Vero – Descubra o Lançamento que Veio Rivalizar com Instagram

Com certeza, se você entrou nas redes sociais ou, ao menos, se conectou à rede mundial de computadores nos últimos dias, ouviu falar do Vero.

Fato é que o aplicativo ganhou a atenção de todos, movimentando as redes e a curiosidade dos usuários ligados à tecnologia.

Mas, ao contrário do que muitos imaginam, o Vero não é um aplicativo novo! Na verdade, ele nasceu faz 3 anos, em 2015.

No entanto, o anúncio do lançamento no Brasil é que acabou gerando tanto barulho, principalmente, pela proposta que traz consigo ao mercado!

É que o Vero veio para rivalizar com o Instagram, pelo menos, ao que tudo indica.

Quer entender melhor toda essa história?

Então vem com o Mestre do Adwords e descubra tudo sobre o aplicativo que muitos estão apostando.

Vero – Descubra o Lançamento que Veio Rivalizar com Instagram

O que é o Vero?

Como você já deve imaginar, o Vero trata-se de uma rede social. Com arquitetura parecida com o Instagram, suas funcionalidades possuem diferenciais que reforçam a promessa e o potencial de que o aplicativo possa se tornar um grande rival da plataforma de Mark Zuckerberg.

Como falamos no início, o Vero já é bastante conhecido em outros países, como os Estados Unidos, afinal, foi lançado em 2015.

Apesar disso, ele tem conquistado a atenção de muitos atualmente, pois acaba de ser disponibilizado para os brasileiros.

O interessante é que a nova rede social, não recebeu os olhares focados, apenas, dos usuários ligados à tecnologia e inovação. A verdade é que muitos famosos e influenciadores digitais já estão presentes na plataforma.

Nesse momento, pode ser que você esteja questionando:

  • Mais uma rede social?
  • Porque todo mundo está falando nesse assunto?
  • Um aplicativo novo seria capaz de rivalizar com um que já é líder de mercado, como o Instagram?
  • Quais os diferenciais que tornam o Vero tão poderoso?

Calma! Nós também nos fizemos essas perguntas e então fomos buscar informações para respondê-las.

Confira tudo a seguir!

Quais os Principais Diferenciais do Vero?

Vero – Descubra o Lançamento que Veio Rivalizar com Instagram,

O primeiro grande diferencial do Vero e, talvez, o que mais tenha o destacado diante do olhar do público em geral, é o seu propósito.

É que a rede social garante aos seus usuários que a plataforma será um ambiente verdadeiramente social, onde não haverá anúncios e nem algoritmos.

Com todo esse poder, obviamente, não só o Instagram está ameaçado, o Facebook também pode ser atingido, concorda?

Achou estranho?

  • Está questionando como o aplicativo poderia continuar funcionando, sem os aportes das marcas?

Bem, eis a resposta, segundo os responsáveis, o cadastro do perfil no Vero será pago!

Não, a gente não escreveu errado ou se informou de maneira equivocada…

É que por um tempo, como uma forma de agradecimento pela marca de 1 milhão de usuários, a rede social disponibilizou por período limitado o cadastro gratuito.

Outra maneira encontrada para equilibrar a viabilidade do funcionamento da plataforma é que os negócios e marcas presentes no Vero terão a oportunidade de vender seus produtos através de seus perfis.

Haverá custo para isso, no entanto a cobrança será feita por meio de percentagem. Uma espécie de comissão por venda realizada através do canal.

  • Ficou confuso?
  • Acredita que essa estratégia não dará certo porque as marcas dominarão a rede social, como acontece em outras plataformas?

Os responsáveis pelo aplicativo também pensaram nisso. E para afastar essa possibilidade, garantem que todos os perfis, sejam eles pessoais ou empresariais, terão o mesmo peso na plataforma, sem distinção no tratamento ou visibilidade.

Vero – Descubra o Lançamento que Veio Rivalizar com Instagram..

Como funciona o Vero?

Se você ficou curioso e interessado para saber como funciona a nova rede social que promete conquistar milhões de usuários, a gente lhe explica.

A primeira grande característica do Vero é que ele só pode ser acessado ou utilizado através do seu aplicativo.

Fora desse ambiente, você encontrará apenas um site institucional, onde é possível ler um pouco sobre a marca e o projeto.

Por ser uma plataforma livre de algoritmo, não coleta dados como as outras, apenas o necessário para realizar uma entrada segura na rede, como contatos, e informações de utilização do aplicativo para garantir uma boa experiência.

Em poucas palavras, o seu feed será construído por você, sem influências de algoritmos ou bots.

A partir dessa estrutura, o usuário do Vero também contará somente com conteúdos produzidos pelos participantes da rede, sendo conexões ou perfis que segue, uma vez que não há curadoria nesse aspecto.

Ao criar uma conta na rede social, o usuário se deparará com muitas características familiares. Como as hashtags do Instagram, as atividades do Facebook e a categorização de conteúdo dos G+.

Chamado de “Collections”, os categorizadores de conteúdo do Vero, torna a usabilidade ainda melhor.

O usuário pode organizar todos os conteúdos que lhe interessa por categorias e encontrá-los depois nos boards. Assim, como compartilhá-los em outras redes, como o Facebook ou Twitter. Esses materiais podem ser tanto de terceiros, quanto do próprio usuário.

Como citamos há pouco, você também pode postar status do que está fazendo, assim como utilizar hashtags para indicar tendências e categorizar conteúdos.

Um outro recurso também merece destaque. Trata-se da função que possibilita que você compartilhe conteúdo segmentado, direcionando-o, apenas a um grupo de pessoas.

É claro que você já viu isso! Sim, ele se parece muito com os círculos do Google+.

Nesse caso, você contará com 4 opções de “Círculos”:

  • Close Friends: Amigos
  • Friends: Colegas
  • Acquaintances: Conhecidos
  • Followers: Seguidores

 

De maneira geral, o Vero é um bom aplicativo que, vale, ao menos ser baixado para a realização de testes.

É bem verdade que a plataforma merece alguns ajustes, principalmente, por ter recebido um alto volume de novas contas nas últimas semanas, o que impactou negativamente na rapidez e navegabilidade da rede.

No entanto, o seu potencial e conceitos são bastante interessantes, podendo guardar surpresas não tão agradáveis para seus rivais.

E, aí? Gostou do Vero?

Esperamos que esse conteúdo tenha sido muito útil para você.

Ficou com dúvidas? Então entre em contato com a gente.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Ad Blindness – O que São e Como Reconquistá-los?

Você já ouviu falar sobre os Ad Blindness? Sabe exatamente do que se trata? Se a sua resposta foi negativa, sugerimos que você leia esse conteúdo o quanto antes.

Está se perguntando o porque, certo?

Pode parecer exagero, mas, acredite, você precisa saber agora o que são os Ad Blindness, afinal eles podem estar minando o potencial de resultados das suas campanhas de marketing.

Ficou preocupado? Calma, tudo será solucionado!

Vem com o Mestre do Adwords e descubra tudo sobre o assunto, antes que a falta de conhecimento nesse aspecto faça com que seus resultados despenquem!

Ad Blindness,,

O que São os Ad Blindness?

Por se tratar de um assunto muito importante, vamos direto ao ponto! Se você trabalha com anúncios de links patrocinados ou pretende investir nesse tipo de publicidade, preste muito a atenção.

Uma pesquisa especializada, desenvolvida pela GooCreate, por volta de 2015, chamou muito a atenção dos profissionais da área de marketing, deixando-os seriamente preocupados.

O que muitos não sabiam é que o ponto levantado pelo estudo acabou se concretizando e crescendo ainda mais até agora, 2018.

Bem, ficou comprovado na época, que usuários de 18 a 34 anos que se conectam à internet, tendem a ignorar mais os anúncios digitais do que os físicos.

Isso mesmo! Os usuários da internet, diante a alta exposição de anúncios de links patrocinados, desenvolveram uma blindagem em suas mentes, onde a principal função é torná-los inatingíveis por esse tipo de material.

Ainda não entendeu? Então vamos simplificar ainda mais!

Os Ad Blindness, são usuários que desenvolveram a habilidade de ignorarem os anúncios de links patrocinados. Sejam eles banners e, até mesmo, links que aparecem nos resultados de buscas do Google, por exemplo.

  • Você deve estar se perguntando porquê e como isso pôde ser possível, não é?

Vem entender!

Como e Porque Surgiram os Ad Blindness?

Ad Blindness,

O nosso cérebro é uma máquina altamente poderosa. Por isso, diante de alguns cenários, ele tem a capacidade de se reprogramar, se readaptar, para tornar a nossa experiência mais agradável, relevante e proveitosa.

Com a chegada da internet e a sua ampla acessibilidade por todo o mundo, o cérebro de quem utiliza a rede mundial de computadores foi exposto à um cenário jamais visto antes.

Diante dessa nova realidade, a principal parte afetada por essa enorme tempestade de informações e conteúdos foi a nossa atenção.

A nossa atenção pode ser definida como uma condição, onde nosso cérebro nos mantém focados e atentos a algo e/ou alguém.

Uma pessoa se mantém atenta ou não, baseada em suas percepções e orientações de seletividade.

A partir dessas bases, pensamos e/ou agimos, sendo apenas mantendo a audição e a fala ativa ou agindo diante dos estímulos.

Basicamente, de maneira geral, podemos dizer que prestamos a atenção em coisas que nos oferecem algum valor, que possuem alguma relevância.

  • Está se perguntando o que isso tudo tem a ver com anúncios e Ad Blindness?

Bem, pare para analisar a principal proposta e, talvez, oportunidade, que a internet nos trouxe…

  • Respondeu comunicação sem fronteiras?

Você está correto! No entanto, a vantagem deixou de ser positiva depois de ser amplamente utilizada.

Veja bem! Por muito tempo, a maioria dos negócios presentes na internet se utilizaram da liberdade de transmitirem suas mensagens sem fronteiras, impactando milhares de usuários com muita frequência.

Um levantamento da Infolinks mostrou que os usuários que navegam na internet são impactados por quase 2 mil banners mensalmente.

Impressionante, concorda?

Como falávamos no início, o nosso cérebro tem a capacidade de se readaptar quando situações pouco relevantes se apresentam!

E, nesse caso, ninguém consegue lidar com um bombardeio de informações, mantendo a mesma atenção, sem enlouquecer.

Então, nossa habilidade de seleção aliada às nossas percepções, acabou redirecionando o nosso foco de atenção.

O resultado disso?

Ad Blindness

O aparecimento de Ad Blindness, ou seja, usuários capazes de bloquearem os anúncios de sua percepção e atenção.

Claro que, com isso, os resultados dos anunciantes foram atingidos negativamente!

Uma pesquisa feita pela Mashable, em 2013, mostrou que no início, os anúncios digitais possuíam um CTR médio de 44%, na época do estudo, essa métrica já batia o índice médio de 0,06%.

Recentes estudos demonstram que o crescimento desse tipo de usuário é evidente. A Adobe, por meio de um levantamento, mostrou que mais de 60% das pessoas que se conectam a internet não desejam visualizar anúncios, mesmo se eles direcionassem para materiais gratuitos.

Como Reconquistar os Ad Blindness e Melhorar os Resultados das Campanhas?

A primeira coisa a se fazer para começar a reconquistar os Ad Blindness é entender que a causa dessa cegueira perante os anúncios é a falta de relevância das campanhas.

Isso mesmo! Como nossa atenção só é conquistada por conteúdos relevantes e de qualidade, perante à nossa percepção de valor, o que não é selecionado, passa diante dos nossos olhos como se nem existissem.

Como forma de proteção, bloqueamos a visualização de coisas que poderiam nos oferecer uma experiência negativa.

É claro que a quantidade de informação disponibilizada atualmente também interfere no que enxergamos. Afinal, precisamos filtrar tudo, quase que automaticamente para conseguir nos manter em uma situação confortável.

Considerando tudo isso, para reconquistar os Ad Blindness, você precisa:

  • Estudar o seu público alvo.
  • Basear suas campanhas nos interesses da sua persona.
  • Trabalhar com conteúdos relevantes, inéditos e originais.
  • Relacionar campanhas com conteúdos e/ou páginas.
  • Estudar seu mercado e concorrentes para buscar diferenciais.
  • Adotar a postura de entender e ajudar, antes de vender.
  • Anunciar nos locais certos, sem ser invasivo e incômodo.

No mais, é muito importante que você acompanhe sempre as suas métricas de desempenho para aplicar otimizações no intuito de melhorar, cada vez mais, a experiência do seu potencial cliente.

Esperamos ter lhe ajudado. E que, sobretudo, esse conteúdo tenha sido imensamente útil para você.

Se ficou com dúvidas, entre em contato com a gente!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?

Não há como negar que a internet mudou a vida das pessoas! Seja pelo fácil acesso a todo e qualquer tipo de informação ou pelas facilidades trazidas pelo meio online.

Hoje, podemos adquirir nossos itens de desejo, sem sair do conforto de nossas casas. É totalmente real a possibilidade de pegarmos nossos smartphones e, em poucos cliques, comprar o nosso almoço ou o ingresso do cinema.

É possível confirmar ou descobrir qualquer resposta para dúvidas que surjam, em segundos…

Uma recente revelação feita pelo Ex-Diretor da Google, Eric Schmidt, afirma que nós, hoje, temos a capacidade de criar a cada 48h, o mesmo volume de conteúdo que era produzido do começo do desenvolvimento civil até o ano de 2003.

Parece absurdo, não?

Fato é que tudo isso tem seu lado extremamente positivo, mas há também as questões negativas.

Por exemplo, atualmente, para atingir verdadeiramente um usuário da internet através de uma campanha publicitária, é preciso ser muito relevante!

A concorrência é muito grande, com a enxurrada de conteúdo disponibilizado, há um grande volume de usuários que desenvolveram a habilidade de se tornarem “cegos” diante dos anúncios.

É perante esse cenário que inovar é essencialmente necessário! Concorda?

  • Mas, como fazer isso? Como se manter relevante e em destaque na visão do usuário que diariamente é bombardeado por milhões de conteúdos diferentes?

Essa é uma resposta complexa de responder, afinal, o ideal é que ela se baseie no comportamento e nas preferências do seu público alvo.

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?..

No entanto, quase sempre, há um meio que acaba conquistando todos os tipos de persona. Sim! Estamos nos referindo ao marketing de conteúdo.

Claro, não há só uma maneira de trabalhar com esse tipo de estratégia e, talvez, essa seja a sua grande vantagem, a possibilidade de personalizá-la de acordo com a percepção de valor do público que se deseja atingir.

A ideia central é entregar valor imensurável, por meio de materiais que possuam formatos que ofereça, sobretudo, uma excelente experiência ao usuário.

Aí, você pode perguntar:

  • Qual é o melhor formato de conteúdo para utilizar?

De novo, vamos ter que dizer que depende! Afinal, para alguns os vídeos trarão melhor performance, mas para outros, os textos de blog serão mais positivos. A verdade é que a resposta para tal questionamento será conseguida através do comportamento do seu público alvo.

No entanto, se analisarmos de uma maneira mais geral, podemos lhe dizer que, provavelmente, há um formato de conteúdo que deve estar em meio às suas estratégias hoje!

Isso porque, ele tem aparecido nos mais diferentes tipos de negócios, apresentando excelentes resultados.

É óbvio que você já sabe do que estamos falando, correto?

Sim! O Quiz…

Você ainda deve estar questionando:

  • Porque devo incluir o Quiz em minhas estratégias de marketing de conteúdo?

Vem com o Mestre do Adwords e descubra algumas razões para tal!

1ª Razão – O Quiz É Irresistível

Por ser interativo, descontraído, de fácil consumo e geralmente mexer com a curiosidade do público, o conteúdo em formato de Quiz é praticamente irresistível.

Responda com base em suas experiências:

  • Quantas vezes você foi atraído por um Quiz em sua vida?
  • Quantas vezes você se viu envolvido por um Quiz, sem nem ter percebido que já estava respondendo as perguntas?

Acredito que muitas, não é?

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?.

Isso não acontece porque você é viciado em fazer Quizzes! É porque o formato acaba conquistando muita gente, pelo fato de mexer com as emoções do usuário, de ser relacionado com o entretenimento, de ser fácil de interagir, de atrair e divertir ao mesmo tempo, além de ser extremamente viciante e viral.

Olhe ao seu redor e tente se lembrar da quantidade de marcas que utilizam esse tipo de conteúdo para engajar e se conectar com seus públicos.

2ª Razão – Baixo Custo de Investimento

Apesar de imensamente poderoso, do seu potencial de atração de resultados, fazer um Quiz não demanda um grande custo de investimento.

Há, inclusive, diversas plataformas, incluindo as nativas das redes sociais, que disponibilizam o recurso gratuitamente, bastando que você os crie e monitore adequadamente.

3ª Razão – Pode Ser Produzido em Poucos Minutos

Além de ter baixo custo, o Quiz não demanda grande mão de obra para ser produzido.

Basta um bom planejamento para que o objetivo esteja alinhado adequadamente às perguntas, um pouco de criatividade, estratégia, mais alguns minutos e pronto!

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?

4ª Razão – O Quiz é Altamente Personalizável

  • Precisa conhecer mais sobre um gosto específico ou um padrão de comportamento do seu público alvo?
  • Quer entender melhor como ele enxerga um determinado produto ou serviço?
  • Precisa captar leads?
  • Quer colocar ele no controle de alguma ação dentro do seu negócio?

Então para todas essas possibilidades e dezenas de outras, o Quiz pode lhe ajudar!

A razão para tal é que ele é altamente personalizável, se enquadrando perfeitamente em cada ocasião, sem interromper a navegação do usuário.

Na verdade, esse tipo de conteúdo, por ser de fácil consumo e ter sua essência baseada no entretenimento, acaba por aumentar a qualidade da experiência da sua audiência.

5ª Razão – Altamente Compartilhável

Por engajar com muita facilidade e conectar o público de maneira geral, o Quiz é altamente compartilhável.

Afinal, quem é que não deseja mostrar para os amigos e familiares algo divertido, engraçado ou interessante, que pôde usufruir?

Além disso, as pessoas, no geral, costumam gostar bastante de exibir seus resultados em seus perfis nas redes sociais.

Pense rápido…

  • Quantos Quizzes, ou respostas deles, você viu nas suas redes sociais, na última semana?

Provavelmente muitos, não é mesmo?

Isso só comprova o que acabamos de lhe dizer! As pessoas tendem a compartilhar esse formato de conteúdo por livre e espontânea vontade.

Além de tudo que já falamos, os Quizzes são capazes de diferenciar a sua marca no mercado, ganhando destaque frente aos seus concorrentes.

 

E, aí? Conseguiu entender porque você deve incluir o Quiz em suas estratégias de marketing de conteúdo?

Esperamos que sim! Em caso de dúvidas, mande suas perguntas para nós.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí.

Forte Abraço.

4 Sacadas Especiais Para Produzir Cursos Digitais Poderosos

O mercado de produtos digitais está cada vez mais aquecido. Ao contrário do que muitos podem pensar, o setor ainda tem muito para ser explorado.

É verdade que as produções estão em alta, mas isso não significa que não há mais espaço para ninguém. Pode acreditar, este é um mercado que está longe de ficar saturado.

Quer uma prova?

Basta olhar para a quantidade de pessoas que estão preferindo fazer cursos digitais. Ou melhor, olhe para o crescimento da educação à distância (EaD), no Brasil.

A versatilidade desse tipo de produto, faz com que haja muitas oportunidades para quem deseja explorá-lo como modelo de negócio. Por exemplo, você pode fazer cursos digitais voltados:

  • Aos treinamentos empresariais.
  • A ensinar uma matéria da área educacional/acadêmica.
  • A ensinar uma profissão.
  • A especialização em uma área.
  • A apresentar técnicas estratégicas de um setor.
  • A ensinar receitas.

Enfim, além disso, não há como negar que os cursos digitais oferecem muito valor agregado aos seus consumidores, começando pela versatilidade, é claro, mas estendendo-se à comodidade, dinamismo, acessibilidade, interatividade e muito mais.

Tudo isso, torna a ideia de produzir cursos digitais uma excelente e vantajosa aposta!

  • Ficou animado para ter um negócio nessa área? Mas ainda tem certa insegurança por ter dúvidas sobre o que é necessário para conquistar o objetivo?

Então vem com o Mestre do Adwords!

Hoje, por meio desse conteúdo, nós vamos lhe entregar 4 sacadas especiais para produzir cursos digitais poderosos.

Vai perder a oportunidade?

Então não fique parado aí!

Business button web file icon virtual.

1ª Sacada – Comece Planejando Antes de Produzir Cursos Digitais Poderosos

Pode ter certeza de que, uma das similaridades mais fortes entre os negócios de sucesso, é o planejamento por trás de cada um deles.

Sim, se você quer produzir cursos digitais poderosos, terá que, antes de tudo, se dedicar em criar um planejamento completo e profundo.

Você pode estar pensando…

  • Ok! Mas por onde começar? Como esse planejamento precisa ser?

Calma, não se preocupe, nós iremos lhe guiar!

Para começar, é preciso traçar alguns pontos importantes para o andamento adequado do seu projeto, o que evitará, consequentemente erros e problemas incontornáveis. Vamos a eles:

  1. Trace os Principais Objetivos: Você precisará estipular com precisão os seus objetivos para esse projeto. Para isso, é muito importante, avaliar com nitidez quais são as suas propostas com esses cursos, quais temas deseja abordar, qual o seu orçamento disponível, que tipo de resultados quer alcançar, quais são seus prazos e percentual de lucros almejado.
  1. Determine Quem Será Seu Público Alvo: Uma das bases da construção dos seus cursos será as características do seu público alvo. Então, é muito importante, que no seu planejamento, já seja determinado quem será essa persona. Faça um estudo profundo à fim de descobrir o máximo desse alvo, tanto em questões demográficas e geográficas, quanto em preferências e comportamentos.
  1. Estipule o Padrão dos Seus Conteúdos: Além de outras coisas, no primeiro passo, você definiu as temáticas e assuntos dos seus cursos digitais. E, agora, também já sabe quem é o seu público alvo. Então, é importante que você separe um espaço no seu planejamento para estipular o padrão dos seus conteúdos. Com base, é claro, nas características comportamentais e de preferência da sua persona. Ok?
  • Eles serão feitos em tópicos? Quantos?
  • Qual o tamanho desse material?
  • Qual a duração?
  • Eles serão vídeo-aulas ou e-books?
  • Quais serão as referências desses conteúdos?
  • Qual será a linguagem utilizada?
  1. Especifique Características do Seu Mercado e Concorrentes: O seu mercado e as ações dos seus concorrentes podem impactar no seu resultado. Por isso, é importante conhecê-los de maneira inteligente para prever situações e aplicar diferenciais para conquistar destaque.

Agora que você já planejou, chegou a hora de começar a colocar a mão na massa!

2ª Sacada – Organize e Produza Cursos Digitais Poderosos

Organizar para produzir cursos digitais poderosos é imprescindível. Nessa fase, você já sabe exatamente o que é preciso fazer para alcançar os objetivos e metas. Certo? Então só falta colocar a mão na massa!

Por exemplo, se você definiu que os seus cursos serão feitos através de vídeo-aulas, é preciso começar a testar os equipamentos no cenário escolhido, os ângulos de câmera, os materiais que serão utilizados, entre outras coisas.

Mesmo que você tenha habilidade em dar aulas frente às câmeras, elabore um roteiro para lhe guiar. Isso fará com que você ofereça um conteúdo mais proveitoso e uma melhor experiência aos seus alunos.

Faça uma gravação teste para avaliar o conjunto geral, incluindo a qualidade audiovisual, o cenário, a linguagem, a densidade do conteúdo, a coerência e a sequência das explicações.

Se acreditar ser necessário para agregar ainda mais valor ao curso, trabalhe com pequenas edições, principalmente, para incluir referências de alto valor.

Essa é a hora também de verificar a necessidade de oferecer materiais complementares, como e-books, artigos, infográficos, ilustrações, entre outros.

Sacadas Especiais Para Produzir Cursos Digitais Poderosos,

3ª Sacada – Escolha Uma Plataforma Segura e de Boa Acessibilidade

Não adianta você oferecer cursos digitais poderosos, se ninguém consegue acessá-los ou não possui segurança o suficiente para usufruir deles, não é verdade?

Por isso, é muito importante que você faça uma pesquisa profunda para escolher uma plataforma segura de boa acessibilidade.

Atualmente, há no mercado muitas opções de qualidade, que ajudam o produtor a gerenciar cada ponto, incluindo, dados e métricas complexos. Mas também oferecem ao usuário uma ótima experiência.

Não se apresse em fazer essa definição! Tenha cuidado e calma para escolher a melhor diante das suas necessidades e expectativas.

4ª Sacada – Trace Estratégias de Divulgação e Vendas Adequadas aos Objetivos

Sacadas Especiais Para Produzir Cursos Digitais Poderosos

Está quase tudo pronto, mas ainda é preciso traçar uma estratégia essencial para o sucesso do seu projeto. A de divulgação e vendas.

Há diversas formas de enquadrar esse tipo de estratégia, no entanto é muito importante que você a adeque aos seus objetivos. Correto?

Quanto às estratégias de vendas, você pode escolher comercializar seus cursos pelo sistema:

  • De aula única: Onde apenas uma aula é capaz de oferecer um ensinamento completo, embora específico. Aqui, você pode desmembrar o curso em aulas únicas, vendendo cada uma de acordo com os interesses de cada aluno.
  • Curso Completo: Ao contrário do anterior, a comercialização é feita no sistema de pacote, já que o curso é feito em sequência de aulas, para que haja um entendimento pleno e completo do tema proposto.
  • Assinatura de Plataforma: Aqui se comercializa o acesso à plataforma de cursos e o interessado pode consumir os conteúdos que quiser, enquanto continuar assinante.

Como falamos anteriormente, há muitas outras estratégias de vendas, no entanto, lhe apresentamos as principais e mais adotadas.

  • Definiu qual é a melhor diante dos objetivos traçados no seu planejamento?

Então é hora de iniciar a estratégia de divulgação.

O ideal é que você trabalhe em ambientes onde o seu público alvo está mais presente e ativo. Seja nas redes sociais mais populares, no Google ou em ambientes físicos.

Verifique os canais escolhidos e os compatibilize com o seu orçamento para que não haja problemas.

 

Agora você está pronto para começar a produzir cursos digitais poderosos!

Ficou com dúvidas? Então mande sua pergunta para nós.

Esperamos ter lhe ajudado.

Forte Abraço.

Perguntas de Marketing Cruciais para Um Lançamento de Sucesso

Muitos costumam dizer que após o carnaval é que, realmente, começa o ano! Isso porque, é nesse período, ao qual estamos, que as pessoas começam a colocar a mão na massa, a planejar e pensar em estratégias para tirarem seus sonhos e planos do papel.

Este é o seu caso?

Você está prestes a fazer um lançamento e seu maior desejo é que ela seja um sucesso, correto?

Bem, então você chegou ao lugar certo!

Não precisa ficar inseguro, se perguntando se esse é o melhor momento para concretizar seus planos! Se acalme, tudo dará certo, principalmente, se você fizer essas perguntas de marketing cruciais para um lançamento de sucesso.

Não sabe do que estamos falando?

Tudo bem! Vem com o Mestre do Adwords e entenda tudo perfeitamente!

1ª Pergunta – Há uma solução como a minha no mercado?

Uma das primeiras perguntas de marketing cruciais para um lançamento de sucesso, é quase uma reflexão. Pois ela lhe dá a chance de conquistar um melhor panorama do potencial do item que você possui em mãos.

Pense bem, antes de responder…

  • A sua solução, seja produto ou serviço, já foi inventada e está presente no mercado de alguma forma?

Costumamos acreditar que no mundo em que vivemos, tudo já existe e partimos desse ponto para lançar algo. Correto?

Mas, esse, é um pensamento equivocado! Primeiro, porque acaba limitando os lançamentos, aparecendo cópias ou reformulações no mercado, ou seja, mais do mesmo!

Segundo, porque, há muito à ser explorado. Afinal de contas, quando menos esperamos, surge uma solução incrível e inovadora, que de tão simples e eficaz, ficamos refletindo porque não pensamos em algo do tipo antes…

Pois bem! Considerando isso, responda à pergunta acima citada, mas com o foco no seu diferencial e potencial de solucionar uma dor, de propor uma nova visão.

Verifique, sobretudo, se o seu lançamento faz parte da fonte inesgotável de oportunidades de novos negócios de sucesso.

2ª Pergunta – Qual é o Diferencial do Meu Lançamento?

Perguntas de Marketing Cruciais para Um Lançamento de Sucesso.

Essa é uma pergunta muito importante, pois ela direcionará o seu lançamento, principalmente, quanto à proposta de valor que ele fará ao potencial consumidor.

Basicamente, o seu diferencial será capaz de lhe destacar no mercado, frente à concorrência, e baseará a qualidade da experiência do potencial consumidor.

Não tenha pressa em responder essa questão. Analise com cuidado cada aspecto do seu produto ou serviço, identifique que tipo de inovação e diferencial o seu lançamento é capaz de propor ao mercado e o que ambos impactam na qualidade de vida das pessoas que o consumirem.

Lembre-se de que essa proposta de valor está ligada aos mais diferentes âmbitos da sua estratégia. Como, por exemplo, a tecnologia utilizada para a produção, a competitividade em relação aos preços, a apresentação de uma inovação, a resolução de um problema que a concorrência não conseguiu apresentar, a forma de entrega, enfim…

3ª Pergunta – Quem é a Minha Persona?

Se você não souber responder à essa pergunta, então há grandes chances do seu lançamento fracassar, se for feito nesse momento.

A verdade é que nenhum produto ou serviço pode alcançar o sucesso, se ele não for muito bem direcionado ao público alvo correto. Ou seja, às pessoas que sentem a dor que aquele lançamento soluciona.

Para saber quem é a persona do seu produto ou serviço, faça um estudo profundo de público alvo.

Atualmente, ferramentas de monitoramento de métricas, como o Analytics, podem lhe ajudar a descobrir perfis de usuários. Estudar o seu mercado e concorrentes diretos e indiretos, também pode lhe trazer excelentes respostas.

Na hora de montar a sua persona, procure fazer um perfil completo e profundo, com dados geográficos e demográficos, além de padrões comportamentais e preferenciais.

4ª Pergunta – Tenho Orçamento Necessário para Seguir com o Lançamento?

Perguntas de Marketing Cruciais para Um Lançamento de Sucesso

Uma das coisas que mais faz os profissionais não tirarem o seu sonho do papel ou fracassarem em meio ao seu planejamento é o dinheiro.

Na primeira situação, porque muitos acreditam não ter orçamento o suficiente para seguir o plano e, sem nem mesmo verificarem a possibilidade, desistem.

E na segunda, porque muitos acreditam ter orçamento o suficiente, e continuam, e só vão descobrir que o dinheiro acabou, quando já estão de mãos atadas.

Em ambos os casos, o que falta é planejamento! É organização, estratégia!

Por isso, antes de fazer um lançamento, se pergunte se você tem orçamento necessário para arcar com todas as etapas do plano.

Mas, não pare no questionamento, verifique com cuidado todas as suas possibilidades financeiras.

5ª Pergunta – Meus Clientes São Encontrados Em Maior Volume Onde?

Essa pergunta é importante para que você tenha uma melhor visão sobre onde investir mais quanto ao marketing.

Afinal, não adianta apresentar o seu produto ou serviço nos locais de baixo índice de presença dos seus potenciais clientes. Certo?

Então, verifique onde se concentram, em maior volume, o seu alvo. Nas redes sociais? No Google? Em algum local físico?

Isso será essencial para basear as suas ações de marketing e, consequentemente, tornar o seu lançamento mais visível a quem realmente interessa.

6ª Pergunta – Tenho Concorrentes Diretos e/ou Indiretos?

Conhecer a concorrência é de suma importância para quem está fazendo um lançamento. Afinal, os movimentos externos ao seu negócio, provindos do seu mercado de atuação, podem apresentar impactos diretos nos seus resultados.

Por isso, procure saber se você tem concorrentes diretos e/ou indiretos. E, em caso afirmativo, estude-os com cuidado, de forma detalhada, buscando entender como eles atuam, o que os diferenciam, o que pode ser pontos de falha com potencial para ser destaques positivos do seu negócio.

7ª Pergunta – Qual Meu Plano de Contenção em Caso de Crises?

Você já deve saber que todo lançamento de sucesso precisa percorrer um longo caminho até que se apresente como tal.

Isso quer dizer que, inevitavelmente, ao longo da trajetória, ocorrerão erros que poderão resultar em crises que deverão ser contornadas.

  • Mas, se todos vão passar por crises, porque alguns lançamentos fracassam e outros são um sucesso? O que os diferenciam?

O plano de contenção por trás dessas situações!

Por isso, se você não conseguiu responder a 7ª Pergunta, é importante rever sua estratégia.

 

E, aí? Está preparado para um lançamento de sucesso?

Esperamos que sim!

Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente.

Até a próxima!

Forte Abraço.

Como utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo?

Os gifs caíram no gosto popular. Famosos, principalmente, nas redes sociais, eles são capazes de divertir, informar, engajar, tocar, conectar, gerar interações e, sobretudo, emoções.

Com essas características, os gifs se mostraram um formato muito interessante para se trabalhar, afinal, são dinâmicos e, por isso, conseguem “conversar” de maneira clara e eficiente com todos os tipos de públicos.

Pense bem… Quantas vezes um Gif conseguiu lhe dizer ou transmitir mais do que um vídeo ou um texto?

Muitas, não é mesmo? Apesar de outros formatos não serem dispensáveis em uma estratégia de marketing de conteúdo, porque você ainda não utilizou os gifs?

Tudo bem se você não sabe como começar e nem como proceder nesse tipo de inclusão. Afinal, nós estamos aqui para lhe ajudar.

Hoje, através desse conteúdo especial, o Mestre do Adwords vai lhe mostrar como utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo.

Ficou interessado?

Então vem com a gente e saiba tudo que você precisa saber para traçar as suas táticas hoje mesmo!

utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo

O que são os Gifs?

Para que você tenha um melhor aproveitamento do material e um maior entendimento para utilizar os gifs em estratégias de marketing de conteúdo, vamos começar do básico.

  • Você sabe o que são os Gifs?

Mesmo que saiba, indicamos que confira a definição novamente para que não restem dúvidas que podem acabar atrapalhando a implementação da sua estratégia no futuro. Ok?

Bem, os Gifs são, basicamente, conteúdos em formato de foto, geralmente, animada, embora também podem ser fixas. A sigla GIF, do inglês, significa Graphics Interchance Format.

As figuras que fazem muito sucesso hoje, e que, recentemente, foi integrada ao Stories do Instagram, ao contrário do que muitos pensam, foi vista pela primeira vez a cerca de 30 anos atrás. Sua idealizadora é a CompuServe.

Vantagens de Utilizar Gifs em Estratégias de Marketing de Conteúdo

Para que não restem dúvidas de que utilizar os gifs em suas estratégias de marketing de conteúdo é uma excelente jogada, vamos elencar algumas das vantagens da tática.

A primeira grande vantagem é o fato do formato ser muito popular entre as pessoas de maneira geral. Os usuários da internet, principalmente, aqueles presentes nas redes sociais, utiliza o Gif como uma maneira muito prática de se expressar.

Basicamente, utilizar os Gifs em suas estratégias de marketing de conteúdo é adotar uma linguagem muito própria do seu público alvo. É falar no mesmo vocabulário da sua audiência.

A segunda grande vantagem é trabalhar com um formato muito dinâmico, o que o torna capaz de comunicar-se com todos os públicos, de maneira clara, direta, aproximada e rica, evitando confusões e entendimentos equivocados.

A terceira vantagem é que os Gifs são poderosos na missão de despertar emoções, o que entrega a sua marca a chance de se conectar com seu público de maneira mais intensa e duradoura.

A quarta principal vantagem é que esse formato de conteúdo é muito prático, podendo fornecer a chance de que a sua marca transmita uma mensagem completa e poderosa em poucos segundos.

A quinta e ultima vantagem que iremos apresentar aqui é o fato dos Gifs ainda serem pouco explorados entre as empresas. Isso, por si só, entrega àqueles que adotarem a tática uma imensa possibilidade de se destacar frente aos seus concorrentes.

E aí? Convencido de que é uma ótima ideia investir nos Gifs? Então vem descobrir as melhores práticas para concretizar esse plano!

utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo..

Dicas para Utilizar Gifs em Estratégias de Marketing de Conteúdo

Não há apenas uma única maneira de utilizar gifs em suas estratégias de conteúdo, afinal, eles são tão versáteis, que cabem muito bem em diversas plataformas.

Embora sejam muito bem aceitos nas principais redes sociais, como o Facebook, Instagram, Twitter e até no WhatsApp, os gifs trazem excelentes resultados quando estão presentes em meio à textos de blog, por exemplo.

De maneira geral, eles devem ser inseridos em contextos no intuito de enriquecer o conteúdo, de torná-lo ainda mais relevante, elevando a qualidade da experiência da sua audiência.

Para tal, seguir algumas regrinhas básicas é importante, como:

  • Garantir que as dimensões e as características gráficas dos Gifs estão adequadas às plataformas em que eles serão inseridos.
  • Cuidar para que as imagens animadas não interfiram na velocidade de carregamento das páginas.
  • Utilizar Gifs de banco de imagens confiáveis e se puder, prefira utilizar materiais originais e inéditos, ou seja, criados por você ou sua equipe.
  • Dosar de maneira equilibrada a quantidade de vezes que utiliza esse formato de conteúdo.
  • Se atualizar quanto às tendências e Gifs em alta para compor a estratégia de maneira relevante, evitando confusões ou a perda do timing perfeito.

Apesar desse formato de conteúdo ser aplicável de diferentes maneiras, nós iremos lhe dar algumas dicas para utilizá-lo em suas estratégias.

Confira!

1ª Dica – Crie Tutoriais com Gifs

Como os Gifs conseguem transmitir mensagens completas em poucos segundos, nada melhor que utilizá-los para ensinar algo relevante, não é mesmo?

Então que tal criar tutoriais nesse formato para ajudar ao seu público de uma maneira descontraída, dinâmica e eficaz?

Descubra as principais dificuldades dos seus potenciais clientes e encontre temáticas para criar seu tutorial.

2ª Dica – Enriqueça Seus Textos de Blog com Gifs

Os textos de blog ainda continuam sendo muito protagonistas de uma boa estratégia de marketing de conteúdo.

Principalmente, quando o assunto é SEO, ranqueamento nos motores de busca e atração de tráfego orgânico qualificado.

Então, que tal inovar e trazer materiais ainda mais ricos, ilustrando-os com gifs?

Sem dúvidas, seu público se sentirá mais atraído e conectado com seu material, o que despertará uma maior vontade de interagir e se engajar.

utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo,

3ª Dica – Engaje Nas Redes Sociais com Gifs

Os gifs são muito famosos nas redes sociais, os usuários, inclusive, adoram interagir por meio desse formato de conteúdo.

Que tal usar essa linguagem para se aproximar e se conectar ainda mais com seus clientes e potenciais consumidores?

 

O que podemos dizer, basicamente, é que a melhor maneira de utilizar as imagens animadas é trabalhando a criatividade, a inovação, no intuito de se conectar com o seu público e trazer experiências ainda mais positivas e relevantes para ambas as partes!

Além de tudo o que apresentamos, os gifs podem ser utilizados para divulgar um lançamento, seja de um produto ou serviço, para posicionar a sua marca, para enriquecer um storytelling, para engajar e atrair nas redes sociais, para compor uma estratégia de e-mail marketing, entre outros.

E aí, gostou do conteúdo? Esperamos ter lhe ajudado!

Ficou com dúvidas? Então escreva para nós.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso

Provavelmente, você ainda não as tem disponível em seu perfil na rede social, mas muito em breve, ao que tudo indica, o Facebook lhe oferecerá as listas como novo recurso.

  • Não sabe do que estamos falando?

Tudo bem! A gente lhe explica tudo, basta seguir com o Mestre do Adwords até o final desse conteúdo.

O Investimento do Facebook em Recursos Para Dominar Ainda Mais a Rede

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso..

Com certeza, você já deve ter percebido o quanto, nos últimos meses, o Facebook vem investindo em testes e na elaboração de recursos. Certo?

Se formos elencar só os que foram lançados no último mês, sem dúvidas, passariam de uma dezena.

Diante de um cenário como esse, muitos se perguntam o porque dessa postura, ou melhor, o que estaria por trás de tanto investimento e reformulações. Uma vez que o Facebook já é a rede social mais popular do mundo.

A verdade é que sob a justificativa de melhorar a experiência do usuário, os responsáveis pela plataforma buscam dominar ainda mais o setor em que atua.

Os investimentos têm dado resultados muito positivos. Segundo o próprio Facebook Business, mais de 100 milhões de brasileiros dividem seus acontecimentos na rede social, mensalmente.

Ainda de acordo com o comunicado oficial, destes 100 milhões, 93 utilizam o mobile para se conectar na plataforma.

Este é um número bastante expressivo, principalmente, se considerarmos que a população brasileira, segundo o IBGE, é composta por 207,7 milhões de cidadãos.

Como se não bastasse, o Facebook também é um sucesso entre os negócios, independentemente da área ou porte. Os anunciantes ativos presentes na rede social já somam o incrível número de 3 milhões.

A tendência é que o crescimento só se eleve, afinal, o cenário não podia ser mais favorável para ambas as partes.

Segundo relatório oficial da plataforma, colhido em 2015, apenas, 1% dos usuários não leem os posts produzidos por empresas no Facebook.

Dos 99% que oferecem à sua atenção e tempo a esses conteúdos, 68% afirmam que se conectam na rede social em busca de novidades relacionadas a produtos e serviços.

A nível global, o Facebook é capaz de conectar 2 bilhões de usuários por mês.

Ficou impressionado? Bem, parece que esse patamar não é o ideal para Mark Zuckerberg.

Mesmo tendo um público fiel, em grande volume, bastante misto, tanto em gênero, quanto idade, o Facebook quer crescer ainda mais e, por isso, acaba de informar que está implementando listas como novo recurso.

Novo Recurso do Facebook – Listas no Feed

A nova aposta do Facebook vem com a proposta de impulsionar os usuários a utilizarem ainda mais seus perfis na rede social, disponibilizando conteúdos capazes de gerar um maior volume de engajamento e interações.

É isso mesmo, Zuckerberg resolveu liberar listas no Feed, onde usuários terão a liberdade de criá-las e disponibilizá-las aos seus amigos.

O anúncio foi revelado na quarta-feira, dia 13 de fevereiro de 2018, por um site americano, sob informações do TechCrunch.

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso.

Como Vai Funcionar o Novo Recurso de Listas no Feed do Facebook?

Não há tantas informações detalhadas sobre o funcionamento do novo recurso de listas no Feed do Facebook.

O que se sabe é que a partir do lançamento, os usuários poderão criar listas a partir de seus perfis. Elas poderão ter temáticas sugeridas pela rede social, como “Viagens que eu desejo fazer” ou assuntos livres, de escolha do próprio dono do perfil, podendo ter itens ou não.

Para utilizar o recurso novo, o usuário terá que ir até a barra de publicação comum, já utilizada, e selecionar a opção “Lista”.

Essa opção estará localizada próxima ao menu de atividades, sentimentos, fotos, no quadrante da caixa de texto para publicações padrões.

Assim que selecionar, o usuário poderá escolher entre as sugestões de listas do Facebook ou criar a sua própria, nomeando da forma que desejar.

Para você que está pensando em utilizar o recurso agora, é importante saber que, segundo informações, a rede social está ainda implementando o recurso, o que provavelmente, resultará em uma liberação gradual, até que chegue a todos os perfis.

Há relatos de que as listas já podem ser vistas em alguns perfis de usuários que acessam a rede social pelo Desktop ou via dispositivos móveis que utilizam a plataforma Android.

Quem utiliza Mac ou iPhone ainda não pôde usufruir da novidade, embora a promessa seja de que em breve também seja disponibilizada.

Vantagens e Desvantagens das Listas do Facebook

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso

Apesar de ser um recurso recente, o debate sobre o assunto já rendeu muitas polêmicas e reações diversas.

Há quem diga que as listas podem impulsionar o engajamento e as interações, afinal, é possível fazer sugestões de lugares para visitar, por exemplo, o que de pronto, acabaria por gerar interesse através de conteúdo relevante.

No entanto, há profissionais e empresas atuantes na rede social que encararam a mudança como mais uma medida para diminuir o alcance das publicações de páginas, priorizando os usuários comuns e seus posts orgânicos.

Segundo esse grupo, as listas acabarão tornando os perfis pessoais mais interessantes, com maior poder de alcance pelo envolvimento, tornando os feeds de usuários comuns mais povoados por publicações de pessoas próximas, como amigos e familiares.

Apesar de todo o debate em torno do assunto, na realidade, os impactos do novo recurso só poderão ser constatados após algum tempo. Concorda?

É preciso aguardar e analisar com cuidado cada movimento!

E, você? De que lado está? Acredita que as listas podem ajudar as empresas no Facebook ou vai, apenas, priorizar os usuários orgânicos?

Esperamos que tenha gostado do conteúdo!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Marketing de Rede – Tudo que você deve saber sobre a estratégia

Você já ouviu falar em marketing de rede, mas ainda tem muitas dúvidas sobre a estratégia? Então você está no lugar certo!

Hoje, por meio desse conteúdo, o Mestre do Adwords vai lhe contar tudo que você deve saber sobre o assunto.

Sugerimos, apenas, que você abra a sua mente e tente se desvencilhar de qualquer tipo de julgamento sobre o marketing de rede.

Dessa forma, o seu entendimento será mais completo ao final da leitura desse material!

Podemos começar?

Então não fique aí parado, vem com a gente!

Marketing de Rede É a Mesma Coisa Que Marketing Multinível?

Marketing de Rede ..

Para começar, precisamos conversar sobre uma grande dúvida que acomete quase todos os profissionais que se deparam pela primeira vez com a estratégia:

  • Afinal, marketing de rede é a mesma coisa que marketing multinível?

A resposta é sim! A estratégia pode ser chamada de uma forma ou de outra, mas se referem ao mesmo conjunto de técnicas.

Nós sabemos! Rapidamente, você fez a associação à pirâmide financeira e já está cogitando sair desse conteúdo. Calma! Não é o que você está pensando, pode ficar tranquilo.

Vem entender melhor o que estamos lhe dizendo a seguir!

Marketing Multinível É Igual à Pirâmide Financeira?

Felizmente, a resposta para a pergunta acima é não! Marketing multinível não é igual à pirâmide financeira.

Principalmente, porque ela tem o seu objetivo ligado à construção de uma rede ampla e poderosa, realmente, capaz de lhe trazer bons rendimentos, se houver dedicação.

Ao contrário das promessas da pirâmide financeira, que prega a possibilidade do enriquecimento instantâneo, com pouco trabalho.

No marketing multinível, você trabalha sob objetivos alcançáveis e dentro da realidade, podendo ganhar mais do que se estivesse focado em progredir na sua carreira em uma empresa.

O marketing multinível se assemelha ao processo adotado pelos afiliados!

Afinal, o Que é Marketing de Rede?

Marketing de rede ou marketing multinível é, de maneira básica, uma estratégia construída por técnicas centradas na venda direta.

Isso quer dizer, o vendedor recebe do produtor o item e faz a venda direta ao consumidor final, sem intermediações.

Você, como vendedor, teria um fornecedor, mas o processo da comercialização só teria esses dois passos, antes de chegar ao consumidor final.

Isso garante menor custo total, pois não há necessidade de empregar mais funcionários, infraestrutura ou investimento em canais de publicidade, por exemplo.

A estratégia segue em duas principais frentes. A de oferecer um produto final mais em conta e criar uma rede de negócios ampla que cresce a cada contato realizado.

Quais os benefícios em adotar uma estratégia de marketing de rede?

Marketing de Rede ,

O marketing de rede possui muitos benefícios, entre os principais, estão:

  • Maior flexibilidade quanto à jornada de trabalho. Incluindo horários e ambientes menos rígidos.
  • Maiores chances e probabilidades de elevar os rendimentos, já que, geralmente, se trabalha com comissões baseadas nas vendas.
  • Maior liberdade para programar as tarefas e lazer.
  • Real chance de ter um negócio próprio e lucrativo!

Apesar de todos esses benefícios é importante deixar claro que trabalhar com esse tipo de estratégia demanda alguns pré-requisitos e, portanto, talvez, não seja um caminho ideal para todos.

O que eu preciso para trabalhar com marketing de rede?

Se você quer ter o seu próprio negócio, iniciando do zero, possivelmente o marketing de rede seja uma boa escolha.

No entanto, é preciso que você não tenha esse projeto como sua única fonte de renda, pelo menos, nos primeiros 5 anos, e assegure:

  • Que suas expectativas estejam dentro da realidade.
  • Que deseja se dedicar bastante em conhecer os produtos que irá comercializar.
  • Que tem tempo para estudar profundamente os potenciais clientes.
  • Que traçará estratégias eficazes no intuito de criar e ampliar uma rede de relacionamentos e contatos relevantes.
  • Goste de atuar como vendedor e, sobretudo, ajudar pessoas a sanarem suas “dores”.
  • Que possa trabalhar, em média, 4 anos para ter excelentes rendimentos.

Como eu posso começar a praticar o marketing de rede?

Marketing de Rede

Como você pôde perceber até aqui, o marketing de rede é relativamente básico e não demanda grandes quantias de investimento financeiro.

Apesar disso, suas principais técnicas exigem que você trabalhe com organização, planejamento e muito estudo.

Por isso, para começar, o ideal é que você faça um bom plano de suas ações e objetivos.

Por exemplo, responda perguntas como:

  • Que tipo de produto quero vender ou que tipo de público desejo ajudar?

A partir disso, siga para os potenciais fornecedores parceiros! Faça uma lista com todas as marcas que podem ser interessantes dentro do seu objetivo.

Então, com a lista em mãos, comece uma seleção criteriosa!

O ideal é que você inicie com apenas um ou dois parceiros, no máximo! Mas não escolha quais serão eles, antes de verificar a qualidade do item a ser comercializado, a reputação da empresa, e o posicionamento dela.

Esse é um dos processos mais importantes para iniciar no marketing de rede, afinal, você será uma espécie de representante da marca!

  • Pré-selecionou algumas, certo?

Então vá para a segunda etapa, a de conhecer mais de perto as empresas.

Se possível, marque uma reunião presencial com os responsáveis pela marca, visite a sede, entenda os processos internos, conheça a rotina da empresa, os objetivos, a filosofia, as metas, verifique a reputação dela no ambiente digital e no mundo físico.

Agora que você já selecionou os primeiros parceiros, está na hora de estudar o seu público-alvo para entender como você irá abordá-los para conseguir ajudá-los.

Na hora de definir os objetivos das suas ações, tenha em mente que os grandes lucros e de médio/longo prazo sempre são os mais adequados para esse tipo de estratégia. Ok?

Depois de estabelecer o parceiro, conhecer profundamente o público e ter os objetivos definidos, você precisará se focar em estratégias para construir relacionamentos.

O seu posicionamento, como vendedor e representante de uma marca, enquadrado no marketing de rede, deve ser de ajudar, antes de vender, de se relacionar, antes de apresentar uma solução.

Por fim, mas não menos importante, é necessário que você tenha um plano de divulgação. Afinal, só desse modo você conseguirá alcançar o maior número de potenciais clientes.

O ideal é que você escolha, a partir do seu estudo de público alvo, os canais em que ele esteja mais presente e ativo. Apostar nas redes sociais e no marketing de conteúdo, geralmente, acaba trazendo excelentes resultados.

 

E, aí? Conseguiu entender tudo que você precisava saber sobre o marketing de rede?

Se ficou com dúvidas, escreva para nós!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

5 Maneiras Diferentes de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube

As últimas novidades do Youtube acabaram causando polêmica e desagradando a muitos que trabalham com o objetivo de ganhar dinheiro com seu canal na plataforma.

Se você acompanhou as notícias, deve ter visto que as novas regras de monetização da maior plataforma de vídeos do mundo, acabou fechando as portas para muitos produtores de conteúdo.

Sob a justificativa de elevar a qualidade dos materiais disponibilizados na rede e garantir que todos seguissem as diretrizes do programa de parceiros, o Youtube primeiro definiu que, apenas, os canais que somassem 10 mil visualizações seriam classificáveis à monetização.

A segunda aplicação trouxe também a obrigatoriedade de que os canais possuam:

  • Mil Inscritos.
  • 4 Mil Horas de Conteúdos Consumidos nos Últimos 12 Meses.

Essa mudança firme baniu muitos canais que não seguiam as novas regras, trazendo a sensação de que não valia mais a pena tentar ganhar dinheiro com canal no Youtube.

Será?

Bem, se você tentar ver por outro ângulo vai perceber que, talvez, não seja verdade!

Muito pelo contrário, já que a Google fez a primeira mudança de sua plataforma de vídeos logo após um escândalo com grandes anunciantes, entre elas, a Starbucks e a PepsiCo.

Na ocasião, anúncios de ambas as marcas foram veiculados em canais/e ou conteúdos considerados ofensivos. Obviamente, elas deixaram a plataforma de links patrocinados.

A segunda mudança, ainda mais polêmica e restritiva, foi anunciada logo após um famoso produtor de conteúdo do Youtube, publicar um vídeo onde mostrava uma pessoa vitimada pelo suicídio em uma reconhecida floresta na Ásia.

5 Maneiras Diferentes de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube,,

Como se já não bastasse o cenário de gosto duvidoso e potencialmente ofensivo, o conteúdo estava em destaque na plataforma, exibindo anúncios do programa de monetização.

  • O que podemos concluir com tudo isso?

Primeiro que as mudanças são muito plausíveis e justificáveis. E segundo que, diante delas, daqui em diante, os canais que seguirem as regras, oferecerem qualidade em seus conteúdos, boa experiência ao usuário, terão mais espaço e poderão ganhar mais dinheiro com o Youtube.

  • Já está pensando em aproveitar a oportunidade?

Então vem com o Mestre do Adwords e confira 5 maneiras diferentes de ganhar dinheiro com canal no Youtube!

O que eu preciso para começar a ganhar dinheiro com canal no Youtube?

Como falamos no início, agora é preciso seguir algumas regras para conseguir monetizar seu canal no Youtube e, desse modo, ganhar dinheiro.

Mas, de maneira geral, você precisará de:

  • Um canal com conteúdos relevantes.
  • Ativo com frequência.
  • Um estudo aprofundado sobre a sua audiência.
  • Um planejamento de publicação e produção de conteúdo.
  • Seguir as regras do programa de parceiros.
  • Ter mais de 10 mil views.
  • Mil inscritos
  • 4 mil horas de conteúdos consumidos no último ano.

Esses últimos 4 pré-requisitos serão obrigatórios se você for trabalhar especialmente com o Adsense.

1ª Maneira de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube – Adsense

Com certeza você já deve ter ouvido falar no Adsense, afinal, esse é um dos programas de monetização mais utilizados no Youtube.

Podemos considerar que essa é a maneira mais tradicional de ganhar dinheiro no Youtube.

Basicamente, você deve ter um canal com os pré-requisitos que citamos acima para ser elegível à parceria.

Além de se inscrever no Adsense para criar uma conta, selecionar se todo o canal, incluindo vídeos antigos, receberão publicidade ou só os posteriores à inscrição. E esperar que a plataforma avalie a sua candidatura.

Uma vez classificado, o Youtube passa a veicular anúncios ao longo dos seus vídeos, seja no início, no meio ou ao final.

É como se o seu canal fosse pago pelo espaço de exibição da publicidade dos parceiros Google.

Você, como dono do canal, pode ainda escolher que formato de anúncio deseja que seja exibido. Geralmente, as temáticas da publicidade se relacionam com os assuntos dos seus conteúdos.

O que aumenta as chances da sua audiência se interessar e clicar nos anúncios.

2ª Maneira de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube – Infoprodutos

O mercado de infoprodutos, ou seja, de produtos digitais, está em amplo crescimento.

5 Maneiras Diferentes de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube,

Apesar de ser muito abordado em plataformas similares à marketplaces especializadas, é possível também ganhar dinheiro com canal no Youtube através dos infoprodutos.

A mecânica por trás do processo é bastante simples! Você, como produtor de conteúdo de um determinado nicho, pode fazer parcerias com infoprodutores para divulgar os infoprodutos relacionados em seu canal.

Essa divulgação pode ser por meio de anúncios nos seus vídeos, recebendo por views, ou até mesmo por conversão, sendo você comissionado por cada uma que ocorrer.

Nesse caso, é possível fazer diversas parcerias ou ser patrocinado, apenas, por uma marca!

3ª Maneira de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube – PubliPost

Podemos dizer que monetizar com publipost é uma variação ou uma vertente da monetização por infoprodutos.

Nessa estratégia, o canal no Youtube ganha dinheiro fazendo divulgação de produtos, serviços ou marcas relacionadas ao seu nicho de atuação.

É uma espécie de publicidade direta, que pode ser paga por comissão, por patrocínio de um conteúdo em específico ou, simplesmente, pelo espaço destinado à divulgação à uma audiência qualificada.

Muitos Youtubers famosos trabalham com essa estratégia!

4ª Maneira de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube – Influencer

Você pode adotar a estratégia de ser um influencer, e, assim, consequentemente ganhar dinheiro com o seu canal no Youtube.

Um influenciador digital trata-se de uma figura pública que tem o poder de influenciar um grupo de pessoas, por meio de seus conteúdos e estilo de vida exibidos.

5 Maneiras Diferentes de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube

Nesse tipo de tática, as parcerias com marcas também são fundamentais. No entanto, a abordagem do marketing é mais discreta, pois a ideia é inserir o produto ou a indicação do serviço em meio à rotina do Influencer.

Basicamente, o marketing fica em plano de fundo, de maneira a fazer uma sugestão mais natural!

5ª Maneira de Ganhar Dinheiro com Canal no Youtube – Testador Oficial

E se você tivesse um canal que ganha dinheiro com o Youtube como testador oficial?

Não entendeu muito bem?

Simples! Você faz testes com produtos ou serviços e elabora conteúdos relevantes a partir deles… mostrando para a sua audiência prós e contras, aplicações e ainda tira dúvidas. Uma excelente experiência, certo?

A partir desses testes, você pode formar parcerias com marcas ou profissionais, o que resultará automaticamente em rendimentos.

Além dessas 5 maneiras diferentes de ganhar dinheiro com canal no Youtube, ainda há muitas outras. Como a divulgação de outros canais no final dos seus vídeos, por exemplo.

Viu como é possível continuar monetizando?

Esperamos ter lhe ajudado!

Forte Abraço.

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos

Um dos objetivos mais universais entre todos os negócios do mundo, independente de sua área de atuação ou porte, é o de encontrar métodos que aumente suas vendas.

Já percebeu? Por mais que uma marca tenha sucesso e um alto volume de conversões, dificilmente ela não se interessaria por estratégias e técnicas que a ajudassem a aumentar as aquisições.

Isso acontece porque obviamente, as conversões estão intimamente ligadas ao sucesso de uma marca.

Basicamente, quanto maior o volume de vendas, mais lucros, mais crescimento e mais prosperidade.

A questão é que nem sempre é simples conquistar esse objetivo! Pelo menos na visão de muitos profissionais.

E isso acontece porque quando se busca melhorar as vendas, geralmente, o raciocínio se conecta com uma dimensão onde a inovação só pode ser alcançada com uma bela dose de complexidade.

E, infelizmente, esse é um erro que limita a possibilidade da conquista! Você sabia que vender mais é possível e que, talvez, seja um processo mais simples do que pode lhe parecer agora?

O que estamos tentando lhe dizer é bastante simples. Você não precisa de uma estratégia extremamente complexa para gerar um maior volume de conversões.

Suas vendas podem ser aumentadas, ainda hoje, se você adotar métodos básicos.

  • Não acredita no que estamos lhe dizendo?

Então vem com o Mestre do Adwords, pois teremos o prazer em lhe provar o que acabamos de afirmar!

Saiba que o que lhe mostraremos a seguir pode ser adotado por qualquer negócio que deseja potencializar seus lucros, independente de seu porte, área de atuação ou canais de vendas utilizados.

Está passando por um momento de forte crise? Não tem problema! Você também poderá aproveitar esse conteúdo para sair mais rápido dessa fase indigesta.

Entenda como impulsionar seus consumidores e potenciais clientes a comprarem mais de sua marca!

Não perca tempo e vem com a gente.

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos,,

1˚ – Entenda Profundamente o Processo que Baseia a Venda

Vender mais exige conhecimento. Afinal, dificilmente se apresenta uma boa oferta a alguém, se não há plena ciência do que se tem em mãos.

O que estamos lhe dizendo é que para fazer uma oferta capaz de encantar e conquistar um consumidor, para que ele realize a aquisição, é necessário entender profundamente o processo que baseia a venda.

Quase sempre, ele é composto por três itens, o produto, a abordagem e o alcance.

O produto, como você já deve imaginar, é o item ofertado. Que deve ter atributos positivos e capazes de sanar a dor sentida por quem ele se direciona.

A abordagem é basicamente como sua marca apresenta o item ofertado ao público alvo.

E o alcance é o quanto a sua oferta chega ao conhecimento dos potenciais interessados. Quantos possíveis consumidores sabem que você oferece essa solução?

Você pode estar se perguntando:

  • Porque entender esses três pontos é imensamente importante para conquistar melhores índices do volume de vendas?

Porque cada uma dessas três partes, que formam o processo que baseia a venda, deve estar em alinhamento perfeito entre si.

Basicamente, é essa disposição, esse conjunto perfeitamente combinado, que torna possível que a sua oferta seja atrativa o suficiente para que o seu potencial cliente entenda que se trata de uma oportunidade.

Nesse caso, seu produto deve ter valor e qualidade, a abordagem deve ser clara, direta e capaz de reforçar os benefícios, e o alcance deve direcionar a oferta ao alvo certo, na medida ideal.

Esse conhecimento sobre o processo da base de vendas vai lhe direcionar, evitando que sua marca perca tempo e dinheiro por conta de erros. Como, por exemplo, oferecer o produto ao alvo que não se interessa por ele.

Pode parecer algo simples, mas faz toda a diferença em seus resultados. Pode acreditar!

2˚ – Invista em Aumentar a Sua Autoridade e Conquiste Mais Conversões

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos,

Você já percebeu o quanto a autoridade de uma marca interfere em seu volume de conversões?

Geralmente, uma marca vista como autoridade em seu setor acaba vendendo mais do que outras que não possuem o mesmo título…

Isso acontece porque a autoridade gera confiança. E a confiança é um item muito importante para gerar vendas, principalmente, se elas são feitas digitalmente.

É comum, que todos os tipos de consumidores, prefiram comprar de marcas que se posicionem como autoridades em seus setores.

Isso acontece porque, quando uma marca é tida como uma referência de sua área de atuação, ela é vista como uma empresa de confiança, séria, de qualidade, que entende do assunto e do produto que oferece. O que pesa positivamente na decisão de compra do consumidor.

Além disso, a solução ofertada por quem entende da dor acaba sendo vista com mais valor por quem a sente.

Por isso, se você deseja aumentar suas vendas com medidas básicas, mire em estratégias que aumente sua autoridade e leve de bônus ainda mais conversões.

3˚ – Mostre O Que Você Tem a Oferecer Antes de Vender

Ninguém vai comprar algo de sua marca, se não se sabe, ao menos, o que você tem a oferecer.

Os consumidores, de maneira geral, precisam, além da confiança, ter uma prova de que a solução oferecida pela sua marca é capaz de sanar a dor que elas sentem e, sobretudo, que você está, antes de tudo, disposto a ajudar.

Tentar vender a todo custo, de maneira muito direta e até invasiva, vai lhe gerar efeitos indesejados. Como o encalhamento dos estoques, pois as pessoas precisam enxergar o valor por trás do item ofertado.

A melhor maneira de conseguir mostrar o que você tem a oferecer, antes de vender, inclusive, agregando valor, é disponibilizar uma “prova grátis”.

Como assim?

Tudo irá depender do seu produto ou serviço. Mas, por exemplo, se você vende livros. Que tal trabalhar com marketing de conteúdo e oferecer iscas com temáticas que se relacionam com seus títulos mais vendidos?

Tem um produto de beleza? Porque não enviar amostras grátis para leads qualificados?

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos

Além desses três métodos básicos, é muito importante que você também adote uma postura diferenciada quanto a promoção de seus produtos para com o seu público alvo. Evite apresentar qualidades técnicas, prefira mostrar pontos benéficos que podem trazer uma melhor experiência ao alvo que os adquirir.

Quer um exemplo?

Se você vende celulares, procure evidenciar mais as facilidades que os aparelhos podem oferecer a vida dos usuários, do que o hardware ou o quanto de memória eles possuem.

 

Esperamos ter lhe ajudo! Agora é com você. Que tal aplicar tudo que aprendeu e aumentar suas vendas ainda hoje?

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.