco sobre como construir títulos e textos relevantes e atrativos, além de dominar algumas plataformas de SEO.

Resumindo? Com base em dados sobre o seu setor e seu público alvo, você terá que personalizar as técnicas de SEO para o seu negócio. O objetivo dela sempre será oferecer uma melhor experiência ao seu usuário.

Por isso, a primeira lição da otimização é ter ciência de que:

  • “O primeiro lugar no ranking de buscas do Google nem sempre lhe garantirá os melhores resultados”.

Ficou confuso agora?

Como lhe falamos anteriormente, o que efetivamente traz retornos positivos é a personalização das técnicas de SEO de acordo com o seu negócio, seu mercado e o seu público alvo.

Basicamente, o que estamos tentando lhe dizer é que, não adianta estar ranqueado na primeira página de buscas do Google, se seus termos, por exemplo, estão atraindo tráfego sem qualidade, que chegou ao seu site por um equívoco, por indução ao erro.

É Possível Traçar Uma Estratégia de SEO Eficaz Sozinho.

No SEO, na maioria das vezes, qualidade é muito mais importante do que quantidade.

Traçar uma estratégia de otimização para os mecanismos de buscas requer cuidado e conhecimento, além de tempo e dedicação.

Muitos profissionais acabam não possuindo todos os requisitos e, por isso, acreditam ser melhor contratar uma equipe especializada para fazer e aplicar a estratégia.

Você pode estar se perguntando nesse momento…

  • Mas, é possível fazer uma estratégia de SEO eficaz sozinho?

A resposta para essa pergunta pode não ser a que você deseja receber, mas precisamos ser sinceros. Depende!

Como vimos até aqui, não é tão simples elaborar e aplicar uma estratégia de SEO capaz de impulsionar os seus resultados como um todo. Mas é possível, caso cumpra alguns requisitos básicos.

Vamos lhe mostrar quais são eles e, desse modo, poderá entender se essa é uma tarefa que pode ser realizada de forma independente por você.

Vem com o Mestre do Adwords!

 1˚ Requisito – Você entende perfeitamente o que é SEO

O primeiro requisito que você deve atender diz respeito ao conhecimento. Até porque, não há como executar uma estratégia eficaz baseado em um conjunto de técnicas que você entende pouco.

Para começar, é importante que você saiba que SEO não se relaciona apenas com técnicas para atrair tráfego em alto volume.

Search Optimization Engine está muito mais próximo à meios que propiciam uma excelente experiência ao seu público alvo.

O objetivo central desse tipo de estratégia é estar pronto para ajudar, de forma relevante, quando o seu potencial cliente expressar uma dor, um desejo, uma necessidade, por meio de uma pesquisa nos buscadores.

É Possível Traçar Uma Estratégia de SEO Eficaz Sozinho..

2˚ Requisito – Você compreende tudo que executará como profissional de SEO

Para chegar à uma estratégia eficaz, é muito importante que você compreenda tudo que terá que executar como profissional de SEO.

Como falamos no início, é preciso cobrir todas as áreas, deixando o básico para trás.

Isso quer dizer que não basta mais olhar apenas para termos com bom potencial dentro de ferramentas específicas.

Será necessário lidar com extração e análise de dados mais profundos. Principalmente, para entender os comportamentos do seu público alvo, além de possíveis movimentos do seu mercado que podem impactar a sua estratégia.

Sua meta é a conversão, certo?

Então seu objetivo é criar uma estratégia completa capaz de atrair o seu potencial cliente ao local em que ele terá que executar essa ação e, sobretudo, garantir que ele a faça.

3˚ Requisito – Você sabe o que não deve praticar em SEO

Traçar uma estratégia eficaz de SEO exige que o profissional responsável conheça profundamente as boas práticas.

Afinal, isso garante que ele não cometa equívocos que possam resultar em graves punições, que podem desencadear uma expulsão definitiva.

Como todos sabem, o Google tem o poder de banir ou penalizar qualquer site, página ou conteúdo que firam as práticas recomendas, usando de técnicas que prejudique de alguma forma ou leve o usuário ao erro.

Certifique-se de que você compreende o que não deve praticar em SEO, pois punições não são raras, mas elas podem jogar fora um trabalho de meses em questão de segundos.

É Possível Traçar Uma Estratégia de SEO Eficaz Sozinho

 4˚ Requisito – Você tem tempo e disposição

Se na parte de conhecimento você se garante muito bem, então é preciso apenas verificar se a sua rotina comporta essa tarefa.

Traçar uma estratégia de SEO é um trabalho árduo, que leva tempo e exige disposição, pois são várias etapas.

Dificilmente, você conseguirá chegar ao objetivo final em poucos dias, principalmente, porque é preciso trabalhar com testes, análise de dados e possíveis correções.

Por isso, antes de aceitar o desafio, verifique se você tem tempo e disposição para tal!

E aí, qual a sua resposta?

No seu caso, é possível traçar uma estratégia de SEO eficaz sozinho?

Esperamos ter lhe ajudado!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Google My Business – Saiba Como Incluir Vídeos em Sua Conta

Muito provavelmente, você já deve ter, ao menos, ouvido falar no Google My Business ou Google Meu Negócio. Certo?

Talvez, o que você não saiba é exatamente o porque ele pode ser tão importante para o seu negócio.

Recentemente, a marca responsável pela plataforma anunciou que liberaria mais uma possibilidade aos utilizadores do My Business, mas não se trata de um mero recurso, na verdade agora é possível contar com a inclusão de vídeos na sua conta!

  • Não consegue ver a grandiosidade que essa novidade representa?
  • Já tem uma conta no Google Meu Negócio, mas não a utiliza por simplesmente não ver potencial na ferramenta?

Então vem com o Mestre do Adwords e confira o que é o Google My Business, como ele funciona e, claro, como utilizar o novo recurso ao seu favor.

Aproveite!

Google My Business ,

Afinal, o que é o Google My Business?

Antes de falar sobre o novo recurso, é importante que deixemos claro do que se trata efetivamente o Google My Business.

Isso porque, dessa forma, você conseguirá entender melhor o que a novidade representa aos usuários da plataforma.

Como você já deve desconfiar, o My Business ou Meu Negócio é uma plataforma da Google com uma série de ferramentas e recursos. Ela foi lançada por volta de 2014 e é totalmente gratuita.

Seu principal foco é proporcionar que profissionais e interessados divulguem suas marcas e negócios, o que automaticamente oferece maior potencial de alcance de possíveis clientes e consumidores.

O My Business também possibilita que as empresas e profissionais tenham um espaço de comunicação e interação com seus públicos alvo.

Na verdade, a criação da plataforma se deu, no primeiro momento, diante da tentativa de facilitar e melhorar a experiência dos utilizadores de outras plataformas, como o Google Places e Google+, por exemplo.

É que o Meu Negócio é um compilado dessas ferramentas individuais que o Google já possuía.

Como funciona o Google My Business?

O My Business é uma ferramenta muito útil e importante para todos os tipos de negócios.

Google My Business

Ela pode ser utilizada tanto por empresas locais, como lojas físicas, quanto por empresas totalmente digitais, como sites/blogs.

A plataforma funciona de maneira simples e dinâmica. Ao criar a sua conta e torná-la verificada, você poderá contar com:

  • Dados Completos Sobre Seu Público Alvo: Um dos recursos oferecidos pelo Google Meu Negócio é o de monitoramento. Isso quer dizer que você poderá analisar e extrair dados importantes sobre o comportamento do seu público.

Por exemplo, você saberá o que e como eles fazem as buscas, quais páginas eles mais visitam, o nível de qualidade da navegabilidade de seu site, entre outras coisas capazes de tornar as suas estratégias mais assertivas.

  • Comunicação Mais Próxima com a sua Audiência: A partir da plataforma, a Google lhe oferece a oportunidade de receber na página da sua empresa uma série de comentários de seus consumidores, além de um canal de comunicação mais próximo com sua audiência, onde será possível oferecer feedbacks diretos e claros, solucionar questões em aberto ou simplesmente fazer um atendimento rápido.

Interagir e impulsionar o engajamento serão tarefas mais simples para você. Seus consumidores sentirão que a sua marca está mais presente nos momentos em que eles mais precisam.

  • Atualização Constante das Informações do Seu Negócio: Você deve saber que fornecer dados atualizados do seu negócio aos seus clientes e potenciais consumidores é muito importante. Certo? No My Business, você poderá alterar dados quando necessário de forma mais simples e rápida.

Além disso, essas atualizações acabarão favorecendo a sua marca no ranking das buscas, o que automaticamente potencializa o seu alcance e resultados.

Ficou interessado em como se inscrever no Google My Business? A gente lhe ajuda!

Como Criar Uma Conta no Google My Business?

Google My Business ..

Antes de partimos para o passo-à-passo, vamos sanar algumas dúvidas quanto ao assunto.

Primeiro, se você tem um negócio totalmente online, ou seja, sem endereço físico, é sim possível fazer o cadastro dele no Google Meu Negócio.

A única questão é que, em um primeiro momento, você terá que fornecer sim um endereço físico, pois o Google precisa dele para fazer a verificação da sua conta.

Caso não queira expor esse dado, seja porque trabalha de sua casa ou não atenda presencialmente, basta ocultá-lo.

Segunda questão: Se o seu negócio possui sedes e, portanto, mais de um endereço físico, você terá que criar uma conta com um endereço apenas, inicialmente.

Após verificar o primeiro endereço, adicione outro, aguarde novamente a verificação e inclua o último.

Tenha cuidado com a vinculação da sua conta do My Business ao Google+! Afinal, quando você cria um perfil na plataforma, de forma automática uma página do Google + é criada e vinculada a esse perfil. Nela, todas as suas atualizações serão compartilhadas.

Tudo esclarecido! Podemos começar o passo-à-passo para criar a sua conta?

Vem com a gente.

  1. Acesse a página oficial do Google My Business.

 

  1. Clique no Botão “Aparecer no Google

 

  1. Forneça E-mail e Senha caso já tenha conta da sua empresa no Google.

 

  1. Na página seguinte, localize “Encontrar Sua Empresa” em uma caixa de busca, preencha com o nome do seu negócio. Se não obtiver retorno da busca, isso significa que a sua empresa ainda não está cadastrada.

 

  1. Então, coloque o endereço completo, inclusive Estado e Cidade, na mesma caixa de pesquisa, busque novamente. Não apareceu nada? Então clique em “Digite corretamente o nome e o endereço” e preencha todos os dados requeridos. Assim que finalizar, basta clicar no botão “continuar”.

 

  1. Faça a reverificação dos seus dados, garanta que estão completos e totalmente corretos. Leia e aceite os termos de serviço.

 

  1. Ao continuar, você será levado à uma tela, onde visualizará um botão com a frase “Envie Meu Código”, clique sobre ele.

Esse código é o de verificação e autenticação da sua conta. Por isso, ele chegará via carta, pelo correio, no endereço que você informou no cadastramento. Você tem até 30 dias para recebê-lo e informá-lo dentro da plataforma do Google Meu Negócio.

Embora a confirmação da sua conta demore algum tempo, você não precisa esperar que o código chegue para começar a utilizá-la.

Agora que você já sabe como criar uma conta, vamos falar sobre o mais novo recurso do Google My Business?

Vídeos no Google My Business – Novo Recurso Chega à Plataforma

Diante de uma realidade onde os vídeos estão sendo cada vez mais consumidos, o Google resolveu incluir no “Meu Negócio, a possibilidade de utilizá-los.

Com isso, as empresas cadastradas poderão oferecer ainda mais qualidade quanto à experiência de seus clientes e potenciais consumidores.

  • Já pensou, como seria incrível poder mostrar seus produtos ou sua própria loja física através de um vídeo, direto na sua página no Google?

A funcionalidade foi anunciada há pouco tempo e está disponível desde do dia 12 de janeiro de 2018.

Agora, quem tiver uma conta no My Business poderá incluir vídeos de até 30 segundos de duração e também receber vídeos de seus consumidores, como mais uma nova forma de interagir e engajar.

Os novos conteúdos serão exibidos no mesmo lugar onde ficam as fotos, no resultado de buscas. O Google informa que os vídeos upados poderão ser disponibilizados em até 24h e podem ser vistos internamente em uma aba específica, no menu principal, dentro da plataforma.

Como Incluir Meus Vídeos no Google My Business?

Para aproveitar o recurso e incluir seus vídeos no Google My Business, basta fazer o login na sua conta.

Depois, siga até o menu principal e pressione a aba das fotos! Encontre a opção “Vídeos” e clique nela.

Selecione o arquivo de vídeo que deseje subir. Aguarde o carregamento e clique no botão “postar”.

Pronto! Está feito.

E, aí? Pronto para utilizar o Google My Business e conquistar resultados ainda mais surpreendentes? Esperamos que tenha gostado do conteúdo.

Em caso de dúvidas, escreva para nós!

Forte Abraço.

Vídeo para Facebook – 6 Sacadas para Converter Muito Mais

Após a polêmica mudança das regras de monetização do Youtube, muitos produtores de conteúdo e empresas, que utilizam a plataforma de vídeos da Google como meio para divulgar seus materiais, passaram a pensar em alternativas.

A verdade é que Youtubers e profissionais com potencial baixo de investimento estão se sentindo ameaçados, temendo pelas suas visibilidades.

Uma dessas alternativas, para continuar oferecendo vídeos de qualidade, capazes de atrair ótimo volume de tráfego e, consequentemente, conversões, é o Facebook.

Isso porque, a rede social é a mais popular do planeta, reunindo a incrível marca de 2 bilhões de usuários. O que evidentemente, abriria a chance da reconquista da audiência perdida no Youtube.

Apesar disso, as duas plataformas possuem características totalmente diferentes, certo?

Uma delas é o fato da rede social ser altamente povoada por conteúdos que competem o tempo todo, nos mais diferentes formatos.

Se você abrir agora o seu perfil do Facebook, verá uma timeline com fotos, textos, vídeos, gifs, infográficos, links para matérias, dentre outros.

De fato, atrair resultados no mínimo satisfatórios nessa plataforma pode ser bastante complexo, mas isso não significa que é impossível!

Você deve estar querendo perguntar nesse momento…

  • Então, como fazer para criar vídeos para Facebook que sejam atraentes, que se destacam e que convertem muito mais?

Não tem ideia?

Então vem com o Mestre do Adwords, nós reunimos, com muito cuidado a partir de nossa experiência, 6 sacadas que irão lhe ajudar a conquistar o seu objetivo.

Não deixe para depois, aproveite tudo agora!

Vídeo para Facebook..

1ª Sacada – Atrair no Início é Crucial em Vídeos para Facebook

Essa não é uma informação sem fundamento, na verdade, ela foi divulgada pelo próprio Facebook.

Segundo dados oficiais, apenas 35% dos usuários que veem os primeiros 3 segundos de um conteúdo audiovisual não continuam assistindo por no mínimo mais 10 segundos.

Interessante, não é mesmo?

Diante disso, podemos considerar que os vídeos para Facebook mais poderosos são aqueles que conseguem captar a atenção da audiência logo no início.

Então, para converter muito mais, invista nesse quesito! Procure trabalhar com vídeos que atraiam o seu alvo logo no início, passe a mensagem rápida e claramente logo nos primeiros 3 segundos.

Isso fará uma enorme diferença em seus resultados, pode acreditar!

2ª Sacada – Descubra Sua Média de Exibição e Determine a Duração Ideal

Você já deve saber que os usuários dificilmente assistem à vídeos de longas durações. Certo?

Isso acontece, além de vários outros motivos, pela alta frequência de conteúdos oferecidos.

Para conseguir manter sua audiência até o final do seu vídeo é importante que você ofereça a ela um conteúdo relevante e na medida certa, ou seja, na duração ideal.

Mas…

  • Como descobrir quantos minutos meu vídeo deve ter?

Simples! Vá até o Facebook Insights e encontre a aba “Tempo de Exibição Média de Vídeo”.

Encontrou? Pronto! Agora verifique os dados. Se os seus conteúdos são pouco visualizados, não passando de menos de 5 ou 6 segundos, sinal de que o vídeo que está oferecendo está com problemas.

Um deles pode ser a falta de atratividade nos primeiros segundos, como falamos no tópico acima. Invista em despertar gatilhos mentais, como o de curiosidade.

O outro, muito provavelmente, é a falta de adequação do tempo do vídeo. Ele deve estar longo demais, desinteressando o usuário.

Vídeo para Facebook

3ª Sacada – Aplique Legendas nos Vídeos para Facebook

Por ser uma rede social, muitas pessoas acessam a plataforma diversas vezes ao dia, especialmente via aplicativo em seus smartphones.

Acontece que, em muitas dessas vezes, os usuários estão em situações adversas, como dentro de um ônibus cheio, no horário de almoço no refeitório da empresa, deitados prestes a dormir….

Enfim, o que estamos tentando dizer com tudo isso é que os usuários estão sim hiper conectados ao Facebook, mas nem sempre totalmente disponíveis para consumir o conteúdo. Muitas vezes, a ocasião não permite!

Por isso, é muito importante facilitar a experiência deles e oferecer alternativas.

Um dado interessante do Facebook mostra que apenas 15% dos vídeos da plataforma são vistos com o som ativado.

Ou seja? Os outros 85% dos vídeos são consumidos em modo silencioso!

  • Sabendo disso, o que você acha de criar conteúdos audiovisuais com legendas?

Sem dúvidas, você converterá muito mais!

4ª Sacada – Contate o Seu Público Sobre o Que Eles Querem Ver

Vídeo para Facebook.

Para criar vídeos para Facebook com maior poder de conversão, você precisa oferecer conteúdo relevante, que interesse e engaje o seu público alvo de forma que conecte verdadeiramente.

  • Mas, como descobrir quais tipos de conteúdo eles querem ver?

Muito simples! Pergunte diretamente a eles!

Utilize o próprio Facebook para realizar pesquisas com a sua audiência. Faça perguntas diretas e claras que tenham o potencial de lhe oferecer informações suficientes para criar vídeos irresistíveis.

Isso não só elevará o interesse nos seus materiais, como abrirá um canal de comunicação poderoso e positivo para nutrir um relacionamento mais próximo, relevante e duradouro.

5ª Sacada – Analise as Métricas com Frequência e Otimize Sua Estratégia

Qualquer estratégia, seja ela de vídeos para Facebook ou de artigos para blog, precisa ser analisada e reformulada.

O motivo para tal é bastante claro. Nenhuma estratégia pode ser perfeita o tempo todo, afinal, estamos em um ambiente de muita concorrência, onde tudo muda a cada instante.

Por isso, o que está dando muito certo agora, pode não apresentar nenhum resultado satisfatório amanhã.

Para driblar essas oscilações e garantir sempre os melhores resultados, você precisa ter frequência na análise de métricas das suas estratégias. E, claro, a partir dos dados colhidos, promover otimizações.

6ª Sacada – Certifique-se da Qualidade Audiovisual

Não adianta oferecer conteúdos completos, relevantes e cheios de atratividade, se você não cuidar da qualidade técnica do seu vídeo.

O que estamos tentando dizer é que no Facebook, a qualidade da imagem, do áudio e até a harmonia do ambiente em que seu vídeo foi gravado, importam.

Pesquisas mostram que vídeos com áudio baixo, com iluminação precária ou com cenários incoerentes, acabam expulsando a audiência.

Por isso, tenha atenção e certifique-se da qualidade audiovisual dos seus materiais.

De maneira geral, para converter muito mais com vídeos para Facebook, você precisa, apenas, oferecer uma excelente experiência ao usuário, com frequência e compromisso.

Esperamos que tenha gostado das sacadas!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

WhatsApp Business – Conheça Tudo sobre a Nova Plataforma

É possível que você esteja se perguntando se já não tinha lido esse conteúdo, mas pode ter certeza que não.

Na verdade, há um tempo, aqui mesmo, no Mestre do Adwords, nós falávamos dos movimentos do WhatsApp quanto às atualizações e novidades nesse sentido, lembra?

Elas seriam voltadas aos negócios e apresentaria recursos específicos para atender as necessidades desse público.

Acontece que esse texto, que você lê agora, trata-se da evolução desse cenário apresentado anteriormente.

É isso mesmo que você está pensando. Os responsáveis pelo maior aplicativo de troca de mensagens do planeta anunciaram que o WhatsApp Business já é real.

Quer saber tudo sobre a nova plataforma?

Então vem com a gente!

WhatsApp Business,

WhatsApp Business – O Novo Aplicativo Exclusivo para Empresas

Que o WhatsApp já estava de olho nas pequenas e micros empresas, isso não é novidade para você. Certo?

No entanto, o que pode lhe surpreender é que na última quinta-feira, dia 18 de janeiro de 2018, esse interesse se materializou em um novo aplicativo exclusivo.

Nomeado de WhatsApp Business, a plataforma apresentará recursos capazes de tornar o seu objetivo principal mais próximo. Isso quer dizer, de ser o aplicativo número 1 das empresas quanto à comunicação com seus clientes e potenciais consumidores.

De acordo com a divulgação oficial, donos de pequenas e microempresas poderão contar com automatização de mensagens que servirão para fazer o prévio atendimento do público alvo, inclusive, para responder perguntas frequentes e solucionar problemas, 24h por dia.

Também haverá a possibilidade de exibir perfis mais completos com dados da marca.

Em uma entrevista dada ao G1, Metu Singh, um dos responsáveis pelo aplicativo, declarou que, o WhatsApp já é utilizado por muitas empresas para gerar, construir e nutrir relacionamento com os clientes e potenciais consumidores.

No Brasil, de acordo com o estudo feito pela Morning Consult, apenas uma, em cada cinco pequenas e microempresas, não utiliza o WhatsApp como canal de comunicação com seu público.

Quais São os Principais Recursos do WhatsApp Business?

WhatsApp Business

Ao contrário do que muitos imaginavam, a novidade não será unificada ao aplicativo já existente, na verdade, o WhatsApp Business será uma plataforma totalmente independente, embora conectada.

O que isso quer dizer é muito simples. As empresas terão que baixar um novo app, enquanto os usuários comuns, os consumidores, continuarão usando a plataforma já existente do WhatsApp para interagir com os perfis presentes na versão Business.

As principais novidades quanto aos recursos têm relação direta com as demandas de micro e pequenas empresas.

Como citamos acima, os novos usuários do WhatsApp Business terão à disposição a possibilidade de criar e enviar mensagens automatizadas para seus contatos.

Isso fará com que um pré-atendimento seja realizado, garantindo uma melhor experiência ao usuário.

Quer um exemplo?

  • Imagine que um cliente em potencial queira tirar uma dúvida muito frequente na sua empresa, antes de realizar a compra…
  • No entanto, nem você e nem a sua equipe estão realizando atendimento no momento, já que o consumidor resolveu comprar às 3h da manhã.

E, agora? Dificilmente ele irá esperar que você retorne às 8h ou 9h para responder a dúvida. Concorda?

É justamente nesse ponto que o autoresponder do WhatsApp Business pode lhe ajudar. Afinal, você poderá programar as respostas para dúvidas mais frequentes e o recurso funcionará como um chatbot.

Além disso, ele também será muito útil em outra ocasião… Sim! A de administrar melhor possíveis problemas.

Pense como seria incrível poder fazer o pré-atendimento imediato frente as reclamações de seus clientes.

Isso diminuiria as grandes confusões que podem impactar fortemente a autoridade da sua marca.

Além desse recurso, você terá um perfil mais completo com a capacidade de exibir mais informações relevantes sobre a sua empresa.

  • Está se perguntando que tipo de dados serão expostos?

Esse novo perfil, nomeado de Conta Comercial, mostrará o nome da marca, o horário de funcionamento/atendimento, o endereço eletrônico principal, seja site, blog ou página, setor, um breve descritivo da empresa, localização e dados de contato.

Não acabou, o WhatsApp para empresas ainda lhe oferecerá a oportunidade de acompanhar métricas de performance.

Como assim?

Bem, você terá o poder de analisar o quanto sua estratégia de comunicação através da plataforma está sendo positiva.

Ou seja, será possível verificar se suas mensagens estão sendo lidas e/ou respondidas, por exemplo. Basicamente, você terá em mãos dados sobre a interação e, com isso, avaliar se a recepção por parte dos contatos está sendo positiva.

Onde e Como Baixar o WhatsApp Business?

WhatsApp Business..

É importante dizer que o lançamento do novo aplicativo do WhatsApp para pequenas e microempresas ocorreu, inicialmente, em 5 países. Entre eles, os Estados Unidos, a Itália e a Indonésia.

No entanto, segundo informações oficiais, nos próximos dias, ele será disponibilizado em outros países, inclusive, no Brasil, que é o segundo mercado de serviço do mundo.

Testes no território brasileiro já estão em fase avançada. Sabe-se que há uma loja no Rio de Janeiro e uma gráfica no Espirito Santo utilizando o aplicativo beta em suas rotinas profissionais.

Assim que houver o lançamento oficial no Brasil, os interessados poderão baixar o WhatsApp Business na loja de aplicativos oficial da Google. Isso porque, embora seja um projeto para um futuro próximo, a plataforma ainda não será disponibilizada para iOS.

Você poderá usufruir gratuitamente do app e de seus recursos, bastando fazer o preenchimento de um cadastro, onde não é exigido um CNPJ.

Os dados solicitados são:

  • Endereço
  • Descrição básica da marca, contando o que ela faz.
  • Número de Contato que, nesse caso, será vinculado ao perfil.

Atenção: O WhatsApp verificará os telefones atribuídos às contas para certificar de que os números informados correspondem verdadeiramente às marcas.

Por isso, fique atento a esse dado, pois em caso de equívocos, a sua conta poderá ser bloqueada ou não aceita.

Esse é um meio da plataforma oferecer um maior nível de segurança aos consumidores, evitando fraudes e golpes.

Por hoje é só! E aí, gostou da novidade?

Dúvidas? Escreva para nós!

Forte Abraço.

Novas Regras de Monetização do Youtube – O que Você Deve Saber?

O Youtube, mais uma vez, surpreendeu a todos com uma série de novidades quanto às regras de monetização de vídeos na plataforma.

Se você parar para lembrar um instante, verá que não faz muito tempo, por volta de abril de 2017, que uma notícia parecida com essa veio à tona. Certo?

Tratava-se de uma nova regra, onde a monetização de um canal só seria liberada mediante à conquista de 10 mil visualizações. O que mexeu bastante com muitos profissionais que tinham a plataforma como um meio de gerar mais visibilidade para as suas marcas e/ou ganhos financeiros diretos.

Acontece que, ao que tudo indica, essa medida não foi o suficiente diante dos objetivos do Youtube.

É que a Google vem trabalhando há um certo tempo em sua plataforma de vídeos no intuito de melhorar a qualidade dos conteúdos produzidos e divulgados, o que consequentemente, segundo a gigante da internet, impulsionaria positivamente a experiência do usuário.

A bomba, ou melhor, a notícia que anunciava mais uma série de regras, veio à tona no dia 16 de janeiro de 2018, terça-feira, dando margens para muitos debates e polêmicas.

É que as novas regras não agradaram nem um pouco os produtores de conteúdo de canais de pequeno porte.

Inclusive, o que mais se diz é que será impossível ganhar dinheiro com o Youtube se você não for um produtor de alto nível, com muito potencial para investimento.

Resumindo? Muitos acreditam que pequenos e micro produtores não terão mais vez na plataforma e que esse movimento da Google, fechará muitos canais e suas fontes de renda.

Novas Regras de Monetização do Youtube,

Será que é verdade?

Os pequenos canais serão eliminados do Youtube e produtores menores terão que encontrar outras plataformas para investir?

Ao contrário do que muitos diziam, ser um Youtuber não é mais uma opção viável ou uma “profissão” do futuro?

Complicado, não é? Por isso, o Mestre do Adwords está aqui! Nós vamos lhe ajudar.

Vem entender melhor tudo sobre o assunto e tire suas próprias conclusões a partir de informações completas e claras!

Monetização no Youtube – O que é e Como Funciona?

Antes de falarmos das mudanças que virão com as novas regras, precisamos conversar um pouco sobre o que é e como funciona a monetização no Youtube.

Dessa forma, você entenderá melhor as novidades e os possíveis impactos que elas apresentarão aos canais.

É muito provável que você já saiba, mas para deixar claro, a monetização do Youtube é um programa de parceria, onde a plataforma de vídeos paga aos donos de canais que produzem conteúdos, para ter o direito de veicular publicidade.

Resumidamente, o Youtube compra um espaço publicitário de um canal de boa audiência.

Claro, para que a plataforma se interesse em anunciar na sua mídia, o produtor de conteúdo deve seguir parâmetros e regras estabelecidas no programa de parceiros.

Como falamos acima, em agosto de 2017, uma dessas regras era ter, no mínimo, 10 mil views para ter o direito de eleger o seu canal ao programa de monetização.

Enfim! Uma vez aceito, o canal exibe, em meio ao seu conteúdo, pequenos banners, vídeos e assinaturas, e passa a ser pago por isso.

Por isso que, quanto mais visibilidade, inscritos, curtidas, interações, maiores são os ganhos. Afinal, isso significa levar a publicidade mais longe.

Tudo entendido?

Então vamos ao ponto central desse conteúdo, descubra agora quais são exatamente as novas regras para eleger canais ao programa de monetização do Youtube.

Novas Regras de Monetização do Youtube

O Que Mudará com as Novas Regras de Monetização do Youtube?

O que mais se discute em relação ao assunto é o quão difícil será ganhar dinheiro com o Youtube daqui em diante.

Há quem diga que os pequenos canais serão os mais atingidos negativamente, mas também há os que defendem o fato de que os canais mais relevantes também serão prejudicados.

A justificativa é muito simples. Os Youtubers de maior visibilidade no país são aqueles que produzem conteúdo humorístico.

Então como é que ficarão os canais de empresas? De ciências? De Política?

Muitos dizem que serão esquecidos na imensidão digital!

Será? Para tirar suas próprias conclusões, entenda quais serão essas mudanças…

A partir do dia 20 de fevereiro de 2018, data em que as novas regras entrarão em vigor, os Youtubers e pretendentes ao cargo, que quiserem participar da monetização da plataforma de vídeos da Google terão que:

  • Apresentar, no mínimo, 4 mil horas de visualizações em seus conteúdos audiovisuais no último ano, ou seja, cerca de 11h por dia.
  • Ter, pelo menos, mil inscritos em seu canal.

Se você já monetiza seu canal, mas ainda não atende às novas regras, seu prazo é de 30 dias para adequação. Em caso de não conquistar as metas, o Youtube poderá lhe excluir do programa.

Apesar da forte rejeição por parte dos produtores de conteúdo, os responsáveis pela maior plataforma de vídeos do planeta dizem que o impacto poderá ser grande. Só que, apenas, 1% dos canais que poderão ser afetados ganham mais que US$100 dólares a cada 12 meses.

O Youtube anunciou no último dia 16 de janeiro, que as mudanças foram necessárias para um bem maior.

O objetivo das medidas é banir e evitar que conteúdos de baixa relevância tenha visibilidade através da plataforma e que acabem lucrando também.

Novas Regras de Monetização do Youtube..

Além disso, a Google também acredita que dessa forma será possível oferecer um meio de ganhar dinheiro mais estável, além de um cenário mais propício e melhor para os anunciantes.

Após saber de tudo isso, de que lado você está?

De fato, as regras ficaram ainda mais restritivas aos canais, mas será que elas acabarão com as oportunidades de pequenos produtores na plataforma?

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que ele tenha sido imensamente útil para você!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Tendências do Marketing Digital Que Você Deve Adotar em 2018

É incontestável o crescimento que o marketing digital vem apresentando nos últimos anos.

Atualmente, milhares de negócios têm a mídia online como seu canal mais lucrativo, graças ao fato de estarem presentes em um ambiente sem fronteiras, onde é possível alcançar e ser alcançado por um grande volume de pessoas.

Basicamente, ter seu negócio presente na internet lhe entrega a grande oportunidade de apresentar soluções à usuários com dores agudas, que já estão desejando muito o que você está oferecendo.

Quem é que não gostaria de ser encontrado por um cliente no momento da maior necessidade dele?

Acredite! Há ainda quem negue essa oportunidade, embora o número de empresas ausentes do ambiente digital tenha diminuído bastante.

Nós sabemos que, se você está aqui, é porque não é um desses profissionais que deixam a oportunidade passar. Não é mesmo?

Então, queremos lhe ajudar a evoluir junto com o marketing digital, conquistando resultados recordes.

Para isso, nada melhor do que sair na frente de seus concorrentes. Concorda?

Você pode estar pensando…

  • O que de tão poderoso poderia me dar vantagem frente aos meus concorrentes e ainda trazer resultados incríveis?

Muito simples! Informações privilegiadas.

É isso mesmo que queremos lhe oferecer. Ficou interessado?

Então confira as tendências do marketing digital que você deve adotar em 2018.

Não fique parado aí, aproveite e saia na frente!

Tendências do Marketing Digital Que Você Deve Adotar em 2018.

Porque devo aproveitar as tendências do marketing digital?

Na maioria das vezes, as tendências do marketing digital não são passageiras, elas acabam nos mostrando, a partir de um cenário atual, o que fará sucesso em um futuro muito próximo.

Especialmente nesse setor, os profissionais e negócios que conseguem captar e adotar essas tendências antes, conquistam melhores resultados.

Isso porque, estão promovendo uma espécie de inovação que, posteriormente, será replicada por milhares de concorrentes que desejam conquistar os mesmos resultados.

É por isso que você deve aproveitar as tendências o quanto antes, afinal, o potencial de retorno é muito maior quando poucas pessoas possuem essas previsões privilegiadas do setor.

As tendências que iremos lhe revelar ao longo desse conteúdo serão capazes de fazer o seu negócio crescer no ambiente digital, além de otimizar seu orçamento.

Quer saber quais são elas?

Então confira a seguir!

1ª Tendência do Marketing Digital para Adotar em 2018 – Presença Mobile

Com certeza você percebeu que os dispositivos móveis cresceram muito nos últimos anos.

Por isso, eles figuram muito entre as tendências do marketing digital, inclusive, para 2018.

Se você parar por um instante e analisar, verá que não faz muito tempo que a internet era basicamente um aglomerado de blogs e sites.

Concorda?

Acontece que o cenário vem mudando e hoje podemos ver que os aplicativos já ganharam uma grande fatia do espaço digital.

O que isso quer dizer?

Basicamente que os usuários mudaram a sua forma de consumir na internet e estão preferindo a praticidade de acessar conteúdos e realizar compras através de seus smartphones.

Segundo pesquisas, os dispositivos móveis já superaram os desktops em acessos à internet.

Junte essa informação ao fato de que, em média, os usuários ficam conectados em seus smartphones cerca de 4h diariamente. E veja que não investir na presença mobile é uma sentença ao fracasso.

Por isso, comece a adotar em 2018 essa tendência mobile, garanta que quando o seu potencial cliente precisar de você, ele lhe encontrará à poucos toques de distância, ao alcance das mãos.

Quer estratégia melhor que acompanhar o seu potencial consumidor onde ele estiver?

Tendências do Marketing Digital Que Você Deve Adotar em 2018

2ª Tendência do Marketing Digital para Adotar em 2018 – Conteúdo Audiovisual

Essa é uma das tendências mais fortes do marketing digital para esse e para os próximos anos.

Os conteúdos audiovisuais já são muito bem aceitos por quase todos os públicos, inclusive, conquistando uma posição de destaque entre os formatos favoritos.

Isso acontece porque os vídeos são dinâmicos, capazes de atrair fortemente, além de passar a mensagem de forma clara, agradável, impactante e relevante.

Pense bem… porque você acha que o Youtube é a segunda maior plataforma em buscas globais do mundo?

Com certeza essa não é uma coincidência!

3ª Tendência do Marketing Digital para Adotar em 2018 – Artificial Intelligence

Artificial Intelligence, AI ou Inteligência Artificial. Sem dúvidas, você ouviu falar com maior frequência em ao menos um desses termos no último ano.

É claro que o foco sobre o assunto não se deu à toa, a verdade é que gigantes da tecnologia, como a própria Google e a IBM estão investindo muito nesse sentido.

O motivo para tal é muito claro, entender o usuário de forma mais profunda e eficaz através da compatibilização de milhões de dados que são registrados na internet.

Você pode estar se perguntando…

  • O que mudou? Já que grandes empresas, como o Facebook, já investem em inteligência artificial há anos?

Basicamente a mudança quanto à inteligência artificial é que há uma tendência que está deixando-a mais acessível. Possibilitando que até pequenos negócios possam usufruir desse recurso.

E de fato, qual negócio não precisa ou não deseja entender melhor os seus potenciais consumidores?

Afinal, a personalização e a segmentação são tendências que já deram certo no marketing digital e vão continuar em foco por muito tempo.

Entre os recursos de Inteligência Artificial que mais estão em alta, podemos citar os chatbots, as extensões e configurações específicas de anúncios de links patrocinados e ainda estratégias especiais para e-mail marketing.

Além dessas três tendências, muito provavelmente, a realidade virtual e o storytelling também estarão em alta e, por isso, serão duas boas apostas para adotar em 2018.

De maneira geral, todos os recursos que permitirem que o seu negócio entenda melhor o público alvo, lhes aproxime e, assim, ofereça melhores experiências a ele, trarão bons resultados.

Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente útil para você!

Ficou com dúvidas? Mande sua pergunta para nós através do campo de mensagens abaixo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.