Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Venda Mais

Mais um dia lucrativo para o comércio está chegando, o dia das mães está próximo, mas você já preparou suas campanhas Google Adwords?

Se a sua resposta foi não, temos que lhe dizer duas coisas:

  1. Ainda dá tempo de criar uma estratégia poderosa para aproveitar a data!
  2. Você precisa aproveitar a oportunidade e vir agora com o Mestre do Adwordspara conferir as dicas incríveis que preparamos para lhe ajudar a vender mais no dia das mães!

Os Números do Comércio Oferecidos pelo Dia das Mães

O dia das mães de 2018 ocorrerá no dia 13 de maio e muitos negócios já estão se preparando para colher os bons frutos que a data oferece historicamente.

Juntamente ao Natal, Black Friday e Dia dos Namorados, o Dia das Mães representa um dia especial para o comércio brasileiro.

Sendo uma das datas mais relevantes dos primeiros seis meses do ano, relatórios especializados apontam números expressivos.

De acordo com o levantamento do Ebit, no último ano (2017), a data rendeu ao comércio de eletrônicos quase 2 bilhões de reais. Considerando o período de 2016, houve um crescimento de 16%. O item mais cobiçado pelos consumidores no geral foi o Smartphone, responsável por 13,4% das vendas digitais.

O ticket médio de 2017 foi de R$417, o volume de pedidos chegou a 4,5 milhões! A pesquisa ainda faz uma projeção de aumento de 12% para 2018!

Interessante, não? Sem dúvidas, você já conseguiu perceber o potencial da data comemorativa…

Mas, porque você ainda não preparou as suas campanhas Google Adwords para o dia das mães?

Vai perder a chance de vender muito mais?

Claro que não, certo? Então vem com a gente, pois dia 13 de maiojá está logo aí!

Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Plano de Ação

Como você já deve saber, toda boa campanha merece um excelente plano de ação, pois só assim será possível extrair os melhores resultados, evitando equívocos e perdas por culpa da correria.

Será o seu plano que lhe guiará durante todo o período. Correto? Então comece por ele.

Registre metas, objetivos, estipule datas para cada etapa de execução da estratégia, lista de itens que entrarão nos anúncios, canais aos quais serão divulgados, como rede de pesquisa ou display, quais textos, peças, que tipo de linguagem utilizar, entre outros pontos importantes!

Monte seu plano completo e em detalhes.

Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Se Inspire na Emoção e Inove

Datas comemorativas que envolvem sentimentalismo e emoção, como o dia das mães, são ideais para inovar!

No entanto é preciso tomar muito cuidado para não acabar criando campanhas que podem ser mal interpretadas.

O que estamos tentando lhe dizer é que a emoção, o amor, a gratidão que envolvem a data, podem ser muito inspiradoras na hora de criar campanhas impactantes e chamativas.

Mas, há uma linha tênue que separa a inovação da padronizaçãoequivocada, que acaba generalizando a figura da mãe!

Fuja delas, não retrate a maternidade dentro de um padrão! Se inspire, mas inove! Prefira a diversidade, busque a representatividade de maneira mais ampla e integrativa.

Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Organize Seus Canais

“Vista” seus canais e plataformas para o dia das mães. Uma identidade visual diferenciada pode lhe ajudar a vender mais, especialmente, pelo fato dos seus consumidores se identificarem e saberem que sua marca está preparando algo de especial para a data!

Também não se esqueça de reforçar as estruturas para receber um maior volume de tráfego.

Se necessário, otimize a navegabilidade, a velocidade das páginas e até a “vitrine” principal do seu site!

Crie campanhas Google Adwordspara informar sobre os preparativos e novidades.

Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Converse com Fornecedores

Se você não é o produtor dos itens que comercializa, esse é o momento ideal para que converse com os seus fornecedores.

O objetivo desse bate-papo é buscar parcerias para que seu estoque suporte o volume de pedidos, sem atrasos e equívocos. Além de conquistar descontosem caso de pedidos maiores.

Desse modo, você pode organizar a sua logística para cumprir e até surpreender na entrega, além de tornar mais simples a escolha de produtos que serão divulgadosnas suas campanhas.

Aproveite para averiguar com seus fornecedores, quais são os itens mais cobiçados pelos compradores. Eles podem ser fortes candidatos às promoções especiaisde dia das mães.

Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Marketing de Conteúdo

Que tal criar uma estratégia de marketing de conteúdoespecial para o dia das mães?

Por meio dela, você pode informar, engajar, se relacionar e aumentar a sua visibilidade. O que, de maneira geral, potencializará as suas campanhas Google Adwords.

  • Não têm ideia do que tratar nesses conteúdos?

Tudo bem, a gente ajuda! Que tal uma publicação com dicas de presentes para as mães?

Ou então, um Quiz que ajude a detectar que tipo de mãe você tem e que presente mais combina com ela?

Conteúdos relevantes e bem trabalhados quanto ao SEO, também poderão lhe dar maior destaque nas buscas, o que aumentará o seu tráfego e, consequentemente, as suas conversões.

Campanhas Google Adwords para o Dia das Mães – Estude Público e Mercado

Ao estudar seu público e seu mercado, você conquista muitas vantagens, especialmente, em datas comemorativas.

Afinal, por meio do comportamento de ambos, você consegue descobrir:

  • Quais são os melhores horários para exibir anúncios.
  • Quais são os canais onde eles estão mais ativos.
  • Qual o orçamento e palavras-chave seus concorrentes estão utilizando.
  • Que tipo de estratégia está sendo aplicada.
  • Quais produtos do seu segmento estão sendo mais procurados.
  • Que tipo de oferta o seu potencial cliente espera receber.

Entre milhares de outras coisas que fazem toda a diferença nos seus resultados!

Agora que você já tem todas as dicas, é hora de começar a colocar a mão na massa!

Esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para você.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Atualização do Google Analytics – Descubra Agora o Que Muda

Se você acompanha o marketing digital com frequência, já deve saber que houve uma atualização do Google Analytics.

Talvez, o que você ainda não saiba, é o que efetivamente vai mudar depois dessa reformulação.

Mas, não se preocupe, o Mestre do Adwordsestá aqui para lhe ajudar!

Nesse conteúdo, você vai descobrir tudo sobre o assunto de maneira simples e prática!

Vem com a gente!

Atualização do Google Analytics Traz Alterações Importantes

Depois de um grande escândalo protagonizado pelo Facebook, envolvendo a segurança dos dados, muitas plataformas e órgãos ao redor do mundo estão trabalhando em medidas para que não haja danos aos seus usuários.

Uma das primeiras organizações a anunciar mudanças foi a União Europeia. A GDPR anunciou a atualização de sua política de segurança de dados.

O que obrigou, além de outras plataformas, a Google a modificar também o Analytics, a ferramenta gratuita de análise e monitoramento de tráfego.

Ao contrário do que muita gente pode imaginar, essa modificação da plataforma não é regional, atingindo, apenas o Brasil. Pelo contrário, ela será aplicada em todo o planeta.

Você pode estar se perguntando…

  • O que a União Europeia tem a ver com a Google e o Analytics?

Na verdade, como falamos no início, depois de escândalos, como a do Facebook, que expôs a fragilidade da segurança dos dados de usuários na internet, alguns grandes órgãos resolveram intervir para garantir que situações com a citada não continuem ocorrendo.

Um deles é o GDPR, da Europa, que traduzido, pode ser considerado um órgão regulador da proteção de dados.

Em anúncios da reformulação de sua política, a GPDR informou que essas medidas têm o objetivo de garantir a segurança dos dados dos usuários oriundos da União Europeia.

Porém, diante das dificuldades, as mudanças não se restringem aos países europeus. A Google, por exemplo, já está aplicando atualizações em suas plataformas para se precaver de maiores problemas, como a crise de insegurança que atingiu os usuários do Facebook.

Claro, a Google começou a trabalhar primeiro em suas ferramentas que mexem diretamente com dados, como o Analytics.

  • Quer saber exatamente o que vai mudar?
  • Quer entender melhor se os seus relatórios de métricas serão comprometidos?

Então não fique parado aí, continue com a gente!

Atualização do Google Analytics Vai Restringir Alguns Dados

É isso mesmo que você entendeu até aqui. O Analytics vai operar a partir de uma nova política de compartilhamento de dados.

Sem dúvidas, você deve estar um pouco preocupado, não é? Afinal, métricas são imensamente importantes para quem trabalha com marketing.

Calma! A gente vai lhe explicar o que vai mudar exatamente!

Restrição ao Tempo de Armazenamento de Dados

Uma das mudanças maiores que serão aplicadas no Analytics é que haverá restrição ao tempo de armazenamento de dados.

Isso quer dizer que todas as informações coletadas pela ferramenta, seja de usuários ou eventos específicos, poderão ter “prazo de validade”, não estando mais disponível para consultas após um tempo específico.

O Analytics, após dia 25 de maiode 2018, vai reter dados por tempo determinado, excluindo-os automaticamente após o período que você, como administrador, poderá definir.

Não se preocupe, pois, as informações sobre o seu volume e origem de tráfego, por exemplo, não serão afetadas por essa atualização.

  • Quer saber como determinar o prazo de retenção de dados?

É muito simples! Vá até a sua conta do Analytics, procure a aba de “Configurações” e aponte o prazo na aba correspondente.

Exclusão de Informações de Usuário Específico

É isso mesmo que você está imaginando. A Google vai disponibilizar um recurso no Analytics que será capaz de fazer a exclusão completa de informações de um usuário em especial.

A função também será disponibilizada no dia 25 de maio, e funcionará tanto no Analytics, quanto no Analytics 360.

A tecnologia por trás da ferramenta vai se fundamentar em identificadores de usuários, ou seja, cookies padrão do Analytics, App Instance ID, e/ou User ID.

Ainda não há informações tão detalhadas sobre a novidade, mas a gigante da tecnologia garante que em breve elas serão disponibilizadas.

Modificação das Normas de Consenso de Usuários Europeus

Apesar de o título sugerir, essas normas de consenso não são restritas aos usuários residentes da União Europeia. Ela se estende à todos os clientes do Google Analytics.

Nesse caso, é previsto pelas condições constituídas para funcionalidades de anúncio do Google Analytics, que você cumpra as normas do Google para consenso de usuários.

Traduzindo para uma linguagem mais entendível, podemos dizer que essa mudança quer dizer que você, como anunciante, tem a responsabilidade de promover e conquistar a concordânciados usuários de plataformas e sites que estão localizados no espaço econômico europeu.

Como falamos anteriormente, essa obrigatoriedade também se aplica aos negócios que estão fora dessa localização.

Por isso, é extremamente importante que você leia e revise os termos do Google Analytics, especialmente, aqueles que explana sobre o processamento de dados, e as normas da GDPR.

Modificação do Contrato Google Analytics e/ou Analytics 360

A quarta e última principal atualização do Google Analytics não poderia ser diferente.

Trata-se de modificações do contratoGoogle Analytics e/ou Analytics 360.

Como já tratamos superficialmente acima, as atualizações visam o processamento de dados.

Você já pode acessar o novo contrato, acessando a sua conta Analytics, ir até a página de administrador, clicar em configurações da contae assim ler e aceitar as novas “regras”.

É isso!

Esperamos ter lhe ajudado e que esse conteúdo tenha sido imensamente útil para você.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Instagram Lança Novo Filtro Similar ao Modo Retrato do iPhone

Não é de hoje que o Instagramvem recebendo vasto investimento, principalmente, aqueles ligados à atualizações, melhorias e apresentações de novos recursos.

Há pouco tempo, surgiram rumores de que mais um desses investimentos típicos da rede social, que faz parte da cartela de plataformas de Mark Zuckerberg, resultaria no desenvolvimento de mais um recurso.

Somado à outras funções, até consideradas um pouco inusitadas, como suporte a vídeo-chamadas e fotos sugeridas através de curtidas de amigos, o lançamento sugeria que o Storiesreceberia novidades em breve.

Na época, ninguém sabia ao certo do que se tratava, haviam apenas palpites baseados em testes, que apontavam para um novo filtro.

Possivelmente, segundo o TechCrunch, esse novo “efeito especial” que seria aplicado nas fotos, era similar ao que foi apresentado no mais novo iPhone. Aquele, de fundo desfocado. Sabe?

O iPhone 8 e o Azus Zenfone 4 foram um dos pioneiros dessa função, no entanto eles utilizam câmera dupla para proporcionar o efeito, que foi bastante trabalhado nas campanhas publicitárias de seus lançamentos.

Apesar disso, o Google Pixel 2, que não possui 2 câmeras no mesmo aparelho, também possui esse “filtro”, porém, sua operação é empregada ao software capaz de distinguir o item em primeiro plano e o segundo plano.

Enfim, o debate sobre essa possibilidade ficou ainda mais forte, quando o filtro de “modo retrato” foi flagrado em uma versão do APK da rede social para plataforma Android.

Segundo relatos, o recurso seria implementado no Stories e poderia ser acionado por um botão, localizado sobre o interruptor onde se aciona a foto, bastando deslizar para acessá-lo.

Mesmo diante de tantas “provas”, os responsáveis pelo Instagram não quiseram confirmar e, sequer, comentar sobre o assunto!

O interessante de tudo isso é que o Youtube também está realizando testes de uma função parecida, onde visa conseguir substituir fundos de vídeos produzidos e reproduzidos, no seu Stories, o Reels.

Enfim, tudo, até aqui, não passava de especulação, certo?

Porém, ao que tudo indica, isso mudou!

É que o Instagram acabou de lançar, oficialmente, um novo filtro similar ao modo retrato do iPhone.

E adivinha onde ele foi aplicado?

Sim, agora esse recurso é nativo do Stories!

Quer descobrir tudo sobre o assunto?

Então vem com o Mestre do Adwordsagora mesmo!

Preparado?

Vamos lá!

Novo Filtro do Instagram Stories – Anúncio Oficial do Lançamento

Confirmando, após alguns meses, os rumores levantados por usuários e profissionais da área, o Instagram anunciou oficialmente o lançamento de um novo filtro que integrará o Stories.

Tudo ocorreu na última terça feira, dia 10 de abril de 2018, por meio de comunicado no blog oficial da rede social.

Nomeado de “Focus”, o recurso estará disponível aos usuários que utilizarem o modo Stories, como uma espécie de máscara, como o “Superzoom”.

Agora, será possível tirar “selfies” ou criar vídeos, onde haverá dois focos, o primeiro plano em destaque e o plano de fundo ficará com aspecto embaçado.

Como sugeriam as especulações anteriores, o Instagram confirmou que o “filtro” que se assemelha à função retratodo iPhone 8 já estava sendo testada há semanas.

Inclusive, esses testes é que permitiram que alguns usuários tivessem acesso ao recurso antes de seu lançamento oficial.

Segundo comunicado, a versão do aplicativo que receberá a função é a 39.0, tanto para plataformas Android, quanto iOS.

O “Focus” resumidamente trará a função retrato nativa na câmera da rede social!

Isso quer dizer que, mesmo que você tenha um iPhone 8 ou outro smartphone com esse “filtro” nas câmeras ou software, não será mais necessário acioná-los para criar conteúdos audiovisuais com o efeito, para depois compartilhar no Instagram.

Tudo agora pode ser mais simples, fácil e rápido!

Como funciona o Novo Filtro Similar ao Modo Retrato do iPhone no Instagram?

Como comentamos anteriormente, o novo filtro será aplicado no Stories e para acessá-lo, será muito simples.

Afinal, ele será incluído aos “filtros” da ferramenta, ao lado do “SuperZoom”.

Para acionar, basta pressionar o botão que captura as fotos ou vídeos na tela, assim, é só procurar e selecionar o recurso “Focus”.

Para ficar mais simples de entender, criamos um passo-à-passo para que você possa utilizar a novidade. Confira!

  1. Faça login na sua conta do Instagram.
  2. Abra o aplicativo e toque na câmera, localizada na parte esquerda, acima da tela.
  3. Procure pela opção “Focus”, localizado na área central, inferior ao botão obturador.

Assim que completar esses passos, você vai perceber que é possível utilizar o filtro tanto a partir da sua câmera frontal, quanto a traseira.

No entanto, é preciso ressaltar que o ambiente deve possuir alguns planos, ou pelo menos dois rostos.

Por exemplo, se você tiver tirando uma selfie, o recurso fará a detecção do seu rosto e logo após aplicará o desfoque no plano de fundo.

Para gravar um vídeo, é só aguardar a detecção e manter pressionado o obturador.

O Novo Filtro do Instagram Já Está Disponível?

Nós sabemos que você já está ansioso para testar a novidade, mas é importante que saiba que ela não será disponibilizada para todos.

Apesar do Instagram liberar o “focus” para todos os usuários, a informação é que o filtro não funcionará em todos os smartphones.

É, infelizmente, aparelhos um pouco mais antigos ficaram fora da atualização!

Usuários da Apple, por exemplo, só poderão utilizar o filtro se seus smartphones forem a partir do SEem diante.

No caso do Android, diante de tantas versões e marcas, não há uma definição específica. Porém, provavelmente, só os modelos mais novos e de grande capacidade tecnológica é que contarão com o novo recurso em seu dia a dia.

Se você tiver um Smartphone Apple ou Android mais atual, mas não está conseguindo acessar a ferramenta, verifique se o seu Instagram está atualizado e na versão 39.0.

 

É isso! E aí, gostou da novidade?

Conte-nos sua opinião através do campo de comentários logo abaixo.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Até breve.

Forte Abraço.

Facebook Vai Acabar? – Saiba Tudo Sobre o Impacto do Escândalo

Nas últimas semanas, um forte escândalo evolvendo o Facebook e aCambridge Analyticaganhou o mundo.

O debate a cerca do assunto foi e ainda está sendo intenso. Todo mundo discute qual será o real impacto da “crise” que se instalou na rede social e, claro, se o Facebook vai acabar!

Apesar de ser um dos episódios mais polêmicos envolvendo a plataforma, não é a primeira vez que o Facebook figura nesse tipo de cenário, colocando em checka sua longevidade.

Por volta do segundo semestre de 2016, Eric Jackson, um analista de mercado e investidor da Ironfire Capital, fez previsões sobre a ferramenta de Mark Zuckerberg.

Suas conclusões foram diretas… Diante de seu faturamento, o Facebook não durará muito. E ainda prognosticou, em 2020ele vai acabar!

  • Será que o analista estava correto?
  • Será que ele sabia de algo que viria a explodir nessa crise?

De fato, os motivos apontados por ele na época, foram outros, nada diretamente ligado ao escândalo atual. Dentre eles, a questão de a rede social estar na internet e não nas empresas de produtos mobile.

Além de que o Facebook vem sofrendo constantes quedas em seuvalor de mercado. As ações que foram iniciadas a R$77, em poucos dias, já estava valendo R$55.

  • No entanto, será que esse episódio se trata de mais um que endossa o inevitável fim do Facebook?
  • Será que é melhor começar a se preparar e montar um plano B, pensando em novas estratégias de marketing?
  • O Facebook vai ser abandonado por todos os usuários?

Calma! Antes de se desesperar e pensar nos possíveis impactos que essa queda poderia trazer ao seu negócio, vem com o Mestre do Adwordse entenda tudo sobre o assunto!

Aqui, nós pretendemos lhe ajudar a entender o caso. Dessa forma, você poderá tirar suas próprias conclusões sobre se o Facebook vai acabar ou não!

Não fique parado aí, confira tudo.

Como Começou o Escândalo que Envolve o Facebook e a Cambridge Analytica?

Para você entender o real impacto desse escândalo, e se ele tem potencial para fazer o Facebook acabar, é necessário saber como tudo começou e evoluiu.

O fatídico dia que a notícia ganhou o planeta foi 17 de março de 2018. Tudo ocorreu quando um ex-contratado, Cristopher Wylie, da empresa de consultoria, Cambridge Analytica, divulgou que seus contratantes extraiam dados de usuários sem autorização.

Basicamente, a agência de consultoria, por meio de testes disponibilizados aos usuários nas redes sociais, como o Facebook, coletava os dados das pessoas que participavam e, ainda, de seus amigos.

Aí você pode dizer…

  • Qual o problema? Diversos aplicativos conectados às redes sociais fazem esse recolhimento de dados…

O problema número 1 é que as informações não foram só recolhidas de quem fez os testes, mas também de toda a lista de amigos conectados a esse perfil.

O que gerou um vazamento de dados de mais de 50 milhões de contas cadastradas na rede.

O segundo grande ponto é que essas informações foram utilizadas para fazer campanhas em prol do presidente eleito dos Estados Unidos em 2016, Donald Trump.

E o terceiro, todo esse recolhimento de dados foi feito a partir de uma brecha nas políticas de privacidade do Facebook.

Não podemos deixar de considerar também que a maioria dos usuários não leem esses termos. Certo?

Obviamente, que ao explodir a notícia, houve uma sensação generalizada de insegurança, de violação de privacidade!

Só para que você entenda melhor, até poucos dias, a rede social de Mark Zuckerberg já tinha desvalorizado cerca de 100 Bilhões em Valor de Mercado.

Vamos resumir os acontecimentos para avançar ainda mais no caso…

  • Como todo mundo deveria saber, o Facebook possui uma política de uso, segurança, privacidade e publicidade. Que cada usuário declara estar de acordo quando criar um perfil na plataforma.
  • A agência de consultoria Cambridge Analytica, por meio de testes, usou o Facebook e recolheu informações de mais de 50 milhões de contas.
  • Os dados obtidos foram utilizados para basear a campanha do presidente americano, Donald Trump, em 2016.
  • Diante da aquisição “ilegal” de dados, houve uma sensação generalizada de insegurança, por parte dos usuários do Facebook e especialistas, que já estão começando a indicar que todos deixem a rede.

Tudo entendido até aqui? Então vamos adiante!

A Evolução do Escândalo e os Papéis do Facebook e Cambridge Analytica Nele

Está claro que ambas empresas estão como protagonistas do escândalo, no entanto cada uma delas tem papel diferente na história.

O Facebook, como falamos acima, tem uma política e termos de uso que envolvem publicidade, privacidade, segurança, entre outros aspectos, assim como todas as outras ferramentas digitais que utilizamos atualmente.

No caso da rede social de Mark Zuckerberg, a última atualização dessas “regras” ocorreu em 2011, entre elas, está descrito que o Facebook pode oferecer dados à outras plataformas que eles façam parceria.

Resumindo, a rede social mais popular do planeta concede diversas informações, porém quase sempre de maneira anônima, preservando dados mais exclusivos às parcerias.

Na época, ficou decretado que qualquer nova modificação deveria ser comunicada aos usuários da plataforma.

Conhecendo essa “falha”, a Cambridge Analytica iniciou a sua atuação e usou um aplicativo parceiro do Facebook para recolher dados e “vazá-los” posteriormente em seu favor.

Não entendeu? Calma, a gente explica!

Vamos voltar em 2015, época em que se preparava a campanha que levaria o presidente americano, Donald Trump, a ser eleito posteriormente.

Entre as estratégias utilizadas para basear a campanha de candidatura, estava um teste de personalidadeaplicado por meio de um aplicativo parceiro do Facebook, hoje alvo de investigações que centralizam a grande crise.

O responsável pela elaboração desse teste foi Aleksandr Kogan. O pesquisador trabalhou legalmente, inclusive, disponibilizado o teste de maneira prevista dentro das regras do Facebook, já que o aplicativo é autorizado.

O teste foi um sucesso, quase 280 mil pessoas o fizeram, o que levou ao recolhimento de informações de mais de 50 milhões de usuários.

A grande virada ocorreu quando Kogan “vazou” os dados obtidos à uma empresa terceira, não parceira do Facebook, a Cambridge Analytica.

Foi aí que a agência particular de análise de informações e criação de personas para gerar campanhas extremamente influentes entrou no jogo.

Como você já deve imaginar, os dados obtidos ilegalmente têm forte potencial de terem sido utilizados pela Cambridge Analytica para influenciar eleitores na ocasião que levou Trump à presidência dos EUA.

Ficou comprovado que a empresa estava envolvida na campanha!

Nesse momento, você pode estar pensando…

  • O que o Facebook tem com isso? Além do fato de alguém ter se aproveitado de uma brecha para coletar dados e distribuir ilegalmente?

A história é muito mais complexa do que você imagina e o Facebook está bastante envolvido.

Veja bem…

  • Sabe o aplicativo parceiro que Aleksandr Koganutilizou para fazer o teste e, assim, coletar dados dos usuários?

Pois bem, Mark Zuckerberg descobriu quando o vazamento ocorreu para a Cambridge Analytica e, como medida, baniu o pesquisador e seu app, além de ordenar que as informações repassadas fossem deletadas por completo.

Sem grandes alardes, na época, aparentemente, o procedimento foi feito com sucesso.

Apesar disso, diante dos recentes acontecimentos, tudo indica que as ordens não foram acatadas. E, pior, os dados foram empregados na formulação da estratégia de mídias sociais para eleger Trump.

Ao saber disso, mais uma vez o Facebook entrou em ação, tentando uma auditoria na Cambridge Analytica. No entanto, ela foi negada pelas competências britânicas, diante da justificativa de poupar dolo de informações e choques de interesse.

Então, como última cartada, Zuckerberg excluiu e vetou a agência de análise de dados de sua rede social.

  • Tudo pareceu resolvido até aqui, certo?

É o que também haviam pensado os protagonistas do escândalo. A verdade é que você só está lendo esse conteúdo, porque Christopher Wylie, ex-funcionário da Cambridge, trouxe ao conhecimento do público mundial esses acontecidos polêmicos.

Claro, as autoridades também estão envolvidas no caso, investigando qual a real ligação entre as duas empresas, no intuito de entender de forma mais apurada qual o papel de cada uma delas nessa trama e, principalmente, como as informações foram vazadas.

  • A ideia principal é descobrir se o vazamento dos dados foi proposital e consentido ou um incidente causado por uma brecha nas políticas da rede social.

Mark afirma que não teve participação ativa nesses atos que ocasionou a violação de privacidade de mais de 50 milhões de usuários.

Será?

Não há ainda comprovações sobre as responsabilidades de cada parte envolvida, mas já houveram pronunciamentos.

O que Mark Zuckerberg diz Sobre o Escândalo?

Antes de mais nada, precisamos lembrar que demorou um bom tempo para que os responsáveis pelo Facebook se pronunciassem sobre o escândalo.

A primeira grande entrevista concedida por Mark Zuckerberg ocorreu 4 diasapós a grande divulgação do ocorrido.

Ela foi ao ar pela CNN, no dia 21. O dono da rede social disse lastimar a violação dos dados e aproveitou para se desculpar.

Como uma das medidas para evitar que a situação ocorra novamente, Mark disse estar bastante atento às eleições no Brasil, visando blindar as contas contra o “roubo” de dados e campanhas/ações manipulativas.

Um pronunciamento oficial também foi divulgado na conta de Zuckerberg no Facebook.

Por meio dele, o dono da plataforma diz que a rede social tem a obrigação de manter os dados das contas à salvo e que o ocorrido foi, sim, um erro. A declaração ainda ressalta que as equipes competentes estão unindo seus esforços em virtude de apresentar soluçõesmais adequadas…

Algumas delas já estão sendo implementadas:

  • Trabalhar com uma análise mais profunda, visandoexcluir plataformas parceiras que não cumpram todos as políticas e temos de uso.

 

  • Restringirainda mais o compartilhamento de informações de usuários com outros aplicativos, mesmo que eles cumpram todas as regras da rede social.

 

  • Disponibilizar informações sobre quais potenciais aplicativos parceiros podem estar coletando dados de usuários de maneira mais visível no perfil de cada conta. Será possível também bloquear essa coleta.

Mas, afinal, o Facebook vai acabar?

Agora, essa é a pergunta que mais deve estar permeando os seus pensamentos…

  • Será que esse escândalo impactou tanto a rede social à ponto de ela simplesmente deixar de existir?

Verdadeiramente, é difícil chegar à uma conclusão única. Afinal, há quem vai dizer que todos os usuários deveriam sair da plataforma, já que a privacidade jamais será respeitada.

Por outro lado, há quem diga que essa é uma oportunidade para que o Facebook se torne mais seguro.

O que podemos colocar, com certeza, é que o futuro da rede social está nas mãos dos responsáveis por ela e, claro, dos usuários.

Isso porque, por mais que tenha ocorrido alguns pronunciamentos oficiais, ainda se espera uma posição mais firme e sólidados representantes da plataforma.

Enquanto isso não ocorre, há movimentos em outras redes sociais que impulsionam a crise para cima, incentivando usuários a boicotarem e deletarem o Facebook.

Como dissemos no início, o impacto não foi visto apenas nas redes sociais, o mercado também reagiu ao escândalo, fazendo com que a desvalorização da ferramenta chegasse à 100 Bilhões.

A cada nova informação que os responsáveis pela investigação trazem à tona, o Facebook recebe um novo golpe. O que se torna absolutamente perigoso para a sua estabilidade.

Além disso, a finalização do caso pode guardar um verdadeiromapaque demarca o caminho, sem volta, da rede social em direção ao futuro.

É que se ficar comprovado que o Facebook teve participação ativa ou algum tipo de responsabilidade no vazamento de informações, ele será multado em um valor capaz de finalizar suas atividades.

Essa ação é prevista no código penal como violação ao acordo consolidado através das políticas privacidade.

Por enquanto, a ferramenta de Mark Zuckerberg segue funcionando como de costume, sem nenhuma mudança expressiva, inclusive, para anunciantes da rede. Também não houve publicações oficiais acerca de modificações nesse sentido.

 

Agora que você sabe tudo sobre o assunto, qual a sua opinião? O Facebook vai acabar ou não?

Compartilhe suas avaliações com a gente!

Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente útil para você.

Forte Abraço.

Instagram Shopping – Conheça a Mais Recente Novidade

Se você costuma utilizar a rede social de fotos mais famosa do planeta em suas estratégias de marketing e vendas, com certeza, o Instagram Shopping lhe será uma grata novidade.

Pode ser que você até já tenha ouvido falar no assunto anteriormente, até porque, trata-se de um lançamento bastante esperado.

O que, muito provavelmente, você ainda não tem ciência é de que o recurso acaba de ser disponibilizado no Brasil!

  • Quer conhecer melhor o Instagram Shopping?

Então vem com o Mestre do Adwords e saiba tudo sobre a mais recente novidade da rede social!

Instagram Shopping Brasil – O que é?

O Instagram, como você já deve ter percebido, está trabalhando em uma sequência de atualizações em sua plataforma.

Aqui, no Mestre, nós já lhe contamos sobre algumas delas. Lembra dos Gifs e das enquetes no Stories? Pois então, eles fazem parte da iniciativa de reformulações que o Instagram Shopping também integra.

O recurso foi apresentado, como de costume, primeiramente nos Estados Unidos, em 2017. Uma das marcas que o utilizou nos primeiros movimentos foi a Lulus.

Especializada em moda, os resultados apresentados foram incríveis, segundo a diretora de marketing do negócio, a utilização do Instagram Shopping resultou em mais de 100 mil visitas e mais de mil pedidos.

Após sucessivos testes, os responsáveis pelo aplicativo social decidiram trazer a possibilidade também para os usuários brasileiros.

Nesse lançamento, o Instagram Shopping também foi disponibilizado para o Reino Unido, França, Alemanha, Canadá e outros 3 países, fora o Brasil.

  • Ainda está se perguntando o que é esse tal recurso?

Bem, o Instagram Shopping nada mais é que uma ferramenta que possibilita contas business a transformarem seu perfil em uma espécie de loja virtual.

Sim! Com ele, você poderá “linkar” seus produtos e/ou serviços nas imagens publicadas e levar seus potenciais clientes diretamente à uma página de destino para converter!

A função foi integrada de forma bastante usual, já que elas funcionarão quase que igualmente às tags de marcações de perfis.

O diferencial é que os links de produtos serão mais destacados!

Além disso, os usuários passarão a contar com um botão específico no Instagram, nomeado “Comprar”.

Ao clicar nele, haverá um espaço onde buscar, encontrar e comprar itens sejam ações mais simplificadas dentro da rede social.

A mudança promete modificar bastante a forma como se é utilizada a plataforma, já que será possível visualizar um item e comprá-lo, se assim o desejar, em poucos cliques.

Ao que tudo indica, a novidade agrada tanto aos negócios que participam da rede, quanto aos usuários que se inspiram no ambiente.

Instagram Shopping Brasil – Como Funciona?

Como falamos no início, o Instagram Shopping funcionará como uma espécie de e-commerce.

Então, perfis de empresas poderão utilizar o recurso para adicionar links em suas fotos que levem o usuário diretamente para uma página de destino, onde é possível saber mais informações do item e comprá-lo.

Por exemplo…

Se você trabalha com tênis esportivos, poderá publicar fotos demonstrativas dos modelos e aplicar tags com links para a página de destino de cada um deles.

Dessa forma, seus potenciais clientes podem ver o produto e, após um clique, tirar todas as dúvidas sobre ele, o que torna mais fácil que ele se decida em comprá-lo.

Basicamente, o recurso atende à uma necessidade bastante evidente de ambas as partes.

Isso quer dizer, por parte do consumidor, de tornar real a possibilidade de ter algo inspirador em mãos, sem ter que buscar de forma externa. Aumentando a qualidade da experiência.

E quanto às marcas, de otimizar os processos do funil de vendas! Já que elas não terão que, necessariamente, responder dúvidas básicas, como o preço do item, e entregar mais informações individualmente.

O interessante é que todo o procedimento, segundo informações oficiais, será feito de forma orgânica.

O mesmo comunicado diz que o Instagram registra mais de 200 milhões de visitas diárias em perfis de marcas.

O que representa o quanto os usuários utilizam a plataforma para se inspirar e descobrir novidades, assim, como as empresas que estão presentes ali, servem como vitrines.

Vantagens de Investir em Marketing no Instagram Shopping

Até aqui, possivelmente, você já enxergou algumas vantagens de investir em marketing no Instagram Shopping. Porém, para não restar dúvidas, nós queremos lhe mostrar as principais.

A primeira delas é o fato de que o recurso oferece uma melhor experiência ao usuário o que, automaticamente, torna mais simples conquistar a conversão.

Se você trabalha com vendas diretas, principalmente, no nicho de moda, sem dúvidas, o Shopping vai favorecer seus resultados!

Outra vantagem é a otimização do seu trabalho de atendimento e acompanhamento do potencial cliente no funil de vendas.

Como você já deve saber, uma das maiores dificuldades de quem trabalha com a rede social, é conseguir atender a todos os usuários, respondendo dúvidas e dando suporte quanto as informações para adquirir o item comercializado.

Agora, com a possibilidade de direcioná-los à uma página de destino, fica mais simples transpor essas barreiras para a conversão. Pois é possível responder essas dúvidas frequentes diretamente nesse espaço.

Além disso, é possível também que você, como negócio, trabalhe com estratégias capazes de propor experiências mais atraentes e positivas para o seu público, construindo uma relação mais próxima e forte.

Instagram Shopping – Como Utilizar?

Depois de saber tudo sobre o recurso, você deve estar querendo descobrir como utilizá-lo. Certo?

Felizmente, não há segredos e nem complicações. O Instagram Shopping já está disponível no Brasil e, por isso, para começar, basta que você tenha um perfil business na rede social e preencha os seguintes requisitos:

  • Ter uma marca que venda produtos físicos que sigam as políticas de vendedor e de comércio da plataforma.
  • Ter um negócio localizado no Brasil ou nos outros 7 países onde o recurso está disponível.
  • Seu perfil business do Instagram deve estar conectado com o seu catálogo do Facebook.

Tudo correto? Então agora é necessário pedir que o Instagram analise a sua conta.

Se tudo estiver bem, em alguns dias o Shopping estará liberado para a utilização.

  • Como saber se a sua conta foi aprovada?

Não se preocupe, você será notificado pela plataforma!

Assim que conseguir a aprovação, você terá que ativar a função por meio das configurações!

Para isso, vá até o seu perfil, clique no botão “Começar”, do lado superior da tela.

Caso esse botão ainda não tenha sido exibido para você, volte ao símbolo da engrenagem, clique nele e então busque o botão “Compras”.

Em seguida, clique em continuar! Na próxima tela, você terá que escolher um catálogo de produtos para vincular à sua conta business.

Agora é só clicar em “Concluir”.

Pronto!

Você já pode criar publicações no shopping e marcar diversos produtos, além de incluir marcações também em fotos antigas.

São permitidas até 5 marcações por foto ou 20 se a publicação for em formato carrossel.

Para liberar a guia “Comprar”, é necessário que você crie, no mínimo, 9 posts no Instagram Shopping.

 

E aí? Preparado para vender mais?

Esperamos ter lhe ajudado!

Até logo.

Forte Abraço.

Facebook For Creators – O Que É e Como Funciona?

Talvez, você tenha ouvido rumores sobre o Facebook for Creators nos últimos tempos. Mas, você sabe exatamente o que ele é?

Consegue entender perfeitamente a sua função e quais possibilidades ele pode oferecer a você, profissional, e ao seu negócio?

Não?

Bem, se um de seus interesses é impulsionar seus resultados, utilizando para tal, uma das principais plataformas sociais digitais do mundo…

Temos certeza, você vai gostar muito de conhecer o Facebook for Creators.

Mais uma vez, a rede social mais popular do mundo investiu em melhorias, em recursos, e você poderá ser beneficiado por essa ação.

Quer entender melhor sobre o assunto?

Então vem com o Mestre do Adwords!

Afinal, o que é o Facebook for Creators?

Sendo um canal digital extremamente importante e muito povoado, o Facebook representa atualmente um ambiente muito propício para o fechamento de negócios!

Nesse espaço, marcas podem fortalecer sua comunicação com o público, construir e manter uma relação mais aproximada, além de disponibilizar conteúdos relevantes, capazes de chegar muito longe!

Os próprios responsáveis pela rede social, há algum tempo, estão trabalhando para trazer mais possibilidades de compartilhamento e tornar ainda maior o consumo desses conteúdos dentro do ambiente.

São duas áreas muito importantes para Mark Zuckerberg!

Diante disso, como você já deve estar acostumado, o Facebook, mais uma vez, apresentou uma iniciativa para melhorar a experiência do usuário.

Dessa vez, a ação foi exclusivamente direcionada aos produtores de conteúdo da plataforma.

O projeto foi nomeado de Facebook for Creators. Trata-se, basicamente de dois recursos desenhados para ajudar os profissionais a produzirem e compartilharem conteúdos em vídeos.

Claro, de forma mais inovadora, com recursos diferenciados, capazes de dar uma personalidade ímpar a cada produção.

Segundo os responsáveis pelo projeto, o Creators trata-se de uma ferramenta que torna possível qualquer usuário se tornar um produtor de qualidade. Basta que, para isso, ela queira impulsionar sua presença digital no Facebook!

De forma resumida, podemos dizer que as principais metas do recente lançamento é:

  • Ajudar interessados a tornar a sua presença digital mais sólida.
  • Impulsionar o compartilhamento de conteúdos em vídeo.
  • Aumentar o nível de interação da marca com a audiência e vice e versa.
  • Ampliar a sociedade dentro da plataforma.

Como falamos no início, o projeto é composto por dois recursos. Um aplicativo e um portal!

O primeiro visa entregar maiores possibilidades na criação desses conteúdos audiovisuais, podendo ser aplicados também nas transmissões em tempo real.

Vamos falar um pouco sobre cada um deles de forma mais aprofundada a seguir!

Como funciona o Aplicativo Facebook For Creators?

Como falávamos anteriormente, o aplicativo pode ser um dos seus grandes auxiliadores, se você tem interesse em produzir vídeos para o Facebook que sejam mais atraentes, poderosos e capazes de lhe gerar mais resultados.

Ao baixar o aplicativo, você, como produtor, poderá usufruir de uma série de recursos de maneira muito simples, intuitiva e didática.

Dentre eles, está a função Live Creative Kit!

Ela é exclusivamente voltada às transmissões ao vivo. Com esse pacote de recursos, é possível aplicar filtros, molduras, figurinhas, personalizar com entradas e saídas, e criar materiais muito autênticos e originais.

Outra função conveniente é a Community Tab!

A partir de um recurso muito simples, a Community tab possibilita que seu negócio se comunique com seus seguidores e integrantes de sua equipe em um único lugar. Em uma espécie de Messenger!

O interessante é que a ferramenta também agrega o Instagram. Isso torna real a possibilidade de você se comunicar e gerenciar cada interação de um único espaço integrado.

Achou que acabou? Não, ainda tem muito mais!

O recurso Câmera e Stories permite que você aplique filtros e bordas diferenciadas direto em sua câmera. O conteúdo gerado por meio dessa função, pode ser postado sem sair do aplicativo.

O Stories que nomeia o recurso possibilita que você o acesse para gerar engajamento na sua audiência.

Por último, mas não menos importante, a função Insights permite que você faça o acompanhamento e análise de métricas sobre suas ações e o comportamento do seu público alvo.

Como Funciona o Portal Facebook For Creators?

No início, nós lhe dissemos que o projeto possuía dois recursos. Certo? O que complementa o aplicativo é o portal. E, disso, você já sabe!

No entanto, provavelmente, você ainda não entendeu para o que ele serve. Não é?

A gente vai lhe explicar agora!

O portal tem o objetivo de fazer o apoio teórico do aplicativo. Nele, os usuários encontrarão conteúdos dos mais diversos para aprender a utilizar cada recurso disponibilizado no App Facebook for Creators.

De maneira geral, você encontrará materiais sobre como impulsionar o seu negócio no Facebook, através das funções disponibilizadas.

  • Precisa de ajuda para melhorar o conteúdo do seu vídeo?
  • Quer tirar dúvidas sobre as transmissões ao vivo?
  • Precisa entender melhor como gerar a conexão com a sua audiência?

O portal pode lhe oferecer esse suporte!

 

Se você ficou animado para começar a utilizar o Facebook For Creators o quanto antes, nós precisamos lhe entregar mais duas informações importantes.

De imediato, o aplicativo só está disponível para dispositivos iOS aqui no Brasil. Embora haja previsão de que o lançamento aconteça em breve para outros sistemas operacionais, como o Android.

Até o momento, na loja oficial, ele está nomeado como Facebook Mentions.

Por último, mas não menos importante, o aplicativo e o portal podem ser acessados por todos os usuários. Pelo menos por enquanto, o Facebook não estabeleceu parâmetros de acesso, como um número mínimo de seguidores, por exemplo.

 

É isso! Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente relevante para você.

Desejamos-lhe sucesso sempre.

Até a próxima!

Forte Abraço.

Por que devo apostar na segmentação dos meus leads?

Muito se fala em estratégias para captar mais leads. Mas você sabia que mais importante do que conquistar novos potenciais clientes é realizar a segmentação adequada deles?

Muitos não sabem disso e, dessa forma, acabam perdendo dinheiro pelo caminho, afinal, não estão direcionando os leads captados de maneira eficaz.

Você é um deles?

Pense bem… O que adianta investir milhares de reais em campanhas de marketing para atrair possíveis interessados, se no momento em que eles fornecem seus dados de contato, você simplesmente não sabe como nutri-los e direcioná-los?

Se você pensou que todo lead deve receber os mesmos tipos de conteúdos, de e-mails, de promoções e ser exposto à todas as campanhas e estratégias…

Provavelmente, seus resultados não estão lhe agradando completamente!

Sabemos disso porque a grande culpa desse cenário desfavorável, na maioria das vezes, é da falta de personalização das suas estratégias de acordo com os seus leads.

Se o seu objetivo é conquistar melhores resultados, precisamos lhe informar que é muito importante que você aposte na segmentação.

  • Ainda não concorda ou não consegue enxergar porque você deve apostar na segmentação dos seus leads?

Sem problemas! A gente vai lhe apresentar algumas razões para que você a adote o quanto antes.

Confira!

1ª Razão – Apostar na segmentação dos meus leads permite conhecê-los melhor

Você já deve saber que quanto mais você conhece os seus potenciais clientes, melhor são seus resultados.

Afinal, se você souber como eles se comportam, quais são suas principais dores, com o que eles se identificam, é possível criar campanhas mais relevantes e personalizadas, que oferecerão exatamente o que eles gostariam de ver.

Certo?

Quando você aposta na segmentação dos seus leads, você não só os conhece melhor, como também consegue evitar desperdícios de esforços, sejam financeiros ou humano.

2ª Razão – Você melhora o relacionamento com seu potencial cliente

É muito importante que você se mantenha relevante na visão do seu lead, pois caso contrário, ele passará a te ignorar e até mesmo lhe considerar invasivo e inconveniente.

É óbvio que você não deseja isso, não é mesmo?

Para evitar essa imagem negativa, a melhor forma de agir é conhecendo o seu lead, para então enviar a ele só o que vai interessá-lo em particular.

Essa ação vai, automaticamente, aproximá-lo do seu negócio, fazendo com que a relação melhore absolutamente.

  • Não sabe que tipo de mensagem/conteúdo ele deseja receber?

Sem problemas! Entre em contato e pergunte… Isso também gerará uma conexão entre vocês, afinal, essa atitude demonstra que a sua marca está preocupada em agradá-lo, antes mesmo de vender algo.

3ª Razão – Explosão de Interações Poderosas

Quando você fala diretamente com o seu lead, de maneira relevante, ele, automaticamente, sente-se mais disposto a lhe retornar.

Dessa forma, ele acaba interagindo mais, pois sente uma real necessidade em agir!

Por isso, apostar na segmentação lhe dá a chance de obter uma explosão de interações poderosas.

O que, automaticamente, reforça uma relação mais próxima e uma comunicação mais sólida. Dois aspectos importantes para gerar um volume maior de conversões.

Para identificar possíveis problemas e avaliar melhor se a sua estratégia está trazendo os resultados almejados, fique sempre atento às métricas de desempenho e comportamento.

4ª Razão – Melhorar a Experiência do Usuário de Uma Maneira Geral

Não é à toa que as gigantes da internet, como a Google e o Facebook, estão cada vez mais interessadas e dispostas a trabalharem para oferecer uma melhor experiência aos usuários.

Isso torna a relação marca/consumidor mais agradável para ambos os lados, possibilitando que tanto o cliente, quanto a marca, saiam lucrando.

Se você parar para analisar as medidas adotadas para chegar ao objetivo, acabará compreendendo que grande parte delas reforçam a necessidade da personalização.

Isso mesmo! Quando você personaliza todo o processo, do início do relacionamento ao pós-venda, sua marca consegue melhorar a experiência do usuário de maneira geral.

O que, automaticamente, lhe oferece um pacote de benefícios, que passa pela melhora da comunicação, aproximação, conversão, relacionamento, reputação, entre tantos outros.

Entenda! Segmentar seus leads lhe entrega a oportunidade de conhecê-los melhor, de entender em que etapa do funil eles se encontrar. E a partir disso, agir de maneira mais adequada para direcioná-los, para ajudá-los a encontrar a solução ideal que, para você, pode ser uma conversão.

5ª Razão – A segmentação dos leads gera mais conversões

Por último, mas não menos importante, a segmentação dos leads gera mais conversões.

Como você já deve ter percebido, a segmentação lhe torna, automaticamente, mais assertivo. Independentemente das ações que você adotar.

Na verdade, isso acontece porque você está baseando as suas estratégias em sua audiência, ou melhor, em cada grupo de potenciais clientes que compõem o seu público alvo.

Fazendo isso, você tem o melhor da personalização, o que atende perfeitamente as necessidades desses leads, os fazendo enxergar que a sua marca tem valor, se preocupa, quer e pode ajudar…

É claro, você terá que trabalhar com cada grupo, estudando, analisando métricas, comportamento, para entender qual o momento de cada integrante, para guiá-lo ao consumo relevante.

Mas, de maneira geral, esse conjunto trazido pela personalização, torna a conversão uma consequência!

Quanto mais você mostrar que conhece aqueles usuários, que tem autoridade para ajudá-los, que um de seus objetivos é apresentar-lhes uma solução eficaz, mais conversões sua marca terá!

  • Conseguiu entender agora porque você deve apostar na segmentação dos seus leads?

Esperamos ter lhe ajudado! Esse é o momento ideal para você colocar a mão na massa e aplicar tudo o que aprendeu com esse conteúdo.

Entenda quais são seus objetivos, suas metas e então trabalhe para segmentar seus leads. Lembre-se das regras de identificação por etapa do funil!

Se ficou com dúvidas, não as guarde para você. Escreva para nós! Será um prazer poder lhe ouvir.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?

Não há como negar que a internet mudou a vida das pessoas! Seja pelo fácil acesso a todo e qualquer tipo de informação ou pelas facilidades trazidas pelo meio online.

Hoje, podemos adquirir nossos itens de desejo, sem sair do conforto de nossas casas. É totalmente real a possibilidade de pegarmos nossos smartphones e, em poucos cliques, comprar o nosso almoço ou o ingresso do cinema.

É possível confirmar ou descobrir qualquer resposta para dúvidas que surjam, em segundos…

Uma recente revelação feita pelo Ex-Diretor da Google, Eric Schmidt, afirma que nós, hoje, temos a capacidade de criar a cada 48h, o mesmo volume de conteúdo que era produzido do começo do desenvolvimento civil até o ano de 2003.

Parece absurdo, não?

Fato é que tudo isso tem seu lado extremamente positivo, mas há também as questões negativas.

Por exemplo, atualmente, para atingir verdadeiramente um usuário da internet através de uma campanha publicitária, é preciso ser muito relevante!

A concorrência é muito grande, com a enxurrada de conteúdo disponibilizado, há um grande volume de usuários que desenvolveram a habilidade de se tornarem “cegos” diante dos anúncios.

É perante esse cenário que inovar é essencialmente necessário! Concorda?

  • Mas, como fazer isso? Como se manter relevante e em destaque na visão do usuário que diariamente é bombardeado por milhões de conteúdos diferentes?

Essa é uma resposta complexa de responder, afinal, o ideal é que ela se baseie no comportamento e nas preferências do seu público alvo.

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?..

No entanto, quase sempre, há um meio que acaba conquistando todos os tipos de persona. Sim! Estamos nos referindo ao marketing de conteúdo.

Claro, não há só uma maneira de trabalhar com esse tipo de estratégia e, talvez, essa seja a sua grande vantagem, a possibilidade de personalizá-la de acordo com a percepção de valor do público que se deseja atingir.

A ideia central é entregar valor imensurável, por meio de materiais que possuam formatos que ofereça, sobretudo, uma excelente experiência ao usuário.

Aí, você pode perguntar:

  • Qual é o melhor formato de conteúdo para utilizar?

De novo, vamos ter que dizer que depende! Afinal, para alguns os vídeos trarão melhor performance, mas para outros, os textos de blog serão mais positivos. A verdade é que a resposta para tal questionamento será conseguida através do comportamento do seu público alvo.

No entanto, se analisarmos de uma maneira mais geral, podemos lhe dizer que, provavelmente, há um formato de conteúdo que deve estar em meio às suas estratégias hoje!

Isso porque, ele tem aparecido nos mais diferentes tipos de negócios, apresentando excelentes resultados.

É óbvio que você já sabe do que estamos falando, correto?

Sim! O Quiz…

Você ainda deve estar questionando:

  • Porque devo incluir o Quiz em minhas estratégias de marketing de conteúdo?

Vem com o Mestre do Adwords e descubra algumas razões para tal!

1ª Razão – O Quiz É Irresistível

Por ser interativo, descontraído, de fácil consumo e geralmente mexer com a curiosidade do público, o conteúdo em formato de Quiz é praticamente irresistível.

Responda com base em suas experiências:

  • Quantas vezes você foi atraído por um Quiz em sua vida?
  • Quantas vezes você se viu envolvido por um Quiz, sem nem ter percebido que já estava respondendo as perguntas?

Acredito que muitas, não é?

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?.

Isso não acontece porque você é viciado em fazer Quizzes! É porque o formato acaba conquistando muita gente, pelo fato de mexer com as emoções do usuário, de ser relacionado com o entretenimento, de ser fácil de interagir, de atrair e divertir ao mesmo tempo, além de ser extremamente viciante e viral.

Olhe ao seu redor e tente se lembrar da quantidade de marcas que utilizam esse tipo de conteúdo para engajar e se conectar com seus públicos.

2ª Razão – Baixo Custo de Investimento

Apesar de imensamente poderoso, do seu potencial de atração de resultados, fazer um Quiz não demanda um grande custo de investimento.

Há, inclusive, diversas plataformas, incluindo as nativas das redes sociais, que disponibilizam o recurso gratuitamente, bastando que você os crie e monitore adequadamente.

3ª Razão – Pode Ser Produzido em Poucos Minutos

Além de ter baixo custo, o Quiz não demanda grande mão de obra para ser produzido.

Basta um bom planejamento para que o objetivo esteja alinhado adequadamente às perguntas, um pouco de criatividade, estratégia, mais alguns minutos e pronto!

Porque Devo Incluir o Quiz em Minhas Estratégias de Marketing de Conteúdo?

4ª Razão – O Quiz é Altamente Personalizável

  • Precisa conhecer mais sobre um gosto específico ou um padrão de comportamento do seu público alvo?
  • Quer entender melhor como ele enxerga um determinado produto ou serviço?
  • Precisa captar leads?
  • Quer colocar ele no controle de alguma ação dentro do seu negócio?

Então para todas essas possibilidades e dezenas de outras, o Quiz pode lhe ajudar!

A razão para tal é que ele é altamente personalizável, se enquadrando perfeitamente em cada ocasião, sem interromper a navegação do usuário.

Na verdade, esse tipo de conteúdo, por ser de fácil consumo e ter sua essência baseada no entretenimento, acaba por aumentar a qualidade da experiência da sua audiência.

5ª Razão – Altamente Compartilhável

Por engajar com muita facilidade e conectar o público de maneira geral, o Quiz é altamente compartilhável.

Afinal, quem é que não deseja mostrar para os amigos e familiares algo divertido, engraçado ou interessante, que pôde usufruir?

Além disso, as pessoas, no geral, costumam gostar bastante de exibir seus resultados em seus perfis nas redes sociais.

Pense rápido…

  • Quantos Quizzes, ou respostas deles, você viu nas suas redes sociais, na última semana?

Provavelmente muitos, não é mesmo?

Isso só comprova o que acabamos de lhe dizer! As pessoas tendem a compartilhar esse formato de conteúdo por livre e espontânea vontade.

Além de tudo que já falamos, os Quizzes são capazes de diferenciar a sua marca no mercado, ganhando destaque frente aos seus concorrentes.

 

E, aí? Conseguiu entender porque você deve incluir o Quiz em suas estratégias de marketing de conteúdo?

Esperamos que sim! Em caso de dúvidas, mande suas perguntas para nós.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí.

Forte Abraço.

Perguntas de Marketing Cruciais para Um Lançamento de Sucesso

Muitos costumam dizer que após o carnaval é que, realmente, começa o ano! Isso porque, é nesse período, ao qual estamos, que as pessoas começam a colocar a mão na massa, a planejar e pensar em estratégias para tirarem seus sonhos e planos do papel.

Este é o seu caso?

Você está prestes a fazer um lançamento e seu maior desejo é que ela seja um sucesso, correto?

Bem, então você chegou ao lugar certo!

Não precisa ficar inseguro, se perguntando se esse é o melhor momento para concretizar seus planos! Se acalme, tudo dará certo, principalmente, se você fizer essas perguntas de marketing cruciais para um lançamento de sucesso.

Não sabe do que estamos falando?

Tudo bem! Vem com o Mestre do Adwords e entenda tudo perfeitamente!

1ª Pergunta – Há uma solução como a minha no mercado?

Uma das primeiras perguntas de marketing cruciais para um lançamento de sucesso, é quase uma reflexão. Pois ela lhe dá a chance de conquistar um melhor panorama do potencial do item que você possui em mãos.

Pense bem, antes de responder…

  • A sua solução, seja produto ou serviço, já foi inventada e está presente no mercado de alguma forma?

Costumamos acreditar que no mundo em que vivemos, tudo já existe e partimos desse ponto para lançar algo. Correto?

Mas, esse, é um pensamento equivocado! Primeiro, porque acaba limitando os lançamentos, aparecendo cópias ou reformulações no mercado, ou seja, mais do mesmo!

Segundo, porque, há muito à ser explorado. Afinal de contas, quando menos esperamos, surge uma solução incrível e inovadora, que de tão simples e eficaz, ficamos refletindo porque não pensamos em algo do tipo antes…

Pois bem! Considerando isso, responda à pergunta acima citada, mas com o foco no seu diferencial e potencial de solucionar uma dor, de propor uma nova visão.

Verifique, sobretudo, se o seu lançamento faz parte da fonte inesgotável de oportunidades de novos negócios de sucesso.

2ª Pergunta – Qual é o Diferencial do Meu Lançamento?

Perguntas de Marketing Cruciais para Um Lançamento de Sucesso.

Essa é uma pergunta muito importante, pois ela direcionará o seu lançamento, principalmente, quanto à proposta de valor que ele fará ao potencial consumidor.

Basicamente, o seu diferencial será capaz de lhe destacar no mercado, frente à concorrência, e baseará a qualidade da experiência do potencial consumidor.

Não tenha pressa em responder essa questão. Analise com cuidado cada aspecto do seu produto ou serviço, identifique que tipo de inovação e diferencial o seu lançamento é capaz de propor ao mercado e o que ambos impactam na qualidade de vida das pessoas que o consumirem.

Lembre-se de que essa proposta de valor está ligada aos mais diferentes âmbitos da sua estratégia. Como, por exemplo, a tecnologia utilizada para a produção, a competitividade em relação aos preços, a apresentação de uma inovação, a resolução de um problema que a concorrência não conseguiu apresentar, a forma de entrega, enfim…

3ª Pergunta – Quem é a Minha Persona?

Se você não souber responder à essa pergunta, então há grandes chances do seu lançamento fracassar, se for feito nesse momento.

A verdade é que nenhum produto ou serviço pode alcançar o sucesso, se ele não for muito bem direcionado ao público alvo correto. Ou seja, às pessoas que sentem a dor que aquele lançamento soluciona.

Para saber quem é a persona do seu produto ou serviço, faça um estudo profundo de público alvo.

Atualmente, ferramentas de monitoramento de métricas, como o Analytics, podem lhe ajudar a descobrir perfis de usuários. Estudar o seu mercado e concorrentes diretos e indiretos, também pode lhe trazer excelentes respostas.

Na hora de montar a sua persona, procure fazer um perfil completo e profundo, com dados geográficos e demográficos, além de padrões comportamentais e preferenciais.

4ª Pergunta – Tenho Orçamento Necessário para Seguir com o Lançamento?

Perguntas de Marketing Cruciais para Um Lançamento de Sucesso

Uma das coisas que mais faz os profissionais não tirarem o seu sonho do papel ou fracassarem em meio ao seu planejamento é o dinheiro.

Na primeira situação, porque muitos acreditam não ter orçamento o suficiente para seguir o plano e, sem nem mesmo verificarem a possibilidade, desistem.

E na segunda, porque muitos acreditam ter orçamento o suficiente, e continuam, e só vão descobrir que o dinheiro acabou, quando já estão de mãos atadas.

Em ambos os casos, o que falta é planejamento! É organização, estratégia!

Por isso, antes de fazer um lançamento, se pergunte se você tem orçamento necessário para arcar com todas as etapas do plano.

Mas, não pare no questionamento, verifique com cuidado todas as suas possibilidades financeiras.

5ª Pergunta – Meus Clientes São Encontrados Em Maior Volume Onde?

Essa pergunta é importante para que você tenha uma melhor visão sobre onde investir mais quanto ao marketing.

Afinal, não adianta apresentar o seu produto ou serviço nos locais de baixo índice de presença dos seus potenciais clientes. Certo?

Então, verifique onde se concentram, em maior volume, o seu alvo. Nas redes sociais? No Google? Em algum local físico?

Isso será essencial para basear as suas ações de marketing e, consequentemente, tornar o seu lançamento mais visível a quem realmente interessa.

6ª Pergunta – Tenho Concorrentes Diretos e/ou Indiretos?

Conhecer a concorrência é de suma importância para quem está fazendo um lançamento. Afinal, os movimentos externos ao seu negócio, provindos do seu mercado de atuação, podem apresentar impactos diretos nos seus resultados.

Por isso, procure saber se você tem concorrentes diretos e/ou indiretos. E, em caso afirmativo, estude-os com cuidado, de forma detalhada, buscando entender como eles atuam, o que os diferenciam, o que pode ser pontos de falha com potencial para ser destaques positivos do seu negócio.

7ª Pergunta – Qual Meu Plano de Contenção em Caso de Crises?

Você já deve saber que todo lançamento de sucesso precisa percorrer um longo caminho até que se apresente como tal.

Isso quer dizer que, inevitavelmente, ao longo da trajetória, ocorrerão erros que poderão resultar em crises que deverão ser contornadas.

  • Mas, se todos vão passar por crises, porque alguns lançamentos fracassam e outros são um sucesso? O que os diferenciam?

O plano de contenção por trás dessas situações!

Por isso, se você não conseguiu responder a 7ª Pergunta, é importante rever sua estratégia.

 

E, aí? Está preparado para um lançamento de sucesso?

Esperamos que sim!

Se ficou com alguma dúvida, fale com a gente.

Até a próxima!

Forte Abraço.

Como utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo?

Os gifs caíram no gosto popular. Famosos, principalmente, nas redes sociais, eles são capazes de divertir, informar, engajar, tocar, conectar, gerar interações e, sobretudo, emoções.

Com essas características, os gifs se mostraram um formato muito interessante para se trabalhar, afinal, são dinâmicos e, por isso, conseguem “conversar” de maneira clara e eficiente com todos os tipos de públicos.

Pense bem… Quantas vezes um Gif conseguiu lhe dizer ou transmitir mais do que um vídeo ou um texto?

Muitas, não é mesmo? Apesar de outros formatos não serem dispensáveis em uma estratégia de marketing de conteúdo, porque você ainda não utilizou os gifs?

Tudo bem se você não sabe como começar e nem como proceder nesse tipo de inclusão. Afinal, nós estamos aqui para lhe ajudar.

Hoje, através desse conteúdo especial, o Mestre do Adwords vai lhe mostrar como utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo.

Ficou interessado?

Então vem com a gente e saiba tudo que você precisa saber para traçar as suas táticas hoje mesmo!

utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo

O que são os Gifs?

Para que você tenha um melhor aproveitamento do material e um maior entendimento para utilizar os gifs em estratégias de marketing de conteúdo, vamos começar do básico.

  • Você sabe o que são os Gifs?

Mesmo que saiba, indicamos que confira a definição novamente para que não restem dúvidas que podem acabar atrapalhando a implementação da sua estratégia no futuro. Ok?

Bem, os Gifs são, basicamente, conteúdos em formato de foto, geralmente, animada, embora também podem ser fixas. A sigla GIF, do inglês, significa Graphics Interchance Format.

As figuras que fazem muito sucesso hoje, e que, recentemente, foi integrada ao Stories do Instagram, ao contrário do que muitos pensam, foi vista pela primeira vez a cerca de 30 anos atrás. Sua idealizadora é a CompuServe.

Vantagens de Utilizar Gifs em Estratégias de Marketing de Conteúdo

Para que não restem dúvidas de que utilizar os gifs em suas estratégias de marketing de conteúdo é uma excelente jogada, vamos elencar algumas das vantagens da tática.

A primeira grande vantagem é o fato do formato ser muito popular entre as pessoas de maneira geral. Os usuários da internet, principalmente, aqueles presentes nas redes sociais, utiliza o Gif como uma maneira muito prática de se expressar.

Basicamente, utilizar os Gifs em suas estratégias de marketing de conteúdo é adotar uma linguagem muito própria do seu público alvo. É falar no mesmo vocabulário da sua audiência.

A segunda grande vantagem é trabalhar com um formato muito dinâmico, o que o torna capaz de comunicar-se com todos os públicos, de maneira clara, direta, aproximada e rica, evitando confusões e entendimentos equivocados.

A terceira vantagem é que os Gifs são poderosos na missão de despertar emoções, o que entrega a sua marca a chance de se conectar com seu público de maneira mais intensa e duradoura.

A quarta principal vantagem é que esse formato de conteúdo é muito prático, podendo fornecer a chance de que a sua marca transmita uma mensagem completa e poderosa em poucos segundos.

A quinta e ultima vantagem que iremos apresentar aqui é o fato dos Gifs ainda serem pouco explorados entre as empresas. Isso, por si só, entrega àqueles que adotarem a tática uma imensa possibilidade de se destacar frente aos seus concorrentes.

E aí? Convencido de que é uma ótima ideia investir nos Gifs? Então vem descobrir as melhores práticas para concretizar esse plano!

utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo..

Dicas para Utilizar Gifs em Estratégias de Marketing de Conteúdo

Não há apenas uma única maneira de utilizar gifs em suas estratégias de conteúdo, afinal, eles são tão versáteis, que cabem muito bem em diversas plataformas.

Embora sejam muito bem aceitos nas principais redes sociais, como o Facebook, Instagram, Twitter e até no WhatsApp, os gifs trazem excelentes resultados quando estão presentes em meio à textos de blog, por exemplo.

De maneira geral, eles devem ser inseridos em contextos no intuito de enriquecer o conteúdo, de torná-lo ainda mais relevante, elevando a qualidade da experiência da sua audiência.

Para tal, seguir algumas regrinhas básicas é importante, como:

  • Garantir que as dimensões e as características gráficas dos Gifs estão adequadas às plataformas em que eles serão inseridos.
  • Cuidar para que as imagens animadas não interfiram na velocidade de carregamento das páginas.
  • Utilizar Gifs de banco de imagens confiáveis e se puder, prefira utilizar materiais originais e inéditos, ou seja, criados por você ou sua equipe.
  • Dosar de maneira equilibrada a quantidade de vezes que utiliza esse formato de conteúdo.
  • Se atualizar quanto às tendências e Gifs em alta para compor a estratégia de maneira relevante, evitando confusões ou a perda do timing perfeito.

Apesar desse formato de conteúdo ser aplicável de diferentes maneiras, nós iremos lhe dar algumas dicas para utilizá-lo em suas estratégias.

Confira!

1ª Dica – Crie Tutoriais com Gifs

Como os Gifs conseguem transmitir mensagens completas em poucos segundos, nada melhor que utilizá-los para ensinar algo relevante, não é mesmo?

Então que tal criar tutoriais nesse formato para ajudar ao seu público de uma maneira descontraída, dinâmica e eficaz?

Descubra as principais dificuldades dos seus potenciais clientes e encontre temáticas para criar seu tutorial.

2ª Dica – Enriqueça Seus Textos de Blog com Gifs

Os textos de blog ainda continuam sendo muito protagonistas de uma boa estratégia de marketing de conteúdo.

Principalmente, quando o assunto é SEO, ranqueamento nos motores de busca e atração de tráfego orgânico qualificado.

Então, que tal inovar e trazer materiais ainda mais ricos, ilustrando-os com gifs?

Sem dúvidas, seu público se sentirá mais atraído e conectado com seu material, o que despertará uma maior vontade de interagir e se engajar.

utilizar gifs em estratégias de marketing de conteúdo,

3ª Dica – Engaje Nas Redes Sociais com Gifs

Os gifs são muito famosos nas redes sociais, os usuários, inclusive, adoram interagir por meio desse formato de conteúdo.

Que tal usar essa linguagem para se aproximar e se conectar ainda mais com seus clientes e potenciais consumidores?

 

O que podemos dizer, basicamente, é que a melhor maneira de utilizar as imagens animadas é trabalhando a criatividade, a inovação, no intuito de se conectar com o seu público e trazer experiências ainda mais positivas e relevantes para ambas as partes!

Além de tudo o que apresentamos, os gifs podem ser utilizados para divulgar um lançamento, seja de um produto ou serviço, para posicionar a sua marca, para enriquecer um storytelling, para engajar e atrair nas redes sociais, para compor uma estratégia de e-mail marketing, entre outros.

E aí, gostou do conteúdo? Esperamos ter lhe ajudado!

Ficou com dúvidas? Então escreva para nós.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.