4 Dicas Básicas para Selecionar o Sócio Ideal do Seu Novo Negócio

Está prestes a lançar um novo negócio, mas precisa selecionar o sócio idealque possa lhe complementar nessa empreitada?

  • Tem sentido uma certa dificuldade em aplicar critériosque lhe permitam escolher entre os candidatos?

Nós sabemos que essa não é uma decisão simples. Afinal, dependendo da sua área de atuação, porte, público, entre outras peculiaridades de suas estratégias e objetivos, as característicasdesse sócio ideal mudam bastante.

Calma, não precisa se preocupar e ficar ainda mais ansioso. A primeira boa notícia que temos para lhe dar é que você chegou ao lugar certo!

Nós, do Mestre do Adwords, estamos aqui para lhe ajudar, esse conteúdo que produzimos especialmente para você, vai lhe guiar através de 4 dicas básicas para selecionar o sócio ideal do seu negócio.

Você vem com a gente?

Então aproveite tudo e faça a sua seleção ainda hoje!

Será que eu preciso mesmo de um sócio para esse novo negócio?

Antes de lhe dar dicas para que você faça uma seleção assertiva, queremos lhe ajudar a chegar a uma conclusão para uma pergunta que você deve ter se feito e, ainda faz, desde que começou o seu projeto.

  • Será que eu preciso mesmo de um sócio para esse novo negócio?

Não há como negar que ter um sócio pode ser muito importante, especialmente, se a sua meta é expandir muito, crescer e ganhar o máximo de espaço que conseguir.

Ter um sócio ao lado, principalmente se ele for escolhido de forma assertiva, pode lhe fazer alçar voos maiores, afinal, vocês dividirão responsabilidades, enquanto também unirão forças. Há também a questão financeira, que pode ter uma maior capacidade quando ocorre esse compartilhamento de interesses.

Agora, também não tem como deixar de considerar que se o seu novo negócio é ainda pequeno, muito focado ou atua em um micro nicho, um sócio talvez não seja tão necessário, pelo menos, ao longo desses primeiros passos.

Afinal, nesse caso, você estaria dividindo as poucas responsabilidades, além dos baixos índices de lucros!

Então, antes de partir para os critérios de seleção de um sócio ideal, procure responder à essa pergunta, a refletir sobre a real necessidadede ter alguém ao seu lado nessa jornada.

Por exemplo…

Se você perceber que lhe falta habilidades para levar esse negócio sozinho, provavelmente, um sócio será muito bem-vindo.

Até porque você pode ser excelente em gestão, mas péssimo em marketing! Pode ser incrível em vendas, mas pouco eficiente nas operações práticas.

Essa reflexão também será importante, caso acredite que o sócio é mesmo imprescindível, pois lhe ajudará a traçar algumas características ideaisdesse profissional.

Como dissemos acima no exemplo, se você é bom em gestão, mas não em marketing, o seu sócio preferencialmente terá que apresentar habilidades nessa área. Concorda?

  • Pensou bastante e chegou à conclusão de que o seu novo negócio precisa mesmo de um sócio?

Então vem com a gente e confira as 4dicasque preparamos para lhe ajudar nessa seleção.

1ª Dica – O Sócio Ideal é Aquele que Complementa as Suas Habilidades

Aproveitando o que acabamos de conversar acima, a dica número 1 é muito simples…

  • Sabe todas as habilidadesde um empreendedor que você averiguou e admitiu que não possui?

Essas serão a que o seu sócio ideal precisará ter!

No entanto, cuidado. Dificilmente você conseguirá encontrar alguém que apresente tudo que lhe falta.

Então para fazer uma seleção mais assertiva, procure isolar essas habilidades mais importantes.

Por exemplo:

  • Se você sabe que é um bom gestor, tem conhecimento em economia e lida bem com os processos internos. O seu sócio ideal será o seu contraponto. Ou seja, o que tem habilidade com marketing, comunicação e vendas.

Entenda os principais pontos fracos do seu negócio, que você, sozinho, não consegue fortalecer e então busque um profissional com características que possa fazer isso.

2ª Dica – É Importante Ser Criterioso e Também Humilde

Não adianta você querer um sócio incrível, cheio de especialidades e experiência, se não estiver disposto para escutar e enxergar nele o seu potencial.

O que estamos tentando dizer é que você deve sim ser bastante criterioso, mas não adianta deixar a humildadede lado, na hora de fazer a análise, pois dessa forma, ninguém será bom o bastante para você.

Dose esse critério e chegará ao sócio ideal de forma mais simples, fácil e rápida.

3ª Dica – Não Esqueça de Colocar na Balança os Prós e Contras

Pode ser que você já conheça alguns profissionais que acredite ser fortes candidatos ao posto de sócio ideal.

No entanto, não tome sua decisão, antes de colocar na balança os prós e contras.

Não entendeu muito bem?

Ok, pense na seguinte situação. Você tem um primo ou amigo de infância que manda muito bem nas áreas que o seu novo negócio é carente.

Excelente, não?Ele é próximo, é de confiança e, muito provavelmente, haverá um ótimo relacionamento entre vocês.

No entanto, o seu conhecimento sobre esse primo ou amigo, é limitado ao lado pessoal. Sua opinião sobre o lado profissional foi totalmente baseada no que ele, somente ele, lhe contou.

  • Será que esse é realmente o sócio que você procura?

Em outras palavras, estamos tentando lhe dizer que na hora de escolher quem quer que seja o seu sócio, você deve verificar, sem pré-julgamentos, todos os pontos positivos e negativos.

  • Se você não conhece o profissional, busque por informações que confirmem que ele é confiável, competente, parceiro…
  • Se o seu candidato é uma pessoa próxima, analise se essa “amizade” não impactaria negativamente o dia a dia profissional.

É claro que os riscos sempre vão existir, independente de quem você escolha, mas eles podem ser minimizados já na seleção e eliminados em grande parte por um contrato bem feito.

4ª Dica – O Sócio Ideal é Aquele Aberto Ao Debate Saudável

É muito importante que você coloque em sua lista de critérios para a seleção de um sócio ideal, a habilidade de se relacionar fácil e amigavelmente.

Estamos dizendo isso, porque a qualidade do relacionamento entre os sócios e também com as pessoas ligadas ao projeto é de suma importância no dia a dia profissional e no andamento dos projetos que envolvem o negócio.

Pense bem… O que adianta ter um sócio extremamente eficiente, se ele não aceita ouvir a sua opinião? Se ele é intransigente?

Lembre-se, quando você tem um sócio, as obrigatoriedades em conjunto transcendem ao dia a dia de trabalho, ao horário comercial. Vocês terão que compartilhar dos mesmos objetivos e propósitos.

Claro, poderão ter visões diferentes e divergir, mas terão que estar dispostos a debater de forma saudável, para chegar ao ponto comum em prol do negócio.

 

Pronto! Agora você já pode colocar a mão na massa e selecionar o sócio ideal para o seu novo negócio.

Esperamos ter lhe ajudado!

Desejamos-lhe sucesso sempre.

Forte Abraço.

3 Dicas Simples para Aumentar os Lucros do Seu E-commerce

Quem é que não deseja aumentar os lucros do seu e-commerce? Dificilmente alguém, mesmo que com resultados incríveis, diria que não busca esse tipo de objetivo.

Fato é que aumentar os lucrosé uma das metas mais comuns entre todos os negócios, sejam eles pequenos, médios ou grandes. Físicos ou digitais, da área de moda ou da saúde.

Por outro lado, essa também é uma das metas mais difíceis de ser conquistada. Uma série de fatores contribui para isso, inclusive, o fato de tanta gente persegui-la.

No âmbito dos e-commerces, aumentar os lucros, pode ser ainda mais difícil! Isso porque a concorrência é enorme, as ofertas são abrangentes e as opções de produtos não só crescem em quantidade, mas em qualidade!

Muitos diriam que para melhorar os resultados, a melhor estratégia é oferecer produtos bons, com preços imbatíveis…

Isso geraria um maior interesse, o que aumentaria o volume de vendas e, consequentemente, atrairia um nível mais elevado de lucros.

  • Esse raciocínio está equivocado?

Não! No entanto, talvez, seja uma estratégia impraticávelpor muitos.

É que devido a grande concorrência e outros aspectos da nossa economia, muitas lojas digitais estão trabalhando com itens no limite dos seus preços, ou seja, bem próximo de seu custo. Tornando impossível baixar ainda mais, pois ficaria impossível continuar operando.

Aí, você pode querer questionar:

  • Se eu não consigo aumentar o volume de procura, mesmo trabalhando com a tática dos preços baixos, o que vou fazer para aumentar os lucros?

Podemos resumir a solução que você procura a uma única palavra: Gestão!

Quer entender melhor do que estamos falando?

Então vem com o Mestre do Adwordse confira, nesse conteúdo, 3 dicas simples para aumentar os lucros do seu e-commerce.

Provavelmente, você ainda não pensou no que iremos lhe falar como uma forma de melhorar seus resultados, mas garantimos que, se bem aplicado, pode dar muito certo.

Não fique parado aí!

Como a gestão pode aumentar os lucros do seu e-commerce?

Quando falamos em gestão para aumentar os lucros, estamos no referindo a como o seu negócio se organiza quanto ao controle de despesas.

O raciocínio por trás das dicas que vamos lhe apresentar a seguir é muito simples.

Se você souber como gerenciar de forma assertiva os seus custos, se torna mais simples prever seus resultados e conquistar uma gama maior de possibilidades na hora de ofertar os seus produtos/serviços.

Não entendeu? Bem, se você conhece exatamente os custos do seu negócio, pode administrá-los melhor e, assim, consegue oferecer melhores condiçõespara os seus potenciais clientes na hora da conversão.

Por exemplo, a partir dessas informações, seu e-commerce pode trabalhar em uma estratégia de desconto, brindes, um grande chamariz para outros clientes.

Concorda?

Então vem conferir as 3 dicas simples, mas eficientes sobre gestão que poderão oferecer um maior índice de lucros para o seu e-commerce.

1ª Dica – Procure Otimizar o Fornecimento

Se você trabalha com itens produzidos por terceiros, então você tem fornecedores. Certo?

Mas, se você é o produtor dos itens que comercializa, certamente precisa adquirir algumas matérias primas/serviços, de alguém…

Então você continua tendo fornecedores!

  • Está se perguntando o que isso tem a ver com os seus lucros?

Na verdade, tudo! Até porque, grande parte dos seus custos envolve pagar esses fornecedores.

Para conseguir uma melhor margem de lucros, como conversamos, você precisa otimizar as suas despesas. Lembra?

Nesse caso, você terá que verificar esse âmbito do seu negócio com mais atenção, para então entender se é possível conseguir melhores preços com os seus fornecedores.

Obviamente, será muito importante que você pesquise de forma aprofundada quais as opções de fornecimentos estão disponíveis. Se todos possuem a mesma qualidade, se é possível fazer uma parceria, enfim…

Após fazer esse levantamento e chegar à uma seleção, é hora de partir para a negociação.

Uma boa tática, por exemplo, é negociar descontos, caso você adquira um lote maior.

2ª Dica – Atenção ao Seu Estoque e Frete

Esses são dois pontos diretamente ligados à logística. O seu estoque e o seu frete podem impactar muito nos seus lucros, sabia?

É que se você não tiver total controle do que tem em estoque, pode acabar tendo dois grandes problemas para resolver:

  1. Acúmulode produtos que geram mais custos desnecessários, caso houvesse uma boa gestão.
  2. Faltade produtos, o que gera maiores gastos, já que será necessário negociar às pressas.

No caso do frete, o problema pode ser ainda maior, pois se muito alto, pode afastar os clientes.

Se embutido no preço, aparentando ser grátis para os seus potenciais consumidores, pode acabar tornando as suas ofertas pouco atrativas ou, ainda, gerando custos muito altos ao seu e-commerce.

Para não ter que lidar com esse tipo de problema e, sobretudo, ter a chance de aumentar os lucros, procure encontrar opções mais maleáveisquanto ao estoque e soluções mais previsíveis quanto ao frete.

Isso quer dizer, procure fazer um bom planejamento estimando o volume ideal do seu estoque, com base nas suas vendas e resultados anteriores, além de outros fatores variáveis ao seu mercado. Quando chegar a esse valor, negocie com os fornecedores.

E, não se esqueça de verificar suas opções de frete, entendendo se uma transportadora particular, por exemplo, pode lhe oferecer melhores condições que os correios.

3ª Dica – Explore mais o Marketing Digital

Provavelmente, você está questionando essa dica, não é verdade? Como explorar mais o marketing digitalpode lhe fazer aumentar os lucros do seu e-commerce?

Calma, você vai entender!

No marketing digital, podemos contar com ferramentas absolutamente incríveis, com baixo custo, capazes de nos direcionar melhor.

Não entendeu?

É simples. Se você sabe, por exemplo, como o seu público se comporta, o que ele deseja, o que ele precisa, fica muito mais simples gerar uma venda. Certo?

Com o marketing digital, não é tão complexo conseguir essas informações! Até porque, toda ação nesse ambiente é completamente mensurável.

Além disso, por ser mais acessíveis que outros canais, geralmente, o ROI das campanhas geradas e divulgadas na internet é bem melhor.

 

E aí, pronto para colocar a mão na massa?

Esperamos que tenha curtido o conteúdo e as dicas.

Até breve.

Forte Abraço.

 

Como Fazer a Divulgação de Um Produto? – 3 Hacks Infalíveis

Você teve uma ideia incrível, trabalhou muito nela, estudou o mercado, o público alvo, descobriu que ali morava um potencial incrivelmente grande de sucesso, criou o produto e, por isso, sua expectativa está a mil!

Ou…

Você, em um belo dia, acabou descobrindo um produto incrível que poderia lhe entregar excelentes retornos, se bem trabalhado!

No entanto, independente do caso que se enquadre acima, mesmo tudo se mostrando muito favorável, você se viu diante de uma barreira aparentemente intransponível! Como fazer a divulgação de um produto?

  • Diante da quantidade de conteúdos e ofertas disponibilizados hoje, será que eu conseguirei a atenção do público?
  • O que eu faço para dar destaque ao meu produto?

É difícil encontrar respostas, não é mesmo?

Fique tranquilo! Até porque você não é o primeiro e nem o último a ter dúvidas como essas.

Muitos profissionais, até mesmo com produtos incríveis, acabam tendo dificuldades em transpor essa barreira.

Afinal, não é muito simples criar uma estratégia capaz de atrair, engajar e conquistarum público para que ele converta!

  • Isso significa que você deve desistir?

Jamais!Até porque dificuldade não é a mesma coisa que impossibilidade!

Barreiras estão aqui para serem ultrapassadas, as dificuldades podem nos ensinar e muito, basta que programemos a nossa mente para enxergar essas oportunidades.

Para lhe ajudar nessa empreitada, preparamos um conteúdo especial. Nele, você poderá conferir 3 hacks infalíveisque vão lhe guiar no entendimento de como fazer a divulgação de um produto.

Certamente, você sairá daqui com boas ideias para criar uma estratégia de marketing poderosa!

1˚ Hack – Invista nas Redes Sociais

As redes sociais são, atualmente, espaços muito favoráveis para quem deseja fazer a divulgaçãode um produto.

Principalmente, porque o perfil do público que frequenta essas plataformas é de descobrir novidades, conhecer um pouco mais e interagir.

Ali, geralmente, estão pessoas dispostas e abertas para o novo! Outro ponto bastante forte é que, dificilmente, hoje, alguém não tenha um perfil, ao menos, em uma rede social. O que torna quase impossível que o seu alvo não esteja presente nesses ambientes.

Aí você pode dizer:

  • As redes sociaissão muito disputadas. Como eu vou fazer para me destacar e atrair a atenção do meu potencial cliente?

Antes de qualquer coisa, não se limite a esse pensamento! É verdade sim que são produzidos e compartilhados conteúdos em toneladas nessas mídias. No entanto, é possível diversificar muito também, tanto em estratégias, como em plataformas.

Por exemplo, o Facebook é a rede social mais popular do momento, isso permite que você, ao divulgar um produto na rede, conquiste um alcance incrível.

Porém, caso essa não seja a sua meta, é possível trabalhar com o Face Ads, aplicando segmentações bastante específicas, o que direcionará o seu produto de maneira mais restrita e assertiva.

A diversidade de estratégias para esses canais é tão ampla que você não precisa se manter apenas no Facebook, investindo em publicidade paga, poderá também trabalhar no Twitter, no Instagram, no WhatsApp, Pinterest, Youtube, entre outras.

De fato, tudo dependerá do perfil do seu público e, claro, do tipo de produto que quer tornar conhecido!

Estude seu alvo, o seu produto, mercado e concorrentes e então faça uma análise da rede social com maior potencial de retorno dentro desses parâmetros.

Dessa forma, você descobrirá qual tipo de conteúdo e abordagem adotar!

2˚ Hack – Elabore uma Estratégia de Marketing de Conteúdo

Não adianta tentar divulgar um produto através, apenas, de ações promocionais! Embora as opções de Adssejam excelentes, elas não são o suficiente para lhe trazer o sucesso.

Se o potencial consumidor não conhecer o que você está oferecendo, ele não comprará o item porque ele tem um bom preço, por exemplo!

Se coloque como consumidor e responda com sinceridade…

  • Você compraria um produto que acabou de conhecer através de um anúncio promocional? Que estivesse com um preço de liquidação?

Provavelmente não, certo? Porque esse tipo de situação causa uma certa insegurança.

  • Porque será que aquele produto novo é tão barato? É confiável? É bom?

Os consumidores hoje, para adquirem algo, precisam conhecer, confiar, e, sobretudo, estarem engajados.

Por isso, uma das melhores formas de fazer a divulgação de um produto é elaborando uma estratégia de marketing de conteúdo, como forma de impulsionar ainda mais o Ads.

Com o marketing de conteúdo, é possível atrair tráfego de qualidade, informar, engajar, doutrinar, criar uma relação próxima, abrir o canal de comunicação e gerar conversões.

Através de um blog simples, de boa navegabilidade e experiência, você pode entregar conteúdos relevantes e capazes de guiar o potencial cliente na sua jornada de compra.

As redes sociais também podem ser utilizadas para divulgar esses conteúdos! Assim como uma boa estratégia de e-mail marketing.

Consegue ver como tudo se encaixa?

3˚ Hack – Busque Parceiros Relevantes

Que tal procurar parceria com plataformas ou pessoas que já tenham visibilidade com o público que você deseja atingir?

Embora pareça um investimento mais alto, os resultados também poderão ser bem mais rápidos, caso você encontre parceiros relevantes.

Atualmente, temos diversas possibilidades nesse sentido, entre eles influencers, canais no Youtube, blogs e sites, e, até mesmo, plataformas de afiliados.

Se você é o produtor, por exemplo, pode elaborar um programa de afiliados ou, ainda, disponibilizar o seu produto em plataformas já consagradas, como a Hotmart e a Lomadee, entre dezenas de outras.

Nesse último caso, ainda, você pode trabalhar com comissões, onde pagará aos seus afiliados, somente quando eles realizarem vendas.

Interessante, não? Claro, se for escolher uma ferramenta em especial, é preciso que você verifique as premissas trabalhadas nela, antes de colocar a estratégia em prática.

 

É claro, existem muitas outras formas de fazer a divulgação de um produto, no entanto, essas que apresentamos, sem dúvidas, pode lhe proporcionar um bom início. Independente do seu tipo de negócio, nicho de mercado ou público alvo.

Você só não pode esquecer que, independente da estratégia que adotar, o seu planejamentodeve estar bastante organizado e claro. Afinal, ele precisa estar alinhado com as ações que pretende executar.

Só assim será possível usufruir dos melhores resultados!

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para você.

Desejamos-lhe sucesso sempre.

Forte Abraço.

Marketing Digital para Páscoa – Impulsione Seus Resultados Já

Datas comemorativas populares, como o Natal, a Black Friday, a Páscoa, o Ano Novo, o dia dos namorados, entre outras, sempre movimentam o comércio e o mercado de consumo.

Esse aquecimento, obviamente, interessa e muito a maioria das marcas e negócios, afinal, são nesses períodos específicos do ano que surgem oportunidades de vender mais e, finalmente, impulsionar os resultados de maneira visível.

No entanto, para conseguir aproveitar, ao menos, uma fatia desse potencial de resultados, é preciso se preparar. Fazer diferente e, até mesmo, abusar da criatividade.

Como você já sabe, estamos nos aproximando de uma dessas datas importantes e interessantes para os negócios. A Páscoa!

Embora ela não seja tão grandiosa, como o dia dos namorados, a Black Friday e o Natal, oferece um bom aquecimento nas vendas de maneira geral.

Antes que você questione…

Sim, este é um período sazonal que favorece absolutamente os negócios do ramo alimentício, especialmente, o de doces, como os chocolates, mas não são só eles…

Você, independente do tipo de negócio que tenha, pode aproveitar a páscoa para vender mais e crescer a sua marca, desde que aplique as estratégias corretas e condizentes com a data.

  • Não sabe nem por onde começar?

Tudo bem, não se preocupe! A gente está aqui para ajudar.

O Mestre do Adwords preparou um conteúdo completo, recheado de dicas de marketing digital para páscoa.

Ficou interessado?

Então não perca tempo, confira tudo e impulsione seus resultados já!

Marketing Digital para Páscoa – Crie Um Plano de Ação com Antecedência

A grande boa notícia é que você está aqui agora e, por isso, tem tempo o suficiente para começar e chegar à Pascoa pronto para colher os ovos de ouro!

Preste bem atenção…

Se você deseja impulsionar seus resultados aproveitando a data comemorativa, vai precisar começar a criar um plano de ação agora!

Nele, você deve especificar os seus objetivos, metas, orçamento, canais de atuação e estratégias para conseguir executar e chegar onde almeja.

Antecedência é uma das suas aliadas aqui!

Lembre-se de que a Páscoa é uma data de teor mais sentimental, “familiar“, por ter ligação com religião.

Use essas características a favor do seu negócio, apostando em gatilhos mentais e ações que estimule e despertem sensações muito comuns nesse período, como a união, a paz, o amor, a proximidade com quem se gosta…

Marketing Digital para Páscoa – Intensifique as Ações na Sexta-Feira Santa

Depois de planejar e saber exatamente o que deve ser feito, é hora de colocar a mão na massa e agir, certo?

Nesse aspecto, você também está com a situação ao seu favor!

Pode ser que você não se lembre, mas a páscoa de 2018 cai no dia 1 de abril, domingo.

  • Está se perguntando em que isso lhe favorece?

Bem, é que antes da páscoa, há um feriado nacional. O da Sexta-Feira Santa, que, obviamente, ocorre na sexta que antecede a grande data.

  • Já conseguiu enxergar a oportunidade?

É que você pode usar essa janela para intensificar as suas ações!

Sabe o por quê?

Simples! É justamente a partir da sexta, onde todos estão livres dos afazeres cotidianos por conta do feriado, que normalmente, os consumidores tomam uma decisão quanto às aquisições.

  • Sabe aquele costume brasileiro de comprar os presentes de última hora?

Você pode aproveitá-lo agora!

Use essa janela de oportunidades para intensificar suas campanhas, seja exibindo mais anúncios, oferecendo conteúdo relevante para guiá-los e doutriná-los, e/ou fazendo promoções.

Lembre-se, Páscoa não é feita apenas de chocolates, as pessoas também utilizam o feriado para descansar, para conhecer um restaurante novo… e porque não para se beneficiar de uma promoção imperdível?

Marketing Digital para Páscoa – Se Conecte Através de Características da Data

Como falamos no início, em datas comemorativas e sazonais, é preciso inovar, usar a criatividade, para garantir resultados melhores.

Em outras palavras, basicamente, poderíamos dizer que de nada adianta fazer mais do mesmo, se a ideia é se diferenciar e crescer!

Diante disso, uma das melhores formas de atingir o destaque e ainda se conectar com seu público alvo de maneira mais forte e intensa é utilizando características peculiares da data.

Por exemplo…

Se você sabe que as pessoas acabam exagerando no consumo de chocolate nesse período e depois se sentem culpadas, porque não ofertar soluções para ajudá-las a se recuperarem?

Um desconto nos produtos detox? Na inscrição da academia? Em uma viagem para um SPA? Em um e-book para emagrecer? Em um treinamento digital para praticar exercícios em casa?

Outra característica muito comum da época é evitar o consumo de carnes vermelhas

Que tal aproveitar?

Enfim… Vale utilizar o período e suas características para se conectar com o público, fazendo propostas condizentes e muito coerentes para a data.

Marketing Digital para Páscoa – Crie Promoções, Brindes e Sorteios Especiais

Incentive o consumo através de estratégias de marketing digital que utilizam promoções, brindes e sorteios.

Esse é um momento onde necessariamente o consumo vai aumentar, então porque não aproveitar para proporcionar vantagens?

Não entendeu muito bem?

Então imagine se você fosse presentear alguém na páscoa e, em meio as suas pesquisas, encontrasse uma loja que oferece o item de seu interesse, mas ainda lhe dá um brinde, um desconto ou a chance de participar de um sorteio.

Responda com sinceridade…

  • Diante disso, você compraria nessa loja ou em outra qualquer, onde o produto é praticamente o mesmo preço, mas não há nenhuma vantagem adicional?

Com certeza na loja de descontos, brindes ou sorteios especiais, certo?

O seu potencial cliente também faria essa escolha, afinal, ninguém gosta de não aproveitar uma oportunidade, de ter uma vantagem.

Se quiser, você também pode investir em ovos de páscoa com a sua logo, dando-os como forma de brinde para clientes especiais ou em promoções para atrair mais clientes.

Por exemplo, clientes que comprarem X produto, ganha um ovo de páscoa!

Trabalha com serviços, com tecnologia, com áreas muito distantes dos chocolates?

Sem problemas, use o famoso “coelho da páscoa” para fazer Quiz que oferece prêmios, jogos que dão brindes, enfim… Utilize sua criatividade!

 

Esperamos ter lhe ajudado! Agora, é hora de agir… Não perca tempo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

Marketing de Vendas – 4 sinais de que há algo errado

Se você é um empreendedor iniciante ou se já tem alguma experiência em gerenciar seu negócio de médio ou grande porte, deve ter a plena ciência de que o marketing de vendas é algo fundamental para que consiga crescer seus lucros, não é mesmo?

O grande problema ou melhor, a grande questão é que, na maioria das vezes, os donos de seus negócios, seja pela empolgação ou, mesmo, pela falta de conhecimento em marketing de vendas acabam não notando os sinais de que algo não vai tão bem quando eles imaginam.

Por mais que você ame seu negócio e seja apaixonado por cada tarefa que ele te permite fazer, precisará aprender a olhar com olhos mais criteriosos os números, senão seu negócio não irá como você deseja.

Nós, aqui do blog do Mestre do Adwords, não queremos que o seu grande sonho de ter um negócio próprio acabe se tonando um enorme pesadelo, então desejamos que você conheça bem quais são os sinais que provam que algo errado está ocorrendo!

Vamos compreender tudo?

Como entender os sinais que são dados?

Um negócio, quando não está bem, dá sinais claros de que isso está ocorrendo, seja nas finanças ou no desempenho da equipe!

Separamos alguns sinais que vão te ajudar a identificar que há algo errado no marketing de vendas de sua empresa, venha ver!

1˚ Sinal – Não ter ideia de como fazer um acompanhamento de métricas

Se você ou seus funcionários, antes de aplicar qualquer tipo de ação ou de criar sua estratégia, não tiverem a menor ideia de como se faz o acompanhamento de métricas, seu negócio mal começou e já está indo mal.

Talvez, você esteja achando que estamos exagerando, mas não estamos. Se você não tem a menor ideia de como estão acontecendo os resultados de suas campanhas, de seus anúncios, do tráfego que seu conteúdo recebe e demais atividades, como saber se você está no positivo ou no negativo?

Estamos cansados de ver cases de empresas que faturam milhões por mês, mas estão sempre no vermelho, pois não fazem ideia de como controlar e aplicar melhor os recursos.

Então, queremos saber se:

  • Você sabe quantos leads sua empresa captura mensalmente?
  • Sabe qual a porcentagem de conversão de seus anúncios?
  • Sabe quanto tráfego vindo de redes sociais você recebe?
  • Tem ideia de quais são as fontes de tráfego mais vantajosas para você?

Essas são apenas 4 perguntas simples que podemos te fazer, mas acredite há milhares de outras tão importantes quanto elas. Se você nos disser que não faz ideia, tem algo errado acontecendo…

2˚ Sinal – Equipe totalmente desmotivada

Muitos costumam dizer que o espirito da equipe reflete bem a saúde de uma empresa e achamos que essa é a mais pura verdade.

Se você parar e pensar na equipe que cuida do marketing de vendas, especificamente, e notar que eles trabalham sempre desmotivadas, sem empolgação e com falta de brilho no olhar, pode ter absoluta certeza que tem algo dando errado.

Esse tipo de profissional é motivado pela conversão, pela vontade de vender, de atender clientes, mas se algo está indo errado, eles não conseguem evoluir e sentem-se frustrados.

Se nesse momento, você olha para sua equipe de vendas e não vê aquele brio, está na hora de chamar todos para uma conversa e entender o que está acontecendo.

Uma dica que podemos te dar é: vá desarmado. Escute o que eles têm para falar, afinal eles enxergam seu negócio de outra forma. Depois que o cenário atual for colocado na mesa, escute o que eles propõem para mudar isso.

3˚ Sinal – Investimento em setores errados

Quando falamos em marketing de vendas, principalmente no digital, as formas de captar leads ou mesmo gerar conversão são as mais distintas possíveis, sendo assim, é preciso entender o negócio em questão para que você possa aplicar recursos em áreas que, realmente, são importantes.

Sabe aquelas perguntas que nós fizemos para você ali em cima? Pois bem, elas cabem muito aqui, uma vez que, se você não faz ideia de qual a sua principal fonte de tráfego, de quais anúncios estão gerando mais conversão e de qual rede social é mais importante, você não tem como avançar.

Não adianta nada investir altos valores em locais onde o retorno não tem chance de ocorrer.

Então, se você tem investido uma verba alta, mas não está vendo um retorno assertivo, talvez seja a hora de fazer um levantamento para ver onde o erro está acontecendo.

4˚ Sinal – Atendimento precário

Já falamos, por diversas vezes, que o atendimento de um negócio, seja ele físico ou digital, fala muito sobre a quantidade de suas vendas.

Ainda hoje, há empreendedores que acham que a atenção maior deve ser dada na pré-venda, quando o futuro cliente ainda não conhece você. No entanto, fidelizar é uma das partes mais importantes de todo e qualquer negócio.

Na verdade, o que podemos dizer é que o atendimento precisa acontecer de forma precisa em todas as etapas da venda, seja no pré ou no pós. Isso porque, eles contam pontos para a autoridade de sua marca.

Se você acha que há falhas, corrija.

Caso você não saiba nada sobre isso, que tal abrir uma pesquisa de satisfação após cada atendimento?

Realmente, talvez você vá descobrir muitas coisas que não são tão agradáveis, mas será por um bem maior, a saúde de seu negócio. Afinal, as pessoas não vão comprar de uma marca ou empresa que não demostra empatia com seu público, concorda?

 

Esses são os 4 sinais claros de que o marketing de vendas de seu negócio apresenta falhas muito graves que precisam ser resolvidas!

Ficou com alguma dúvida?

Se sim, por favor, deixe seu comentário que iremos retornar o mais breve possível!

4 Sacadas Especiais Para Produzir Cursos Digitais Poderosos

O mercado de produtos digitais está cada vez mais aquecido. Ao contrário do que muitos podem pensar, o setor ainda tem muito para ser explorado.

É verdade que as produções estão em alta, mas isso não significa que não há mais espaço para ninguém. Pode acreditar, este é um mercado que está longe de ficar saturado.

Quer uma prova?

Basta olhar para a quantidade de pessoas que estão preferindo fazer cursos digitais. Ou melhor, olhe para o crescimento da educação à distância (EaD), no Brasil.

A versatilidade desse tipo de produto, faz com que haja muitas oportunidades para quem deseja explorá-lo como modelo de negócio. Por exemplo, você pode fazer cursos digitais voltados:

  • Aos treinamentos empresariais.
  • A ensinar uma matéria da área educacional/acadêmica.
  • A ensinar uma profissão.
  • A especialização em uma área.
  • A apresentar técnicas estratégicas de um setor.
  • A ensinar receitas.

Enfim, além disso, não há como negar que os cursos digitais oferecem muito valor agregado aos seus consumidores, começando pela versatilidade, é claro, mas estendendo-se à comodidade, dinamismo, acessibilidade, interatividade e muito mais.

Tudo isso, torna a ideia de produzir cursos digitais uma excelente e vantajosa aposta!

  • Ficou animado para ter um negócio nessa área? Mas ainda tem certa insegurança por ter dúvidas sobre o que é necessário para conquistar o objetivo?

Então vem com o Mestre do Adwords!

Hoje, por meio desse conteúdo, nós vamos lhe entregar 4 sacadas especiais para produzir cursos digitais poderosos.

Vai perder a oportunidade?

Então não fique parado aí!

Business button web file icon virtual.

1ª Sacada – Comece Planejando Antes de Produzir Cursos Digitais Poderosos

Pode ter certeza de que, uma das similaridades mais fortes entre os negócios de sucesso, é o planejamento por trás de cada um deles.

Sim, se você quer produzir cursos digitais poderosos, terá que, antes de tudo, se dedicar em criar um planejamento completo e profundo.

Você pode estar pensando…

  • Ok! Mas por onde começar? Como esse planejamento precisa ser?

Calma, não se preocupe, nós iremos lhe guiar!

Para começar, é preciso traçar alguns pontos importantes para o andamento adequado do seu projeto, o que evitará, consequentemente erros e problemas incontornáveis. Vamos a eles:

  1. Trace os Principais Objetivos: Você precisará estipular com precisão os seus objetivos para esse projeto. Para isso, é muito importante, avaliar com nitidez quais são as suas propostas com esses cursos, quais temas deseja abordar, qual o seu orçamento disponível, que tipo de resultados quer alcançar, quais são seus prazos e percentual de lucros almejado.
  1. Determine Quem Será Seu Público Alvo: Uma das bases da construção dos seus cursos será as características do seu público alvo. Então, é muito importante, que no seu planejamento, já seja determinado quem será essa persona. Faça um estudo profundo à fim de descobrir o máximo desse alvo, tanto em questões demográficas e geográficas, quanto em preferências e comportamentos.
  1. Estipule o Padrão dos Seus Conteúdos: Além de outras coisas, no primeiro passo, você definiu as temáticas e assuntos dos seus cursos digitais. E, agora, também já sabe quem é o seu público alvo. Então, é importante que você separe um espaço no seu planejamento para estipular o padrão dos seus conteúdos. Com base, é claro, nas características comportamentais e de preferência da sua persona. Ok?
  • Eles serão feitos em tópicos? Quantos?
  • Qual o tamanho desse material?
  • Qual a duração?
  • Eles serão vídeo-aulas ou e-books?
  • Quais serão as referências desses conteúdos?
  • Qual será a linguagem utilizada?
  1. Especifique Características do Seu Mercado e Concorrentes: O seu mercado e as ações dos seus concorrentes podem impactar no seu resultado. Por isso, é importante conhecê-los de maneira inteligente para prever situações e aplicar diferenciais para conquistar destaque.

Agora que você já planejou, chegou a hora de começar a colocar a mão na massa!

2ª Sacada – Organize e Produza Cursos Digitais Poderosos

Organizar para produzir cursos digitais poderosos é imprescindível. Nessa fase, você já sabe exatamente o que é preciso fazer para alcançar os objetivos e metas. Certo? Então só falta colocar a mão na massa!

Por exemplo, se você definiu que os seus cursos serão feitos através de vídeo-aulas, é preciso começar a testar os equipamentos no cenário escolhido, os ângulos de câmera, os materiais que serão utilizados, entre outras coisas.

Mesmo que você tenha habilidade em dar aulas frente às câmeras, elabore um roteiro para lhe guiar. Isso fará com que você ofereça um conteúdo mais proveitoso e uma melhor experiência aos seus alunos.

Faça uma gravação teste para avaliar o conjunto geral, incluindo a qualidade audiovisual, o cenário, a linguagem, a densidade do conteúdo, a coerência e a sequência das explicações.

Se acreditar ser necessário para agregar ainda mais valor ao curso, trabalhe com pequenas edições, principalmente, para incluir referências de alto valor.

Essa é a hora também de verificar a necessidade de oferecer materiais complementares, como e-books, artigos, infográficos, ilustrações, entre outros.

Sacadas Especiais Para Produzir Cursos Digitais Poderosos,

3ª Sacada – Escolha Uma Plataforma Segura e de Boa Acessibilidade

Não adianta você oferecer cursos digitais poderosos, se ninguém consegue acessá-los ou não possui segurança o suficiente para usufruir deles, não é verdade?

Por isso, é muito importante que você faça uma pesquisa profunda para escolher uma plataforma segura de boa acessibilidade.

Atualmente, há no mercado muitas opções de qualidade, que ajudam o produtor a gerenciar cada ponto, incluindo, dados e métricas complexos. Mas também oferecem ao usuário uma ótima experiência.

Não se apresse em fazer essa definição! Tenha cuidado e calma para escolher a melhor diante das suas necessidades e expectativas.

4ª Sacada – Trace Estratégias de Divulgação e Vendas Adequadas aos Objetivos

Sacadas Especiais Para Produzir Cursos Digitais Poderosos

Está quase tudo pronto, mas ainda é preciso traçar uma estratégia essencial para o sucesso do seu projeto. A de divulgação e vendas.

Há diversas formas de enquadrar esse tipo de estratégia, no entanto é muito importante que você a adeque aos seus objetivos. Correto?

Quanto às estratégias de vendas, você pode escolher comercializar seus cursos pelo sistema:

  • De aula única: Onde apenas uma aula é capaz de oferecer um ensinamento completo, embora específico. Aqui, você pode desmembrar o curso em aulas únicas, vendendo cada uma de acordo com os interesses de cada aluno.
  • Curso Completo: Ao contrário do anterior, a comercialização é feita no sistema de pacote, já que o curso é feito em sequência de aulas, para que haja um entendimento pleno e completo do tema proposto.
  • Assinatura de Plataforma: Aqui se comercializa o acesso à plataforma de cursos e o interessado pode consumir os conteúdos que quiser, enquanto continuar assinante.

Como falamos anteriormente, há muitas outras estratégias de vendas, no entanto, lhe apresentamos as principais e mais adotadas.

  • Definiu qual é a melhor diante dos objetivos traçados no seu planejamento?

Então é hora de iniciar a estratégia de divulgação.

O ideal é que você trabalhe em ambientes onde o seu público alvo está mais presente e ativo. Seja nas redes sociais mais populares, no Google ou em ambientes físicos.

Verifique os canais escolhidos e os compatibilize com o seu orçamento para que não haja problemas.

 

Agora você está pronto para começar a produzir cursos digitais poderosos!

Ficou com dúvidas? Então mande sua pergunta para nós.

Esperamos ter lhe ajudado.

Forte Abraço.

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso

Provavelmente, você ainda não as tem disponível em seu perfil na rede social, mas muito em breve, ao que tudo indica, o Facebook lhe oferecerá as listas como novo recurso.

  • Não sabe do que estamos falando?

Tudo bem! A gente lhe explica tudo, basta seguir com o Mestre do Adwords até o final desse conteúdo.

O Investimento do Facebook em Recursos Para Dominar Ainda Mais a Rede

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso..

Com certeza, você já deve ter percebido o quanto, nos últimos meses, o Facebook vem investindo em testes e na elaboração de recursos. Certo?

Se formos elencar só os que foram lançados no último mês, sem dúvidas, passariam de uma dezena.

Diante de um cenário como esse, muitos se perguntam o porque dessa postura, ou melhor, o que estaria por trás de tanto investimento e reformulações. Uma vez que o Facebook já é a rede social mais popular do mundo.

A verdade é que sob a justificativa de melhorar a experiência do usuário, os responsáveis pela plataforma buscam dominar ainda mais o setor em que atua.

Os investimentos têm dado resultados muito positivos. Segundo o próprio Facebook Business, mais de 100 milhões de brasileiros dividem seus acontecimentos na rede social, mensalmente.

Ainda de acordo com o comunicado oficial, destes 100 milhões, 93 utilizam o mobile para se conectar na plataforma.

Este é um número bastante expressivo, principalmente, se considerarmos que a população brasileira, segundo o IBGE, é composta por 207,7 milhões de cidadãos.

Como se não bastasse, o Facebook também é um sucesso entre os negócios, independentemente da área ou porte. Os anunciantes ativos presentes na rede social já somam o incrível número de 3 milhões.

A tendência é que o crescimento só se eleve, afinal, o cenário não podia ser mais favorável para ambas as partes.

Segundo relatório oficial da plataforma, colhido em 2015, apenas, 1% dos usuários não leem os posts produzidos por empresas no Facebook.

Dos 99% que oferecem à sua atenção e tempo a esses conteúdos, 68% afirmam que se conectam na rede social em busca de novidades relacionadas a produtos e serviços.

A nível global, o Facebook é capaz de conectar 2 bilhões de usuários por mês.

Ficou impressionado? Bem, parece que esse patamar não é o ideal para Mark Zuckerberg.

Mesmo tendo um público fiel, em grande volume, bastante misto, tanto em gênero, quanto idade, o Facebook quer crescer ainda mais e, por isso, acaba de informar que está implementando listas como novo recurso.

Novo Recurso do Facebook – Listas no Feed

A nova aposta do Facebook vem com a proposta de impulsionar os usuários a utilizarem ainda mais seus perfis na rede social, disponibilizando conteúdos capazes de gerar um maior volume de engajamento e interações.

É isso mesmo, Zuckerberg resolveu liberar listas no Feed, onde usuários terão a liberdade de criá-las e disponibilizá-las aos seus amigos.

O anúncio foi revelado na quarta-feira, dia 13 de fevereiro de 2018, por um site americano, sob informações do TechCrunch.

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso.

Como Vai Funcionar o Novo Recurso de Listas no Feed do Facebook?

Não há tantas informações detalhadas sobre o funcionamento do novo recurso de listas no Feed do Facebook.

O que se sabe é que a partir do lançamento, os usuários poderão criar listas a partir de seus perfis. Elas poderão ter temáticas sugeridas pela rede social, como “Viagens que eu desejo fazer” ou assuntos livres, de escolha do próprio dono do perfil, podendo ter itens ou não.

Para utilizar o recurso novo, o usuário terá que ir até a barra de publicação comum, já utilizada, e selecionar a opção “Lista”.

Essa opção estará localizada próxima ao menu de atividades, sentimentos, fotos, no quadrante da caixa de texto para publicações padrões.

Assim que selecionar, o usuário poderá escolher entre as sugestões de listas do Facebook ou criar a sua própria, nomeando da forma que desejar.

Para você que está pensando em utilizar o recurso agora, é importante saber que, segundo informações, a rede social está ainda implementando o recurso, o que provavelmente, resultará em uma liberação gradual, até que chegue a todos os perfis.

Há relatos de que as listas já podem ser vistas em alguns perfis de usuários que acessam a rede social pelo Desktop ou via dispositivos móveis que utilizam a plataforma Android.

Quem utiliza Mac ou iPhone ainda não pôde usufruir da novidade, embora a promessa seja de que em breve também seja disponibilizada.

Vantagens e Desvantagens das Listas do Facebook

Facebook Está Implementando Listas Como Novo Recurso

Apesar de ser um recurso recente, o debate sobre o assunto já rendeu muitas polêmicas e reações diversas.

Há quem diga que as listas podem impulsionar o engajamento e as interações, afinal, é possível fazer sugestões de lugares para visitar, por exemplo, o que de pronto, acabaria por gerar interesse através de conteúdo relevante.

No entanto, há profissionais e empresas atuantes na rede social que encararam a mudança como mais uma medida para diminuir o alcance das publicações de páginas, priorizando os usuários comuns e seus posts orgânicos.

Segundo esse grupo, as listas acabarão tornando os perfis pessoais mais interessantes, com maior poder de alcance pelo envolvimento, tornando os feeds de usuários comuns mais povoados por publicações de pessoas próximas, como amigos e familiares.

Apesar de todo o debate em torno do assunto, na realidade, os impactos do novo recurso só poderão ser constatados após algum tempo. Concorda?

É preciso aguardar e analisar com cuidado cada movimento!

E, você? De que lado está? Acredita que as listas podem ajudar as empresas no Facebook ou vai, apenas, priorizar os usuários orgânicos?

Esperamos que tenha gostado do conteúdo!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos

Um dos objetivos mais universais entre todos os negócios do mundo, independente de sua área de atuação ou porte, é o de encontrar métodos que aumente suas vendas.

Já percebeu? Por mais que uma marca tenha sucesso e um alto volume de conversões, dificilmente ela não se interessaria por estratégias e técnicas que a ajudassem a aumentar as aquisições.

Isso acontece porque obviamente, as conversões estão intimamente ligadas ao sucesso de uma marca.

Basicamente, quanto maior o volume de vendas, mais lucros, mais crescimento e mais prosperidade.

A questão é que nem sempre é simples conquistar esse objetivo! Pelo menos na visão de muitos profissionais.

E isso acontece porque quando se busca melhorar as vendas, geralmente, o raciocínio se conecta com uma dimensão onde a inovação só pode ser alcançada com uma bela dose de complexidade.

E, infelizmente, esse é um erro que limita a possibilidade da conquista! Você sabia que vender mais é possível e que, talvez, seja um processo mais simples do que pode lhe parecer agora?

O que estamos tentando lhe dizer é bastante simples. Você não precisa de uma estratégia extremamente complexa para gerar um maior volume de conversões.

Suas vendas podem ser aumentadas, ainda hoje, se você adotar métodos básicos.

  • Não acredita no que estamos lhe dizendo?

Então vem com o Mestre do Adwords, pois teremos o prazer em lhe provar o que acabamos de afirmar!

Saiba que o que lhe mostraremos a seguir pode ser adotado por qualquer negócio que deseja potencializar seus lucros, independente de seu porte, área de atuação ou canais de vendas utilizados.

Está passando por um momento de forte crise? Não tem problema! Você também poderá aproveitar esse conteúdo para sair mais rápido dessa fase indigesta.

Entenda como impulsionar seus consumidores e potenciais clientes a comprarem mais de sua marca!

Não perca tempo e vem com a gente.

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos,,

1˚ – Entenda Profundamente o Processo que Baseia a Venda

Vender mais exige conhecimento. Afinal, dificilmente se apresenta uma boa oferta a alguém, se não há plena ciência do que se tem em mãos.

O que estamos lhe dizendo é que para fazer uma oferta capaz de encantar e conquistar um consumidor, para que ele realize a aquisição, é necessário entender profundamente o processo que baseia a venda.

Quase sempre, ele é composto por três itens, o produto, a abordagem e o alcance.

O produto, como você já deve imaginar, é o item ofertado. Que deve ter atributos positivos e capazes de sanar a dor sentida por quem ele se direciona.

A abordagem é basicamente como sua marca apresenta o item ofertado ao público alvo.

E o alcance é o quanto a sua oferta chega ao conhecimento dos potenciais interessados. Quantos possíveis consumidores sabem que você oferece essa solução?

Você pode estar se perguntando:

  • Porque entender esses três pontos é imensamente importante para conquistar melhores índices do volume de vendas?

Porque cada uma dessas três partes, que formam o processo que baseia a venda, deve estar em alinhamento perfeito entre si.

Basicamente, é essa disposição, esse conjunto perfeitamente combinado, que torna possível que a sua oferta seja atrativa o suficiente para que o seu potencial cliente entenda que se trata de uma oportunidade.

Nesse caso, seu produto deve ter valor e qualidade, a abordagem deve ser clara, direta e capaz de reforçar os benefícios, e o alcance deve direcionar a oferta ao alvo certo, na medida ideal.

Esse conhecimento sobre o processo da base de vendas vai lhe direcionar, evitando que sua marca perca tempo e dinheiro por conta de erros. Como, por exemplo, oferecer o produto ao alvo que não se interessa por ele.

Pode parecer algo simples, mas faz toda a diferença em seus resultados. Pode acreditar!

2˚ – Invista em Aumentar a Sua Autoridade e Conquiste Mais Conversões

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos,

Você já percebeu o quanto a autoridade de uma marca interfere em seu volume de conversões?

Geralmente, uma marca vista como autoridade em seu setor acaba vendendo mais do que outras que não possuem o mesmo título…

Isso acontece porque a autoridade gera confiança. E a confiança é um item muito importante para gerar vendas, principalmente, se elas são feitas digitalmente.

É comum, que todos os tipos de consumidores, prefiram comprar de marcas que se posicionem como autoridades em seus setores.

Isso acontece porque, quando uma marca é tida como uma referência de sua área de atuação, ela é vista como uma empresa de confiança, séria, de qualidade, que entende do assunto e do produto que oferece. O que pesa positivamente na decisão de compra do consumidor.

Além disso, a solução ofertada por quem entende da dor acaba sendo vista com mais valor por quem a sente.

Por isso, se você deseja aumentar suas vendas com medidas básicas, mire em estratégias que aumente sua autoridade e leve de bônus ainda mais conversões.

3˚ – Mostre O Que Você Tem a Oferecer Antes de Vender

Ninguém vai comprar algo de sua marca, se não se sabe, ao menos, o que você tem a oferecer.

Os consumidores, de maneira geral, precisam, além da confiança, ter uma prova de que a solução oferecida pela sua marca é capaz de sanar a dor que elas sentem e, sobretudo, que você está, antes de tudo, disposto a ajudar.

Tentar vender a todo custo, de maneira muito direta e até invasiva, vai lhe gerar efeitos indesejados. Como o encalhamento dos estoques, pois as pessoas precisam enxergar o valor por trás do item ofertado.

A melhor maneira de conseguir mostrar o que você tem a oferecer, antes de vender, inclusive, agregando valor, é disponibilizar uma “prova grátis”.

Como assim?

Tudo irá depender do seu produto ou serviço. Mas, por exemplo, se você vende livros. Que tal trabalhar com marketing de conteúdo e oferecer iscas com temáticas que se relacionam com seus títulos mais vendidos?

Tem um produto de beleza? Porque não enviar amostras grátis para leads qualificados?

Aumente Suas Vendas Ainda Hoje Adotando Métodos Básicos

Além desses três métodos básicos, é muito importante que você também adote uma postura diferenciada quanto a promoção de seus produtos para com o seu público alvo. Evite apresentar qualidades técnicas, prefira mostrar pontos benéficos que podem trazer uma melhor experiência ao alvo que os adquirir.

Quer um exemplo?

Se você vende celulares, procure evidenciar mais as facilidades que os aparelhos podem oferecer a vida dos usuários, do que o hardware ou o quanto de memória eles possuem.

 

Esperamos ter lhe ajudo! Agora é com você. Que tal aplicar tudo que aprendeu e aumentar suas vendas ainda hoje?

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

 

Marketing de Guerrilha – Tudo o Que Você Precisa Saber

No universo do marketing, uma das coisas que os profissionais não podem reclamar é da falta de variedade de estratégias.

São muitas e a todo momento algo novo surge ou o que era visto como tradicional é renovado.

Podemos dizer que esse setor pode ser comparado com a moda em um aspecto importante. As tendências vão e vem, fazendo com que itens do passado ressurjam com um tom de inovação, o que os impulsiona às grandes passarelas novamente.

Esse é o caso do marketing de guerrilha!

  • Você já ouviu falar?
  • Sabe do que se trata e como funciona?

Bem, como você já percebeu trata-se de uma estratégia de marketing que voltou com tudo nos últimos meses.

Mas não se resume apenas a isso!

Quer saber tudo sobre o assunto? Então vem com o Mestre do Adwords.

Afinal, o que é marketing de guerrilha?

Marketing de Guerrilha..

O marketing de guerrilha é uma estratégia criativa e poderosa pelo seu alto poder de engajamento.

Ao contrário do que muitos podem pensar, suas táticas, embora sejam diferenciadas, quase sempre não demandam grandes investimentos financeiros.

Essas três características já seriam o bastante para trazer o marketing de guerrilha ao foco dos negócios atuais, certo?

Mas não é só!

De maneira geral, podemos dizer que se trata de uma estratégia voltada à comunicação mais direta e aproximada com o alvo. Por isso, é capaz de impactar fortemente.

Alguns profissionais julgam o marketing de guerrilha um tanto quanto invasivo, mas muitas marcas têm obtido sucesso com a sua aplicação, mesmo em um cenário onde o inbound marketing é rei.

Quando o Marketing de Guerrilha Surgiu?

Apesar de estar em alta atualmente, o marketing de guerrilha tem sua origem oficial na década de 70.

Seu precursor foi um profissional da publicidade chamado Jay Conrad Levinson.

O mais curioso é que o nome dado à estratégia é baseado na guerra do Vietnã. O conceito para tal se deu pela superação que o exército vietnamita teve em relação aos seus rivais.

A verdade é que o Vietnã era bem menor e muito menos poderoso em questão de força de combate, se comparado aos seus “inimigos”, mas sua inteligência em técnicas guerrilheiras o fez vencer a batalha.

A relação com a estratégia de marketing e o fato se faz pela característica das táticas.

Isso quer dizer que o marketing de guerrilha é caracterizado pelo seu forte impacto e poder sobre o público que se destina, embora não necessite de tantos recursos para executá-lo.

Em outras palavras, podemos dizer que essa estratégia é capaz de vencer a guerra, mesmo que você não possa investir tanto financeiramente em equipamentos de combate.

Marketing de Guerrilha

Quais São as Vantagens em Adotar Uma Estratégia de Marketing de Guerrilha?

Talvez, você esteja se perguntando porque o marketing de guerrilha está tão em alta novamente. Certo?

Bem, é que, como falamos anteriormente, a estratégia permite que as marcas possam fazer grandes ações com muito poder de engajamento, investindo pouco.

É uma solução perfeita se bem aplicada, concorda?

A razão por trás do marketing de guerrilha ser tão vantajoso é a sua principal característica. As ações criativas impossíveis de não se notar.

Se formos nos aprofundar um pouco mais para entender essa efetividade da estratégia, precisaremos voltar nosso foco ao comportamento do usuário e os movimentos históricos do mercado de marketing.

Você sabe que no mundo atual, onde a internet é um canal imensamente povoado por consumidores e marcas, o marketing se tornou bastante massivo.

Por anos, os consumidores foram e continuam sendo bombardeados por estratégias, anúncios e uma porção de peças publicitárias.

Devido a isso, uma grande parcela das pessoas resolveu renunciar esse tipo de tática, exigindo que as marcas adotassem um marketing mais relevante.

A outra parte da população desenvolveu a habilidade de ignorar o que não lhe interessa, incluindo conteúdos, informações e, claro, peças de marketing.

  • Ok, mas onde o marketing de guerrilha entra nesse cenário?

Ao contrário do que você possa estar pensando, o marketing de guerrilha também tem como objetivo captar a atenção de seu alvo, adotando anúncios, por exemplo.

Porém, há uma característica que o diferencia de tudo. As peças e ações publicitárias da estratégia não são comuns e convencionais.

Marketing de Guerrilha.

São extraordinariamente criativas e diferentes, ao ponto de ser impossível não ser atraído por elas.

Por serem tão fora da curva, elas são capazes não só de chamar a atenção, mas também de impactar de tal forma que se mantém na memória do alvo por longos períodos.

O marketing de guerrilha, geralmente, está envolvido com uma ação memorável, que gera emoções fortes.

Nas táticas dessa estratégia, sempre há um foco em apresentar uma ação que gere uma reação no público que se destina.

Como Funciona o Marketing de Guerrilha?

É difícil explicar de maneira específica como funciona o marketing de guerrilha, afinal, ele é tão criativo e original que muitas vezes as ações que o envolvem são imprescindíveis e impactantes ao ponto de grudar na memória.

O que podemos dizer é que basicamente, o marketing de guerrilha funciona como ações virais, chegando ao conhecimento de um grande volume de pessoas, e pode ser aplicado tanto em ambientes físicos, como no mundo digital.

As táticas publicitárias podem tratar de assuntos do momento, mas também de temas polêmicos de maneira cômica e leve.

Então, basicamente, podemos dizer que uma ação criativa e diferente em um ponto de vendas ou um banner inovador que gere grande impacto no público pode ser parte de uma estratégia de marketing de guerrilha.

Para que você entenda melhor, resolvemos trazer dois exemplos de marketing de guerrilha que fizeram sucesso recentemente.

Confira!

O Burger King e o Marketing de Guerrilha

Se você esteve ativo na internet nos últimos meses, deve ter se deparado com a ação que o Burger King fez no Hallowen.

Nessa campanha, que podemos chamar de marketing de guerrilha de sucesso, o Burger King amanheceu com algumas de suas unidades “vestidas” de Mcdonalds.

E o que dizer então da espetacular tática de marketing de guerrilha que o mesmo Burger King adotou aproveitando o sucesso do filme “IT – A Coisa”?

A ação aconteceu na pré-estreia do longa de terror, no Cinemaster da Alemanha. O alvo? Sim, de novo o Mcdonalds, um de seus principais concorrentes.

A ideia simples, porém, criativa foi colocar um anúncio nos créditos finais do filme que estava sendo exibido.

A genial mensagem entregue ao público era: “Nunca confie em um palhaço”. Se referindo sutilmente, é claro, ao Mcdonalds, que tem como uma de suas “marcas” o famoso palhaço Ronald.

Não é preciso dizer que essas duas ações aparentemente simples, mas muito criativas, fizeram com que o mundo voltasse à atenção à marca, certo?

Conseguiu perceber o quanto o marketing de guerrilha pode ser poderoso para o seu negócio? Que tal adotá-lo? Pense nisso!

Por hoje é só! Esperamos que tenha gostado do conteúdo.

Até mais!

Forte Abraço.

Avaliações para e-commerce: Por que elas são tão importantes?

Você já deve ter passado pela seguinte situação: tem um item de desejo no qual está buscando informações relevantes, comparando preços e quando finalmente encontra uma loja que atende a sua necessidade, desiste da compra por olhar as avaliações negativas que ela possui.

As avaliações para e-commerce são tão importantes que se elas não forem positivas você acaba perdendo vendas.

E quer sabe mais? Se você não tiver nenhuma avaliação também causará desconfiança nos possíveis interessados. É muito comum que todos nós queiramos saber sobre como foi a experiência de compra, seja com relação ao produto ou à loja, então as avaliações são muito importantes.

Muitos canais de vendas online não dão a devida importância à isso e acabam deixando passar conversões importantes.

Se pudéssemos indicar um modelo de vendas que leva as avaliações à sério seria o Mercado Livre. É importante salientar que o blog do Mestre do Adwords não tem qualquer tipo de parceria ou está patrocinando essa indicação, o que queremos destacar é a metodologia de pontuação utilizada por eles.

O sistema é bem simples: compradores e vendedores são avaliados por suas experiências. Com isso, ambas as partes ficam seguras em efetuar uma transação. Ao realizar uma compra e receber o produto, você será convidado a avaliar a qualidade do item e o atendimento do vendedor.

Essas informações dão uma classificação geral para a marca ou para o vendedor que fica aberta ao público.

Interessante, não acha?

Seu e-commerce precisa de avaliações para ter melhores resultados!

Avaliações para e-commerce,

As avaliações são importantes no digital

Em uma loja física, onde a compra corre presencialmente, fica muito mais simples tirar as dúvidas e obter informações. De modo online não, temos que tirar todas as dúvidas por ali mesmo, o que torna o processo um pouco mais complexo.

Você que é dono de um e-commerce precisa entender que as pessoas não conhecem sua marca, então vão sempre ter um “pé atrás” na hora da compra. E as questões são as mais diferentes possíveis: de qualidade do produto que será entregue, até mesmo sobre o prazo de entrega.

Com as avaliações fica muito mais simples resolver todas essas questões. Pois boa parte das inseguranças de seus futuros clientes vão ser resolvidas ali mesmo.

Queremos te passar um panorama claro sobre essas avaliações para que você trabalhe de forma mais assertiva cada uma delas.

Confira!

Avaliações para e-commerce aumentam suas vendas

Uma pesquisa realizada pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) mostrou que o brasileiro demora muito mais para se decidir sobre uma compra do que compradores europeus, por exemplo.

Isso acontece devido à Europa ser muito mais evoluída e com uma doutrinação em compra online mais avançada do que por aqui. Sendo assim, nós, brasileiros, perdemos mais tempo buscando informações sobre o produto, as vantagens de utilização e aspectos relacionados. Nossa jornada de compra é quase que 2x maior.

Avaliações para e-commerce

Para obter essas informações, sites de busca são nossa principal fonte. Para isso, buscamos opiniões sobre lojas virtuais, marcas e até mesmo, a comparação do mesmo produto em lojas diferentes.

Sabendo disso, seu e-commerce precisa ter avaliações positivas tanto dentro de sua própria loja, como no Google. Sabe aquelas estrelas de recomendações? Elas são bem importantes!

Opiniões geram maior confiança

Quando vamos vender para um público de maior idade que não nasceu ou cresceu em uma geração familiarizada com a internet, as objeções são ainda maiores. Eles são muito mais conservadores e preferem pagar mais caro e ir à uma loja física, do que economizar e comprar online.

Sabe por qual motivo? Eles têm medo das compras online, de serem enganados ou de não receberem seu produto.

Para diminuir situações como essa, é de suma importância que você peça para que seus clientes atuais comentem como foi a experiência de compra. Essa influência te dará maior credibilidade, passando confiança a quem não tem tanta familiaridade com a internet.

Quando um comprador deixa a sua opinião, além de fortalecer o nome de sua marca, você ainda pode fazer com que outros clientes se interessem pelo item, já que estão se deparando com uma opinião positiva.

Resolvem dúvidas que se acumulam no atendimento ao cliente

Avaliações para e-commerce..

Esse é um ponto que muitos e-commerces deixam passar, mas que seria fundamental para diminuir o trabalho do atendimento ao cliente. Há pessoas que têm muitas dúvidas sobre um produto no ato da compra, sendo assim, utilizam o atendimento online para sanar suas objeções.

Quando o produto de seu interesse têm avaliações e comentários, alguém pode ter feito a mesma pergunta que ela gostaria de fazer. Se isso acontecer, ela estará economizando tempo do atendimento, pois resolverá o impasse por ali mesmo.

A cada compra realizada ou mesmo no momento da decisão, incentive que seus clientes deixe suas dúvidas em um local próprio para isso. Mantenha esse local como um FAQ para seu produto, mas claro, responda todas as dúvidas, senão você terá um campo cheio de questionamentos sem resposta.

Isso pode influenciar negativamente a sua imagem.

Avaliação por estrelas

Se você percebe que seu público não gosta muito de escrever uma avaliação, o jeito é facilitar o processo. A forma mais simples de conquistar isso é a avaliação por estrelas.

Você pode criar um campo de 0 a 5 estrelas e deixar um box aberta para que ela escreva algum comentário, caso queira, mas sem ser um item obrigatório. Assim, você ganhará avaliações rápidas que já servirão como referência!

Conseguiu entender bem o peso que a avaliação para e-commerce tem?

Esperamos ter lhe ajudado com esse assunto!