Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail – Converta Mais

Você sabia que é possível utilizar o remarketing dinâmico do Adwords no Gmail?

Não?

Então saiba que a Google disponibilizou um de seus recursos mais poderosos de marketing em mais esse canal.

Algo extremamente positivo, já que agora é possível anunciar para usuários, enquanto eles verificam seus e-mails.

Achou interessante?

Então vem com o Mestre do Adwords e descubra tudo sobre o assunto de maneira simples e prática!

O Poder do Remarketing Dinâmico do Google Adwords

Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail..

Se você está familiarizado com o Marketing Digital e conhece suas ferramentas, já deve saber que o remarketing dinâmico do Google Adwords é um dos recursos mais interessantes e poderosos disponíveis no mercado atual.

Sua função é importante para conquistar resultados, especialmente, porque a maioria dos potenciais consumidores não realizam a ação de conversão logo no primeiro contato com a marca de interesse.

Antes do remarketing, todo o esforço para atrair os potenciais clientes tinha grande possibilidade de se perder, já que ao não comprar no primeiro contato, o usuário simplesmente poderia não ser mais alcançado pela mesma publicidade.

O que dava chances para que ele escolhesse o seu concorrente na hora da decisão de conversão, uma vez que ele nem sequer lembrava de onde tinha visto a oferta em primeiro momento.

Pensar nessa possibilidade é no mínimo frustrante, já que há bastante investimento financeiro e de tempo para fazer esse primeiro contato. Certo?

Graças ao Google, isso pôde ser solucionado. Basta que você utilize o remarketing para continuar trabalhando a exibição de anúncios personalizados para os potenciais clientes que demonstraram interesse pelo que você oferece, mas ainda não o consumiram de fato.

É claro que a evolução não parou por aí! Hoje temos o remarketing dinâmico que possibilita veicular campanhas específicas para clientes de forma ainda mais personalizada, levando em consideração os interesses também de outras pessoas.

Se você ainda não ligou o “nome à pessoa”, os anúncios de remarketing são aqueles que lhe seguem por toda a parte. Lembrou?

A grande novidade é que agora, ele também pode seguir seu cliente em potencial enquanto ele lê os seus e-mails no Gmail.

Quer ter a chance de captar mais leads e converter ainda mais?

Então veja como essa novidade pode lhe ajudar a trazer os seus potenciais interessados de volta, inclusive, fazendo com que eles convertam.

Google Anuncia Que Agora é Possível Usar o Remarketing no Gmail

Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail,

Muitos anunciantes já esperavam ansiosos para que esse dia chegasse e, finalmente, parece que a Google ouviu e resolveu atender aos milhares de pedidos.

Recentemente, após algumas mudanças em sua plataforma de e-mails, a empresa revelou que agora será possível veicular anúncios de remarketing no Gmail.

A ideia é simples, mas também muito interessante do ponto de vista das estratégias de marketing digital.

Afinal de contas, diversas pesquisas apontam que o e-mail continua sendo um dos principais canais de comunicação, com acessos diários de bilhões de pessoas.

Basicamente, então, à partir de agora, se você utiliza o remarketing poderá atingir uma boa parcela dessas pessoas interessadas, enquanto elas leem os seus e-mails.

Quais as vantagens de utilizar o Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail?

Você pode estar se perguntando porque utilizar esse recurso no Gmail e quais seriam as vantagens. Certo?

Bem, nós já levantamos algumas questões nesse sentido ao longo do conteúdo, mas queremos deixar claro o quanto você pode potencializar seus resultados ao apostar em uma estratégia como essa.

A primeira vantagem diz respeito especificamente ao canal de veiculação, nesse caso, o Gmail.

Não se trata de qualquer plataforma de troca de e-mails, na verdade, ela é uma das maiores do mundo, com mais de 1 bilhão de usuários em todos os países.

Isso significa um enorme poder de alcance e impacto para as suas campanhas de links patrocinados. Concorda?

Além disso, não estamos falando de apenas volume, nos referimos à grande chance de seus potenciais clientes utilizarem o Gmail também. Portanto, o que está em jogo são usuários qualificados, com forte poder de conversão.

Como se não bastasse tudo isso, o remarketing dinâmico é capaz de reconquistar aqueles clientes “perdidos”, que abandonaram seu site ou o seu carrinho sem explicações e, simplesmente, foram embora.

Remarketing Dinâmico do Adwords no Gmail

É uma nova chance de gerar conversões a cada dia, já que pesquisas mostram que as pessoas checam seus e-mails diariamente.

O Google está lhe dando a oportunidade de atingir a pessoa certa, no momento correto e com a mensagem que ela espera receber.

Obviamente, ele pode ser aplicado nos mais diferentes tipos de negócios, mas o recurso é ainda mais interessante para aqueles que trabalham com uma boa variedade de produtos ou serviços.

Isso porque o remarketing dinâmico permite que, depois que o cliente clica no anúncio, ele possa escolher entre 4 produtos pré-selecionados por você, de acordo com o interesse demonstrado por ele anteriormente, no primeiro contato.

Ainda há a possibilidade, dependendo da estratégia, de mostrar itens relacionados ou semelhantes àquele pelo qual o potencial cliente se interessou.

Entendeu o quanto utilizar o remarketing dinâmico do Adwords no Gmail pode ser muito poderoso e interessante para os seus negócios?

Então não perca tempo, tome à frente de seus concorrentes e comece a veicular seus anúncios para potenciais clientes no Gmail. Os resultados estão lhe esperando.

Por hoje é só! Esperamos que esse conteúdo tenha sido imensamente útil e relevante para você.

Se ficou com dúvidas, não deixe para saná-las depois. Envie sua pergunta para nós através do box de comentários abaixo. Ou venha bater um papo com a gente por meio das redes sociais do Mestre do Adwords.

Será um prazer poder lhe ouvir e quem sabe ajudar a solucionar essas questões em aberto.

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê!

Forte Abraço.

Remarketing Google Adwords – Tudo o que você precisa saber!

Muito se escuta falar da importância do remarketing Google Adwords de como é fundamental para a execução de uma boa estratégia o seu uso constante. Isso porque, dentro das estratégias de marketing digital não é correto isolar os fundamentos separadamente, achando que um é mais importante que o outro.

O que é preciso entender, de uma vez por todas, é que seja o conjunto da obra que lhe dará o sucesso que tanto procura, compreende? Não jogue a culpa do fracasso no conteúdo, se o seu site está lento demais para fornecer uma boa experiência ao usuário. Ou então, não coloque afirme que sua estratégias de links patrocinados não está dando certo, se você nunca trabalhou metodologias de buscas orgânicas.

 

Remarketing Google Adwords - Tudo o que você precisa saber

 

Leve em consideração sempre o conjunto de ações das quais você tem praticado para dar suporte ao seu projeto e ai sim, com essas métricas é possível aprimorar seus resultados.

O remarketing Google Adwords é uma ferramenta que pode ser encaixada todos os âmbitos e para qualquer tipo de nicho de mercado online, isso porque é uma forma de impactar pela segunda vez alguém que já teve contato com seu produto ou serviço, mas que ainda não estava no timing de executar a ação.

Para que você entenda melhor como funciona todo o processo, esse conteúdo irá revelar tudo o que é necessário saber sobre o remarketing Google Adwords para que assim, em cima das informações passadas seja possível fazer a criação de estratégias adequadas de acordo com o seu modelo de negócio.

Vamos lá então?

 

Remarketing Google Adwords –  Uma segunda chance sempre é bem vinda

Sabe quando fazemos a busca por um produto ou serviço e momentos depois somos impactados por diversos anúncios relacionados em nosso navegador? Então, quando isso ocorre estamos sofrendo ações de remarketing Google Adwords vinda dos sites que navegamos.

Seu funcionamento é bem simples, pois ao entrar no site nosso computador é tageado por um cookie que grava o nosso acesso e assim, começa-se a ser trabalhadas campanhas de remarketing de acordo com nosso interesse.

Por muitas vezes, estamos fazendo o primeiro contato para entender melhor o funcionamento do item antes da aquisição. Queremos verificar as especificações técnicas, os modelos e até mesmo fazer uma comparação de preços entre marcas, não é verdade? Então, se nós como consumidores fazemos isso, porque nossos clientes não poderiam fazer?

O grande lance do remarketing Google Adwords é se colocar no papel de consumidor e pensar com a cabeça de quem quer comprar de nós. Quando invertemos o papel e nos colocamos no lugar do usuário, tudo passa a funcionar de uma forma muito mais simples.

Entender que quando um lead deixa a nossa página não significa que não tenha interesse em comprar de nós é o primeiro passo para criar uma boa estratégia de remarketing. Isso porque, por muitas vezes, ele ainda não está preparado para o momento da compra ou formos nós que nos esquecermos de passar alguma informação importante.

Tudo isso pode ser corrigido com pequenos ajustes!

 

Remarketing Google Adwords - Tudo o que você precisa saber,

 

É possível usar remarketing Google Adwords para aumentar minhas vendas?

Sim, é possível usar o remarketing Google Adwords para aumentar suas vendas, para ganhar autoridade em seu nicho e também para atrair tráfego para o seu site. Na realidade, a estratégia do uso do remarketing pode ser usada para qualquer finalidade que pretenda impactar o usuário por uma segunda, terceira ou quarta vez e assim, fazer com que ele lembre-se de você.

Então, podemos afirmar que é possível fazer campanhas de remarketing para atingir qualquer pessoa que entre em seu site, mas que não ainda não executaram a ação que você pré determinou, isso aumentaria as suas possibilidade de conversão.

Quando falamos em aumentar as vendas, já foi comprovado através  de vários testes feito pelo próprio Google e até mesmo por mim mesmo, que mais de 94% das pessoas não compram nossos produtos no primeiro contato, porém as chances aumentam em mais de 30% com são apresentadas a ações de remarketing Google Adwords.

Vai deixar seu projeto sem uma estratégia dessas?

 

Passo a passo para aplicar remarketing Google Adwords

É necessário que você entenda que as campanhas de remarketing Google Adwords são criadas dentro da própria plataforma, em um setor especial devido apenas para esse tipo de campanha. É possível também, encontrar dados no Google Analytics, que é uma excelente ferramenta que deve ser usada para compor informações de PPC

É importante salientar que as campanhas de remarketing Google Adwords que funcionam melhor são aquelas trabalhadas na rede de display, porém aconselho que sempre sejam feitos testes práticos para comprovar a melhor forma de utilização.

Nesse momento você deve estar se perguntando: “ Por onde eu começo a aplicação do remarketing Google Adwords em minha estratégia?” Vou te ajudar com isso…

 

1º Passo para aplicação do remarketing Google Adwords

A primeira atitude que você deve tomar é instalar o código de remarketing Google Adwords nas páginas que irá anunciar. O código é fornecido dentro da própria plataforma e lá você terá todas as explicações necessárias para fazer a instalação com facilidade e simplicidade.

É muito importante saber que sem a instalação desse código fica impossível gerar impressões de campanha, pois não será possível marcar as pessoas que entraram em seu site ou página.

 

2º Passo para aplicação do remarketing Google Adwords

O segundo passo é criar uma lista para executar a sua campanha de remarketing Google Adwords. Isso é feito, pois você precisará identificar quem são as pessoas que tiveram contato com seu produto, qual o perfil desse público alvo, a localidade, sexo, idade e demais informações que juntas irão te permitir fazer uma segmentação muito mais assertiva.

É possível, por exemplo, criar listas de remarketing apenas para as pessoas que entraram em nosso site, ou para aquelas que procuram por uma categoria em especifico ou ainda, para usuários que chegaram até o carrinho, mas que abandonaram a compra.

 

3º Passo para aplicação do remarketing Google Adwords

Para conseguir essas informações de uma forma mais rápida e com métricas de qualidade, insira seu código de remarketing Google Adwords no Google Analytics para que ele possa mapear o comportamento de seu usuário e assim, lhe fornecer as informações mais precisas possíveis.

 

Remarketing Google Adwords - Tudo o que você precisa saber!

 

Na prática, como configuro minha campanha de remarketing Google Adwords?

Para que não haja dúvidas sobre esse procedimento, acompanhe o nosso passo a passo prático.

Basta seguir os passos abaixo e será simples de fazer toda a configuração.

  1. Para começar, acessa a plataforma do Google Adwords e faça login.
  2. Encontre a opção campanhas e clique nela;
  3. Clique na opção “+Campanhas”;
  4. Faça a seleção de “Apenas rede de display”;
  5. Certifique-se de que a opção objetivos de campanha está selecionada com a marcação “Comprar no seu site”;
  6. Nesse momento, você terá que dar um nome a sua campanha, atribuir a estratégia e colocar o valor do lance;
  7. Salve e continue;
  8. Hora de inserir um lance e escolher um nome para o seu grupo de anúncio;
  9. Na opção “Escolha como segmentar seu anúncio” opte pela opção interesses e remarketing;
  10. Vá até o menu suspenso em selecionar categoria e escolha uma lista de remarketing;
  11. Clique em configurar remarketing;
  12. Nesse momento, abrirá um menu de duas etapas para que você possa criar a tag e as listas;
  13. Na etapa 1, é o momento de criar a sua tag de remarketing Google Adwords. É possível enviar a tag para o seu website ou então, para o ID do aplicativo, caso vá usar em dispositivos mobile. E assim, irá ter informações do recebimento d tag por e-mail e todas as instruções para instalação;
  14. Já na etapa 2, a plataforma irá criar uma lista com todos os visitantes que tiveram contato com a sua tag. Lembre-se que a lista é completa, mas você tem a opção de separar por finalidade;
  15. Faça a divisão e insira um nome por grupo de anúncio;
  16. Na opção listas de remarketing, é possível encontrar todas as listas e assim, adicionar aos seus respectivos grupos;
  17. Clique em salvar para continuar.

 

É importante salientar que se você não tem um fluxo de usuários bacana em seu site, ainda não é o momento de trabalhar remarketing Google Adwords, pois você precisa de uma grande quantidade de acessos para que suas campanhas gerem algum resultado.

Procure então, trabalhar métodos de geração de tráfego, até mesmo com campanhas de links patrocinadas focadas nesse objetivo e quando você chegar a um número razoável, comece essa segunda etapa da estratégia.

Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Saiba que minha missão aqui é ajudar você, sendo assim, sinta-se livre para me perguntar o que desejar…

Espero te ver em breve, novamente!

Forte abraço!

Remarketing – 7 Dicas Para Melhorar suas Vendas

Não é novidade que o Remarketing é um dos recursos mais poderosos existentes no mercado digital.

Tanto que seus benefícios podem ser estendidos e aplicados em diversas vertentes, como, por exemplo, vendas, captação de leads, tráfego, entre outros.

Se você me acompanha, já me viu falar algumas vezes sobre o Remarketing, não é mesmo? Não sei se você sabe, mas eu utilizo o Remarketing em meus negócios e obtenho excelentes resultados, mas não foi sempre assim.

Antes do remarketing, eu sentia que muito do tráfego captado era desperdiçado, pois eles entravam em meus sites e iam embora sem mais nem menos e se perdiam por esse grande mar que é a internet.

 

Remarketing – 7 Dicas Para Melhorar suas Vendas.

 

Eu sempre me perguntava: “O que será que eu estou fazendo de errado?”. Até que eu descobri o remarketing, mas não só isso, descobri que essa minha realidade não era exclusiva, pelo contrário, muitos negócios digitais sofrem desse mesmo mal.

Bem, pensando na possibilidade de que você pode estar atravessando esse tipo de dificuldade, sem encontrar uma saída, resolvi criar um conteúdo com 7 dicas para melhorar suas vendas com o Remarketing.

Ficou interessado? Então vamos logo colocar as mãos na massa!

 

Remarketing – Dica #1 De Olho nas Métricas

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que a análise das métricas é de suma importância para que você consiga aplicar um remarketing eficiente e, consequentemente, aumentar suas vendas.

Por isso, a minha indicação é que antes de qualquer ação ou aplicação de técnica, você deve ficar de olho nas suas métricas.

Preste muita atenção também nas ações dos seus visitantes, principalmente, nos carrinhos e páginas de conversão.

Isso lhe ajudará a traçar estratégias mais assertivas nos próximos passos.

 

Remarketing – Dica #2 Entendendo o Cliente

Depois de analisar as suas métricas e as ações dos seus visitantes, é hora de começar a pensar em como você pode diminuir as chances deles irem embora sem converter.

Para isso, esforce-se na tarefa de entender melhor as necessidades do potencial cliente e possíveis “problemas” que seu negócio vem apresentando na visão do visitante.

Resumindo? Você precisa ter em mãos um gerenciamento completo sobre o comportamento do seu potencial consumidor em seu site.

Lembre-se! Suas ações de remarketing devem ter o poder de trazer o cliente de volta, portanto entendê-lo é fundamental.

 

Remarketing – 7 Dicas Para Melhorar suas Vendas

 

Remarketing – Dica #3 Ações Direcionadas

Para ter bons resultados com o remarketing as ações direcionadas são fundamentais, mas elas devem conversar claramente com o comportamento e as necessidades dos seus visitantes.

Uma boa opção para melhorar suas vendas nessa base é criar emails que funcionem como um incentivo para que o potencial cliente volte.

Descontos especiais, brindes e promoções específicas para o perfil de interesse do cliente podem funcionar muito bem.

 

Remarketing – Dica #4 Remarketing do Adwords

Muito provavelmente você já esperava ver essa dica presente aqui, não é verdade? Afinal, estamos no Mestre do Adwords.

Na realidade, essa dica não poderia faltar, mas não por conta do tema do Blog e sim porque é uma das formas mais eficientes de melhorar suas vendas quando o assunto é remarketing.

As campanhas de links patrocinados do Google são excelentes, principalmente, no quesito remarketing. Isso porque através do remarketing do Google você poderá trazer de volta aqueles clientes que foram embora, de maneira bastante simplificada e direcionada.

Nas configurações disponibilizadas na plataforma, você pode programar campanhas de remarketing segmentadas e de acordo com as ações dos visitantes.

Por exemplo:

  • Vamos imaginar que você tenha uma loja de tênis.
  • Sua loja virtual possui o remarketing ativo.
  • Então, você configura duas campanhas de remarketing, uma para quem abandonou o carrinho e outra para quem visualizou um produto e foi embora.
  • Então, para a pessoa que abandonou o carrinho, serão mostrados anúncios sobre o produto deixado no carrinho e promoções e condições especiais acerca desse produto.
  • Para quem visualizou o produto, mas não iniciou o processo de compra, o remarketing passará a exibir anúncios sobre o produto visualizado, opções variáveis do produto e outros itens relacionados que podem estar dentro do campo de interesse do visitante.

Sem contar que esses visitantes que forem embora, uma vez tagueados, serão seguidos por onde forem, isso quer dizer que os seus anúncios de remarketing vão continuar sendo exibidos para ele, por onde ele for, dentro de toda a rede Google.

Ou seja? Uma vez programado, o remarketing trabalhará para você quase que automaticamente, bastando você verificar suas métricas e realizar ajustes quando necessário.

Incrível, não? Vale à pena apostar nessa técnica.

 

Remarketing – 7 Dicas Para Melhorar suas Vendas,

 

Remarketing – Dica #5  Faça Testes de Frequência

É importante dizer que para obter resultados incríveis no volume de vendas com o remarketing é necessário realizar testes de frequência, isso quer dizer, descobrir a frequência de abordagem ideal para o seu alvo.

Isso porque se você for muito agressivo na abordagem, exibindo o anúncio com constância demasiadamente alta, poderá cansar o usuário e como consequência perdê-lo de uma vez.

Por outro lado, se você não trabalhar uma frequência suficientemente boa, o seu cliente em potencial poderá esfriar, ou seja, perder o interesse no produto/serviço ofertado.

A frequência é de extrema importância, inclusive porque ela pode mexer com a sua credibilidade, imagem e resultados, portanto faça testes de frequência e adapte-se ao cliente em potencial.

 

Remarketing – Dica #6 Call to Actions

Se você quer tornar seu remarketing ainda mais poderoso, você deve utilizar Call to actions, ou mais conhecido como as chamadas para ação.

Essas frases tornam a ação mais fácil de ser conseguida, por estar claramente exposta através da chamada, mas é bom lembrar que você precisa estar atento à fase do processo que o alvo se encontra.

Não adianta você criar frases como: “Quero comprar” para alguém que ainda busca informações do produto, concorda? Seria mais apropriada uma frase, como “Quero saber mais”.

Faça a analise das fases de compra dos seus clientes e aplique o CTA mais adequado, você verá que suas vendas irão melhorar.

 

Remarketing – Dica #7 Ações de Remarketing dos Concorrentes

Você sabia que os seus concorrentes detém uma fonte incrivelmente rica de informações sobre como melhorar as suas vendas com o remarketing?

Isso mesmo! Estudar as ações de remarketing dos seus concorrentes pode fazer você estourar em vendas, mas calma, eu não estou dizendo para você copiá-los, pelo contrário.

Ao analisar os seus concorrentes o seu foco deve ser procurar e encontrar pontos não cobertos por eles que podem lhe servir como diferencial na conquista de clientes.

Essas “falhas” podem lhe servir como um diferencial, aquele algo a mais que você oferece e que o seu concorrente não possui para oferecer.

Por isso, analise minuciosamente as ações de remarketing dos seus concorrentes, procure ver qual é a recepção do público alvo e se baseie nisso para se destacar e alçar voos ainda maiores.

Pronto! Agora é só aproveitar as dicas e por em prática tudo que aprendeu. Não se esqueça de que os testes são essenciais para os bons resultados. Espero ter conseguido lhe ajudar ao máximo e te entregar uma visão mais abrangente sobre o assunto.

Você ficou com dúvidas decorrentes da leitura, das aplicações ou até mesmo sobre algum ponto do assunto tratado que você não viu aqui? Então entre em contato diretamente comigo através dos comentários ou pelas redes sociais, será uma enorme honra para mim, poder lhe retornar com possíveis soluções para os seus questionamentos. Saiba que um dos meus principais objetivos é lhe ajudar a seguir rumo ao sucesso.

Volte sempre que quiser ou precisar de informações sobre o mercado digital como um todo. Tenha certeza que estarei lhe esperando com conteúdos relevantes e atualizados diariamente.

Sabe de alguém que gostaria de aproveitar das informações disponibilizadas nesse material? Então me ajude a fazer esse conteúdo chegar mais longe, compartilhe! Conto com você.

Desejo-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí.

Forte Abraço.

5 Dicas Infalíveis de Remarketing para Youtube

Hoje eu quero conversar com você sobre um assunto muito falado, discutido e que, incontestavelmente, gera diversas dúvidas na cabeça de iniciantes no setor do marketing digital e também na cabeça de profissionais veteranos.

Já sabe do que eu estou falando, não é? Sim! O Remarketing para Youtube. Antes de qualquer coisa, quero lhe dizer que não é necessário se preocupar, pois meu intuito com esse material é justamente descomplicar.

Garanto que você não terá dificuldades para captar as informações entregues. Vamos colocar a mão na massa? Então, prepare-se, pois vamos direto ao ponto!

 

remarketing para youtube.

 

Remarketing para Youtube – Como Funciona?

Antes de começar, efetivamente, a entregar as cinco dicas infalíveis de Remarketing para Youtube que eu preparei para você, quero ter certeza que você sabe como funciona esse recurso. Assim o seu aproveitamento não tem chances de ser prejudicado ao longo do material.

Vamos lá?

Basicamente, a campanha de remarketing para Youtube funciona como um reforço da sua campanha principal.

Se você ainda não entendeu, eu te explico.

Quando você trabalha com anúncios de links patrocinados, você tem o objetivo de atingir a um público, correto?

Se tudo funcionasse perfeitamente, apenas, um anúncio seria capaz de captar esse usuário e transformá-lo em seu consumidor, mas infelizmente não é assim que tudo acontece.

Para captar clientes em potencial, você precisará de algumas tentativas, inclusive, estudos apontam que a maioria das pessoas que tem o primeiro contato com uma marca, canal, negócio, etc., não consomem nessa ocasião, precisando de um segundo momento para consumir. É nessa hora que entra a força do remarketing.

As campanhas de remarketing serão exibidas, apenas, para usuários que já tiveram um primeiro contato com os seus vídeos no Youtube ou anúncios do canal.

O que isso quer dizer?

Muita coisa, mas a principal é que você estará lidando com leads muito quentes, ou seja, que já demonstraram interesse pelo que você está oferecendo.

Como eu te disse acima, as campanhas de remarketing para Youtube funcionarão como um reforço, pois elas tornarão a sua marca presente para o usuário que não converteu ainda, mas demonstrou interesse em fazê-lo.

Quando esse recurso está ativado em sua conta, todos os usuários que entrarem em contato com o seu canal, mas não executarem a ação de conversão, passará a ser “rastreados”, desse modo, em praticamente todos os lugares que eles forem, os seus anúncios serão exibidos.

Pronto, agora você já sabe como o remarketing para Youtube funciona, vamos às dicas infalíveis?

É para já!

 

Remarketing Para Youtube #1 – Não Segmente no Primeiro Momento

A primeira dica que eu tenho para lhe entregar pode parecer um pouco estranha para você à primeira vista, mas pode confiar em mim, eu utilizo essa técnica em meus negócios e obtenho ótimos resultados.

De qualquer forma, sugiro que você faça testes antes de qualquer aplicação drástica, pois cada negócio tem suas particularidades. Ok?

Se você chegou até aqui, já deve desconfiar sobre o que eu vou falar. Não é? Então, a primeira dica é essa mesmo, você não entendeu errado.

Se você quer ter bons resultados com a sua campanha de remarketing para Youtube, não segmente no primeiro momento. Isso porque, como você viu acima, as campanhas de remarketing só atingirão pessoas que já realizaram o primeiro contato com o seu canal e isso automaticamente nos mostra que há o interesse por parte desse usuário.

Esse será o momento de você mostrar o que tem a oferecer e entender melhor o que o seu consumidor em potencial deseja. Procure exibir para o máximo de pessoas a sua campanha de remarketing para Youtube, impacte, entenda, estude, filtre. Desse modo, você também terá ainda mais chances de gerar conversões.

Dica Matadora: Se você tem um negócio de atendimento regional ou específico para alguma localização, cuidado com essa técnica, pois você não deverá captar e impactar um potencial cliente fora da sua zona de atendimento, se não puder atendê-lo. Caso isso aconteça, você poderá ter problemas com a sua reputação.

 

remarketing para youtube

 

Remarketing Para Youtube #2 – Seja Ainda Mais Específico

Eu sei que parece contraditório eu dizer, na segunda dica, que você deve ser ainda mais específico na sua campanha de remarketing para Youtube, mas fique calmo, você já vai entender.

Quando eu digo para que você seja ainda mais específico, estou me referindo a uma outra fase da sua campanha de remarketing. A fase em que você já filtrou todo o tráfego e o categorizou e, portanto você já sabe quais são os interesses de cada grupo do seu público alvo captado na fase 1.

Captou a ideia? Por exemplo:

  • Vamos imaginar que na fase de captação, você conseguiu captar 3 leads.
  • Entre esses três leads, você conseguiu detectar três tipos de interesses diferentes. O Cliente A, gostou do produto 1, o cliente B do produto 2 e o cliente C do produto 3.
  • Na hora de fazer as campanhas de remarketing, com o cliente A, você colocará toda a sua força no produto 1, e assim por diante, pois saberá que o interesse dele está ligado a esse item.

A especificidade, nesse caso, está ligada ao interesse do seu potencial consumidor. Com isso, você terá ainda mais chances de gerar a conversão.

 

Remarketing Para Youtube #3 – Alta Frequência nos Primeiros Dias

Quer ter ainda mais chances de converter? Não deixe o seu lead esfriar. Para isso, coloque as suas campanhas de remarketing para Youtube à todo vapor.

Exiba-as com alta frequência, sempre que puder, pelo menos, durante 4 dias e depois vá diminuindo, caso não gere a conversão.

Eu digo isso, pois nesse período há mais chances de que esse consumidor em potencial converta, pois o interesse dele ainda está muito ativo, recente.

Cada vez que você exibir o seu anúncio, será como acender uma chama na vontade dele de consumir, você também estará o lembrando de voltar para o seu canal. Diminuindo as chances de que o consumidor em potencial seja captado pelo seu concorrente.

Dica Matadora: Não estenda muito a sua campanha de remarketing para Youtube, deixe-a sendo exibida por, no máximo, 7 dias. Nos quatro primeiros deixe em alta frequência, após esse período, vá diminuindo a exibição, até finalizar. Claro, realize testes e verifique suas métricas.

 

Remarketing Para Youtube #4 – Ofereça Algo Em Especial

As campanhas de Remarketing possuem poderes incríveis e um deles é o da conversão, mas o que ninguém te fala é que esse tipo de campanha deve ser incrivelmente irresistível para funcionar e, se possível, até melhor que a sua campanha principal.

É isso mesmo, a sua campanha de remarketing deve ser mais forte e irresistível que a sua campanha inicial.

Acredito que se você pudesse me fazer uma pergunta agora, ela seria parecida com:

  • “Tiago, porque o Remarketing deve ser mais forte que a campanha inicial?”.

Simples, pois o seu potencial consumidor ao ser atingido por sua campanha de remarketing, já terá sido captado por sua campanha inicial. O que isso tem a ver?

Tudo!  Agora sou eu é quem te pergunto:

  • Se ele já teve o contato com a sua primeira oferta e não converteu, porque ele converteria com uma segunda oferta igual?

Entendeu agora? Por isso você deve oferecer algo em especial na sua segunda chance. Afinal, esse é o momento de você convencer o seu lead a se tornar o seu consumidor.

Dica Matadora: Guarde suas melhores ofertas, descontos, bônus e brindes para a fase do Remarketing, essa tática costuma funcionar muito bem.

 

remarketing para youtube,

 

Remarketing Para Youtube #5 – Crie Listas de Remarketing Diferentes

Um erro muito comum que acontece quando os anunciantes começam a utilizar o remarketing para Youtube é fazer uma lista única.

Se você quer converter cada vez mais, sem gastar rios de dinheiro e sem se tornar demasiadamente cansativo para o seu público, segmente as suas listas de remarketing. Isso quer dizer, crie listas diferentes por padrão de interesse ou comportamento.

Não exiba tudo para todo mundo e, mais, não se esqueça de criar suas listas de remarketing negativo, isso é de extrema importância.

A lista de remarketing negativo te ajudará para que você não continue exibindo a mesma campanha para pessoas que já converteram, por exemplo.

Está feito! Agora você já conhece as cinco dicas infalíveis de Remarketing para Youtube. Basta que você faça muitos testes e coloque tudo em prática.

Espero que você tenha aproveitado ao máximo esse conteúdo. Ficou com dúvidas? Entre em contato, será um prazer lhe retornar.

Desejo-lhe sucesso sempre, a gente se vê por aí!

Forte Abraço.

Métodos para gerar engajamento utilizando E-mail Marketing

Todas as atividades que são previamente planejadas na criação de um projeto tem um único objetivo que é gerar engajamento com nosso público alvo para que a conversão seja contabilizada. Na teoria, parece tudo muito simples, uma vez que, acabamos não tendo a devida proporção de como serão essas aplicações, mas acredito que seja muito importante uma familiarização de ideias para que assim, nada seja comprometido.

Como você deve saber, em uma planejamento estratégico existem diversos pontos que precisam ser atendidos para que o sucesso do projeto aconteça, porém para esse conteúdo escolhi abordar um tema que, tenho certeza, irá despertar grande interesse em você que são os métodos que utilizo para gerar engajamento utilizando e-mail marketing.

Muitos acabam se esquecendo dessa ferramenta poderosa que precisamos e devemos usar em nosso projeto. Para que você tenha a ideia da proporção de sua utilizando basta voltar alguns anos atrás, não sei se você é dá época onde as malas diretas eram enviadas com constância, mas já deve ter ouvido falar, não é mesmo? Então, o e-mail marketing nada mais é do que uma mala direta dos tempos modernos e claro, com as mudanças necessárias para que se torne muito mais atraente ao cliente em questão.

 

gerar engajamento utilizando E-mail Marketing

 

Pense comigo, a mala direta no passado era enviada em grandes tiragens pegando contatos de pessoas em listas telefônicas ou em banco de dados, sendo assim a prospecção de clientes era enorme, uma vez que, não se tinha um perfil exato para o envio, porém acredito que o número de pessoas atingidas era baixo, pois nem todos que recebiam o material tinha real interesse pelo que era oferecido, concorda? Hoje, não podemos falar que isso acontece, pois temos todas as ferramentas necessárias além de materiais que ensinar a como identificar nosso público alvo.

Não saber com que você está falando é como dar um tiro no escuro, entende? Do que adianta você aplicar energia e investimento em leads que não estão interessados no que você está vendendo? Vejo esse erro acontecendo, tanto em estratégias de e-mail marketing como também, em anúncios no Adwords.

Estou aqui hoje para lhe ajudar a melhorar seus resultados com o uso do e-mail marketing. Meu objetivo é ajudar você a ter engajamento fazendo a sua utilização de forma simples. Sendo assim, todas as dicas que darei no decorrer desse conteúdo servem para qualquer nicho de negócio online e mais, se você for iniciante e ainda está aprende a trabalhar com a ferramenta, não precisa se preocupar, uma vez que, as dicas serão de fácil aplicação, tudo bem?

Percebo que muitas vezes nos preocupamos a fazer algo avançado e nos esquecemos de garantir que o básico esteja funcionando, entende? Outro ponto é que queremos colocar tudo no piloto automático e até acho isso bastante interesse, pois faz com que consigamos nos dedicar a outras áreas, porém para que seu produto “se venda sozinho”, você precisa ter feito sua estruturação de forma sólida, pois senão terá muito erros de execução e terá que perder tempo corrigindo.

Está pronto para começar? Vamos juntos?

 

Métodos de aplicação para gerar engajamento utilizando E-mail Marketing

Acredito que explicar o que é e-mail marketing seja desnecessário, uma vez que, se você está procurando métodos para utilizá-lo é porque você já tem conhecimento do que é e de sua importância, não é mesmo? No entanto, eu já disponibilizei através desse canal um conteúdo bastante interessante sobre o assunto, logo você pode acessá-lo clicando aqui.

 

gerar engajamento utilizando E-mail Marketing,

 

Seguindo com nosso aprendizado, relacionei algumas forma de gerar engajamento utilizando e-mail marketing que funcionaram para mim, porém gosto sempre de lembrar que a metodologia é bastante relativa e tende a varias de profissional para profissional. Sendo assim, sugiro que você aprenda com minha experiência, mas que crie métodos próprios que funcionem com seu produto para que assim, consiga obter mais sucesso e uma taxa de abertura maior.

Os pontos que deram certo para mim são:

 

  1. Só fale com quem quer te ouvir!: Sair enviando e-mail a todos ou comprando listas prontas de e-mail não é metodologia mais adequada, isso porque você está trabalhando, possivelmente, com leads não qualificados. O ideal é que antes de você começar a disparar e-mails e ver sua taxa de abertura cada vez mais baixa é que você procure estudar seu público e só envie e-mails para quem realmente tem interesse em receber. Tenho certeza que você também marca como spam contatos de pessoas que enchem sua caixa de entrada com propagandas, não é mesmo?
  2. Conteúdos Interessantes: Quero que entenda que, quando um lead acredita no seu produto ou serviço e deixa seu e-mail ali cadastrado é um sinal de que ele é um lead quente, sendo assim, você precisa começar a trabalhar com ele. Meu conselho é que você já deixe pronto uma sequencia de e-mails para que seja enviado após o cadastro. É importante que você mantenha esse lead quente, mas sempre com cautela para que ele não se decepcione. Meu conselho para esse ponto é que você trabalhe conteúdos de qualidade e sempre com a intenção de transmitir valor. Procure não vender logo de cara nada, primeiro mostre o valor que esse assunto tem.
  3. Título dos E-mails: Acho que todo mundo que crie e-mail marketing já passou por isso, não é mesmo? Aquele espaço do assunto do e-mail fica em branco por minutos seguidos e você não tem nem ideia do que colocar ali.. Bom, eu procuro já deixar os títulos preparados e no jeito para serem enviados, sendo assim, cada vez que estou criando conteúdo, a ideia do titulo me vem à cabeça. Na hora de definir o assunto, procure não ser apelativo demais e nem fraco, isso porque o titulo do e-mail é fundamental para ativar o gatinho de interesse de seu público alvo.
  4. Quantidade de envios: A quantidade e a periodicidade do envio de e-mail marketing não existem um padrão, isso porque cada público alvo é um e precisa ser adaptado de acordo com a necessidade e o interesse de seus leitores. No começo, eu sugiro que você faça testes para entender a real necessidade de cada projeto.
  5. Incentive o retorno: Para que você consiga um forte engajamento e uma abertura de e-mails cada vez mais alta é preciso que você incentive a interação, ou seja, faça com que seu lead retorne para você. Você pode conseguir isso entregando bônus, solicitando opiniões e até mesmo pedindo sugestões. Quando um usuário retorna seu e-mail é entendido automaticamente que seu endereço de e-mail é seguro.

O foco do uso do e-mail marketing é e sempre será aproximar o seu público alvo de seu conteúdo, sendo assim é importante que você procure sempre renovar a forma de trabalho para que assim, você possa surpreender e encantar cada vez mais.

 

gerar engajamento utilizando E-mail Marketing,

 

Lembre-se também que mesmo tentando sempre fazer o melhor, as críticas vão surgir e você precisa encarar de forma profissional, aprendendo com seus erros e tentando sempre melhorar. Não se deixe abalar pelas criticas negativas, use-as como escada para subir e alcançar patamares ainda maiores.

Espero que esse conteúdo tenha mudado sua visão com relação ao uso do e-mail marketing e que assim, você consiga fazer um planejamento muito mais assertivo com seus disparos. No entanto, se você ainda tem alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato comigo, posso te ajudar ainda mais.

Até breve.

Utilize o E-mail Marketing e Gere leads Poderosos

É notório o grande crescimento da elaboração de técnicas com o objetivo de melhorar diversificadas performances no mercado online. Cada vez mais é possível encontrar diferentes maneiras de:

  • Vender mais.
  • Atrair mais clientes.
  • Gerar Engajamento.
  • Conquistar uma audiência.
  • Gerar mais conversões.
  • Anunciar com menos custo.

Sim, para cada objetivo, existe uma enxurrada de técnicas, mas agora quem pergunta sou eu:

  • Você consegue me dizer quais são as técnicas válidas em meio a tantas opções?

É, meu amigo. Se você ficou com dificuldades para responder essa pergunta que acabo de lhe fazer, pode se despreocupar, afinal você não é o único. Eu tenho que lhe confessar que passo por isso frequentemente, validar técnicas virou rotina para mim, especialmente quando se trata do quesito vendas.

 

email marketing.

 

Muitos profissionais reclamam da falta de opção, de inovação quanto a técnicas em seus mercados. Se você conhece um pouco do mercado digital, sabe que essa realidade é bastante distante nesse setor, pois acontece exatamente o contrário, são muitas opções que nos deixam perdidos na hora de escolher o melhor caminho para trilhar.

Pensando acerca desse panorama e como isso poderia prejudicar nossa produtividade, diminuir nosso faturamento e afetar drasticamente nossos investimentos, soube que eu deveria fazer algo para frear esse avanço negativo.

Estudei, testei, apliquei, reformulei, validei e, ao final, acredito que consegui extrair o melhor que pude dessa experiência. Sabe o que eu descobri?

  • “Muitas vezes, continuar apostando no que dá certo pode ser o melhor caminho. Inovar nas técnicas é sempre bom, mas você deve saber gerenciar as novidades em paralelo com o que faz a sua engrenagem girar”.

Obviamente, você deve estar curioso e eu não poderia guardar essas informações somente para mim, portanto escolhi uma maneira de te mostrar como coisas que parecem ultrapassadas, podem trazer resultados maravilhosos.

A essa altura, você já deve imaginar qual foi a minha escolha, não é verdade? Claro, o email marketing. Esse recurso que surgiu há muitos anos, mas que ainda hoje é um dos principais responsáveis pelos resultados positivos de grandes empresas, inclusive no marketing digital. Com o email marketing bem feito é possível:

  • Atrair mais clientes.
  • Gerar engajamento.
  • Gerar mais conversões.
  • Ter uma forte audiência.
  • Ter maior lucratividade.

Sim, eu sei, existem outras mil e uma coisas que o email marketing pode trazer para o seu negócio, mas a ideia aqui é lhe dar, apenas, um panorama das possibilidades.

Vou lhe ensinar como você pode criar um lead poderoso, posso te adiantar que é através do email marketing, mas antes quero te mostrar alguns dados imponentes sobre esse tipo de técnica. Vamos lá?

 

O Poder do Email Marketing

Você pode estar um tanto quanto cético com o que estou lhe dizendo, até porque estamos em uma era em que as redes sociais imperam. Lembre-se, como eu te disse, as inovações são importantes e você deve apostar nelas, porém deixar de utilizar o que te traz bons resultados pode ser um erro que você não vai gostar de cometer quando visualizar os seus resultados caindo.

Vou te tornar a par da realidade, afinal, números são incontestáveis, confira:

 

email marketing

 

  1. Campeão de utilização: Mais de 90% das empresas no Brasil utilizam o email marketing como técnica de vendas.
  2. Grande Faturamento: No mercado digital, mais da metade das empresas que utilizam esse recurso, tiram de 20% a 50% do seu faturamento total do email marketing.
  3. Queridinho em conversões: Campanhas feitas através do email marketing se encontram na lista das que mais geram conversões, no ranking estão figuradas as conhecidas publicidades pagas e as redes sociais.
  4. Explosão de contas: Existem cerca de 4bilhões de contas de email ao redor do mundo.
  5. ROI de dar inveja: Faz quatro anos e o email marketing já registrava um ROI de 4000%.

Incrível, não é mesmo? Se você ainda não sabia do tamanho do poder que um bom email marketing tem, agora você já sabe. Posso concluir que você deve estar interessado em como utilizar o email marketing de forma que você tenha possibilidade de gerar leads poderosos. Estou certo? Pode se preparar, pois é isso mesmo que vou lhe apresentar agora.

 

Criando Email Marketing capaz de Gerar Leads Poderosos

Quando me refiro a leads poderosos, quero dizer leads quentes, ou seja, leads que convertem. Se você deseja ter uma lista de email poderosa, que tem um bom engajamento, gera conversões, atrai frequentemente novos interessados, aqui é o lugar onde você deveria estar, pois a seguir, vou lhe entregar dicas de como criar emails marketing ricos, capazes de atrair os leads mais poderosos que você poderia almejar. Vamos lá? Um email marketing rico deve ter:

 

email marketing,

 

  1. Conteúdo personalizado: A primeira dica para conseguir atingir o público de maneira mais efetiva através do email marketing é oferecendo um conteúdo personalizado. Se você conhece esse recurso de longa data, deve entender que apesar da sua utilização continuar trazendo resultados positivos, algumas técnicas foram modificadas e essa é uma delas. Emails mandados de forma padronizada e massiva já não têm mais efeito, ou melhor, tem efeitos negativos. Para que você possa colher o que há de melhor, deve apostar em conhecer melhor os seus clientes em potencial, é óbvio que você não deve ser invasivo, mas emails que tratam o cliente como indivíduo têm mais chances de gerar conversões.

 

  1. Materiais Exclusivos: Isso não deveria ser novidade, mas é bom deixar claro, isso porque têm profissionais que caem na besteira de ir pelo caminho mais fácil, então pegam materiais prontos na internet e colam no email para disparar para a lista. Isso é péssimo, pois seus clientes em potencial podem estar cadastrados na lista de email do dono desse material. Já pensou que situação difícil? Você perderia sua credibilidade em poucos instantes. Para não passar por isso, entregue materiais de qualidade e exclusivos, entenda seu público e entregue a ele o que ele procura, mas não encontra em outros lugares.

 

  1. Lead segmentado: Esse é um erro cometido por muitos nesse setor. Entenda, não é porque você tem uma base de centenas de clientes que todos eles têm interesse no mesmo produto ou serviço que você oferece, a não ser que você só trabalhe com um. A dica para potencializar seus resultados quanto a isso é: SEGMENTE! Para isso, estude seu público alvo, aproveite o contato mais próximo e faça perguntas que te possibilite ter respostas sobre interesses principais, características pessoas e comportamentais que podem definir uma linha de interesse mais bem traçada. Com todos esses dados em mãos, separe esses leads e crie listas organizadas por essas características, desse modo, quando você for disparar suas campanhas, será mais fácil identificar para quem mandar e para quem não mandar.

 

  1. Link de descadastramento visível: Deixar o link de descadastramento visível não irá aumentar a sua taxa de rejeição, ao contrário do que muitos empreendedores podem pensar. Quando você esconde esse link ou utiliza frases que de alguma forma ameaça o lead, você pode estar o encorajando a te deixar. O indicado é que você deixe o link visível, dando a possibilidade de o usuário fazer o descadastramento da sua lista de email quando ele quiser. Isso demonstra a segurança do seu negócio e o respeito para com o cliente em potencial.

 

  1. Envios periódicos e não exagerados: Você deve utilizar o email marketing para, primeiramente, criar um bom relacionamento com o seu cliente em potencial, tornar a comunicação mais próxima, para posteriormente ter condições de vender, avisar e lembrá-lo das possibilidades que você oferece. Para que tudo corra bem, é necessário que você estude seu público e com essas informações adquiridas, você deve ponderar qual o limite entre lembrar e manter a relação quente com o seu cliente e exagerar e incomodá-lo ao ponto de ter descadastramento da lista. Lembre-se, ninguém gosta de caixa de email cheia de conteúdos desnecessários.

 

  1. Call to Action: O Call to Action é, praticamente, um item obrigatório nos emails marketing. Isso porque, se você está enviando um email marketing a uma lista, você tem um objetivo. Não é verdade? Esse objetivo deve ficar claro ao usuário e nada melhor que um call to action, que além de mostrar o que você deseja, ainda encoraja o lead a executar a ação desejada por você.

 

Pronto! Você já tem uma boa base para utilizar o email marketing e ter possibilidades de ter leads poderosos, basta começar a praticar.

Espero ter conseguido passar as informações com clareza e objetividade. Caso tenha dúvidas, entre em contato, terei enorme prazer em poder lhe atender pessoalmente.

Até a próxima. Forte Abraço!

Como funciona o remarketing negativo?

A pesquisa e a busca por mais conhecimento para mim é algo constante. Isso porque, me sinto na obrigação de estar sem atualizado com as novidades do mercado, uma vez que, quem trabalha com o Google e suas ferramentas, já deve ter percebido que as melhorias são constantes, não é mesmo? Sendo assim, se uma empresa do porte do Google se preocupa em entregar uma melhor experiência para seu usuário, porque nós não podemos seguir a mesma linha em nossos negócios.

Trabalhar com internet marketing ou então, SEO Marketing já é realizada na vida de muitas pessoas. No entanto, assim como em qualquer outra profissão, da mesma forma que ela apresente benefícios incríveis como é o caso de poder trabalhar de onde e quando quiser, bastando ter apenas uma conexão com a internet. No entanto, por outro lado, você acaba abdicando de coisas importantes da vida em prol de uma causa maior que é testar, estudar e se manter integrado com profissionais da área através de eventos e muito networking.

Sei que não é uma profissão fácil, mas creio que existem caminhos que podem facilitar e muito seus estudos, que são os canais de entrega de conteúdo atualizados. Minha missão, desde a criação desse canal, foi fazer exatamente isso. Concentrar o maior número de informações sobre os mais diferentes assuntos do mercado. Claro que, se eu tivesse mais tempo, eu postaria diversos conteúdos por dia, pois a cada segundo algo novo surge. No entanto, meu tempo é muito apertado e tenho conseguido postar poucos, mas diários, porém prometo á você que vou me empenhar para melhorar, ainda mais, esse cenário. Combinado?

 

remarketing negativo,

 

O assunto que escolhi para tratar aqui, talvez seja uma novidade para você. Isso porque, quando pesquisei informações sobre ele na internet, tive uma grande surpresa. Quase nenhum site fala sobre remarketing negativo, sendo assim, se antes era uma dúvida se eu deveria ou não criar um artigo sobre esse assunto, depois de me deparar com essa situação, me senti na obrigação de gerar um conteúdo de qualidade sobre o assunto.

Quero que entenda que iremos focar no remarketing negativo focado em anúncios através da plataforma Google Adwords, tudo bem? Falo isso, pois a cada artigo postado recebo uma tonelada de perguntas sobre o assunto, então sempre procuro deixar informações e detalhes bem claros no próprio conteúdo.

Já tive a oportunidade de falar sobre remarketing em outros conteúdos e até mesmo já falei de palavras chaves negativas, mas nunca falei nada sobre o tema proposto aqui, sendo assim, vamos completar essa lacuna agora mesmo.

Esse assunto é um pouco mais avançado do que os demais temas que apresento aqui, sendo assim, aconselho que você leia conteúdos relacionados a temática para não se sentir perdido em meio as informações, uma vez que, não pretendo repetir informações já dadas em materiais anteriores, até para não desvalorizar o espaço que tenho, concorda? No entanto, lembre-se que estou a inteira disposição para te ajudar no que você precisa, então não tenha qualquer medo de perguntar!

Pronto para iniciar? Vamos em frente, então!

 

Afinal, Como funciona o remarketing negativo?

Antes de responder essa pergunta, eu preciso ter a certeza de que você tem pleno conhecimento sobre o que é o remarketing e para que é usado essa técnica. No entanto, encontrei um grande impasse aqui, uma vez que, é já criei um conteúdo inteirinho que abordava o assunto sobre remarketing, mas eu não encontrei outra forma, senão dar uma pincelada rápido.

Você deve estar lembrado que o remarketing é uma técnica que tageamento, onde quem teve acesso ao seu conteúdo, através de um anúncio ou então, de sua página, recebe um cookie que marca aquele computador para que ele seja incluído na campanha de remarketing de seu modelo de negócio. Claro que o assunto se aprofunda muito mais, porém quero abrir espaço para falar de outros detalhes nesse material.

 

remarketing negativo

 

Quando pensamos em remarketing negativo, devemos levar o pensamento na mesma linha das palavras chaves negativas. Caso você não se lembre de o que são palavra chaves negativas, ela são termos que buscas que são “bloqueados” de anúncios para que o usuário não seja confundido ou então, enganado. Isso faz com que você obtenha melhores resultados de segmentação e assim, campanha com melhores resultados.

Já quando pensamos em remarketing negativo é possível levar em conta o mesmo conceito das palavras, porém com uma atuação um pouco diferente. Por exemplo, imagine o quão chato seria ver o mesmo anúncio de remarketing por 30 dias seguidos? Isso pode fazer com que o usuário, ao invés de despertar interesse por seu produto ou serviço, acabe tenho uma opinião negativa, uma vez que, você se tornou insistentemente chato, concorda?

O funcionamento do remarketing negativo é muito simples, visto que através de listas de bloqueio, você conseguirá liberar ou pausar campanhas para usuários. Você pode estar pensando: “ Poxa, Tiago, o conceito eu entendi e achei muito legal, porém eu não faço a menor ideia de como faço essa lista de segmentação?” Eu sabia que essa pergunta iria aparecer, logo não se preocupe, pois estou preparado para respondê-la.

 

Como criar uma lista de remarketing negativo?

Esse tópico foi dedicado única e exclusivamente, a responder o questionamento feito no tópico anterior. Vou te ensinar um passo a passo certeiro para você criar listas com facilidade e sem dores de cabeça.

Primeiramente, tenha claro que a plataforma de anúncios do Google Adwords é totalmente otimizada e visa uma maior experiência de utilização do usuário, sendo assim, você já pode entender que o uso é bem simples, porém entendo que se você está tento o primeiro contato com a plataforma ou então, tem pouca experiência no trabalho com ela, uma tarefa simples pode virar uma dor de cabeça.

Preparei um passo a passo muito bacana e simples para que você consiga criar listas de segmentação de campanhas de remarketing negativa com muita facilidade e simplicidade. Topa? Então, espero que goste muito, pois preparei com muito carinho!

 

remarketing negativo.

 

Vamos começar?

  1. Você precisará escolher qual grupo de anúncio ou campanha quer acrescentar a lista;
  2. No menu, você deve procurar pelo termo “ negativo”;
  3. Clique nessa opção e logo após, entre na categoria “ segmentações de remarketing”;
  4. Você precisará acessar a opção “ + Nova Segmentação de Remarketing Negativo”;
  5. Depois de ter criado, você deverá usar as setas para selecionar qual grupos de anúncios você quer que tenha essa segmentação atuante;
  6. Pronto, agora é só clicar em salvar e a lista começará a vigorar.

Viu como é simples?

 

É preciso deixar bem claro o funcionamento do remarketing negativo para que não exista qualquer tipo de dúvida, sendo assim, os usuários que forem marcados pela lista de segmentação de remarketing negativos ficam bloqueados de visualizarem suas campanhas, ou seja, seus anúncios de campanha de remarketing não serão exibidos para ele, ok?

Sempre que foi criar uma nova lista, é de suma importância que você preste muito atenção no que está fazendo, pois ao excluir muitos usuários, você pode estar deixando de lado muitos possíveis clientes e isso, pode interferir diretamente em seu resultado final. Logo, avalie bem as opções e a necessidade de uso para o seu modelo de negócio.

Espero que esse conteúdo te ajude a melhorar as conversões de seu anúncio e assim, você consiga dar um passo além em busca do sucesso! Caso tenha restado alguma dúvida, por favor, entre em contato comigo. Como disse, sei que esse é um assunto bastante complexo e que pode deixar pontos nebulosos, logo me coloco a inteira disposição para tirar duas dúvidas.

Até breve!

05 dicas para fazer remarketing de forma eficiente

O Remarketing é um assunto que dá margem a tantas possibilidades e formatos que falar sobre esse tema é um grande prazer. Se você parar um pouco para pensar, sem o remarketing, trabalhar nos meios online seria muito difícil. Talvez, passe nesse momento em sua cabeça: “Por que será que o Tiago fala isso?”.

Sempre faço questão de pontuar que a internet é um local de trabalho extremamente interessante e incrível, no entanto, com a mesma velocidade que algo é uma novidade, também se transforma em obsoleto rapidamente. Falo isso por experiência própria, pois o que hoje é uma grande novidade na forma de fazer publicidade, por exemplo, em poucas semanas se torna uma forma antiga, pois uma nova maneira chegou revolucionando.

Isso também se aplica a concorrência e ao formato de vendas pela internet. Tudo muda muito rápido, assim como diariamente aparecem novos empreendimentos. Por esse motivo, não temos espaço para errar ou perder uma oportunidade por não estar usando todas as ferramentas disponíveis. A concorrência é alta e se não nos fizermos presente, tentando conquistar nossos clientes, nosso concorrente vem e o faz!

 

remarketing,

 

Quando se fala de remarketing, as dúvidas e questionamentos vêm sempre em grande quantidade. Como o objetivo desse artigo é te dar dicas mais avançadas sobre o uso dessa técnica, não irei abordar conteúdo mais básicos e iniciantes. No entanto, se você não tem conhecimento ou ainda não domina essa técnica, não tem qualquer problema, pois você não será prejudicado.

Já falei sobre esse assunto, de formas diferenciadas, em outros conteúdos desse canal, então abaixo vou deixar uma listinha de links interessantes e importantes para você que quer saber mais sobre o assunto. Aproveite!

Se você navegar por esse canal, você poderá ver alguns materiais que não só abordam remarketing, mas também de conteúdos relacionados. Isso porque, é muito importante que você saiba que essa técnica não pode ser praticada de forma isolada, pois é no conjunto que uma obra de sucesso será formada.

Falo isso, pois quem está começando pode pensar que só fazer o remarketing já dará resultados e não é dessa forma. Você deve anunciar no Google Adwords para assim usar a técnica de remarketing como um complemento de sua campanha.

Calma, vou explicar isso de forma mais detalhada. Reservei o tópico abaixo para avançar um pouco mais nesse aprendizado.

 

Google Adwords + Remarketing = Altas Conversão

Não sei vocês, mas eu adoro essa fórmula. Acho que em toda a matemática, não existe um jeito melhor de expressar o empreendedorismo digital, não é mesmo? Brincadeiras à parte! Criei essa combinação de palavras para simplificar seu entendimento dessa técnica.

 

remarketing...

 

Caso acompanhe esse canal há algum tempo, sabe o quanto eu gosto de explicar as coisas de forma bem detalhada e se possível, trazendo sempre ao dia a dia do empreendedor. Então, deixe-me falar um pouco sobre os termos que citei acima.

  1. Google Adwords: O Google Adwords é uma plataforma de anúncios. Seu funcionamento é bem simples. Os anunciantes podem veicular seus produtos e serviços com todo conforto, facilidade e segurança. Seu funcionamento é bem simples e através de poucos passos, você já estará na rede. É uma plataforma paga, mas sempre com preço justo, pois você só pagará quando o usuário executar a ação desejada.
  1. Remarketing: É uma técnica usada juntamente com a veiculação de anúncios. Explicando de uma forma bem simplificada, ao ter o primeiro contato com seu anúncio, demonstrando interesse através de um clique, o computador do usuário será gravado com uma tag, ou seja, um cookie será colocado em seu computador. Com isso, anúncios relacionados à sua campanha, irão aparecer no período que você indicar.
  1. Conversão: Essa palavra deve estar sempre por perto quando se fala em marketing digital. É importante ter em mente que esse é o objetivo de todos que querem aumentar suas vendas na internet, então é preciso prestar muita atenção nos itens dessa fórmula.

Já consegui definir todos os pontos dessa fórmula, sendo assim acredito que consegui preparar o caminho para avançar. Sei que você está ansioso para ter informações incríveis para sua campanha de remarketing.

Preparados?

 

Dicas para fazer Remarketing de forma eficiente

 

remarketing..

 

Quero adiantar para você que eu separei cuidadosamente 5 dicas INCRÍVEIS para você fazer remarketing de forma eficiente. E não acaba por aí, gravei um vídeo sobre esse assunto e certamente irá te ajudar a entender melhor o tema proposto!

Dedique alguns minutinhos a assistir esse conteúdo que gravei especialmente para você.

 

 

Chegou o momento tão esperado, vou explicar detalhadamente as 5 formas de fazer remarketing de forma eficiente. Para encontrar as formas mais bacanas e poder apresentar, quebrei muito a cabeça, sabia? Acredito que você já deve ter percebido que trabalhar com o remarketing demanda certa familiaridade com as funções da ferramenta e um estudo mais aprofundado de seu público, não é mesmo? Isso porque, ele é um pouco mais avançado se comparado às técnicas iniciais.

Para as dicas que separei, quero contar outra surpresa. Como eram muitas, resolvi dividir em cinco pilares, pois dentro de cada um poderia falar muito mais e consequentemente, te ajudar!

  1. Atração: Chamar a atenção e se fazer presente é fundamental na rede. E quando se toca no assunto do remarketing, isso é imprescindível. Você já tem um detalhe à seu favor quando se usa a técnica, uma vez que, você já tem um público de interesse definido e quente, ou seja, só verá o seu remarketing quem realmente tem interesse. Sendo assim, se você utilizar os gatilhos corretos, as vendas serão certas. Como dica. Posso lhe garantir, que títulos atraentes, um texto que será interessante e principalmente, fazer uso do gatilho da escassez podem fazer a diferença no resultado de seus negócios.
  1. Tempo: A análise do período em que a campanha de remarketing deve ficar ativa é bastante relativa e pode até variar dependendo do modelo de negócio. A dica que posso te dar aqui é a forma com que eu pratico a técnica em minha campanha. Após diversos testes, eu percebi que a lista se mantém aquecida em até sete dias após a primeira ação do usuário. Sendo assim, procuro trabalhar de forma mais intensa do segundo ao quarto dia, investindo um valor maior para ter mais chances de aparecer. Do quinto ao sétimo dia, procuro aparecer menos vezes, pois as chances de fazer uma conversão são menores. A partir do sétimo, as chances de fazer uma conversão já caem em 85%, então eu pauso a campanha.
  1. Comportamento: É importante entender a forma de consumo de seu usuário, bem como quais são os principais horários que ele costuma estar na rede. Nada irá adiantar investir em horários em que seu público está off-line, pois você não terá sucesso. Sendo assim, faça uma pesquisa de mercado e entenda como é o comportamento para que assim, você consiga segmentar de forma mais eficiente.

 

 

  1. Call to Action: Usar técnicas de neuromarketing é muito importante para que seu consumidor compre de você. Saber quais são os gatilhos mentais corretos para aplicar em sua campanha, certamente, te dará possibilidades incríveis de melhorar sua taxa de conversão. Não existe uma formula certa, o que existe são testes e estudos que lhe ajudarão a encontrar o melhor método.
  1. Planejamento: Fazer o planejamento de sua campanha é primordial para alcançar seus objetivos. Se você ainda não tem um objetivo traçado de forma clara, chegou o momento de fazer essa definição, pois o remarketing traduz exatamente esse sentimento.

 

Estamos chegando ao final de mais um conteúdo e espero que tenha conseguido atingir meu principal objetivo: Ajudar você! Ajude-me nisso também, dê sua opinião e faça com que eu consiga sempre trazer conteúdos importantes para você.

Aplique e melhore seus resultados!

Boa sorte!

Como funciona o remarketing no Google

Falar sobre o Remarketing é praticamente uma mistura de obrigação e prazer para mim, isso porque essa é uma das ferramentas mais eficazes para o bom funcionamento do marketing digital.

Quando falo da obrigação de falar sobre a ferramenta, tem ligação com a falta de conhecimento das pessoas quanto ao remarketing, posso lhe afirmar com certeza que dúvidas sobre esse assunto são bastante recorrentes em meus canais de comunicação.

Você pode estar pensando nesse momento: “Não existem materiais de estudos sobre o remarketing no Google?”. Posso lhe dizer que sim, mas analisando mais a fundo, percebi que a grande maioria dos materiais que prometem falar do tema, não entregam técnicas atualizadas e válidas, em outros casos acabam expondo fatos óbvios e bastante rasos que não ajudam o usuário evoluir.

Confesso a você que me sinto incomodado com esse panorama e é tentando oferecer um conteúdo mais rico e agregador que tento diminuir essa angústia e, sobretudo, ajudar você que está sempre em busca de mais conhecimento, mas muitas vezes não encontra um bom material.

 

remarketing no Google.

 

Meu compromisso é com você, um compromisso que consiste em oferecer materiais objetivos, práticos e simples, mas sem perder o foco principal, que é o conhecimento, a apresentação de técnicas testadas e válidas, mostrar, talvez, uma outra visão sobre o que se vê no mercado, permitir sua evolução através de seus estudos, de suas sacadas e ideias que podem ocorrer durante ou após a leitura de um conteúdo informativo.

Sabe, gostaria de ter bem mais tempo para me dedicar à elaboração desses materiais que são acessíveis a todos que necessitam, mas infelizmente não consigo, tenho uma vida muito atarefada e cheia de trabalho. Sempre estou pensando em otimizar meu tempo, em poder me doar mais compartilhando conhecimento e há pouco tempo atrás tive a ideia de oferecer um curso, para poder conhecer você e seus projetos mais de perto, com a finalidade, claro, de lhe ajudar mais efetivamente. Orgulho-me muito de ver meus alunos evoluindo conforme os estudos no Conversão Extrema vão andando, entendo que fiz uma boa escolha ao criá-lo.

Bom, acho que é hora de ir ao ponto, vamos falar a partir de agora sobre o remarketing, como funciona o remarketing no Google e outros links que são importantes para ter um aprendizado mais completo. Vamos Lá?

Primeiramente quero falar sobre o que é o Remarketing, assim, mesmo que você já saiba, após ler o que tenho a lhe falar, se lhe restavam dúvidas, não restarão mais.

 

O que é o Remarketing?

Pretendo lhe explicar de forma bastante simples e rápida o que é o remarketing, só para que dúvidas não fiquem no ar, assim fico tranquilo e confiante o bastante que você estará me entendendo nas próximas fases de aprendizado desse artigo.

O Remarketing nada mais é do que um recurso do Google Adwords que marcam os usuários que já passaram pelo seu site, essa marcação é feita através de um Cookie, isso para que os seus anúncios sejam impressos durante o período de tempo que você pré-determinar.

 

Como funciona o remarketing no Google.

 

Sabe aqueles banners ou anúncios que aparecem em sites enquanto você está fazendo uma navegação pela internet? Você já percebeu que todos eles são sobre produtos ou serviços que você já pesquisou ou demonstrou interesse? Isso é exatamente o remarketing.

Bom, acredito que você já sabe bem do que se trata o remarketing, mas caso tenha lhe restado dúvidas, ou ainda, você queira se aprofundar mais no assunto, veja o artigo que fiz sobre isso aqui. Agora é o momento de vermos como funciona o remarketing no Google, preparado?

 

Como Funciona o Remarketing no Google?

O remarketing no Google funciona de forma brilhante, tenho que confessar que admiro muito essa ferramenta do marketing digital, por isso, tenho prazer de lhe explicar para que você também possa usá-lo em seus negócios. Fique tranquilo, não será difícil entender, pois escolhi uma maneira de lhe passar esse conteúdo de forma bastante prática.

Com a utilização do remarketing, você que não fez uma conversão em primeiro momento, terá uma segunda ou até terceira chance de executar a ação, isso porque, você só utilizará o remarketing com pessoas que já tenham demonstrado o interesse em seu produto/serviço. Isso aumenta a probabilidade de um resultado positivo em mais de 30%. Chegou a hora de entender o passo a passo do funcionamento do remarketing, confira abaixo:

  1. Utilização da tag: Para iniciar o uso do remarketing, você precisará adicionar tags de remarketing em todas as páginas de seu site. O próprio Google Adwords já cria esse tipo de código para você, basta que você acesse sua conta e pegue o código de cada campanha criada.
  1. Lista de Remarketing: Você precisará criar listas específicas para cada produto ou página de seu site, isso fará com que você consiga determinar quais são os produtos mais vendidos ou qual categoria é mais acessada, dessa forma, você terá a oportunidade de investir mais em campanhas que lhe dão maior retorno, ou ainda, usar estratégias mais incisivas em produtos que geram pouco interesse.
  1. Comportamento do Usuário: É neste momento que o remarketing começa a realizar o seu trabalho. Quando um usuário busca algo de seu interesse e acessa o seu produto ou página, o Cookie é adicionado ao seu navegador. Isso só é possível, pois o potencial comprador despertou interesse em obter mais informações sobre o que você está divulgando.
  1. Criação de Campanhas: As campanhas devem ser criadas dentro do Google Adwords, de acordo com o interesse de seu público alvo. Você deve explorar o gatilho do interesse sempre promovendo promoções e descontos atrativos que o farão retornar e consequentemente levando a converter. Antes de lhe apresentar os últimos dois tópicos dessa lista, preciso lhe dar duas dicas. Você ainda não sabe como criar uma campanha de Adwords eficaz? Confira um artigo especial que fiz sobre o assunto aquiafiliado, mas não sabe como anunciar no Adwords sem ser barrado? Veja como você pode acabar com esse problema de uma vez por todas aqui.

 

Como funciona o remarketing no Google

 

  1. Impressão de Anúncio: Agora que o interessado já foi tagueado, chegou a hora do remarketing fazer o seu trabalho. Seus anúncios começarão aparecer em toda rede de display do Google, aumentando assim as chances de serem vistos por clientes em potencial, facilitando o aumento do número de conversões.
  1. Invista no Público Negativo: Toda vez que você cria uma campanha de remarketing, o objetivo principal é que quem não executou a ação volte e a execute, no entanto o Cookie que ficou gravado no computador do usuário não sairá após ele executar o ato e consequentemente os anúncios continuarão aparecendo para ele e seu orçamento sendo gasto. Para que isso não aconteça mais, a plataforma Adwords disponibiliza um recurso chamado público negativo que consiste em uma listagem de pessoas que já compraram o seu produto, ou seja, como ele já executou a ação dificilmente executará uma outra atitude que gerará conversão, logo seria uma perda de investimento continuar imprimindo anúncios para esse público, nesse caso, configure a lista negativa e otimize os gastos de sua campanha.

 

Tenho certeza que você está totalmente entusiasmado para começar usar esse recurso. Não é verdade? Quero lhe pedir que você acalme-se um pouco para que eu consiga terminar de lhe mostrar partes importantes desse conteúdo. A seguir, falarei sobre as vantagens de utilização do remarketing. Quer saber? Confira!

 

Vantagens do Remarketing

Talvez, se eu fosse lhe apresentar todas as vantagens que o remarketing apresenta, eu ficaria aqui durante horas e horas e você ficaria extremamente cansado, possivelmente iria embora, por isso, tive o trabalho de resumir tudo, sem perder a qualidade dos dados contidos, para que você tenha um melhor aproveitamento do que tenho para lhe mostrar. A seguir, lhe apresentarei as principais vantagens que o remarketing pode trazer para seus projetos:

  1. Captação de Clientes Interessados: Com o remarketing, você poderá realizar uma melhor captação de clientes, isso porque, quando a técnica é programada, ela tem o foco de captar clientes que já demonstraram interesse, ao menos, uma vez pelo que você está oferecendo, portanto, as chances de conversões com esses possíveis clientes são extremamente maiores.
  1. Melhor Segmentação: O que é melhor do que receber dados sobre o comportamento de um público que já demonstrou interesse pelo seu produto ou serviço? Acredito que poucas coisas pode lhe ajudar tanto a converter quanto esses dados comportamentais. Saiba que ao adotar o remarketing como técnica de vendas lhe proporcionará esses tão sonhados dados e consequentemente mais conversões.
  1. Menor Custo com Campanhas: Como disse acima, o remarketing tem uma melhor segmentação e captação de clientes interessados, isso porque a qualidade do cliente, se usarmos o quesito potencial de consumo, são bem melhores se comparados a uma campanha inicial de marketing. Por esse motivo, o Adwords costuma oferecer preços mais atrativos para esse tipo de campanha.

 

remarketing no Google

 

Agora você está totalmente por dentro do assunto, acredito que você já pode começar a testar as configurações para uma campanha de Remarketing. Você acredita que ainda pode aprender mais e que esse é o momento? Eu sabia que você podia estar querendo mais, por isso eu desenvolvi um vídeo especial para complementar e oferecer um bônus a esse conteúdo. Confira abaixo o que preparei para você:

 

Muito obrigado por ter conferido todo o material que fiz pensando em você. Volte sempre que desejar e precisar. Parabéns pela sua iniciativa de aprender mais e sempre.

Ficaram dúvidas em sua cabeça? Não pense duas vezes antes de comentar aqui abaixo ou converse comigo através das nossas redes sociais, farei o possível para lhe responder com a resolução de seus questionamentos.

Forte Abraço. Ótimas Conversões!

O que é Remarketing?

Se você chegou até aqui, com toda certeza está procurando o significado e/ou por mais informações sobre o remarketing, não é mesmo? Pois, saiba que esse é exatamente o assunto que quero tratar.

O remarketing é um importantíssimo recurso do marketing, utilizado de diversas formas e em grande maioria dos negócios estabelecidos de forma online, além das empresas físicas bem colocadas no segmento off, mas que querem conquistar o setor da Web.

O papel do remarketing é de extrema importância quando o assunto é a obtenção de resultados, aumento de alcance, melhorar conversões e por isso eu não consigo admitir que as pessoas não tenham informações claras e objetivas sobre o assunto.

Você sabia que ao não utilizar o remarketing em seus negócios, você pode estar perdendo um mundo de oportunidades? Que talvez você esteja perdendo muitos clientes em potencial de consumo?

 

Remarketing

 

É angustiante saber que os seus clientes podem estar esperando por um contato para realizar a compra e você não executar a ação por, simplesmente, não saber dessa oportunidade. O seu potencial de crescimento pode ser inestimável e esse resultado pode não chegar porque você não utiliza toda a possibilidade de ferramentas e técnicas disponíveis no mercado.

Não lhe culpo por esse panorama, muito pelo contrário, quero lhe parabenizar por ter chegado até esse artigo, pois você está em busca de informações e consequentemente mais conhecimento. O mercado, às vezes, tem uma parcela de culpa nesse crescimento freado, pois não oferece informações completas e técnicas válidas para quem está pensando em iniciar no segmento. Talvez por medo da concorrência? Talvez por não ter tempo para elaborar um bom conteúdo? Falta de experiência para a tarefa? Não sei, o meu objetivo é mudar essa história.

Refletindo sobre isso e pesquisando o mercado, como de costume, me deparei com uma enxurrada de dúvidas relacionadas ao remarketing e nesse momento decidi lhe entregar um material enriquecedor, quero que o remarketing seja acessível a todos e, sobretudo, que ele seja desmitificado de uma vez por todas. Vou lhe mostrar de forma simples tudo sobre o remarketing e a partir de hoje haverá um conteúdo interessante sobre o assunto.

Para iniciarmos, lhe mostrarei do que ele se trata e depois quero lhe oferecer um bônus ao lhe explicar as vantagens da utilização dessa técnica. Vamos lá?

Entendendo o Remarketing

Talvez você até já saiba de forma teórica o que é o remarketing, mas se você está aqui agora, com certeza tem dúvidas sobre o que aprendeu, é por isso que explicarei a seguir, detalhadamente, o que é o remarketing.

Basicamente, o remarketing é uma ferramenta disponibilizada pela plataforma do Google Adwords que identifica o usuário que praticou uma determinada ação, seja ela a visita do seu site ou o interesse por algum produto, marcando o seu usuário de forma específica para que sejam exibidos anúncios relacionados aquele produto ou serviço com uma maior frequência, aumentando assim a probabilidade de que seja feito uma conversão.

É uma tática bastante utilizada no comércio eletrônico e, apesar, de simples é primordial no mundo do marketing online. Se você ainda não utiliza o remarketing em seus negócios, com toda certeza você está perdendo uma grande oportunidade de aumentar suas vendas. Você sabe por quê?

 

Remarketing.

 

Mais de 90% das pessoas que acessam um produto pela primeira vez, não executam a ação desejada, ou seja, não compram em primeiro momento, no entanto, quando o remarketing é ativado e a pessoa visualiza o produto por mais tempo através dos anúncios, as chances da compra ser feita triplicam. Deu para perceber a importância dessa técnica para você que trabalha com a venda de produtos online?

Nesse momento você não têm mais dúvidas quanto ao que se trata o remarketing. Acredito que você está totalmente pronto para receber as informações sobre quais são as vantagens de utilização da plataforma.

 

Vantagens de Utilização do Remarketing

São diversas as vantagens oferecidas pelo remarketing aos seus negócios, isso posso lhe dizer com certeza, então para que você tivesse o melhor aproveitamento possível, sem que o conteúdo ficasse cansativo, selecionei com cuidado os melhores benefícios que vou listar para você abaixo:

  1. Captação de Clientes: Muitas são as funções que o remarketing pode disponibilizar aos seus negócios. A captação de clientes é uma das principais funções que ele oferece, essa captação é realizada através da exibição de anúncios à pessoas que já tiveram contato com seu produto ou com produtos relacionados. Você pode estar se perguntado agora: “Tiago, como é que eu vou saber quem acessou meu produto e não comprou?”. Fica tranquilo, pois é nesse momento que a plataforma inicia sua ação, mapeando através de cookies essas pessoas, realizando assim o remarketing, com a máxima exposição de seu produto ou serviço através dos anúncios exibidos, essas pessoas poderão em, um segundo momento, demonstrar interesse que não foi obtido no primeiro contato. Isso fará com que você consiga atrair clientes de uma forma automatizada e que realmente estejam classificadas como potenciais.
  1. Aumento de Conversões: O objetivo de todo o profissional que trabalha com remarketing é fazer com que sua conversão aumente, não importa em qual nicho de mercado ele está trabalhando. Quando falamos em taxa de conversão, não quero me referir apenas a uma venda, a conversão está diretamente ligada à ação que você pré-estabeleceu na criação de campanha do remarketing, ela pode ser:
    1. O preenchimento de um formulário.
    2. O acesso a um site ou blog.
    3. Download de algum documento.
    4. Inscrição na Lista de emails.

 

o que é Remarketing

 

O que vai importar para o aumento da taxa de conversão é a execução da tarefa pré-definida e independentemente de qual você escolher, o remarketing está apto para lhe ajudar em todas.

  1. Melhor Relacionamento: Através da técnica de remarketing você conseguirá fazer um mapeamento melhor do comportamento de seu público alvo, recebendo todas as informações das ações que ele executou em seu endereço online. Você terá acesso à informações de tempo em seu site, páginas navegadas, por onde ele acessou o seu “conteúdo”, se o aparelho utilizado foi um smartphone ou computador de mesa, dentre outras informações preciosas. Com todos esses dados, você consegue melhorar o seu relacionamento com o cliente, a partir do momento que sabe o que oferecer através das necessidades dele.
  1. Anúncios engajados: Para descobrir como o remarketing irá atingir de forma mais eficiente o seu público, você precisará fazer testes para entender qual o melhor tipo de anúncios que lhe entregará mais engajamento. Dentro do remarketing é possível fazer anúncios em vídeos, em textos ou imagem, sempre seguindo as regras pré-estabelecidas da plataforma. Esses recursos poderão aumentar o seu poder de engajamento de forma poderosa.
  1. Anúncios Personalizados: Se você tem uma loja virtual, por exemplo, você poderá criar anúncios personalizados para cada produto, com ofertas especiais que despertem o interesse de quem visualizar a informação através do remarketing. Fazendo a personalização por produto, você consegue tirar as características principais e exaltá-las para usar o poder de convencimento na execução da ação.
  1. Melhor Segmentação: Com o remarketing, você tem uma melhor segmentação, independente do tipo de negócio ou ramo de atuação, isso porque o remarketing trabalha com o que há de melhor no quesito público alvo, pois ele mapeia os potenciais consumidores que já demonstraram um primeiro interesse no que você oferece. Pessoas que se interessaram uma vez têm mais chances de converter ações que você deseja, não é mesmo? Por isso o remarketing é poderoso em relação à segmentação, pois além dessas ações que citei acima, ele ainda oferece dados sobre o comportamento dessas pessoas marcadas, possibilitando que você preveja determinadas ações praticadas por ela antes de oferecer novamente o produto/serviço.
  1. Gráficos Personalizados: Muitas plataformas permitem apenas que anúncios de textos sejam criados, não é o caso do Google Adwords e nem das campanhas de remarketing. Através da plataforma você pode criar anúncios gráficos personalizados, inserindo imagens atraentes relacionadas ao seu ramo de atuação, bem como, vídeos que lhe ajudem vender mais, tudo isso para tornar os anúncios mais atrativos e engajados com o público que deseja atingir.
  1. Fortalecimento da Marca: Já pensou em quantas pessoas terão a possibilidade de visualizar o seu anúncio depois de demonstrar interesse? Os usuários do Google aumentam a cada dia e chega ser impossível definir quantas pessoas verão o seu anúncio diariamente. Imprimindo sua marca diversas vezes para um número de pessoas enorme, você trará uma fixação e fortalecimento de sua marca perante o público, isso porque, a visualização de algo em massa causa empatia e familiaridade, aumentando o poder de engajamento, conversões e melhor relacionamento com seus possíveis consumidores.
  1. CPC baixo: As campanhas de remarketing do Google tem uma taxa de conversão maior do que as campanhas criadas através da rede de display comum, isso porque, o público que é atingido com o remarketing já teve o primeiro contato com o produto ou serviço oferecido, aumentando a probabilidade dele executar a ação desejada. Com esse panorama, o custo por clique em uma campanha de remarketing passa ser bem menor que uma campanha de display comum, por exemplo, pois como eu disse anteriormente, as chances de conversão na categoria remarketing são bem mais altas. 

o que é Remarketing.

 

  1. Mapeamento de Sites: Através do remarketing você pode mapear quais são os sites que estão lhe trazendo mais conversões, com esses dados em mãos, você poderá com uma pequena modificação na configuração de exibição de anúncios de remarketing, definir em quais sites eles deverão ser exibidos, fazendo com que eles sejam mostrados apenas em sites que lhe trazem um melhor retorno.

 

Espero que o conteúdo tenha sido extremamente transformador no sentido positivo, que a partir de agora tudo tenha ficado mais claro e sua visão mais ampla sobre o assunto.

Gostaria de agradecer a sua visita e deixo o convite para que você volte sempre.

Boas campanhas. Forte Abraço.